História Sudden Love - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Joe Jonas, Kevin Jonas, Nick Jonas, Selena Gomez
Personagens Demi Lovato, Joe Jonas, Kevin Jonas, Nick Jonas, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Drama, Jemi, Nemi, Romance
Visualizações 70
Palavras 2.243
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Depois de tanto tempo sem postar, aqui vai mais um capítulo. Não sei nem se alguém ainda vai ler a minha fic.

Capítulo 17 - Chapter seventeen - Happy Birthday, Denise


Fanfic / Fanfiction Sudden Love - Capítulo 17 - Chapter seventeen - Happy Birthday, Denise

 

 

A semana seguiu-se normal, voltamos da fazenda e cada continuou fazendo o que deveria fazer. Fui trabalhar todos os dias na gravadora, com a minha mãe. Encontrei bem pouco o Nick por lá, também não vi a Olivia. Joe estava lá quase todos os dias, por que agora estávamos juntos e lá seria o melhor lugar para nos vermos sempre.

 

– Bom dia, princesa. – Ele se aproximou e me beijou na bochecha.

– Bom dia, Adam. – Ele estava tão bonito.

– Adam? Demi, sabe que gosto que me chamem de Joe. – Ele cruzou os braços.

– E qual o problema em te chamar de Adam? – Debochei.

– Não é muito comum me chamarem assim.

– Eu sou a sua namorada, eu posso. – Percebi um largo sorriso nascer em seus lábios.

– Boba. – Nesse momento Nick passou por nós, ele não nos cumprimentou.

 

Cada um voltou ao seu trabalho, não queria dar nenhum motivo para receber repreensão do Papa Jonas, o trabalho na gravadora é muito sério. Eu já conheci algumas pessoas famosas depois que comecei a trabalhar aqui, afinal, a Califórnia é a casa dos artistas, a grande maioria vem para cá e aqui fica. Resolvi toda a papelada e não tinha mais nada para fazer, então aproveitei para dar um pulinho no estúdio, eu já havia entrado lá algumas vezes para acompanhar gravações. Entrei na sala de súbito e nem percebi que tinha alguém ali dentro.

 

– Desculpa, errei a porta. – Disse já saltando para sair da sala.

– Espera, não vai. – Nick virou-se na cadeira.

– Não quero atrapalhar. – Fechei a porta e colei as minhas costas nela.

– Você trabalha aqui há meses, não há como ter errado a porta.

– Tem razão. – Baixei a cabeça.

– Eu sinto sua falta, Demi. – Ele tinha um olhar triste.

– Eu também sinto a sua, Nicholas. – Ele levantou o rosto.

– Nós éramos melhores amigos, não sei o que aconteceu. – Ele entrelaçou as mãos.

– Eu também não sei. – Me aproximei.

– Eu sinto muito se foi o beijo, eu agi por impulso. – Ele me olhava fixamente.

– Não se preocupe com isso, não foi o beijo. – Ele estava tão lindo sob aquela luz fraca do estúdio. – É que talvez agora estejamos com ocupações diferentes.

– Eu sou um péssimo amigo, Demi. – Ele estava triste.

– Não Nick, você não é um péssimo amigo. Não fala assim. – Pus a minha mão em seu ombro, ele ficou olhando para minha mão em seu ombro e pôs a sua mão sobre a minha agora.

– Não quero perder você, Demi. – Ele foi tão fofo falando daquele jeito.

– Não vai, fique tranquilo. – Sorri.

– Onde está Olivia? – Tentei mudar de assunto.

– Viajando, ela foi para NY. – Ele virou-se na cadeira para a mesa de som.

– Ei, que tal sairmos algum dia? – Percebi um sorriso aparecer.

– É uma boa ideia, Demi. – Ele coçou a cabeça.

– Você é o meu melhor amigo. – Sorri.

