História In The Name Of Love - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Kanye West, Kim Kardashian, Kylie Jenner
Personagens Justin Bieber, Kanye West, Kim Kardashian, Kylie Jenner, Personagens Originais
Tags Kim Kardashian, Kylie Jenner
Exibições 179
Palavras 2.226
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


❌❌❌❌❌❌❌❌❌❌❌
❌Leiam as notas finais aviso ❌ ❌importante. ❌
❌❌❌❌❌❌❌❌❌❌❌

Capítulo 18 - Daddies?


Fanfic / Fanfiction In The Name Of Love - Capítulo 18 - Daddies?

    Kylie West Povs
   Semana seguinte..

Desci as escadas pulando de degrau em degrau e fui ate a sala.

-Pai?- Perguntei me encostando no sofa,em que ele é a Kim estavam

-Fala- Falou ainda com os olhos na TV. Desde minha prisão,a 3 meses atrás meu pai esta super frio comigo,mais semana que vem eu me mudo. AMEM DEUS PAI

-Eu.. Eu vou sair- Falei

-Onde? Quando? Com quem? Que horas volta?- Perguntou serio

-Quer ir junto?- Perguntei e sorri debochado

-Kylie!-

-Faz as perguntas de novo

-Onde? Quando? Com quem? Que horas volta Kylie Kardashian West?

-Florida, daqui a pouco, Justin, provavelmente semana que vem  Kanye Omario West

  -Semana que vem?

-A gente vai viajar ué.

-Ta.. Vai.

-Obrigado

Dei um beijo em sua bochecha e fui pro meu quarto. Tomei um banho rapido e fui pro closet, me sentei em um sofa de couro vermelho e comecei a esfolar minha pele com hidratantes, cremes e etc

-Você sabe que ele tem outras- Minha mãe falou encostada na porta

-Eu sei- Falei sem a olhar

-Ele so esta com você pelo seu corpo- Falou

-Eu sei

-Homens como Justin não sabem amar

-Engraçado, eu acho ele bem parecido com meu pai

Me levantei e comecei a procurar um biquíni. Tirei a toalha e peguei um um bikini preto, com calcinha cintura alta e sutiã cruzado, coloquei um shorts jeans de farda e um regata branca de botão (notas finais)

-Quando ele te trocar querida, saiba que eu estarei de braços abertos pra você - Falou e saiu

Suspirei peguei a mala  e desci passei sem falar com minha mãe que estava no sofa e sai

-Hey boy- Falei enquanto sorria descendo as escadas indo até o loiro que estava encostado em sua lamborghini aventador vermelho sangue, usando uma bermuda jeans uma blusa branca supras pretos bone da Chicago suas típicas correntes e seu topete maravilhoso

-Hey girl- Falou assim que me viu e abriu um belo sorriso

Assim que cheguei perto dele, ele me puxou pela cintura com certa brutalidade e me deu um beijo quente

-Kylie! - Ouvi a voz de minha mãe. Me soltei de Justin e virei pra porta

-Hum? - Perguntei desanimada

-Você não vai mais - falou e começou a descer as escadas

-Se eu vou ou não, não é você que deside.

-19 anos dona Kim- justin falou debochado

-Cala boca seu vagabundo maconheiro

-Hey, so a Kyliezinha pode me chamar de maconheiro

-Justin entra logo no carro e vamos. - falei e o empurrei pra dentro do carro.
 
     Florida,Praia
  Justin Bieber Povs

Depois de guardamos as coisas e fizemos um tuor pela casa,a pedido da garota,descemos e nos sentamos na areia

-Justin..- A garota chamou meu nome

-Oi?- Perguntei e olhei

-Você nunca falou sobre seu pai..- falou meio incomodada

-Eu não conheço meu pai- Falei a sentindo um pequeno aperto no coração

-Como assim?- perguntou se sentou em meu colo e colocou a mão em minha nuca

-Ele foi embora quando eu tinha uns 4 anos- falei indiferente

-Por que?- Perguntou e inclinou a cabeça pro lado

-Ele queria viver a vida dele,comer umas putas- falei sentindo me estomago se embrulhar

-Que horror. - falou assutada

-Poisé. Graças a ele minha mãe teve que se prostituir pra mim não morrer de fome,e eu me odeio muito por isso- falei meio triste

-Mais você não teve culpa- falou e mordeu meu labio

-Se eu não tivesse nascido eles provavelmente estariam juntos e minha mãe não teria sofrido tanto

-Voce não teve culpa de nascer

-Eu sei.. Sabe,eu odeio tanto ele. Ele fez minha mãe sofrer muito. Ela ja passou por tanta coisa,ela teve que se humilhar pra minha avó para termos abrigo,ja que minha avó so queria ficar comigo e não com ela.

-Por que?

