História Súbito-Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Drama, Revelaçoes, Romance
Visualizações 125
Palavras 1.813
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Leiam!❤️

Capítulo 10 - Emprego


Fanfic / Fanfiction Súbito-Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 10 - Emprego

Mi-cha on

 

Arfo vendo que aquilo teria que parar de acontecer.

 

Eu tinha que esquecer ele, só foi uma coisa rápida e que não deveria ter acontecido.

 

Fecho meu notebook e arrumo minhas malas, amanhã voltaria para minha casa e terminaria o que tinha que fazer.

 

Tenho que focar na empresa.

 

 

Mi-cha off

 

Jeon Jungkook on

 

Fechei meus olhos e tentei esquecer aquilo, vendo que já havia aparecido uma ereção.

 

Toco por cima da calça e acaricio gemendo baixo.

 

O quarto estava escuro e minha janela só com uma fresta, com um vento frio.

 

Me cubro e bufei ao perceber que teria de me tocar mais uma vez por causa dela.

 

Minha respiração falhada, coloco minha mão por cima da box e a abaixo devagar.

 

Estava tão duro.

 

-Ah...-arfo

 

Desci minha mão e o toquei.

 

O pressiono e o aperto, acaricio e não demoro para começar a movimenta-lo.

 

-Own...-mordo meu lábio-A-Awn...m-mi...-aumento a velocidade-M-Mi-ch-ha

 

Jeon Jungkook off

 

Mi-cha on

 

*Dia Seguinte*

 

Me levanto e vou tomar um banho.

 

Me banho e me troco, colocando um vestido florido e bem simples.

 

Coloquei minha bolsa no ombro e peguei minha mala, desbloqueando meu celular.

 

Vejo como sempre um "Bom Dia" do Yong e um "Está atrasada" do meu pai.

 

Bufo e guardo o celular na bolsa, saindo do quarto.

 

Bloqueio à porta e pego o cartão, fui em direção ao elevador e aperto no 1 andar.

 

...

 

Encontro Dak-ho com o mesmo, ele estava lindo como sempre.

 

-Bom Dia...-falo e meu pai me olha.

 

-Nosso carro já chegou...vamos!-ele diz seguindo para a porta, fui atras conversando com Dak.

 

....

 

 

Cheguei em casa e fui puxando minha mala até me quarto.

 

Fui recebida bem novamente a minha casa, pelos funcionários.

 

Sempre achei desnecessário nesta parte.

 

-Mi...-ouço alguém me chamar, olho pra trás, vendo Dak entrar no meu quarto.

 

-Sim...-falo

 

-Estou bonito...-ele arruma sua gola.

 

Estava com uma blusa com detalhes em bolinha, uma calça preta e um tênis.

 

-Sim...-falo e ele parecia feliz-Onde vai?-pergunto

 

-Ficar com a Irmã do Tae...-ele se inclina-Ja que minha Irmã linda nos acompanhou...-fala e eu reviro os olhos-Bom, eu vou indo...-ele pisca pra mim e vai até a porta sumindo

 

-Juízo!-grito e ele volta, da um sorriso pervertido e sai novamente.

 

Nego com a cabeça, com sua atitude. Mas, me concentro nos slides, estava quase acabando só precisava de mais uns minutos.

 

...

 

Quando aperto em salvar, me alivio, pois estava pronto.

 

Minha apresentação estava pronta.

 

Levanto e passo a mão nos cabelos.

 

Pego meu celular e mexo em algumas redes sociais.

 

Ouço um barulho na minha porta e vou em direção à mesma.

 

Abro e vejo uma das funcionárias.

 

-Ah-ela era tímida-com licença Srt.Mi, mas, seu pai quer falar com você-ela diz e eu assinto.

 

Ela sai e eu a sigo, mas desviando de caminho, vendo que ela iria para a cozinha.

 

Bato na porta do meu pai. Ouço um "entre" e empurro a porta, entrando.

 

-Queria falar comigo?-pergunto

 

-Sim-diz-Terminou seus slides?-pergunta me olhando

 

-Sim...-falo

 

-Sinto muito, mas vou precisar cancelar a reunião...-fala e eu o olho

 

-O que?-não entendo, tanto esforço, pra nada.

 

-Sim...ouve um problema com um dos funcionários e ele se despediu-fala e eu continuo sem entender

 

-E?-pergunto, havia milhares de funcionários naquela casa, pra que mais um?

 

-Vou ter que escolher outro funcionário-fala

 

-Tá, mas aonde que eu me encaixo nisso?