 

Nós ficamos conversando por alguns minutos enquanto dava a hora ir para casa. Fazia tanto tempo que não ficávamos juntos daquele jeito, desde que ele estava namorando a Olivia eu não podia ficar perto dele. Eu não me sentia como uma ameaça para ela, não conseguia entender dela me querer longe dele. Nos despedimos e fomos para casa, eu me sentia bem, eu sentia ter o meu amigo de volta. Cheguei em casa, subi para o meu quarto, me sentia tão cansada. Resolvi tomar um banho para ver se eu melhorava, lavei os meus cabelos, foi um banho tão bom. Me senti renovada ao sair do banheiro, vesti algo confortável e me joguei na cama. Fiquei mexendo no celular, fazia tanto tempo que não falava com a minha amiga Selena, resolvi enviar uma mensagem para ela.

 

MENSAGEM ON:

– Sel, tudo bem?

– Deeeeemi, você me esqueceu foi?

– Nunca, amiga. É que eu ando tão ocupada na gravadora.

– Aí tem coisa, me conta tudo.

– Estou namorando, Sel. Haha...

– Uau, você é a melhor. E como é o nome dele?

 

Nós ficamos conversando por bastante tempo, contei tudo que havia acontecido na minha vida nesses últimos meses. Ela achou tudo aquilo maravilhoso, eu mal podia esperar para a minha amiga poder vir me visitar. Nós paramos de conversar e eu fui procurar algo para comer, mamãe estava deitada no quarto dela e não havia feito jantar, acho que ela comeu fora. Desci para a cozinha e fiz um sanduiche para comer, sentei-me no sofá da sala e liguei a tv. Não estava passando nada interessante, eu vi a propaganda da Safehouse Records na tv e fiquei tão animada. Joe havia me falado que eles estavam trabalhando nessa propaganda há bastante tempo, e finalmente ela saiu na tv. Desliguei a tv e voltei para o meu quarto, meu celular havia tocado e eu não tinha visto. Peguei para ver quem era e atendi.

 

LIGAÇÃO ON:

– Demi, hoje tem show do The Script, quer ir comigo? – Era o Joe.

– Claro que sim, eu amo The Script.

– Eu passo na sua casa daqui a 1 hora, ok? – Eu corri para procurar algo para vestir.

– Ok, vou me arrumar agora.

LIGAÇÃO OFF.

 

No closet escolhi algo legal para vestir, uma calça de couro vermelha, uma camiseta cinza bem larguinha e um All Star com a bandeira dos EUA. Fui para o banheiro, tomei o meu maravilhoso banho, lavei os cabelos. Sai do banho e sequei os cabelos, me vesti rapidinho e fiz uma maquiagem bem simples, um pouco de base, pó, blush, rímel e um batom nude marrom. Enquanto ainda estava no meu quarto me arrumando ouvi a buzina do carro do Joe. Avisei pra minha mãe que ia sair e desci. Ele estava encostado no carro me esperando, me deu um beijo e abriu a porta do carro pra mim e eu entrei. Ele fez a volta e também entrou no carro.

 

– Você está muito linda, Demi. – Sorri bobo.

– Obrigada, Joe. Você também está ótimo. – Ele estava vestido com uma calça jeans e uma camiseta branca e calçando um tênis branco.

– O show não é agora, então pensei em irmos jantar primeiro. O que acha?

– Acho ótimo, onde vamos jantar? – Arrumei meu cabelo no espelho.

– Na minha casa. – Ele olhou para estrada e me olhou.

– É alguma coisa especial? – Perguntei desconfiada.

– É o aniversário da minha mãe. – Engoli seco.

– O que? Por que não me disse antes? Eu nem liguei pra ela. – Eu estava brava com ele.

– Não tem problema, Demi. Você fala com ela lá em casa.

– Eu nem estou bem vestida pra ocasião. – Cruzei os braços.

– Você está perfeita. – Ele me deu um beijo.