-Minha mãe.. Ela sempre foi uma garota exemplar,boa na escola,o orgulho da família. Mais ai ela comecou a sair com meu pai,que era o total oposto dela,vagabundo,pessimo na escola,pegava todas. Ai ela ficou gravida de mim,e minha avó a expulsou de casa gravida de 4 meses,ai minha mãe foi morar com umas amigas. Minha avó tinha um odio mortal pela minha mãe,mais não por mim. E eu me sinto culpado,porque depois que eu nasci,minha mãe piorou na escola,desistiu da faculdade de veterinária,chorou todas as noites..- Falei deixei uma lagrima escorrer,e a garota rapidamente me abraçou forte

-Desculpa te fazer falar isso- Falou e me beijou lentamente

-Tudo bem- falei e sorri- Vamos nadar?

-Uhun- Assentiu e se levantou me puxando.

Tirei a camisa e a bermuda ficando so com uma sunga preta,eu odeio usar isso em público,mais so tem a gente mesmo,olhei pra tras e a morena estava tirando a blusa,de um jeito muito sexy, depois ela começou a tirar o shorts enquanto dava uma rebolada. Meu caralho

-Que foi? - perguntou rindo assim que percebeu que eu a olhava

-Nada não - Falei e sorri debochado

-Cê fica muito sexy de sunga- falou veio ate mim e me beijou

-Sou sexy de qualquer jeito - Falei entre o beijo e apertei sua bunda- Corrida?

-Corrida! -Falou e nós nos posicionamos

-1..2.. KYLIE! - Gritei assim que percebi  que a morena ja havia corrido

Corri o mais rapido que pude e passei na sua frente, chegando primeiro

-Não vale! Meu peito é grande é ruim pra correr - Falou fazendo bico e entrou no mar

-O que que tem haver louca? - Perguntei  e dei um mergulho

-Doi- Falou e deu um mergulho

A puxei pra perto de baixo dágua a beijei e subimos pra superfície

-Caralho mano quer me matar?- Falou ofegante e me deu um soco no braço

-So se for de prazer- Falei e a beijei novamente.
  
   Um tempinho depois

Estavamos na varanda fumando e dançando ao som de Magic-Rude
 
-Essa.. Vai ser.. A nossa.. Musica- falei enrolado enquanto bebia wisck direto da garrafa

-É.. A minha mu..musica favorita-A morena falou sorrindo enquanto fumava,veio ate mim e me beijou
 
    Priscilão Povs

Kylie: Saturday morning jumped out of bed And put on my best suit Got in my car and raced like a jet, all the way to you Knocked on your door with heart in my hand To ask you a question 'Cause I know that you're an old-fashioned man, yeah, yeah

Justin: Can I have your daughter for the rest of my life? Say yes, say yes 'cause I need to know You say, "I'll never get your blessing 'til the day I die Tough luck, my friend, but the answer is no! "

Kylie: Why you gotta be so rude? Don't you know I'm human, too? Why you gotta be so rude? I'm gonna marry her anyway

Justin: Marry that girl Marry her anyway Marry that girl Yeah, no matter what you say Marry that girl And we'll be a family Why you gotta be so rude?

Kylie: I hate to do this, you leave no choice, can't live without her Love me or hate me we will be both standing at that altar Or we will run away to another galaxy, you know
You know she's in love with me, she will go anywhere I go

Justin: Can I have your daughter for the rest of my life? Say yes, say yes 'cause I need to know You say, "I'll never get your blessing 'til the day I die Tough luck, my friend, 'cause the answer's still no! " Why you gotta be so rude? Don't you know I'm human, too?

Kylie: Why you gotta be so rude? I'm gonna marry her anyway

Justin e Kylie: Marry that girl Marry her anyway Marry that girl No matter what you say Marry that girl And we'll be a family Why you gotta be so rude, rude? Can I have your daughter for the rest of my life? Say yes, say yes 'cause I need to know You say, "I'll never get your blessing 'til the day I die Tough luck, my friend, but 'No' still means 'No'! " Why you gotta be so rude? Don't you know I'm human, too?

Kylie:Why you gotta be so rude? I'm gonna marry her anyway

Justin: Marry that girl Marry her anyway Marry that girl No matter what you say Marry that girl And we'll be a family Why you gotta be so rude? Why you gotta be so rude? Why you gotta be so rude?