 

-Você terá que ficar aqui, encontrando alguém...eu vou pra empresa-diz levantando

 

-Mas, por que não deixamos isso pra depois, afinal...não é tão importante-falo e ele se inclina

 

-Não...O funcionário que saiu, foi justo um segurança...-diz-Quero que fique e escolha.-diz

 

-Mas, e meu trabalho e esforço nos slides, eu fiquei ontem à noite inteira fazendo...terminei de manhã-falo

 

-Eu sei...-ele se aproxima

 

-Você não disse que eu tenho que focar agora na empresa, e vem me falar um negócio desses-falo levantando

 

-Sim...-se vira-Por que?Tem algum problema?-bufo baixo

 

-Não...-ele me olha

 

-Só fique e cuide disso, amanhã você vai comigo e apresenta...não vai morrer por apenas um dia-fala e eu reviro os olhos

 

Ele sai e eu sento bufando.

 

Que droga!Por que, ele não escolhe essa merda?Que saco!

 

Levanto e rodeio a sala.

 

Saio dali e dou passos longos nas escadas, sigo até meu quarto e bato a porta fortemente.

 

-Por que ele sempre tem que me provocar?Deixar trabalho comigo, não posso sair, não posso fazer bosta nenhuma!-jogo minha cabeça na cama, bufo pro ar.

 

Mi-cha off

 

Jeon Jungkook on

 

E la vou eu mais uma vez procurar emprego.

 

Pego minha mochila e sigo com minha pasta em mãos, com meu currículo.

 

Nem começou o dia e já estava cansado.

 

No caminho, deixo algumas poucas lágrimas caírem por lembrar dos meus pais, sempre me emociono quando lembro.

Eu preciso urgentemente de ajuda, de um emprego que me de muito dinheiro, para pagar a casa.

 

Jeon Jungkook off

 

Mi-cha on

 

Faço alguma coisa pra comer, após meu ataque de raiva passar, volto para meu quarto e ligo o notebook.

 

Anunciaria as vagas de segurança.

 

Só o que me faltava.

 

Escrevo tudo o que meu pai havia me passado por chat, com a maior paciência e depois disso, oculto a aba, abrindo outra...pra ver Netflix.

 

Mi-cha off

 

Jeon Jungkook on

 

...

 

Horas passavam e eu não achava nada, passei por mercearias, livrarias, mercados, entre outros.

 

E todos eles não haviam NENHUMA VAGA.

 

Percebi que estava ficando tarde e perdi as esperanças, ando pela calçada e vejo algumas das lojas fecharam e outras Ainda com clientes.

 

Minha mochila nas costas e meu fone no ouvido, ouvindo um leve Rap.

 

Paro no ponto de ônibus, onde a esse horário tinha umas 6 pessoas no máximo.

 

E fico em pé de canto, esperando o meu ônibus.

 

Após perceber que ele chegava, me aproximo e vejo ele parar. Subo

 

 

Jeon Jungkook off

 

Mi-cha on

 

Fiquei o dia inteiro presa no quarto, e com a esperança de aparecer qualquer notificação de que alguém poderia mandar um currículo e eu sem ler e nada, apoiar a entrada nesta casa...mas nem como tudo é lindo, ninguém mandou nenhuma notificação.

 

Olho no relógio e vejo marcar 17:43.

E arrumo minha posição na cama, deis das 2, estou vendo séries e nada.

 

Mi-cha off

 

Jeon Jungkook on

 

Chego em casa e jogo minha mochila no sofá, vou até a cozinha que havia uma bancada americana e podia ter acesso à sala, mas Ainda simples. Abro a geladeira e pego uma garrafa de água, coloco num copo e bebo, me sento no sofá e jogo minha cabeça pra trás, vendo que não havia conseguido nada, o dia inteiro.

 

Mordo meu lábio olhando para a mesinha de centro.

 

Coloco o copo ali e pego meu celular no bolso. Nesta mesma hora, ouço um barulho na minha porta, levanto e abro.

 

Vendo Somi, ela sorria pra mim  e poderia sentir sua alegria, mesmo ela estando triste.

 

-Ah...-falo e ela pisca algumas vezes

 

-Tudo bem?-ela diz-Te vi chegar e parecia triste-ela diz me olhando, Ainda do lado de fora.

 

-Eu estou bem...-falo e percebo minha falta de educação, deixando ela do lado de fora.-Q-Quer entrar?-pergunto deixando espaço

 

-Sim-ela sorri mais Ainda, entra.

 

-Então...-me viro

 

-J-Jungkook... você ficou fora o dia inteiro-ela se aproxima-Onde foi?-me olha, e estava muito perto.

 

-Eu estava...passeando-falo dando a volta.

