História Substituto - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~AnneYoru

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Revelaçoes, Romance
Exibições 19
Palavras 2.613
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Gente,estamos muito felizes que estão comentando, está deixando a gente super inspiradas e animadas pra postar!
Continuem assim,amamos saber a opinião de vocês leitores :P
Being_The_Mask,agradeço muito por favoritar,esse capítulo é dedicado a você!

Capítulo 7 - Capítulo 7- Brunch


 

                        ********“Jay”*******

 

No fim da tarde a Lisa entrou putaça no meu quarto, mandando eu parar de ameaçar a Audrey. Então eu enxotei ela dali e fui dormir, o sentimento de solidão naquela casa era grande, todos me "amavam",  mas não me amavam, amavam o Jay, não o Ian. Eu não sou ninguém...  A Lisa acabou falando com a Audrey sobre o brunch, de acordo com ela, então iria aparecer. Ótimo. Talvez eu tivesse começando a me tornar anti-social e depressivo, trancado naquele quarto dia e noite, conversando com a Lisa quando não vinha reclamar de mim e a Thysa me chamava pra refeição. Eu sinto falta do meu trabalho.

- Olha Audrey, como ele está ficando gordo - Lisa já foi falando indiscretamente quando eu cheguei

- Nossa filho, devia fazer essa barba - Thysa veio me abraçar e acariciou o meu rosto. Ah, brunch maldito...

-Com a sua comida todos temos risco disso, amor- Denyel riu.

-Acho que a barba ficou bem- Audrey olhou na minha direção

- Audrey, mande ele ir cortar esse cabelo, pelo amor de Deus... - Thysa falou - Não vai cumprimentar sua namorada?

- Não escovei os dentes... - eu me sentei

- Fique longe de mim- Lisa falou

-Não sei,gosto de cabelo grande- Audrey Beijou meu rosto e continuou perto de mim

-Garota corajosa- Denyel riu

- Você também já foi desleixado no colégio Dan - Thysa falou - Jay, está apenas um pouco atrasado... Mas conserte isso logo.

-Vocês dois se conheceram no colégio?- Audrey perguntou com um sorriso

- Sim, Denyel já teve sua fase sombria de garoto na puberdade... Foi uma guerra.

-E você gostava dele assim?-Audrey riu

-Ela sempre me amou- Denyel disse- Só não admitia.

- Claro que não... Eu gostava do capitão do time de basquete, Dan era um nerd que sentava no meu lado na sala...

-Não consigo imaginar isso...

-Ele está Gordo hoje- Denyel sorriu

- E você inteiro - ela sorriu o beijando

- Acalmem-se, vocês não precisam beijar a cada 10 minutos - Lisa reclamou

-Deixa seus pais serem felizes- Denyel cutucou a Lisa

- Vocês podem ser felizes sem causar muitos traumas aos seus filhos... - Eu falei

- Isso, isso mesmo... - Ela concordou - Tantas situações constrangedoras... Oh céus...

-Eu acho muito legal- Audrey deu um sorriso

- As situações constrangedoras? - Lisa me olhou

-O fato dos seus pais se amarem.

- É realmente lindo, mas dispenso certos bônus. Yoga.

- Yoga... - Lisa repetiu

-Ahn- Audrey pareceu confusa.

Denyel apenas riu- Tenho certeza que você e Jay estarão assim daqui a uns anos. Vai ficar conosco hoje?

-Não,vou levar as coisas da casa do meu pai pro apartamento- ela deu um sorriso contido- As aulas começam amanhã.

-Ah claro,que pena pra vocês então...

-A gente sempre se encontra pela faculdade- ela disse

- Pode ir ajudá-la Jay - Thysa falou

- Claro - eu dei de ombros

-Obrigada. Oh,morangos- ela pegou um bocado no prato.

-Existe coisa melhor que brunch? Tem o melhor do cafe da manhã e o melhor do almoço -Denyel sorriu

- Só o Jay com cara de morto - Lisa falou - Ele está me preocupando.

- Não seja ridícula Lisa - eu estreitei os olhos

-Está estressado com a volta às aulas?-Denyel me olhou

- É... Acho que sim, estou um pouco ansioso.

- Acho que deve mandar ele pro psicólogo... Vai que ele surta

- Não fala isso nem de brincadeira Lisa - Thysa falou

- Pode acontecer se ele começar a forçar esse cérebro oco do nada...