 

Em pouco tempo chegamos a casa dos Jonas, haviam muitas luzes. Vários carros estavam na entrada, me senti envergonhada por estar vestindo algo que não tem nada a ver com a festa. Mas como poderia saber? Joe disse que nós iriamos ao show do The Script e não na festa de aniversário da Denise. Desci do carro com muita vergonha, mas Joe segurou a minha mão e eu me senti mais segura. Passamos pela entrada principal da casa e logo vi Alena vindo em minha direção.

 

– Deeeeemi, você veio. – Peguei-a no colo.

– Como você está, princesa? – Ela me beijou na bochecha.

– Estou ótima, Demi. Venha, mamãe e papai estão na sala. – Ela me puxou.

 

Cheguei na sala com Alena me puxando e o Joe soltando risinhos vendo o quanto Alena gostava de estar comigo. Ela ficava toda feliz ao me ver, eu gosto tanto dessa menininha. Kevin e Alena vieram me cumprimentar, eles são ótimos comigo. Sempre me trataram bem, o Kevin é como o meu irmão mais velho e a Dani a minha cunhada. Abracei-os e pedi ao Joe para me levar onde Denise estava, ela estava na outra sala conversando com alguns amigos dela e do Sr. Jonas.

 

– Ah, querida. Você veio. – Denise me abraçou ao me ver.

– Meus parabéns, Denise. – Falei enquanto ela me abraçava.

– Muito obrigada, Demi. Como você está?

– Estou ótima, eu não sabia que era seu aniversário. – Cochichei. – Joe me disse quando entrei no carro, poderia ter me vestido melhor.

– Você está ótima, não se preocupe com isso.

 

Trocamos mais algumas palavras e Joe me levou de novo para a sala, sentamos no sofá com os outros. Havia um garçom servindo alguns petiscos, comi algumas coisas, tudo estava delicioso. Os Jonas tem bom gosto pra tudo. Conversamos sobre várias coisas, sempre é muito agradável passar um tempo com os Jonas. Dani me chamou para subir até o lavabo com ela, a segui subindo as escadas. Entramos no lavabo que era lindamente decorado e espaçoso, a casa deles é incrível. Nunca pensei que visitaria uma casa assim aqui em Los Angeles. Dani pegou um batom em sua bolsa e retocou os seus lábios, eu também lembrei que trouxe o meu batom e resolvi retocá-lo também. Dani começou a puxar assunto.

 

– Como estão as coisas com o Joe? – Ela arrumou o cabelo.

– Estão indo bem, até agora nenhuma briga. – Ri sem jeito.

– Nossa, que ótimo Demi. – Ela sentou-se em um banco de pele.

– Acho que sim. – Sentei-me ao lado dela.

– E o Nick? Como vocês estão? Tem se falado? – Senti as minhas bochechas arderem.

– Nos vimos hoje na gravadora, conversamos um pouco. – Dani sorriu pra mim.

– E sobre o que falaram?

– Sobre o trabalho, sobre a namorada dele. Essas coisas.

– E o que ele disse sobre a Olivia? – A Dani às vezes pode ser bem curiosa.

– Que ela estava em NY. Eu percebi ele um pouco triste.

– Você não sabe? – Ela me olhou boquiaberta.

– Não sei o que? – Perguntei sem entender nada.

– Ela terminou com ele ontem. Disse que achou um trabalho melhor em NY.

 

Quando ouvi aquilo foi como ter levado um soco no estômago, como alguém poderia fazer isso com o Nicholas? Ele é um doce de pessoa, como ela deixou ele por um emprego? O emprego dela na Safehouse é um dos melhores. Não consigo entender qual era a dessa garota. Por isso eu nunca gostei dela, ela nunca me passou pela garganta. Agora o meu melhor amigo está sofrendo por quem não merece ele nem um pouco.

 

– O que? Isso é sério? – Eu não consegui me controlar.

