História SugaMon {How it starts} - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Tags Bts, Jikook, Lemon, Sugamon, Yaoi
Exibições 72
Palavras 591
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, eu sei que faz muito tempo que não escrevo, me perdoem (tenho certeza q não vão fazer isso após lerem esse cap mas ok)

P.S.: Não revisei!

•Bom proveito•

Capítulo 5 - Limpe tudo!


(19:20)

Jungkook p.o.v

Estamos cada um em nossos quartos, não estou me sentindo bem estando sozinho, acho que se eu for rápido consigo ir no quarto na Namjoon-hyung e ficar lá- CLICK CLICK - O alarme do carro. Ela chegou. Não dá mais tempo de voltar, já estou no meio do corredor.

ONDE EU ME ESCONDO ?!

Ouço passos. A porta abriu. Vou voltar ao meu quarto!!

— Meninos? -soou mais como uma intimação do que uma pergunta. Eu estou suando frio.

Entrei rápido no quarto e me joguei na cama para fingir que estava dormindo. 

— Você ainda está acordado? -ela está falando comigo? Não... Não pode ser, não tem nem a sombra dela na porta... Será que... JIN-HYUNG!?!?

Gritos ecoam pelos corredores. O que ela esta fazendo com ele?!? Devo sair e ver?

— Larga ele, sua vadia!! - Nam-hyung levantou. POR QUE EU NÃO CONSIGO?! Meu coração esta batendo muito rápido. Está difícil de respirar e está ficando muito quente... Por que... Agora...? ×××


Autora p.o.v.

Gotas de sangue tingiram o tapete. Jin havia sido atingido por uma garrafa de bebida na cabeça e permanecia inconsciente. Namjoon tropeçara em cacos e caiu, ficando com machucados não muito sérios, mas que o incapacitavam de ir atrás do irmão e salva-lo.

Soo, que cheirava a álcool, passou pelo quarto dos meninos indo até o fim do corredor, onde existia uma espécie de porão. Ela estava arrastando o corpo do seu primogênito e o jogou escada a baixo. Em seguida fechou a portinha e encaminhou se à cozinha.

(23:45)

Jin p.o.v.

Pouco lembro do que aconteceu... Minha última recordação é daquela monstra me atingindo. Agora estou aqui deitado- Aliás, onde eu estou? Esse cheiro... Esses barulhos...

— Jesus...

Eu estava naquele porão... Não, não, não! O appa disse que eu não voltaria a ficar aqui... Ele me protegeria!

Flashback on

— Isso é pra ele aprender a não ser um desleixado! -Soo apertava meu braço me fazendo chorar.

— Foi só uma nota baixa. ELE SÓ TEM 3 ANOS. Você não pode colocá-lo aí!!

— Appa~

Flashback off

— Ok, ok.. Eu tenho que sa- a porta se abriu, dando a luminosidade que faltava e revelando a última pessoa que eu queria ver. Ela estava desgrenhada e com uma mala mas mãos.

— Nem pense em fugir, bixinha, já viu seu pé? -ele estava acorrentado- Não lembra do que tem aqui? -falou dando batinhas na mala- Aaah~ não?  Deixe me te relembrar...

Tirou de lá chicotes, ferros, e outras coisas que eu não sei o que eram. Eu estava vivendo um pesadelo. Por favor...

— Appa... Socorro...

— NÃO CITE DAQUELE DESGRAÇADO -ela desferiu um tapa em meu rosto e chutando minha barriga e pernas.

Prendeu meus braços em algemas que estavam na parede e vendou meus olhos, sinto minhas roupas serem arrancadas com crueldade.

Recebo varias chicotadas, até sentir um liquido atingir com força meu corpo, ela havia atirado um balde de água quente em mim, isso ardia ainda mais meus novos machucados. Eu não gritava, pois sabia que só pioraria se chamasse atenção. Nada se passava em minha mente, eu estava com fome, medo e chorando muito. E como estavam meus irmãos? Ela fez algo à eles?!

As agressões acabam após 45 minutos de sofrimento. As algemas de minhas mãos e pés foram libertas e com esse ato repentino me atirei ao chão sujo.

— Limpe tudo, e volte aos seus irmãos, não quero ver nenhum de vocês.

Chorei, chorei como há muito não fazia. Obedeci a ordem que me foi dada questionando se viver tinha dessas provações... Será que tudo que eu amo realmente irá desaparecer?


Notas Finais


Sério, eu chorei fazendo esse cap, o Jin é meu utt isso foi muito doloroso.

Não me matem (não ta pedindo de mais não, minina?)

Perdão e kissu~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...