História Sugar Baby || YoonMin - Capítulo 12


Escrita por: ~ e ~allyjpark

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Lemon, Namjin, Vhope, Yaoi, Yoonmin
Exibições 314
Palavras 771
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sadomasoquismo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Jimin


Park Jimin.


Passava das onze da noite quando meu celular vibra, amostrando o nome de Yoongi na tela. Giro na cama, alcançando o celular no criado-mudo.

Daddy: Boa noite, baby.

Um sorriso involuntário aparece em meu rosto ao ler a mensagem.

Eu: Boa noite, Daddy.

Daddy: Está ocupado?

Eu: Nop, estou deitado em minha cama.

Daddy: Baby... Não deveria ter me falado isso...

Eu: Oque? Porque?

Daddy: Agora estou te imaginando na cama, deitado, nú.

Engulo em seco, sentindo todos os pelos de minha nuca se arrepiarem.

Eu: Que isso Daddy...

Daddy: Só pensar em seu corpo me anima, você sabe disso.

Eu: Você é muito safado, sabia que era mas nem tanto.

Daddy: Baby.

Daddy: Pode vir aqui em casa?

Eu: Agora?

Daddy: Sim, agora. Quero te sentir, minhas mãos estão com saudades de seu corpo.

Seria pecado dizer que apenas as mensagens aqueciam meu corpo?

Eu: Está na sua casa?

Daddy: Sim, venha para cá.

Eu: Impaciente.

Daddy: Gostoso.

Puxo ar para os meus pulmões ao ler aquela mensagem, desviando o meu olhar para a outra parede do quarto.

Daddy: Gostoso do caralho.

Daddy: Queria poder te beijar.

Daddy: Te chupar.

Daddy: Meter em você.

Daddy: Foder seu corpo todinho.

Daddy: etc etc.

Eu: Você parece animado.

Daddy: O portão está aberto.

Eu: Estou saindo de casa.

Bloqueio o celular, dando um pulo da cama, e correndo até o guarda-roupa. Dispo minha calça, substituindo a roupa intima por uma calcinha preta, com alcinhas finas, delicada. Subo por minhas pernas uma meia 3/4 rendada e igualmente preta, com uma liga á peça intima. Dessa forma, volto a colocar a calça, saindo apressado de meu quarto.

Sou barrado por algumas perguntas de minha mãe, mas a disposto rapidamente, com a desculpa de que iria comer fora.

 Volto a pegar o celular em quanto caminho pela rua, me decorando com novas mensagens de Yoongi.

Daddy: Estou no quarto.

Daddy: As luzes já estão desligadas, e a venda está no meu rosto.

Daddy: Baby... Ande logo.

Apresso o passo, chegando á casa do mais velho em pouco tempo. 

As luzes estavam realmente todas apagadas, oque facilita minha entrada silenciosa. 

A sala estava um pouco desorganizada, tipico de Min Yoongi. Subo as escadas de madeira, ouvindo alguns gemidos suspeitos do andar de cima. Curioso, me aproximo do quarto de Yoongi, olhando através da fresta aberta da porta. Yoongi estava com a barra da camiseta levantada, e a calça embolada nos pés, em quanto mexia sua mão freneticamente em seu membro esposto e enrijecido. Engulo em seco ao ver aquela cena, umedecendo meus lábios com um gemido rouco saindo de sua boca, clamando por Baby.

Fora do quarto, dispo minhas roupas,as deixando no chão, e ficando apenas com a calcinha e a meia de ligas. 

Adentro no quarto, e Yoongi parece não notar, tendo a venda sobre seus olhos, e a cabeça tombada para trás. Parado, o observo chegar ao seu orgasmo, melando sua mão com o líquido branco e pegajoso. Ele solta um suspiro, pousando a mão suja na cama.

Me aproximo da cama em passos silenciosos, passando minhas mãos por suas coxas expostas ao ter alcance. Ele se sobressalta, dando um sorriso em seguida.

— Baby? — Sua voz ainda é rouca pelo orgasmo a pouco.

Fico em silêncio, subindo para cima de seu corpo, e acabando de tirar sua camiseta. Deslizo minha língua por seu pescoço, vendo todos seus pelos se arrepiarem, e sorrio com satisfação, descendo meus lábios para seu mamilo direito, o chupando com um "ploc" gostoso de se ouvir. 

Baby... — Ele sussurra, passando uma das mãos entre menu cabelo, numa leve carícia. — Quero saber a sensação de estar dentro de você.

Engulo em seco com suas palavras, sentando sobre seu colo – seu membro, ocasionalmente –, arrancando um gemido de sua garganta quando me ponho á rebolar, animando seu pau. Ouço-o clamar por baby, e num movimento rápido nos vira na cama, me deixando por baixo de seu corpo.

Minha respiração acelera, nervoso, quando seus lábios juntam aos meus, movendo-os de uma maneira necessitada e fogosa, Yoongi estava realmente animado. Suas mãos descem por meu corpo, apertando minhas nádegas com a mão cheia, a parando em seguida sobre minha coxa farta. Levo um susto quando Yoongi deixa um tapa estalado em minha pele, descendo os lábios por meu pescoço, dando alguns chupões com direito á mordididas.

— Daddy... — Sussurro seu nome, entrando em absoluto apavoro com as cenas a seguir.

Com a mão livre, Yoongi puxa o elástico de traz de sua cabeça, dando-o a visão de meu rosto queimado. Fico estático, sem saber oque fazer, sentindo como se fosse ter um ataque cardíaco a qualquer momento. 

Yoongi nada fala, com um minimo sorriso nascendo em seus lábios finos.

— Baby... — Ainda falava aos sussurros. — Jimin... 

Com isso, ele volta a selar nossos lábios, roçando seu membro em minha barriga.

Santo deus...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...