História Submissa - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Karin, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Tayuya, Tsunade Senju
Tags Sakura Submissa, Sasuke Dominador, Sasuke Hentai, Submissão
Exibições 1.618
Palavras 1.658
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


GENTE EU TO ATUALIZANDO OS CAPITULOS ANTERIORES ARRUMANDO OS ERROS DE PORTUGUES... SE EU DEMORAR MAIS DE DOIS TRES DIAS PRA POSTAR JA SABEM

Capítulo 30 - O tempo todo


Sasuke não se aproximou pra se despedir de Sasori, preferiu ficar de fora e apenas ver de longe os dois irmãos trocarem abraços e beijos. Era uma coisa que Sasuke não esperava fazer: agradar uma simples submissa como Sakura, uma simples mulher que pra ele não passaria de um divertimento pro sexo, mas Sakura era tão diferente que fazia ele pensar em um monte de coisas e até querer agradar ela de qualquer forma só pra ver um sorriso estampado naquele rosto perfeito. Quando Sakura terminou o abraço foi a vez do beijo no rosto do menino antes do mesmo ser colocado dentro do carro que o tinha trazido. Sakura se despediu das enfermeiras e do enfermeiro que olhou mais de duas vezes pras pernas dela, Sasuke riu de lado, todo homem olharia para aquelas pernas maravilhosas.

 

Sasuke se ajeitou no banco quando ela começou a andar na direção do carro, ela estava de cabeça baixa, mas ele ainda assim enxergou um sorriso sincero nos lábios dela, tão cheio de vida, ele riu também, ver aquela mulher daquele jeito era sinal de que ele tinha feito alguma coisa bacana e agora estava na hora dela pagar por aquela coisa bacana. O motorista saiu do carro pra abrir a porta pra Sakura que sorriu gentilmente pra ele e ele pra ela. Sentou ao lado de Sasuke que continuava a admirar aquele rosto perfeito. Ele gostava tanto do rosto dela que até seu pau começava a vibrar sentindo as tensões se espalhar pelo corpo.

 

– terminou? – perguntou e olhou pra Kakashi que entrou de novo no carro.

 

– sim, e obrigada pelo que aconteceu hoje. – disse agradecida, Sasuke riu de lado e puxou ela pro seu colo. Sakura corou e tentou olhar pra tras, Kakashi estava no carro, o que Sasuke queria fazer ali com aquele homem presente? – Senhor Uchiha?

 

– não precisa dizer nada, apenas feche os olhos – ele disse e começou a beijar o pescoço dela, passando toda a senssação de desejo que sentia pra ela. Aquela era a melhor parte do seu dia agora, tocar em Sakura tinha virado um vicio que estava sendo dificil de largar. Foi beijando a pele dela exposta e foi descendo lentamente lambendo o pescoço, quando chegou no final, olhou pra Sakura sorrindo safado e abaixando um pouco o pano fino do vestido. Sakura respirou fundo sentindo a lingua dele tocar no bico do seu peito direito, arfou segurando os ombros dele e fechou os olhos corando, se mexeu um pouco em cima do colo dele e sentiu e ereção grande que possuia ali. Ela arfou de novo e não abriu os olhos com medo. Sasuke beijou delicadamente cada seio apertando-os e fazendo Sakura se remexer em seu colo, ele queria tanto sentir a pele dela quente naquela hora e faria isso. Não aguentaria esperar até chegar em casa. Devagar, ele foi descendo sua mão até a calça e desfez a fivela do sinto, Sakura abriu os olhos quando sentiu a mão dele ali em baixo. Ela modeu seus lábios.

 

– me ajude, linda – ele disse no pé do ouvido dela, Sakura tirou as mãos dos ombros dele e olhou pra baixo, obedecendo como uma boa submissa. Suas mãos estavam tremendo, mas ela fez mesmo assim. Quando desafivelou o sinto todo, desfez os botões também e olhou pra Sasuke de novo. Ele riu de lado e colocou sua mão dentro da calça puxando pra fora seu pau areto e pronto pra ser colocado dentro dela. Sakura o tocou com mãos tremendo, mas tocou. Sasuke abriu a boca arfando, sem quebrar o contato visual que tinham, voltou a beijar o pescoço dela só que dessa vez ele subiu pra beijar sua boca com tamanha lúxuria. Tocou em cima da mão de Sakura e ajudou-a a fazer movimentos pra cima e pra baixo, gemeu dentro da boca dela começando a ficar nervoso, aquilo tava bom demais pra parar, faria ali mesmo.

 

Deixou a mão dela o masturbando e agarrou a bunda dela, por baixo do vestido ele subiu um pouco Sakura e a trouxe pra mais perto. Sakura segurou o membro dele e quando ele a puxou pra baixo, ela fechou os olhos o sentindo dentro de si. Demorou um pouco pra se acostumar, aquilo ainda era doloroso, foi descendo lentamente até sentir suas bolas. Ela soltou um gemido sensual e baixo no seu ouvido. Sasuke riu de lado. Não podia crer que estava mesmo fazendo isso na frente de um empregado, mal se importou, Kakashi nunca foi o tipo de motorista que ficava cheretando suas coisas. Sasuke a subiu um pouco e desceu, ela abraçou ele forte e pela força que ela fazia, ele sabia que estava doendo, aquela posição não era boa pra Sakura, e ele sabia. Respirou fundo a fazendo ir pra frente e voltar, rebolando em seu pau, ele gemeu e ela também. O carro parou de repente e Sasuke olhou pra janela, tinham chegado em casa. Riu de lado. Kakashi saiu do carro e Sakura abriu os olhos pra olhar onde estavam.