– Seríssimo. Mas ele vai ficar bem, ela não era a pessoa certa pra ele. – Dani me cutucou com o cotovelo.

– O que foi?

– Sério que você não sabe do que estou falando, Demi? – Fiquei confusa.

– Não sei não. Me fala agora.

– Todos nessa casa sabem quem é a pessoa que o Nick gosta de verdade.

– Quem? – Comecei a ligar os fatos.

– Lógico que é você, Demi. – Quase morri ao ouvir aquilo.

 

Ouvimos alguém bater na porta do lavabo. Levantamos do banco de pele e saímos, não conseguimos terminar a nossa conversa, mas o que a Danielle me disse me deixou totalmente desorientada. Voltamos para a sala e me sentei ao lado do Joe.

 

– O que houve, Demi? – Ele estava preocupado.

– Dani e eu ficamos conversando, nem vimos o tempo passar. – Beijei-o na bochecha.

– E sobre o que falavam? – Todos os Jonas são curiosos.

– Sobre maquiagem, nada demais.

– Humm...

 

Continuamos conversando com todos que estavam na sala, foi uma conversa bem agradável. Denise logo veio nos chamar para o jantar, havia uma mesa repleta de comidas deliciosas. Me servi e sentei-me ao lado de Joe na mesa. Denise sentou-se do meu outro lado, ela ficava me cutucando e sorria lembrando da nossa conversa no lavabo. Eu fiquei sem jeito todas as vezes que ela fazia isso, terminamos de comer e fomos para a área externa da casa. Havia um bolo de aniversário enorme, era branco com alguns detalhes em dourado. Denise tem um gosto espetacular, e eu a admiro por isso. Cantamos parabéns e então alguns garçons serviram pedaços de bolo para todos que estavam na festa. O bolo era incrível, nunca tinha comido nada parecido. Dani sentou-se ao meu lado enquanto dava alguns pequenos pedaços de bolo para Alena, não conseguimos terminar a conversa pois Alena estava lá, apesar de ser uma criança ela era muito esperta. Joe havia subido para o quarto dele para trocar de camiseta, pois um pouco do chocolate do bolo tinha caído na camiseta que ele estava usando antes. Estava bem distraída vendo Dani dando comida para Alena, quando senti algum se aproximar de nós três.

 

– Tio Nick! – A menina gritou. Senti meu sangue gelar.

– Oi, princesa. – Ele deu um beijo na bochecha dela.

– Oi Nick, como vai? – Dani me olhou enquanto falava com o cunhado.

– Estou ótimo. – Ele respondeu sentando-se ao meu lado.

– Oi baixinha. – Ele bagunçou meu cabelo. Dani ficou nos olhando.

– Você sempre faz isso no meu cabelo, seu doido. – Falei arrumando o cabelo.

– Pessoal, vou pegar água para Alena. Já volto. – Dani saiu nos deixando sozinhos.

 

Eu fiquei totalmente sem jeito, não sei se ele percebeu. Nunca me senti estranha ao lado do Nick, ele é o meu melhor amigo. Mas depois do que Danielle me disse eu estava me sentindo totalmente estranha, e ele estava ali ao meu lado. Eu não sabia o que fazer. Nós ficamos calados por alguns segundos, então tentei puxar assunto.

 

– Como você está? – Sorri.

– Estou bem, eu acho. – Ele baixou a cabeça.

– Acha? Por que?

– Lembra hoje à tarde quando falei que Olivia estava viajando para NY? – Assenti. – Bom, ela terminou comigo. Disse que conseguiu um emprego por lá como DJ principal de uma boate.

– Não acredito, Nick. – Coloquei a minha mão sobre a sua. Joe chegou perto de nós.

– O que é isso? Sai pra trocar de camisa e o meu irmão está de conversinha com a minha garota. – Ele falou sentando-se em nossa frente.

 

 


Notas Finais


Espero que gostem, peço perdão pela demora. Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...