História Suga? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Agust D / Suga
Tags August D, Bangtan, Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Min Suga, Min Yoongi, Rapmonster, Suga
Visualizações 15
Palavras 1.128
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Um novo começo


Entrou na sala onde iria dançar e observou o júri que a iria avaliar. Eram 5: uma mulher e 4 homens. Aquele que parecia ser o líder dos jurados falou, sem levantar os olhos dos papéis á sua frente:

-Por favor diga-nos o seu nome, idade e o que vai apresentar. Recordo-lhe que é obrigatório fazer duas apresentações de entre as opções: canto, rap, dança e representação. O resultado das audições será divulgado assim que todos tenham terminado e, será feito em pessoa, por mim, no caso de ter sido seleccionada.

-O meu nome é May Lee. – Respira fundo na tentativa de controlar os nervos. – Tenho 19 anos. Vou cantar e de seguida apresentar um excerto duma coreografia feita por mim.

- Quando estiver pronta pode começar minha querida. – Quem falou foi a única jurada do sexo feminino.

May pega no microfone. Respira fundo. Tenta esquecer onde está. Tenta esquecer tudo o que aconteceu nos últimos 3 meses… Ela está sozinha, no seu quarto, em Lisboa, no andar de baixo a sua mãe prepara o jantar. May sorri e começa a cantar. A canção que escolheu chama-se “Through the Night” e pertence a IU a sua cantora coreana preferida. Quando termina a canção May abre os olhos e repara com alguma surpresa que todos os membros do júri a encaram com interesse. A senhora que lhe tinha dito para começar sorri abertamente.

- Muito bem.. – Diz um dos jurados enquanto escreve qualquer coisa num caderno – Agora pode dançar para nós.

May assente com a cabeça e dirige-se para a aparelhagem onde coloca o seu CD com a música que vai dançar: “Monster” dos EXO. - Agora é muito pior – pensa – Não posso fechar os olhos enquanto danço… Depois alguns segundos a tentar controlar, em vão, os batimentos descompassados do seu coração, May carrega no play e, quando a música começa a tocar, ela começa a dançar.

Até ao primeiro refrão todos os movimentos saem perfeitos mas, um pouco antes do final acrobático, que tinha preparado, os nervos atraiçoam-na e ela cai de rabo no chão.

O choque percorre todo o seu corpo - Merda! Estraguei tudo! – pensou, as lágrimas a correrem-lhe pelo rosto.

-Estás bem? – Alguém a agarra pelos braços e a levanta.

-Sim. Descul… - Diz May ao erguer os olhos e perceber que o desconhecido que a ajudava era Suga, um dos rappers coreanos mais bem sucedidos a nível mundial. Ele sorri levemente e limpa-lhe as lágrimas acariciando-lhe suavemente a face.

- Estavas a sair-te muito bem antes de teres caído. Não devias chorar… – Ele é interrompido pelo líder dos jurados.

- Suga? O que é que estás aqui a fazer? Não devias estar a treinar?

- Aish… Eu sei! Eu sei! Só fiz uma pausa para ir á casa de banho e quando estava de regresso vi a porta aberta e decidi espreitar só isso… Vou já embora! – Olha para os jurados e depois para May - Adeus pequena foi um prazer salva-la! Quer dizer… conhecê-la! – Pisca-lhe o olho e sai sem esperar uma resposta.

Depois dele sair, também May foi expulsa da sala, sendo-lhe dito que esperasse pelos resultados na sala de espera. E assim fez, apesar de, May acreditar que depois da sua queda triunfal não tinha como entrar, digiriu-se á sala de espera e lá, sentada numa poltrona, ficou a pensar no seu encontro inesperado com Suga –Mas quem é que ele pensa que é para me chamar pequena?! Além de ser uns 10cms mais alto… E ser uma estrela de kpop a nível mundial… E ser lindo de morrer…

 

De olhos arregalados e com o suor a escorrer pelas costas May tentava perceber se estava a ouvir bem:

-Está… Está a dizer que eu entrei? – O líder dos jurados abana afirmativamente a cabeça enquanto mostra um sorriso á nova trainee.

