História Suga de neve e as seis passivas - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias B.A.P, Bangtan Boys (BTS)
Personagens Bang Yongguk, Daehyun, Himchan, J-hope, Jimin, Jin, Jongup, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Zelo
Tags Banghim, Banglo, Bangup, Bei Ei Pei Só Tem Passiva, Crack!fic, Daehyun, Daejae, Daejae 4ever, Gukkie, Himchan, Himlo, Himup, Hobi, Hoseok, J-hope, Jimin, Jin, Jonglo, Jongup, Jungkook, Kook, Kookie, Min Suga, Namjin, Pareço A Retardada Q Sou, Pink Princess, Rap Mon, Rap Monster, Repostagem Da Fic, Suga, Sugakook, Sukook, Taegi, Taehyung, To De Volta Mesmo, Todo Mundo Se Pega, Vhope, Vkook, Vmin, Yongguk, Yoongi, Yoonkook, Yoonmin, Yoonseok, Youngjae, Zelo
Exibições 191
Palavras 1.337
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Famí­lia, Festa, Harem, Lemon, Romance e Novela, Saga, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello, It's me
Tava com sdds dessa fic T^T por isso tô repostando ~mas é a ultima vez que vou postar essa fic, se for excluída de novo, não vai ter comeback~
Então, sem mais enrolações, boa leitura e desculpem os erros ~que vou tomar cuidado pra não cometer~

Capítulo 1 - O que esta fazendo com a minha cueca?


 Era uma vez, em um dormitório onde viviam sete garotos estranhos, localizado em um lugar qualquer de Seul.

 

Um dos garotos, era extremamente branco como a neve -ou mais, porque a neve vira preta perto dele-, de olhos caídos, muito sonolento, que tinha lábios rosados e o cabelo na mesma cor, essa criatura se chama Suga. Mas o nome não foi dado sem motivo algum, muito pelo contrário, o nome foi dado pela criatura ser muito branca mesmo. Diz a lenda que o nome lhe foi dado não apenas pela sua cor, mas também pelo seu jeito “doce” de ser -apesar de nenhum dos seis garotos concordarem com isso-, mas só na aparência mesmo.

Em um dia qualquer da semana, Suga estava deitado, como geralmente vivia, quase adormecendo, como de costume, até ouvir uma grande barulheira que chegou aos seus ouvidos. Suga tentou ignorar todo aquele barulho mas sua paciência -se é que se podemos chamar de paciência, algo que ele não possui- se esgotou.

 

-QUE PORRA É ESSA? -Chegou gritando com os garotos que se encontravam ali, ficando pasmo com o que via- O-o-o-o que e-é isso? -gaguejava com o que havia visto ali.

-Hyung -dizia Jungkook tentando esconder aquele “objeto”- N-não é o que você está pensando. -tentou se defender.

 

Tarde de mais para o menino biscoito, Suga havia visto tudo e agora estava mais vermelho que uma pimenta.

 

-Hyung, ele pegou sua cueca. -apareceu o alienígena, também chamado de Taehyung, correndo.

 

Suga estava tentando entender o que o menino biscoito, aquela criança que se jugava ser “inocente”, estava fazendo com sua cueca e porque a mesma estava em seu rosto. Deu meia volta e voltou para sua cama tentando esconder sua face avermelhada e esquecer o que havia visto, em vão. Ouviu a porta sendo aberta e olhou com o canto dos olhos para a mesma e lá estava a pessoa que menos queria ver no momento, o menino biscoito.

 

-Hyung, desculpe. -disse corado -Foi o Taehyung que pegou ela eu só tentei protegê-la.

 

Certo, protegê-la de que, ele se perguntava.

 

-Protegê-la? -perguntou tentando entender.

-Sim, protegê-la. Taehyung queria c-cheira-la. -ao terminar a frase sentiu suas bochechas esquentarem e viu seu hyung mais vermelho que anteriormente, voltando a se deitar e virando a cabeça como um robô.

 

Porque Taehyung queria sua cueca, e pior, porque queria cheira-la? Suga não conseguia entender, mas, também não conseguia entender porque Jungkook o impediu e porque tentou “protegê-la” de Kim Taehyung, se eles eram as duas pestes dali. Eram muitas coisas para a cabecinha rosada de Yoongi pensar, então ele preferiu dormir. Porque dormir é uma das maravilhas do mundo.

 

 

 

Quando acordou já era tarde da noite, não queria levantar-se da cama, ate sentir um corpo lhe abraçar. Ele gelou e pensou que tinha sido comido enquanto dormia, o pior pesadelo de Suga era ser feito de passiva. Virou a cabeça aos poucos e viu aquela face com cabelos castanhos caídos nos olhos e agradeceu a todos os deuses existentes por aquele ser apenas uma passiva -o mais passiva dali, Taehyung. Levantou cuidadosamente para não acordar o mais novo e saiu da cama. Estava com fome, caminhou ate a cozinha pegando alguma coisa da geladeira para comer.

 

-Hyung?! -virou para ver quem era e viu o mais novo do grupo coçando os olhos com sono. -O que está fazendo? -perguntou

-Indo comer algo.

-Hm!

-O que está fazendo acordado Jungkook? -perguntou a “criança”, enquanto caminhava até o balcão com um pedaço de bolo e uma latinha de refrigerante em mãos.

