História Subarashii - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang
Personagens G-Dragon, Jungkook, V
Tags Jungkook, Komatsu Nana, Taehyung, Taekook
Visualizações 3
Palavras 350
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Slash, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Intitulado


Ele sabe das notícias. Leu na internet. Viu a foto. Ouviu os comentários mil vezes, mesmo que tentassem não dizer diretamente a ele. Não entende porquê as pessoas evitam o assunto. Jiyong já superou. É claro que já superou, ninguém viu que ele namorou outras garotas depois de Nana?

Sim. Viram. O mundo viu. Komatsu Nana também viu.

Ele sabe que ela viu.

E agora ele está vendo-a com aquele tal de Kim Taehyung, do BTS. Quem esse garoto pensa que é? Ele é o G-Dragon. Por que é que não está com a Nana…?

Jiyong aperta a própria cabeça, nervoso, louco para tirar Nana de seus pensamentos.

Mas não adianta. Ela é a única coisa que consegue pensar quando sua mente desocupa-se do dia cansativo. Ela está ali, com seu sorriso encantador, perseguindo-o há dois anos. Ele ainda sente seu cheiro, ainda consegue sentir as mãos dela em seu pescoço. Ainda pode ouvi-la respirar. Ah, como ele adorava ouvir a respiração da pequena bem perto dele enquanto dormiam juntos... E como ele odiava quando o mar os separava.

Ele só quer poder parar de pensar nela toda vez que está com outras garotas. Quer poder beijá-las sem a decepção de abrir os olhos e não encontrar Nana à sua frente. Quer poder sentir a pele delas sem querer a pele macia de Nana. Quer poder viver sem Nana.

Sempre pega-se imaginando como ela está. Imagina que esteja sorrindo, que esteja feliz. Acredita que Nana continua exatamente como ele a conheceu: cheia de coisas a fazer, extremamente bonita e encantadora. Acha que ela está bem. Muito bem. Ele viu o sorriso dela na foto, a carinha fofa ao lado do garoto do BTS. Como poderia não estar bem? Jiyong imagina se Kim Taehyung a faz mais feliz do que ele fez um dia.

Ele suspira e pega um pedaço de papel e uma caneta.

Um verso. Dois versos. Uma lágrima.

Sente raiva de si mesmo.

Três versos.

Está cheio de sentimentos para escrever.

Ele se deita sobre a escrivaninha e não sabe que título colocar. Nunca vai gravar essa música.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...