História Stydia - Entre tapas e beijos - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Tags Escolar, Layden, Malira, Romance, Scallison, Stydia
Exibições 94
Palavras 1.374
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capitulo, yay! :D
Eu fiz esse na pressa e tava sem criatividade, sorry se ficou ruim.

Capítulo 3 - A festa.


- Ei, Lyndinha. -  Stiles chamou, voltei minha atenção para ele imediatamente. - Achei a resposta.

Ele me deu o livro e apontou para uma parte que ele tinha sublinhado com a caneta, eu comecei a copiar imediatamente e ele fez o mesmo. Terminamos de copiar a resposta e eu passei o livro de história para ele, ele sorriu irônico e passou o livro para mim.

- Sua vez de achar a resposta. - Eu olhei para ele com raiva e ele respondeu: - Que foi? Achou que ia ficar apenas copiando. - Colocou o dedo indicador na minha cara e começou a balançá-lo da direita para a esquerda, gesticulando um não. - Na-na-ni-na-não, Lyndinha.

Eu bufei e voltei o meu olhar para o livro, para a prova e depois para o livro, eu me perguntava porque não retrucava as provocações dele, talvez se eu ignorasse ele parasse? Sim, provavelmente sim. tentei não me pensar muito nisso e me concentrar em achar a resposta. Após algum tempo eu achei a resposta, a sublinhei com a minha caneta e passei  o livro pro Stiles.

- Porra, Lydia. - Ele reclamou. - Tu rabiscou meu livro.

- Foda-se. - Eu respondi grosseira. - Copia esta merda logo.

O professor se aproximou de nós com a testa franzida.

- Senhor e senhora Stilinski. - A turma soltou risadas, tinham entendido o trocadilho. - Vocês podem parar de se amarem e fazerem a prova?

- Estamos fazendo a prova. - Rebati.  E o professor acenou com a cabeça e murmurou ''uhum, sei...'' Não dei importância, tinha coisa mais importante com que me preocupar.

- Achou a resposta? - Perguntei.

- Sim. - Ele respondeu e me passou o livro. - Achei as outras também porque quero acabar logo com isso.

- Eu também. - Respondi, enquanto copiava as resposta e depois me toquei que não estava brigando com ele, muito pelo contrário, concordando com ele, o que esta acontecendo com a minha vida?

Ainda pensando sobre isso, o professor começou a recolher as provas, quando ele chegou na minha mesa eu demorei para perceber que ele queria a minha prova porque estava mais concentrada em meus pensamentos, demorei tanto que o Stiles que teve que passar a minha prova para o professor.

Suspirei e me levantei, sendo seguida pela Allison que só faltava gritar de alegria, pela festa provavelmente, parecia ansiosa. Cheguei na aula de Geografia, mas eu sabia do que a professora estava falando e por isso me permiti falar com a Allison, ficamos jogando conversa fora a aula inteira, o intervalo inteiro e o caminho inteiro até a nossa casa, sim, eu  e Allison tínhamos e continuamos tendo MUITA conversa.

--

O tempo passou voando e quando eu percebei eu e Allison estávamos atrasadas, eu jogava a minha roupa no chão igual uma louca, tentando achar a roupa perfeita mas ela não vinha de jeito nenhum. Dels, preciso ir para o shopping urgentemente!

- Lydia! - Gritou Allison, entrando no meu quarto, ela estava completamente arrumada, felizmente os nossos pais tinham saído para jantar, assim podíamos fazer o que quiser. - Porra caralho, tu não ta arrumada ainda? Caralho, mulher. Se arruma logo.

- Diz isso como se fosse fácil. - Virei os olhos, enquanto atirava as roupas para fora da minha gaveta, ainda procurando a roupa perfeita. - Não acho nenhuma roupa boa, precisamos ir para o shopping!

- Porra! - Xingou Allison, começando a atirar as roupas junto comigo, notei naquele momento que ela estava linda! Ela atirou um vestido em mim e disse: - Toma, veste.

E então saiu do quarto, eu fiquei analisando o vestido, ele era realmente bonito. Sem me importar com a bagunça que eu e Allison tínhamos feito, eu vesti o vestido rapidamente, felizmente já tinha tomado banho e estava apenas com roupas intimas, isso tornava o trabalho de me arruma mais fácil. Após ter me arrumado, eu peguei o meu estojo de maquiagem e comecei a pintar meu rosto, minutos depois estava pronta e desci.