-Não to com sono. -falou sentando ao lado do mais velho o vendo atacar um pedaço daquele bolo.

 

Observou o mais velho comer com um sorriso.

 

-Porque ta rindo? -perguntou Suga com a boca melada, que porquinho.

-Porque você fica fofo comendo. -quando ouviu o mais novo falar aquilo sentiu a cereja do bolo estacionar em sua garganta e começou a tossir. -Hyung, você ta bem? -perguntou o mais novo pressionando a barriga do mais velho para desentalar o mesmo.

 

Suga quase viu sua morte ali, se não morresse entalado morreria de vergonha, e o que ele preferia? Morrer entalado e não encarar a cara daquele moleque tarado, de nenhum daqueles moleques tarados na verdade.

Todo dia alguma coisa acontecia, quando não era o Jimin tentando agarrar o maknae, Namjoon dando em cima do Jin ou o Taehyung fazendo os chifres de Hoseok aumentarem, era algo relacionado a ele. Tanto a passiva Taehyung, quanto a passiva Jungkook tentavam abrir suas pernas para Suga, mas Suga, como um bom amigo -ou não-, ignorava as passivas e apenas fazia o que amava fazer, dormir.

Quando finalmente sentiu aquela fruta sair de sua garganta, percebeu que o mais novo ainda estava abraçando-o, sentiu um arrepio em seu corpo quando aquela, maldita, criança colocou o nariz em seu pescoço sugando seu cheiro -e o ar junto.

 

-Hyung, você cheira tão bem. -disse enquanto um sorriso pequeno brotava em seu rosto.

-Kookie, entenda, eu não vou te comer, ainda.

-O hyung disse ainda. -disse com um sorriso malicioso nos lábios.

-É, eu disse. Quando você virar uma cama eu te como. -disse se livrando daqueles braços e viu um bico se formando nos lábios do mais novo. -Kookie, vai tomar seus toddynhos e para de ser vadia.

-Não ate você me comer. -disse pisando com força no chão e cruzando os braços.

-Criança. -resmungou Suga voltando para seu quarto.

 

Taehyung ainda estava deitado na cama dele, para que o mais novo não acordasse, migrou para o quarto alheio e deitou-se na cama de Tae. Quando estava quase dormindo, novamente sentiu dois braços se envolverem em sua cintura e seu corpo sendo puxado para mais próximo do outro. Virou a cabeça e viu quem achou que fosse, Jungkook o garoto insistente.

 

-Eu só quero dormir. -disse chormingando.

-Eu também quero dormir, hyung. Só que dessa vez com você. -disse beijando a nuca do mais velho -Lembra de ontem a tarde, quando você me viu correndo de Tae com sua cueca? -assentiu com a cabeça e ele voltou a falar -Tae realmente tentou cheira-la e eu não deixei porque eu queria aquele cheiro só pra mim.

 

Ainda não acreditando no que havia ouvido, pensou que teria sido melhor ter ficado calado e quieto fingindo dormir, até dormir, não precisava saber de algo tão desnecessário assim e se arrependeu por ter ficado tão curioso. Fechou os olhos e adormeceu rapidamente.

Por algum motivo, que não quer descobri, sentiu algo lhe tocar, abriu os olhos e percebeu onde a mão daquela criança estava.

Poderia estar na cama dele, desfrutando do sono e da preguiça, poderia estar dormindo, poderia estar apenas deitado, mas não, tinha que estar ali e deixado aquela criança permanecer lá. Amaldiçoou todas as vidas existentes e tentou tirar a mão daquela criatura dali, mas o mesmo só fazia apertar mais e mais, deixou um gemido lhe escapar abafado e percebeu que a crionça* sorria satisfeita. Sentiu aquela mão adentrar em sua vestes e tocar seu membro e deixou outro gemido abafado lhe escapar, estava se controlando para não agarrar aquela crionça, as mãos habilidosas estavam o deixando louco, mesmo assim não fez nada, mas também não tentou impedi-lo.

 

-Hyung, posso? -perguntou cochichando em seu ouvido e ele apenas balançou a cabeça dizendo que sim.

 

Jungkook levantou-se e virou seu hyung descendo suas calças exibindo o que tanto queria e introduziu a boca ali, fazendo movimentos de sobe e desce enquanto passava sua língua e olhava as reações de seu hyung. Suga mordia os lábios para não gemer alto de mais e acordar os outros, aquela criança tinha muita habilidade. Jungkook continuava os movimentos alternado entre chupá-lo e lambê-lo, até sentir o líquido quente em sua boca. Suga deixou escapar um gemido manhoso prolongado, ainda mordendo os lábios.

Quando pensou que não dormiria tão rápido naquela noite, ele tinha razão, mas não sabia que seria por isso. Jungkook voltou a deitar-se puxando Suga para mais perto de si, o abraçando novamente e os dois adormeceram.

 

 


Notas Finais


Ps. Crionça = criança+onça, pq ele não é normal, pq eu não sou normal, minhas piadas são umas bosta e meus trocadilho tbm.
E foi isso ~de novo~, acho que vou postar ~no caso: repostar~ semanalmente, não garanto que será toda segunda, mas vai ser semanalmente.
Não vou enrolar aqui tbm, adeouls. E caso tenha lido essa porcaria, obrigadinha amorinhas ~que coisinha mais gayzinha <3~

B-Joos e até o próximo amoras


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...