 

-Passeando?-ela diz me olhando, desconfiada. Olha pra trás.-Passeando com mochila?-da um sorrisinho fraco.-Onde estava?-ela se aproxima novamente.

 

-ah...-Bufo desistindo-Estava procurando emprego...-falo, com um pouco de vergonha.

 

-Já falei que, se você quiser pode trabalhar na loja do meu pai...-ela fala

 

Sim, o pai dela trabalha numa loja.

 

Ela continua.

 

-O problema é que você vai ganhar pouco-me olha-Mas, pelo menos vai tá ganhando...-fala e eu me sento no sofá

 

-Eu sei Somi...já te agradeci pela proposta, mais eu preciso de mais...o que eu poderei ganhar na loja do seu pai, não é o tanto que vai me durar nesta casa-falo e ela assenti.

 

Ela já entendia que a qualquer hora eu poderia não estar mais aqui...

 

-Kook-ela me olhava Ainda de pé-Se você não conseguir pagar todas as despesas, eu posso pedir para meu pai, se você pode ficar por um tempo, lá em casa-fala e eu a olho.

 

-Ah....mas-ela me interrompe

 

-Por favor...quero te ajudar-fala ficando em minha frente.

 

Olho para a mesma e assinto.

 

-Não precisava, mas... obrigada-sorrio fraco e ela sorri também

 

-Por enquanto, eu posso te ajudar a achar....-fala sentando ao meu lado.

 

-O que?-pergunto

 

-Emprego!-ela diz

 

-Mas...como?-pergunto

 

-Na Internet...tem vários sites, da pra procurar-fala me olhando-Pega seu celular-diz e eu pego-Agora, pesquisa...vagas de trabalho e vê o que tem-fala passo a passo.

 

Digito isso e vejo algumas vagas apareceram. Tanto para: Funcionário, Assistente, entre outros.

 

-Entre neste-ela aponta, para "Assistente"-agora você digita seu nome e suas informações- ela diz e eu assinto.

 

Faço isso e não demoro pra receber uma resposta. Mas, não disse que gostei da mesma, levei um "Não".

 

Bufo, mas ela não desisti e fica do meu lado.

 

-Tenta nesse!-diz apontando para "Funcionário".

 

Faço a mesma coisa e não demoro para receber novamente um "Não".

 

Jogo minha cabeça no sofá, já querendo desistir.

 

-Calma Kook...vai conseguir-ela fala e eu volto a digitar.

 

Minutos vai, minutos vem...

 

Vejo uma vaga para segurança em uma mansão, achei interessante e cliquei.

 

Fui na parte de salário e percebi a quantidade que talvez receberia.

 

Engulo em seco e digito meu currículo.

 

Jeon Jungkook off

 

Mi-cha on

 

Comia pipoca e via um filme de ação.

 

Minha cabeça jogada e Ainda sem receber notificações.

 

Pensava nisso antes, antes de acabar recebendo uma Notificação.

 

Fecho a aba do filme e clico na página do emprego.

 

Clico em "Currículo Novo" e abre.

 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Vejo de longe, o nome Jeon Jungkook, já ouvi esse nome.

 

Abaixo todas suas informações, seu telefone e idade.

 

22 anos.

 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

 

Sorrio ao ver que era esse que eu escolheria.

 

Aperto em "Aceitar" e desbloqueio meu celular, mandando uma mensagem para meu pai, falando que havia achado.

 

Mi-cha off

 

Jeon Jungkook on

 

Jogo minha cabeça, e vejo uma notificação.

 

Somi me balança com a resposta, havia recebido um "Sim".

 

-Eu disse!-ela fala e eu a abraço, mas não demoro pra me separar.

 

Vejo um número desconhecido aparecer na tela do meu celular.

 

 

Jeon Jungkook off

 

Mi-cha on

 

Digitei o número do voluntário e coloquei no meu ouvido, esperando o mesmo atender.

 

 

Para falar o horário e onde ele deveria vir.

 

Ouço uma voz, e eu me assusto um pouco.

 

Eu reconhecia aquela voz.

 

-Alô?-ele fala

 

-Alô!-falo-Bom, aqui é a filha do dono da mansão e eu só liguei para confirmar sua vaga e falar o horário e o local.-falo um pouco envergonhada.

 

-Ah sim...pode falar-diz

 

-O local é na rua __________ e quero que esteja aqui, as 8:30, em ponto, sem atraso...-falo um pouco autoritária.

 

-Tudo bem....obrigada pela chance-fala

 

-Não foi nada, até mais...-ouço um "até" e desligo.

 

Me deito na cama, feliz por ter conseguido alguém...

 

Meu pai me mataria, se não achasse.

 

.....

 

 

CONTINUA  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


🌚❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...