 

– chegamos linda – avisou tirando alguns fios de cabelo dos olhos dela, as portas foram trancadas de novo e Sasuke girou no lugar ficando por cima rapidamente jogando Sakura no sofá, subiu em cima dela de novo e beijou sua boca abrindo suas pernas. Ficou entre elas e voltou a beijar o pescoço dela com euforia, queria sentir todo o seu cheiro, queria que o cheiro dela ficasse empreguinado no terno caro que usava, queria está com o mesmo cheiro que ela tinha, tão doce e simples, tão perfeito e ao mesmo tempo sensual. Gostoso. – linda... – murmurou levantando um pouco seu corpo e segurou seu membro olhando atentamente pra onde ia colocar, quando a penetrou de novo, uma chuva de tesão caiu em sua cabeça se espalhando pelo corpo. Uma delicia. – linda... – murmurou de novo se deitando por cima dela, apoiou seus braços ao lado do rosto dela no banco do carro e começou a entrar e sair lentamente.

 

Sakura o abraçou pelas costas colocando seu queixo no ombro dele apenas o sentindo se movimentar pra dentro e pra fora, devagar, deixando ela tonta de prazer, era gostoso sentir Sasuke. Ele era grande e fazia ela sentir todas as senssações boas. Fechou os olhos gemendo e apertando mais ele com seus braços e o ouvindo gemer também. Ela riu e abriu a boca pra gemer de novo fechando os olhos, era bom saber que ela dava prazer prazer pra aquele homem, ela mesmo, uma simples mulher que mal tinha dinheiro pra comprar uma calcinha nova, uma simples mulher que nunca tinha experimentado o sexo em sua vida, como ela podia faze-lo gemer?

 

– ah – ela gemeu quando ele entrou mais fundo e suas mãos a agarraram por baixo. Gemeu abrindo mais suas pernas, queria sentir ele mais fundo, dar espaço pra ele ir mais fundo, ir mais rapido se quisesse. O abraçou com suas pernas também o sentiu mudar. Sasuke beijou o ombro dela subindo um pouco pra ver seu rosto. Eles se olharam por alguns segundos e Sasuke voltou a se mexer, olhando apenas pra ela – Oh... Ah... – respirou, respirou ofegante, Sasuke só assistia suas expressões, cada uma mais perfeita. Sakura estava começando a ficar suada, ficando mais molhada, sua pele deslizava com a dele.

 

Logo puxou o vestido pra cima tirando o mesmo, e lá estava ela, nua na sua frente. Sakura começou a tirar a camisa dele, botão por botão enquanto ele estava de olhos fechados. O terno foi tirado e logo sua grava estava fora. Ele gemeu se abaixando um pouco pra beijar ela de novo. Sakura puxou a cueca dele pra baixo junto com a calça, ele ajudou parando de entrar nela, tirou um pé e deixou o outro, não queria parar por muito tempo. Voltou pra cima dela tocando em seu rosto enquanto procurava sentir mais sua carne úmida. Ela era perfeita.

 

– linda – gemeu de novo sentindo a eletrecidade percorrer seu corpo com  uma onda de prazer semigual, deixando ele louco de prazer. Gemeu roucamente sentindo seu gozo se aproximar. As pernas de Sakura o apertavam no convite pra ir mais rápido, mas ele sabia que podia machucá-la, não a queria machucada, queria ela inteiramente pra si, queria ela boa pra mais tarde, para o outro dia de manhã, pra sempre se fosse possivel. – Geme linda, geme.

 

Ela gemeu tocando na costa dele, subindo e descendo, até sua mão subir até os cabelos dele os apertando, Sasuke gemeu esfregando seu rosto no dela, suas peles molhadas pelo suor facilitava tudo. Estava bom, ela era boa. Ele voltou a beijar sua boca e então despejou toda sua porra dentro dela, e gemeu mordendo os lábios dela, suas mãos apertaram o rosto dela de cada lado e se obrigou a prosseguir penetrando ate ela apertar mais seu cabelo gozando em torno do seu pau. Ele arfou soltando sua boca. Parou de se mexer e só ficou por segurar o rosto dela no lugar, suas testas coladas e seus lábios grudados, mas sem um beijo. Ela ofegou descendo suas mãos pra costa dele e riu dando um selinho nele, Sasuke riu da atitude dela e se afastou.

 

– você é maravilhosa – ele sussurrou arrumando o cabelo dela. – é tão linda – disse admirando rosto dela e voltou a beijá-la. – me enche de tesão, eu mal termino, e te quero de novo... Eu te desejo o tempo todo, preciso da sua boceta o tempo todo, preciso do seu corpo o tempo todo, preciso da sua boca o tempo todo. Não era pra me viciar, você é só uma submissa... Só isso. – disse e abriu os olhos deixando de olhar pro rosto dela e olhou pra baixo, vendo seu pau começar a vibrar de novo, era estranho, suas pernas fraquejaram, e ele olhou pra ela de novo. – Droga! – riu de lado quando viu a face dela vermelha, suada, e serena. – você dormiu, linda... – riu de novo deitando sua cabeça nos seios dela. – você dormiu.


Notas Finais


O QUE ACHARAM DESSA FODA NO CARRO, EU ADOREI!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...