   Kylie West Povs

Encerramos a musica com os corpos colados, sorrisos bobos no rosto, e a respiração ofegante. Justin estava com as mãos em minha nuca, e eu em sua cintura. Seu hálito quente chocava meu rosto fazendo todas as partes de meu corpo se arrepiarem. Seus olhos cor de mel encarando os meus, seus pequenos e rosados labios próximos dos meus, suas mãos macias em minha nuca, despertam um sentimento em mim que eu jamais havia sentido por qualquer outra pessoa. Não, não é amor, é desejo. Desejo de te-lo para sempre ao meu lado, desejo de sentir seu toque todas as noites, desejo de ouvir sua voz ao acordar, desejo de.. Ok.. Talvez seja amor.
Ficamos alguns minutos apenas se olhando na mesma posição, queria saber o que se passa nesse cabeção oco, si é que passa alguma coisa ali dentro

   Justin Bieber Povs

Esses olhos castanhos esverdeados, essa boca carnuda, essas curvas, essas maos pequenas e delicadas, esse sorriso bobo. Eu tento fugir, tento me controlar mais é algo impossível. Quero explorar cada canto de seu corpo, quero ser seu unico pensamento, quero ser o unico que a toca. E estranho saber que não sou o unico que a toca, que a faz gemer. Ciumes? Talvez. Possessão? Acerto mizeravi. Nossa que fome. To com uma puta vontade de comer.. Ela

Coloquei a mão na polpa de sua bunda ficando meio corcunda devido nossa diferença de autura, ela pegou impulso, subiu em meu colo colocou as maos em minha nuca e eu a beijei. Foi um beijo com desejo. Minha língua explorava cada canto de sua boca, e a sua fazia o mesmo. Fui pra dentro sem interromper o beijo abri os olhos e a morena me encarava, sorri entre o beijo e distribui beijos, mordiscadas, e chupões em seu pescoço enquanto subia as escadas em direção ao quarto.
Chegando lá a deitei na cama e me deitei em cima dela, levei uma mão em sua nuca e outra em sua cintura,ela levou suas mãos ate minha nuca e eu iniciei outro beijo. Fechei os olhos apenas sentindo sua língua e seus lábios roçando nos meus. Fui deslizando minha mão ate seu seio e apalpei o mesmo por cima do sutiã do biquíni a fazendo arfar entre o beijo. Ficamos varios minutos apenas se beijando e com direito a mão boba claro. Tirei seu sutiã,encerrei o beijo, fiz um trilha de beijos mordidas e chupões de seu lábios ate seus seios. Suguei sua mama esquerda, preenchendo  minha boca e apalpei sua mama direita, a fazendo gemer baixo e arfar. Fiz um tilha de chupões ate sua vagina, deixando marca, depositei um beijo na mesma, fazendo a garota gemer baixo e segurar nos lençóis, sorri e puxei a calcinha, já úmida, pro lado,beijei o final de sua coxa e passei a língua em toda sua vagina. Depois de um tempo a torturando, e me torturando, pois vê-la assim, molhadinha seminua e entregue para mim faz meu caralho latejar. Tirei sua calcinha, deixando a completamente nua para mim,a pentrei com dois dedos e chupei seu clitóris  fazendo soltar um alto gemido e segurar em meus cabelos com força. A garota começou a rebolar em minha boca enquanto soltava altos gemidos. A olhei e ela esta a com os olhos fechados e segurando os labios entre os dentes. Ela se apoiou nos cotovelos e abriu os olhos me encarando

-Awn.. Ohh.. Ai- ai meu deus..  Ju-justin.. OHH MEU DEUS- Gemeu alto enquanto segurava meus cabelos e rebolava em minha boca tombando a cabeça pra tras.

-Goza pra mim Ky, goza vai, goza na minha boca -falei em um tom sexy e voltei a chupa-la so que com mais vontade

-AWN.. OHH.. PORRA- gritou e logo liberou seu lubrificante natural em minha boca. Suguei o mesmo passei a língua em meus labios e sorri safado. Meu pau ja doía de tanto tesão. Dei um tapa fraco em sua vagina, a fazendo dar um fraco gemido, beijei a mesma e subi ate seus labios - Sua.. boca é.. maravilhosa - Falou ofegante e com um sorriso Fraco no rosto

-Agora é minha vez de sentir a sua - Falei e ela assentiu sorrindo safada

   Kylie West Povs

Justin escorregou pro lado e eu rapidamente subi em seu colo

  (...)

  Duas semanas depois

   Justin Bieber Povs

Cheguei na casa da Kylie, como ela chama, "A casa dos Nescau",e subi em direção ao quarto. Estava tudo vazio ai comecei a ouvir barulhos estranhos vindo do banheiro. Se ea tiver transando com alguém eu me mato. Fui ate o mesmo encostei a cabeça na porta e ouvi barulhos bugados, gente que isso? Abri a porta e dei de cara com a garota, ajoelhada na frente do vaso, fui ate a mesmo segurei seu cabelo e acaricei suas costas

-Hey,ta tudo bem? - perguntei e fui ignorado. Kylie se levantou foi ate a pia e lavou a boca - Kylie!

-Eu to gravida Justin! 
   


Notas Finais


Fiquei com preguiça de fazer o hot. Agora o aviso importante: A fic acaba nesse cap. Acabei. Estou muito decepcionada com voces.

Roupa da rapariga: http://www.polyvore.com/m/set?.embedder=20862746&.svc=copypaste-and&id=209803265

Tchau gente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...