História Sua versão de você - Capítulo 35


Escrita por: ~

Visualizações 38
Palavras 567
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Esporte, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Violência
Avisos: Canibalismo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem a demora, é que apesar das férias eu estou tendo meio que um bloqueio criativo (com todas as fics), mas tentarei postar mesmo assim.


Boa leitura:

Capítulo 35 - - Meu Deus! Que dia Louco!


POV's Lindsey: 

- Hmm! Hmm - Eu falava abafada dentro de um saco que Gancho, de algum modo, conseguiu me prender. 

- Quê? - Pergunta ele provocativo - está dizendo algo? Não consigo entender!                                                     E soltava uma risada maléfica. Que clichê. 

- Capitão! - gritou Smee interrompendo a risada dele. Não conseguia ver nada entre os furos do saco, mas dava pra imaginar a expressão dele.

- Que é agora? - pergunta Gancho - Não está vendo que estou me divertindo?

- D-des...desculpe, Capitão, mas estamos chegando.

- Hum. - fez o capitão. - Só isso? Atraque essa coisa e pegue a menina.

- Tá, tá bom, Capitão! - falou o gordinho. 

Eu continuei me debatendo no saco, até que ouvi um barulho, era como se dois pedaços de madeira estivessem sendo jogado um contra o outro. Na certa, Smee não conseguia atracar uma canoa em um navio e jogou a menor no navio com todo o desespero possível. Mas não o julgo, afinal, quem tem experiência com barcos flutuantes? Além do Peter, é claro.

Logo depois, o que antes estava um breu total e o único modo de iluminação eram pequenos buraquinhos, numa estante fora iluminado com a luz do sol, que fez meus olhos arderem um tanto. O saco fora aberto. Graças a Deus!

- Chegamos em "casa", pequena! - exclamou Gancho assim que abriu o enorme saco. 

Casa? Como assim casa? Nunca que aquele navio seria minha casa! A Toca dos Meninos Perdidos poderia até ser, mas o navio? Haha! Não mesmo. 

Sem muita opção e sem tempo para pensar demais, eu simplesmente pulei para fora do saco, dando com o joelho no rosto de Gancho e os pés na barriga de Smee, que deu um urro de dor. Eu iria tentar pular do navio para a terra firme. E foi o que fiz: corri em direção á prancha achando que cairia na areia - ideia completamente errada. O que realmente aconteceu foi que, eu não imaginava era que estavámos há quilômetros de distância da areia. Eu havia feito uma idiotice, corri até o final da prancha e embaixo de mim apenas havia água e mais água. Virei - me e vi uma multidão de piratas atrás de mim. Na certa, não gostaram nem um pouco da ideia de eu possivelmente ter causado um traumatismo no seu capitão. 

Engoli em seco, olhei para trás. Não havia saída, se desse um passo para trás, possivelmente seria devorada por tubarões ou crocodilos mutantes. Fechei os olhos e a primeira imagem que veio a minha mente foi o rosto de Peter.

Aceitei, afinal, se iria morrer seria justo ter como último pensamento o rosto do garoto que amo.

Peraí! 

Que amo? 

- DEIXEM A GAROTA! - ouvi uma voz. 

Gancho veio mancando e com uma mão no olho. 

- Deixem-na. - ordenou ele - apenas se afastem. Me vejo depois com ela. Agora sejam gentis e me tragam um pano úmido, ou vou acabar ficando cego! Você está de salto? 

E com esta ordem todos os piratas se retiraram e foram buscar um pano para o Capitão. 

Continuei lá, parada. Minhas pernas travaram de vez. 

- Você vai ficar aí? - perguntou ele, minhas pernas continuaram paralizadas então apenas assenti. - Então tá, mas não por muito tempo, viu? Precisarei de você mais tarde. 

Ele se retirou, continuei lá. 

- Meu Deus, que dia louco! - exclamei.


Notas Finais


Tá bem curtinho, e achei bem ruinzinho... mas se preparem! Altas emoções e a volta de um certo menino que não cresce na vida da Lind! Bjs<3

Obs: Postando maais tarde por causa das férias. ><


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...