História Suddenly It Becomes​ All 2 - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Visualizações 9
Palavras 1.096
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ficção

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 42 - 42


-Oi, cheguei!


Coloquei minha bolsa em uma mesa ao lado da maca e sentei na cadeira ao lado de Harry, depois de lhe beijar.


-Está se sentindo melhor?


Agarrei sua mão e acariciei.


-Espero que esse silêncio seja um sim.. Quero tanto que você volte e fique bem.


Afastei o cabelo de sua cara e beijei sua testa.


-Te amo tanto.. Pena que não pode me responder com um "também te amo".


Depositei um beijo em sua mão e no mesmo momento vi alguns movimentos e foi aí que eu me desesperei.


-Harry?


Apertei levemente sua mão e vi seus olhos abrirem o mais devagar possível, me dando a visão de seus olhos verdes.


-Aí meu Deus! Você acordou!


Praticamente pulei nele, abraçando o mesmo e beijei várias vezes seu rosto.


Harry: Você é doida?


Olhei para ele novamente.


-Sabe quem eu sou? Meu nome.. Fala meu nome.


Harry: Eloisa.


Que alívio, Jesus.


-Seu nome..


Harry: Harry.


-O nome dos nossos filhos..


Harry: Darcy e Dylan.. Zack!


-Sua idade...


Harry: Eu me lembro dessas coisas, mas o que eu tô fazendo aqui?


-Vamos chegar nessa parte, agora deixa eu fazer o que eu queria a muito tempo.


Beijei ele, desta vez ele retribuiu, que sensação maravilhosa, parece que acabei de entrar no céu. Quando paramos, não por falta de ar, não quero matar o coitado, mas eu vi um sorriso no rosto dele.


-Que saudade de você!


Abracei ele mais uma vez.


Harry: Não estou entendendo.


-Você lembra do acidente?


Harry: Sim.


-Me conta o que lembrar.


Harry: Eu estava de motorcycle, na chuva, de noite. Quando de repente um carro deslizou na pista, na minha frente e eu acabei batendo e... Aí!


-Calma..


Coloquei a mão em sua testa e acariciei.


Harry: E caí da moto? É... E não lembro de mais nada.


-Pela investigação, você caiu da moto e ela capotou sozinha, no mínimo dez vezes e foi parar ao outro lado da pista.


Ele fez cara de espanto.


-Te trouxeram para o hospital, e um policial beeeem estranho foi lá em casa, a Darcy atendeu e me contou. Chorei horrores quando soube que estava em coma.


Harry: Coma?


-É... Estava dormindo a dois meses.

Harry: Parece que dormi ontem e estou acordando hoje para trabalhar!

-Você está aqui a algum tempo... Agora entende minha felicidade quando acordou?

Harry: Claro.. Desculpa por te chamar de doida.

-Não foi nada.

Lhe dei um selinho.

-Eu estou tão feliz!

Harry: Por que?

-Porque você acordou...

Beijei sua bochecha.

-Você não imagina o quanto foi difícil esse tempo sem você.

Meus olhos se encheram de lágrimas.

-Não conseguia fazer nada sem pensar em você. Sabe..? É nessas horas que percebo que você já faz parte de mim, não vivo mais sem você.

Harry: Estou feliz por me dizer isso...!

-E se eu disser que te amo?

Harry: Meu coração vai saltar.

-Então eu vou ficar quieta, não quero ver você mau de novo.

Ele riu.

Harry: Não vou ficar mau.

-Okay, já fui fofa. Agora chegou a hora do sermão.

Harry: Ih.

-Quer me matar? Quase morri no seu lugar, acha que eu tenho coração de quê? Nem me invente mais isso.

Harry: Desculpe, estava sem paciência, sabe que não suporto engarrafamento, queria passar e o carro foi na minha frente e deslizou.

-Nem me lembre mais isso..

Harry: Tem como você chamar enfermeiras para tirar essas agulhas de mim? Eu tô bem.

-Pronto pra voltar para casa?

Harry: Não vejo a hora de voltar pra casa, ver Darcy, Dylan e Zack, e voltar a trabalhar.

-E quem disse que você vai voltar a trabalhar assim?

Harry: Aí Deus... Ganhei uma nova mãe.

-Falando em mãe, a sua veio aqui quando Darcy ligou para avisar do acidente.

Harry: E como foi?

-Ela passou mau, mas veio e até brigou comigo. Sem querer levar ela como vilã nem nada.

Harry: Brigou?

Sentou na maca com um pouco de esforço.

-É, disse que eu era a culpada, você se arriscava demais por mim, a Lari não fazia isso, me chamou de cobra e idiota.

Harry: Mas essa não é minha mãe... E a Gemma?

-A Gemma foi normal, ela me defendeu e tal.

Harry: Preciso ter uma conversa com minha mãe.

-Não quero que brigue com ela, Harry. Sabe que ela é mãe e apenas se preocupou com você, é normal.

Harry: Ela poderia estar preocupada, mas não dá direito de xingar minha namorada.

-Vamos mudar de assunto?

Harry: Okay. E os meninos? As crianças? Como estão?

-Lou e Natt estão bem, ela voltou a trabalhar de diarista. Liam e Zayn estão pensando em adotar outra criança. Hannah está grávida e Niall é o pai. Gaby e Rick pediram divórcio. Lari e Austin... Bom, continuam sendo eles.

Harry: E só foram dois meses..

-Quanto ao trabalho.. Se não me engano o Mind Of Mine (MOM) saí ainda esta semana. E... Os meninos entraram numa de fazer show com o MOM e o Mitam, juntos.

Harry: O que?

-É. Eles me disseram que antes você não estava de acordo.

Harry: E aproveitaram meu coma pra fazer isso sem mim!

-Jamais! Você acordou e agora vai junto.

Harry: O problema é que o Zayn estava decidido a não cantar mais o "tipo de música da 1D".

-Mas ele mudou de idéia. Não é voltar a banda, é continuar amigos que fazem "feat" e são como irmãos. Eu sei que você quer..

Harry: Pode ser legal.

-Claro que vai ser..

Beijei ele, que invadiu minha boca com a língua e vice-versa.

Harry: Posso perguntar uma coisa?

-Óbvio que sim.

Harry: Que dia é hoje? E que horas são?

_______________

Dias depois...

Harry: Não sei por que tanto misterio!

Falou enquanto saía de casa, e eu com a mão na frente de seus olhos.

-É uma surpresa, amor.

Paramos no quintal.

-Não está vendo nada?

Harry: Absolutamente, nada.

-Lembra que eu te contei que sua moto foi apreendida? E que não teria jeito de resgatar ela?

Harry: Lembro.

-E você ficou triste, o que me fez ficar muito mais triste ainda?

Harry: Sim.

-Então.. Um, dois, dois e meio...

Harry: Eloisa!

-Três. Já pode ver.

Tirei a mão e ele olhou, diretamente para a motorcycle NOVA igualzinho a antiga dele, com os mesmos detalhes, emplacada, pintada e com o tanque cheio.

Harry: Oh...

-Eu comprei essa pra você. Gostou?

Harry: Amei! Vem aqui.

Fui até ele e ò abracei apertado.

Harry: Você é tão... Maravilhosa, linda, gostosa! Eu te amo, cara.

-Eu também te amo, lindo.

Beijei ele. É tão bom um beijo retribuído, um Eu te amo retribuído, um sorriso retribuído, um olhar lindo retribuído, eu só agradeço a deus por fazer o amor da minha vida voltar tão saudável e memorável né..

-E de brinde todos os acessórios, só vai sair a partir de hoje, com capacete, carteira e a capa. E não diga não!

_________



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...