-Acompanhamento psicológico é sempre bom... Mesmo que não tenha nenhum problema-Audrey sorriu

-Você tem razão... Mas se Jay não quiser não tem necessidade nenhuma.

- Obrigado, não quero...

- Mas se quiser, já sabe filho - Thysa falou

- Sei sim, obrigado mãe... Agora deixa de viajar Lisa, está chapada?

- Eeeei!

- Jay, não brinque assim com sua irmã - Thysa falou

-Vocês dois estão se implicando demais....-Denyel resmungou

- Coisa normal pai - eu sorri

-Vou trancar vocês dois numa jaula e que o melhor sobreviva

- Eu pensei que você me amasse - Lisa falou ficando vermelha

-Claro que amo fofinha... Estou brincando.

- Não ama não - ela cruzou os braços e virou o rosto

- Você ativou ela Denyel, boa sorte - Thysa sorriu

-Claro que sim- ele começou a fazer cócegas nela

- Não vale! - ela riu tentando se soltar

-Vale sim...-Ele riu também e a soltou

- Só piorou sua situação.

-Piorou nada. Amo você minha pequena,principalmente as bochechas

- Mais um ponto de penalidade, me deve 10 livros :3

-Tudo bem- ele resmungou

-Falando nisso,você tem que ir na livraria me ver- Audrey sorriu pra Lisa

- Pelo menos ela já lê tudo lá e não traz nenhum novo - Thysa sorriu satisfeita

-Se fizer isso vai ganhar muitos muffins...

- Como assim?- Lisa ficou interessada

-Quem fica mais de seis horas lá lendo ganha um muffin.

- Você vai ficar mais gorda Lisa, não vai - eu falei e ela arregalou os olhos

- Não estou gorda-ela pareceu chateada- Estou?!

-Claro que não -Audrey franziu a testa pra mim

- O que? - eu dei de ombros

-Ela não está gorda.

- Pro tamanho dela, sim.

- Eu vou pra academia.

- Eita, só por isso? - eu ri.

-Para, Jason!- Audrey me lançou um olhar assassino.

-Pois eu acho que está linda e tem que continuar assim,não sei de onde tiraram que ser pele e osso é bonito...-Denyel comentou

- Você é pai, não conta, você está linda minha filhota - Thysa soltou beijo pra ela

- Muito menos as mães, mãe...

-Eu acho que está linda,eu queria ter esse corpo- Audrey disse

- Pequeno...?

- Vá se lascar Jay!

-Eu também sou pequena,não tem tanta diferença.

- Claro que tem, você é mais bonita - eu ajeitei o cabelo dela

Ela ficou tão corada que as sardas nas bochechas pareceram sumir- Mas sua irmã também é bonita.

Isso era sério? - Claro.. - eu sorri sem jeito e voltei a comer

Claro que tivemos que aturar as exclamações de felicidade da Thysa e do Denyel com isso... Depois finalmente acabamos de comer e Audrey pegou minha mão.

-Vamos?-ela sorriu parecendo nervosa.

- Você está bem? - eu a olhei confuso

-Claro... Vou precisar de você pra carregar peso pra mim...

- Sim, eu sei... - eu dei de ombros, eu estava bem nervoso porque ia dirigir um carro de luxo.

Ela foi comigo pra fora da casa,o carro já estava ali fora esperando. Audrey parecia estar se esforçando pra ser agradável,ela ficou perguntando da minha semana e não revirou os olhos nenhuma vez.

- Vamos empacotar? - eu acabei perguntando no elevador

-A maioria já está empacotado... -ela ficou batendo o pé e chegamos no andar dela. Pelo que o Jason tinha dito o pai dela era dono do hotel... A cobertura era onde ele morava com a filha. O lugar era bem decorado,mas parecia um pouco bagunçado. O pai dela estava no sofá da grande sala, com uma garrafa de whisky na mão,e havia algumas peças de roupa no chão... Meias,cinto e sapato dele,e tinha algo que definitivamente parecia roupa íntima de mulher.

-Viemos buscar minhas coisas- Audrey pegou minha mão.

-Que?- ele olhou pra nós parecendo um pouco tonto. Não tinha nada de parecido com ela, exceto talvez os olhos verdes.

-As aulas voltam amanhã,vou pro meu apartamento perto da faculdade...

-Ah...Claro... Jason,bom te ver...