Quando eu cheguei na sala a primeira coisa que eu vi foi Allison, digitava alguma coisa no seu celular com um sorriso enorme no rosto, os seus dentes estavam amostra e antes que eu pudesse ver o que ela digitava, ela me percebeu.

- Finalmente. - Ela exclamou. - Vamos.

Em seguida, ela saiu de casa e eu a segui, ela trancou a porta e guardou a chave dentro de uma bolsinha que carregava e pegou a chave do carro dela. Entramos e fomos até a festa em silencio, não queria que a Allison batesse o carro durante o caminho, ele tinha sido bem caro. Chegamos na festa e o local estava praticamente lotado de pessoas e a maioria estava bêbada.

- Allison? - Olhei para o lado procurando a morena, mas ela tinha sumido.-  Allison!

Puta merda, eu mal acreditava naquilo, a Allison tinha desaparecido sem falar nela. Respirei fundo, tentando me acalmar, afinal, eu não ia sair dali sem a minha irmã e eu estava em uma festa, devia fazer o oposto de me estressar. Virei os olhos e fui até o barman, não sabia bem o que beber então pedi vodka vermelha, tinha que admitir, aquela bebida era incrivelmente boa.

Eu não tinha resistido ao gosto daquela maravilha e pedi mais, mais e mais, quando em cansei me levantei do banquinho onde estava e comecei a dançar na pista de dança, sozinha, mas não demorou para alguém aparecer.

- Oi, Lyndinha. - Disse Stiles me cumprimentando com o seu tom sarcástico de sempre. - Como voce tá?

- Eu to ótima. - Respondi, e coloquei as minhas mãos ao redor da nuca de Stiles, a bebida estava começando a fazer efeito. - Você parece estar bem bonito hoje.

P.O.V Stiles Stilinski

Eu fiquei andando pela aquela festa e bebendo há um bom tempo, tinha que admitir, não tinha achado nenhuma garota para ficar. Tentei com a Malia, mas quando eu fui vê-a ela estava se pegando com a Kira então eu envergonhado, fui embora e resolvi não incomodar as duas. Foi quando eu vi a Lyndinha dançando na pista de dança, sozinha, fiquei surpreso. Não esperava ver ela ali depois da briga com a Malia (aquele dia inclusive tinha sido foda), Scott tinha convidado ela e Allison e não me contou? Provavelmente, era bem a cara dele.

Deixei isso de lado e me aproximei da bela garota ruiva, começamos a conversar e em pouco tempo ela entrelaçou suas delicadas mãos em minha nuca, ela estava bem danadinha hoje. Eu aproveitei a oportunidade que tinha e a beijei, um pouco relutante porque ela estava um pouco mais embriagada do que eu, mas eu tava na seca. E o beijo dela era incrivelmente bom, os lábios dela eram indescritíveis, tinham gosto de estrelas! Nós separamos, por causa da maldita falta de ar.

Mas, não demorou para nós continuarmos, continuamos nós pegando e fomos para um local bem mais calmo e vazio do loft, para termos um pouco mais de privacidade. Repentinamente, ela se afastou, me senti um pouco vazio naquele momento, mas ignorei.

- Nós podíamos fazer mais alguma coisa, Stiles. - Ela abriu um sorriso malicioso, entendi o que ela quis dizer imediatamente. - O que acha?

- Não, Lydia. - Recusei e peguei a mão direita dela, e comecei a levá-la para saída da casa. - Vamos para casa, você esta bêbada.

- Eu não to bêbada! - Ela rebateu e se soltou de mim. - Vou transar com outro então, seu viado!

Em seguida, ela saiu andando com passos pesados e bufando. Neguei com a cabeça e a peguei por trás, dessa vez coloquei metade do corpo dela atrás da minhas costas, assim ela não escapava.

- Me solta porra! - Ela começou a bater nas minhas costas. - Me solta, demônio!

- Não. - Respondi. - Tu vai pra casa, queira ou não.

Lydia continuou se debatendo e me chamando de que tudo que era nome, não me importei, sabia que ela estava bêbada. Quando eu estava quase saindo da festa, esbarrei em um garoto moreno e ele carregava uma garota do mesmo jeito que eu carregava a Lydia. Adivinha quem era? Sim, isso mesmo, Scott e Allison.


Notas Finais


Gente, muito obrigada, sério! <3
Eu amei o feedback que vocês em deram no capitulo anterior, eu fiqeui até animada com essa fic! OwO
Bjs, meus amores! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...