História Suddenly - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Hot, Inglaterra, Intercâmbio, Mentiras, Romance, Sexy, Surpresas, Traição, Viagem
Visualizações 90
Palavras 923
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Saga

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Então gente, esse foi o primeiro capítulo e espero que gostem! Se gostarem vou começar a postar os próximos capítulos todo dia! Bjocas

Capítulo 1 - Introdução-A despedida


            Sou acordada pelo grito estérico da minha mãe vindo do corredor. Sinceramente não sei como ela consegue fazer isso, parece que ela estava aqui mesmo gritando no meu ouvido.  Tento levantar mas não consigo. Parece que tem um imã colado nas minhas costas com a cama. A noite foi um extress, fiquei olhando para as minhas estrelinhas no teto a madrugada inteira, imaginando o que seria da minha vida nos próximos meses assim que acordasse. Dormi no máximo umas 3 horas, e ainda sou acordada com o barulho esganiçado da minha mãe, coitado do meu cérebro. Assim que me levanto vou direto ao espelho para ver o desastre decorrente da noite. Meus cabelos de cor caramelo e loiro estão totalmente bagunçados, me dando a imagem do Chewbacca. Estou com menos olheiras do que imaginava, nada que o corretivo da minha mãe não desse um jeito. Visto a roupa que reservei do lado de minha cama, que estão dobradas em perfeição. Tudo no dia de hoje tem que ser perfeito, como tudo que planejo em minha vida. Penteio, ou melhor , tento pentear, meus cabelos e passo um rímel nos meus cílios. Não passo muito pois sei que muita choradeira vai rolar, mas o suficiente para fazer meus olhos claros ficarem mais visiveis.

    Me olho no espelho e pensando em silêncio, desejo ser a mesma pessoa quando terminar o intercâmbio. Desço as escadas e vejo minha mãe terminando de pôr o café da manhã na mesa. Está tão ansiosa quanto eu, porque ela não para quieta nenhum momento

Enquanto bebo o meu suco de laranja minha mãe fala bem apressada:

-Seu irmão e eu vamos descendo as suas malas! Você tem o tempo de apenas eu o Mathias levar suas bagagens até o carro. Então vai rápido! E seu namorado? Ele vem aqui ou vamos encontrar ele direto no aeroporto?Vem filho!

Ele revira os olhos, mania que toda nossa familia tem, e sai da mesa dando uma piscadinha para mim.

  Tinha me esquecido completamente do Rôdrigo! Fiquei tão preocupada essa noite que tinha esquecido de ler suas mensagens. Pego meu celular da bolsa e respondo as milhões de mensagens dele.

* bom dia Ro! Acabei de acordar, me encontra no aeroporto daqui 1 hora. Bjs*

No tempo de colocar o meu celular na mesa, ele vibra mostrando mensagem dele

*Bom dia lindinha. Vou sair daqui a pouco de casa então, grande dia hoje! Bj*

 

Desligo o celular e guardo novamente na minha mala de mão. Não gosto desses apelidos que ele me chama, acho brega  e muito meloso. Mas não reclamo porque sei que ficaria chateado. No tempo de comer e levar o prato para a cozinha, minha mãe ja começa a buzinar igual uma louca no lado de fora. Pego minhas coisas correndo e olho pela última vez a casa que amo tanto e que ficarei tanto tempo longe dela. Limpo a lágrima que escorreu com a manga do meu agasalho e saio para fora.

  Minha mãe esta tensa no volante e não fala quase nada durante a viagem. Sei que ela está muito nervosa porque é a primeira vez que  vamos ficar separadas por tanto tempo desde o acidente. Depois de 30 minutos finalmente chegamos. Saio do carro e ajudo Mathias com as minhas bagagens. Pegando tudo, entro meio desajeitada no aeroporto e encontro o meu namorado no meio de todo mundo com um buquê de flores. Fico corada no mesmo instante e abro um sorriso para ele, mesmo estar queimando de vergonha por dentro. Dou um beijo nele e vou até o check in com a minha mãe. Depois de finalmente despachar as malas, me viro para ela com um sorriso de lado e falo:

-Agora não tem mais jeito! Ou eu vou, ou eu vou.

Dei uma risadinha para amenizar a mágoa que enche meu corpo. Nesse momento minha mãe desaba no meu ombro. Abraço ela com força e prometo baixinho que ia passar rápido e, brevemente, estaria com ela denovo. O meu cabelo e o dela estão ensopados pelas lágrimas assim que nos largamos. Vou junto com as pessoas que eu mais amo até a sala de embarque e começo a me despedir dos homens mais importantes da minha vida.

   Meu irmão me abraça com força e quase fico sem respirar por um momento:

-Aproveita lá maninha, quero saber de todas a novidades e muita foto para matar a curiosidade do seu irmão de conhecer a Europa! Se cuida e sempre se lembre que os carros vem em direção oposta daqui do Brasil! Quero a minha irmã inteirinha de volta aqui em casa.

Ele abre aquele sorriso Colgate dele e me da um beijo na testa. Dou um passo para o lado e fico de frente para o Rodrigo. Ele me da o abraço que aprendi a amar por esses 2 anos juntos, e aproveito o máximo possivel  daquele momento. O seu cheiro, o abraço, seus braços, seu sorriso… vou sentir muita sua falta. Lhe dou um longo beijo e ele cochicha no meu ouvido :

-Fica tranquila que daqui a pouco nós vamos estar assim denovo.

  Tento esboçar um sorriso e me despeço novamente de minha mãe após ouvir seu longo discurso de sobrevivência que escutei a minha vida inteira. Depois desses minutos que pareceram uma eternidade,  entro na fila de embarque e dou um último tchauzinho para eles antes de perder de vista as pessoas que mais amo. Olho para frente e agora sei que toda a minha vida que tenho hoje vai virar de ponta cabeça. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...