-É sempre um prazer- ela me arrastou dali antes que eu respondesse seu pai. O quarto dela parecia mesmo um quarto de hotel,nao havia nada ali que indicasse que ela morava ali... Havia três caixas empilhadas no chão e uma mala.

- Só isso? - eu levantei as mangas e ergui a primeira caixa - Você tá traficando barras de ouro nisso?

-São livros- ela pareceu ofendida- E meus cadernos de desenho.

- Então vale mais - eu comecei a carregar pro elevador

Ela pegou a outra caixa e saiu arrastando a mala com a outra mão

- Essa é a caixa leve né? Eu devia ter pego essa... - eu resmunguei

-Eu não vou aguentar estar casada com você se acabar com as minhas costas logo cedo...

- Eu deveria dizer o mesmo, não acha - eu apertei o botão do elevador com o cotovelo

-Homens são mais fortes- ela sorriu

- Parece estar se divertindo

-Eu acho que trabalhar um pouquinho ajuda com a formação de caráter,sabe- ela sorriu docemente

- Isso foi uma bem direta, não está satisfeita com o novo eu ainda?

-Bastante...

- Então não precisava dessa patada...

-Desculpe... -ela baixou a cabeça e o elevador parou. Nós fomos pro carro- Eu preciso dar uma passada rápida em um mercado tá?

- Está faltando uma caixa, quer ir na frente pro mercado? Eu desço ela e vou te encontrar lá...

-Ta...-ela colocou a caixa no porta malas e foi na frente.

Eu subi e a outra parecia estar mais pesada, são livros ou chumbo? Meu deus. Eu cheguei no carro arrasado. Então dirigi até o mercado e entrei a procurando

Ela acenou pra mim,já estava indo pro caixa. Ela tinha sido rápida... Pela olhada que dei na cesta,parecia que estava comprando só coisas básicas... Ela pagou e mais uma vez eu tive que levar o peso,mas dessa vez não era tão pesado assim.

-Eu vou fazer algo pra compensar- ela disse quando entrei no carro

- Tipo uma massagem nas minhas costas inexistente? - eu ri e dei ré rápido demais sem querer, quase bati num carro.

-Eu estava pensando em um bolo... Mas...-ela mordeu o lábio- Não... Deixa.

- Você escolhe...

-Vai ser bolo então.

- E a massagem junto? :3

-...Certo,mas lembre-se do spray.

- Fale dele de novo e eu passo ele nos seus livros.

-Ok- ela resmungou. Eu fiquei quieto dirigindo até o centro da cidade. Jay tinha anotado todos os endereços pra mim,e viva ao GPS... Eu estacionei o carro e subi com a ajuda da Audrey. Era bem perto da universidade,um prédio de três andares simples, ou seja,sem elevador... Ótimo. Mas o apartamento de Audrey era no primeiro andar,então não sofri tanto. Eu entrei com a caixa e observei o lugar. O quarto do Jay na casa era maior que todo o apartamento. Tinha um sofá enorme cheio de almofadas coloridas no meio da sala,que era no mesmo cômodo que a cozinha,divididos apenas por um balcão. No canto perto da janela havia um piano simples. Havia também vários quadros com desenhos bonitos,e duas portas que deviam ser os quartos.

-Eu sei que você não gosta daqui,mas só precisa ficar um pouco enquanto eu faço o bolo- ela disse entrando com as sacolas de compras

- Só as almofadas são... Alegres demais... - eu ofeguei me jogando no sofá morrendo de calor, não posso tirar a camisa, não. Posso....

Ela chegou com um copo de água pra mim- Obrigada- ela abaixou me dando um selinho

Eu me controlei pra não desviar, eu esqueci que estava incluindo isso o "ser uma pessoa melhor" eu sorri pra ela e bebi a água rapidamente - Vou derreter aqui...

-É quente-ela ligou um ventilador velho e barulhento

- Bem que podia comprar uns 10 desses né - eu balancei a camisa pra ajudar a ventilar

-Ele está bom- ela se afastou pra cozinha.

- Ele é barulhento...

- Não vejo problemas nisso

- Não dá pra concentrar...

-Se acostuma...

- Ou trago um comigo :3

-Você não passa tanto tempo assim aqui...

- Talvez eu comece a passar...

-Certo...- ela não parecia muito feliz com isso e ficou lá batendo a massa do bolo. Algum tempo depois ela voltou- A massagem...