-Poderá trazer as suas coisas para o dormitório da BigHit ainda amanhã. – Prossegue. – Quando chegar apresente-se na receção e eu encarregar-me-ei de que alguém lhe faça uma visita guiada ao estabelecimento. – May parece continuar em choque mas o homem continua – Seja bem vinda á BigHit Enterteinment!

-Ob… Obrigada.. Muito obrigada! – Finalmente ela abre um sorriso. – Vou trabalhar duro! Não se vai arrepender de me ter escolhido!

-Espero bem que não! – o homem ri e vai-se embora.

May segue o caminho oposto dirigindo-se ao seu carro. Lá dentro fica parada com as chaves na mão por uns minutos a reflectir sobre o que tinha acabado de acontecer: Entrei! Sou uma treinee na BigHit! Vou tornar-me numa idol! Os meus pais iriam ficar tão orgulhosos… As lágrimas percorrem, mais uma vez, a sua face.

                *3 meses antes*

May estava no aeroporto de Lisboa, prestes a apanhar um avião com destino a Seul na Coreia do Sul. Nunca tinha andado de avião antes e as suas mãos estavam suadas com o nervosismo.

Na semana passada os seus pais tinham sido enterrados, após terem ambos falecido, num trágico acidente de automóvel. E há dois dias recebera uma chamada do seu tio Chen Lee, irmão do pai, o seu único parente vivo, a insistir para que fosse viver com ele na Coreia. E assim, May, com o intuito de deixar para trás tudo o que lhe pudesse lembrar dos pais e da vida feliz que tivera, abandonou a sua casa, os seus amigos e a faculdade de artes performativas, onde outrora tinha sido seu sonho leccionar.

 

Durante semanas, May ficou na cama do pequeno quarto que o tio lhe destinara, saindo apenas para comer e tomar banho ( quando o tio a conseguia obrigar ) até que um dia, o tio, cansado daquela depressão em ascensão, lhe fez um ultimato: ou May dava uma nova oportunidade á sua vida ali na Coreia ou fazia as malas e voltava para a faculdade em Portugal – Eu é que não vou continuar a ser cúmplice do declínio da tua vida! – Disse ele, no tom mais autoritário que a sua voz parecia ser capaz de adquirir.

Posto isto, passada uma semana, May decidiu ir a uma audição da BigHit Entertainment, uma das maiores empresas de entretenimento da Coreia do Sul. Uma audição entre muitas, no entanto, a primeira desde a morte dos seus pais. Por um lado, se entrasse, teria algo com que se distrair dos pensamentos mórbidos que actualmente a assombravam constantemente mas, por outro, não tinha grande confiança de que fosse conseguir, afinal, era uma entre dezenas de candidatas, que , provavelmente, treinaram durante meses para aquela audição. Mas enfim… Não tinha escolha… Voltar para Portugal, para a casa que partilhara com os pais, para a faculdade onde todos sabiam o que tinha acontecido e todos tinham pena dela, não era uma opção! Assim, meteu-se no carro do tio e conduziu em direcção á empresa.


Notas Finais


Oi! Antes de mais, obrigado por terem lido o primeiro capítulo desta fanfic. Espero que tenham gostado.
Como não tenho dinheiro para férias XP tenho passado as últimas semanas sem fazer absolutamente nada, então surgiu-me a ideia de escrever uma fanfic… O que estou a tentar dizer é: nunca escrevi nada do género antes por isso, por favor, não sejam muito duros a julgar-me!
Se tiverem gostado por favor digam e eu escreverei um próximo capítulo ( bom, a verdade é que já tenho algo em mente para o próximo capítulo por isso vou escrever de qualquer jeito :D …mas por favor digam a vossa opinião…) Quer tenham criticas positivas ou negativas serão aceites, desde que sejam construtivas. E se quiserem deixar alguma sugestão para a fanfic tê-la-ei em conta.
Até amanhã??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...