História Stydia - Um Amor Proibido - Capítulo 5


Escrita por: ~

Visualizações 53
Palavras 974
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Fantasia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii, eu voltei😀
Desculpa a demora, povo lindo❤😊 eu fiquei enrolada com a semana de provas e etc..😔 não sei me organizar, mas voltei e fiquei sabendo que não abandonarei essa fic pois ela é meu Amorzinho💕😀
Chega de enrolar, né?
Boa leitura!!
Capitulo não revisado.👈👍

*Desculpe qualquer erro de ortografia.

Capítulo 5 - SOMOS AMIGOS.


Fanfic / Fanfiction Stydia - Um Amor Proibido - Capítulo 5 - SOMOS AMIGOS.

Stiles ON

Estou indo até o escritório do meu pai, preciso contar uma coisa.

Bato uma vez na porta e em seguida minha mãe a abre, ótimo eu já falo com eles dois de uma vez.

- Oi mãe – entro pela porta – oi pai, onde está o meu pai?

- Ele precisou viajar, que bom que você veio até aqui queria falar com você – minha mãe abre um sorriso.

- Tudo bem, pode falar a senhora primeiro – sento na poltrona e ela na cadeira atrás da mesa.

- Bom, acho que você já imagina o que eu vou falar – não imagino – você e a Malia se conhecem desde criança – sim, eu sei que eu conheço ela desde criança – eu, o seu pai e o pai dela achamos que vocês devem dar um passo a frente, começarem a ter um relacionamento... – sem pensar duas vezes, saio do escritório deixando minha mãe falando sozinha.

Malia e eu? Nunca.

Primeiro: somos amigos, não sentimos atração um pelo outro.

Segundo: eu gosto da Lydia, a Malia gosta do Derek.

Terceiro: SOMOS AMIGOS.

Entro no meu quarto com uma raiva do tamanho do mundo.

- Posso entrar? – Malia bate na porta fechada.

- Pode – falo com raiva.

- Parece que você já sabe – ela diz triste se sentando no chão e se encostando na parede – é uma droga mesmo! – ela diz com raiva juntando os joelhos a si e encostando sua cabeça na parede.

- E você acha que eu não penso o mesmo? – digo – nós nunca ficaríamos juntos ou ah sei lá, eu não consigo nem imaginar.

- Mas Stiles... – ela me olha chorando – é para o bem do país, nós podemos fingir.

- Ah ótimo, nós não gostamos um do outro, como você acha que a Lydia vai reagir quando ouvir isso? E quando se trata da minha felicidade, você acha que eu estou ligando pra essa droga de país? – digo me jogando na cama e olhando pro teto.

- Calma Stiles! – ela diz alto – eu sei que você ama a Lydia mas nesse momento o país precisa ter uma prioridade, nós podemos sofrer um ataque terrorista, e nesse ataque você pode morrer, a Lydia pode morrer, então só pense, iremos unir forças, poderemos combater essas tragédias. – ela diz séria parece que está chorando, nunca vi a Malia desse jeito. Ela se levanta se deitando ao meu lado da cama.

- Nós não iremos nos relacionar de verdade – ela segura minha mão – mas quem sabe uns beijinhos de vez em quando.

- Saí Malia! – digo rindo e me soltando dela.

- Explique a Lydia, ela vai entender – ela se senta na cama – mas vocês vão precisar ficar separados por um tempo, o único problema.

- Eu não acho que ela vai querer ficar comigo depois que eu contar. – falo com tristeza na voz, depois de todos esses anos eu finalmente falei o meu amor pela Lydia, não quero que ela deixe de gostar de mim.

- Acho que ela já deve ter chegado – Malia diz indo em direção a porta – beijos Amorzinho! – ela saí fechando a porta.

Preciso conversar com a Lydia...

É só o que eu penso.

Eu só quero que ela continue a gostar de mim.

Me levanto da cama indo em direção ao banheiro, tiro a minha roupa e começo a tomar um banho gelado, para esfriar a cabeça.

Eu não vou conseguir olhar na cara dos meus pais o dia inteiro, eu sei que eles estão pensando no país e no povo.

Eu só queria que eles tivessem pensado no filho. Mas quando você vira rei ou rainha você sabe a responsabilidade, e precisa abrir mão de algumas coisas, as vezes até do amor.

Fico algum tempo a mais no chuveiro, depois saio secando meus cabelos com a toalha e o meu corpo, coloco a primeira camisa que eu vejo, uma simples calça preta e nos pés meu tênis cinza. Deixo a toalha pendurada no banheiro e saio do quarto procurando a Lydia.

Assim que saio vejo a amiga dela, a Allison.

- Com licença, Allison – falo me aproximando dela, ela me olha assustada por um tempo e abre um sorriso, mostrando suas covinhas.

- Sim, Alteza... – ela diz fazendo uma reverência.

- Você sabe me dizer onde está a Lydia? – pergunto tentando ser o mais normal possível.

- Bom ela deve estar no jardim, já que ela terminou seus afazeres. – ela diz arrumando sua saia.

- Obrigado – falo e vou em direção ao jardim.

Chegando lá só vejo a Lydia sentada em um banco com a cabeça baixa.

- Oi, amor – falo gentil me sentando ao seu lado, ela levanta a cabeça e me olha triste.

- Oi – ela diz abaixando a cabeça novamente.

- O que houve? – digo levantando seu rosto suavemente.

- Nada, eu estou bem. – ela diz deixando uma lágrima cair.

- Você sabe que pode me dizer qualquer coisa, né? – falo sério.

- É meu pai – ela começa a chorar, a abraço e ela aponha sua cabeça no meu peito – ele está internado.

- Calma, vai ficar tudo bem – digo passando minha mão em seus cabelos – eu estou aqui com você, eu não vou te deixar só.

- Eu te amo, Stiles. – ela diz tirando sua cabeça do meu peito e me dando um selinho rápido.

- Eu te amo, Lydia. – falo com um sorriso no rosto.

Agora que eu me lembrei do que tinha que fazer. Eu não posso contar isso a ela.

Eu a amo.

- É melhor eu ir, podem pegar nós dois. – ela diz se levantando do banco e enxugando as lágrimas.

- Não foi eu que te tirei do seu conforto, continue aqui eu vou ficar com você. – falo e ela se senta novamente do meu lado.

Lydia aponha sua cabeça em meu ombro e nós dois ficamos ali abraçados observando a paisagem.


Notas Finais


Gostei desse capítulo, o que acharam?
Eu quero um Stiles na minha vida só isso😏❤
Beijos e até a próxima! Prometo não demorar.

*Desculpem qualquer erro de ortografia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...