- Deve estar com o braço cansado de bater o bolo, pode descansar - eu sorri sem jeito me afastando discretamente

Ela me olhou parecendo surpresa -Tudo bem- ela sentou na poltrona próxima ao sofá.

-Audrey,é você?-uma voz de garota chamou. Na sala entrou uma garota muito bonita,de cabelo preto longo,olhos cor de mel e um óculos,e olhou de mim pra ela- Ah,que raridade,ola Jason...

-Oi Bree... Desculpe se atrapalhei alguma coisa- Audrey falou

-Não,só me assustei ao ouvir o ventilador,mas claro que não ia ser alguém tentando roubar ele- ela riu

- Ela me entende... Eu me assustaria também, só que viria com um crucifixo... - eu sorri

-Com certeza.

-Haha- Audrey fez uma careta.

-Vou voltar a revisar as coisas aqui... Não façam barulho vocês dois- ela voltou pro quarto.

- Tchau... Bree... - eu falei pro vento. Jay, maldito, você não me falou dessa aí...

-Bree é muito obcecada por estudar- Audrey comentou- As aulas nem voltaram ainda...

- Ela está certa... - se eu tivesse a oportunidade que vocês tiveram anteriormente, eu não estaria aqui.

- Qual o curso dela mesmo?

-Farmácia... A melhor da turma.

- Ah sim, claro... Esqueci:)

Ela me lançou um olhar esquisito- Uhum... Vou olhar o bolo- ela voltou pra cozinha. Em alguns minutos eu podia sentir o cheiro,e estava bom...

Eu me afundei no sofá e fiquei olhando o teto. Pelo menos ela não quer nenhuma intimidade, seria tenso recusar isso com o Jay me ameaçando... Eu suspirei aliviado.

Ela chegou algum tempo depois com uma fatia imensa num prato- Aqui -ela me entregou. Era de chocolate.

- Caramba, trouxe o bolo inteiro? - eu sorri pegando o prato

-Quase- ela voltou com uma fatia que era do mesmo tamanho da minha e começou a comer com uma cara duvidosa- Está bom?

- Está ótimo, só um pouco quente ainda...

-Gosto de comer enquanto ainda está quente...

- Você cozinha muito bem...

- Obrigada... Eu aprendi nesse último ano.

Cuidado com o que fala, eu não sei quanto tempo estão juntos - Pois parece uma profissional.

- Você não viu como era no começo -ela deu um sorriso tímido

- Ainda bem então que já peguei a parte boa.

- Sorte...-ela ficou comendo em silêncio

- Mais alguma coisa pra fazer?

- Não, não... Só tenho que arrumar minhas coisas... Melhor você ir, tem aula amanhã cedo.

- Sim, verdade... Eu já vou indo - eu me levantei - Boa aula pra você...

-Sim... Vou te ligar essa semana pra sairmos- ela veio até mim me acompanhando até a porta e graças a deus apenas Beijou meu rosto dessa vez.

- Ok, no final de semana se estiver tudo tranquilo, saímos...

-Boa semana- ela deu um sorriso e fechou a porta.

Eu dirigi de volta pra casa, quando voltei a Lisa estava sentada na minha cama com um tabuleiro e ficamos jogando xadrez, foi muito legal e uma partida longa, ela ganhou de mim aliás, eu fui tomar banho enquanto ela arrumava as peças e quando vi, ela tinha dormido, acabei a carregando pro quarto, Thysa me ajudou abrindo a porta e a cobriu quando a coloquei na cama. Quando sai ela segurou minha mão.

- Filho... Eu sei que não quer que falemos sobre isso... Mas eu estou orgulhosa de você... Está se tornando uma pessoa maravilhosa, que nem seu pai...

Aquilo pareceu uma facada, eu estava enganando aquela mãe, quando o Jay voltasse, tudo voltaria à estaca zero - Eu vou continuar me esforçando - eu a abracei e beijei a testa dela - Desculpa...

- Do que está falando? - ela sorriu

- Nada - eu sorri sem jeito - Boa noite

- Boa noite filho... Feche bem a porta.

- Esperem eu dormir primeiro, Oh céus... - eu saí correndo pra minha porta enquanto ela ria. Era bom eu dormir, no dia seguinte começaria o meu inferno. 


Notas Finais


O que estão achando?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...