História Suicidas - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Barbara Palvin, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Alcoólica, Barbara Palvin, Drama, Justin Bieber, Mutilação, Romance, Sexo, Suicida, Suicidal, Violencia
Visualizações 124
Palavras 970
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, Ficção, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente sei que demorei mai ABC falarei nas notas finais importante.... Capítulo curto desculpem.... Xoxo

Capítulo 3 - "casar?! "



                 Bárbara on
        

           Abri meus olhos devagar, a claridade ofuscava o meu globo ocular, olhei ao redor quando senti minha vista se normalizando, Daniel e Clare estavam ali, os dói se aproximaram de mim.

-Você está bem?- pergunto Clare preocupada .

-Estou... -falei me sentando com cuidado na cama, os olhos de Daniel queimavam sobre mim com tristeza e calma.

-Eu posso conversar a sós com a Barbara ? - Justin olhou para mim e deu um sorriso consolador e saiu e Clare deu um beijo na boca de Daniel e saiu, sempre soube que eles iam ficar juntos e super apoio.

-Porque não me disse oque estava acontecendo com você...

-Não foi nada de mais... - o interrompi mas ele me interrompeu de novo.

-Não foi nada de mais ... !? - falou ele incrédulo, eu estava comendo dele. - você tento se matar, passou mal também por estar desnutrida, você foi violentada e está em depressão e ainda disse que não é nada ...? -perguntando ele quase gritando, Justin e Clare entraram no quarto, eu já me encontrava encolhida na cama chorando baixinho, eu agora estava sentindo nojo do mim, e ele nem precisava me lembrar disso para eu me sentir um lixo, eu não conseguia olhar para ele principalmente em seus olhos.

-Não tenho culpa ... - falei mais para mim do que para ele eu acho que mesmo assim ele ouviu. - eu quero ir embora ... Por favor...

-Vou ver se você já pode ir, okay?  -perguntou Justin e eu apenas concordei o vendo sair da sala, um tempo depois ele volta com um médico com uma prancheta na mão .

-Bom você já pode ir, mas vo... - o médico ia falar alguma coisa mas eu o interrompi

-Eu já posso ir então pronto, eu já estou bem ... -
         
 
               Falei e me levantei com certa dificuldade cambaleando mas me manti de pé, fui para o banheiro é me troquei ao sair do banheiro me deparei com Daniel e Clare brigando por minha causa, me recusei a continuar vendo aquela cena e sai do quarto não ligando pelos chamados deles por mim, vi Justin mais a frente sentado na cadeira e parei e ele se levanto ficando próximo de mim.

-Poderia me levar para casa por favor?

•   •   •

Justin me levou para casa, el me ajudou a subir, nesse momento exato momento ele está me cobrindo com o lenço.

-Teria como ficar comigo por favor ? - ele concordou e se deitou comigo, apoiei minha cabeça em seu peito e coloquei um de meus braços também sobre ele, ele entrelaçou minha mão com a dele, Justin Bieber oque você está fazendo com meu coração....?.... Logo adormeci.

            Acordei e percebi que Justin ainda estava ao meu lado, ele dormia como um anjo,  me levantei com cuidado e sai do quarto, fui em direção às escadas e vi meu irmão e a minha mãe discutindo...  Mais eu preferia nunca ter parado para ouvir as palavras que vieram a seguir.

-Ela não está bem!  -gritou Daniel impaciente.

-Se ela é louca a culpa não é minha e se ela tentar se matar ela vai se ver comigo eu tenho planos para ela,  se não eu mesmo a matava.

-Nao fale isso dela...

-Falo como eu quiser...

Não ouvi mais nada pois sai correndo dali, entrei no meu quarto e corri para o banheiro abrindo a gaveta atrás das minhas caras amigas, peguei uma das lâminas e me encolhi no canto do banheiro e pus a fazer o serviço delas, as passei poucas vezes eu já me sentia fraca...  Meu choro ecoava pelo local, eu queria simplesmente parar de sentir.

       
                   Barbara off
               
                     Justin on
  
             Eu acordei com o barulho de alguém chorando no banheiro, levantei rápido e corri para o banheiro encontrando Barbara encolhida no canto do banheiro chorando, era agonizante a ver na quele estado deplorável, ela precisa de ajuda , me aproximei dela e a peguei nos meus braços e a sentei na beirada da banheira ela estava quente, seu corpo febril, suas lágrimas e soluços ainda não pararam oque estava me deixando aflito,  liguei a banheira para ver se baixava a febre e para cuidar de seus ferimentos.

              Ignorei ela está só de calcinha dentro da água, eu estava me controlando pois seu corpo nu a minha frente era um pecado pois era perfeito mais tratei de acabar com esses pensamentos e a ajudei a tomar banho e de cuidar de seus ferimentos, olhei para ela depois de perceber que ela me encarava.

-Oque foi?

-Quando você começou a se cortar?  -ela perguntou normal.

-Quando minha irmã se mato!  E voce? -perguntei.

-Meus pais sempre me trataram mal, e por influência comecei a me drogar, tive uma overdose e dois dias depois 6 amigos do meu primo me estupraram foi o fundo do poço, a parti dai comecei a me cortar e tentar me livrar desse inferno...  -falou ela com a voz triste,  meu corpo estremeceu ao ouvir tais palavras, eu soube que ela foi estuprada mas não sabia que foram por tantos,  uma raiva subiu por mim,  eles iam pagar caro por isso.....

•    •    •

       Ela já avia se trocado e eu a ajudei a fazer os curativos, estávamos descendo as escadas e eu ouvi vozes conheci. Meu an pais.  Desci as escadas com a Bárbara os meus pais e os dela nos encararam.

-Oque vocês estão fazendo aqui?  -perguntei confuso.

-Planejando o casamento ora!  -falou minha mãe com um sorriso ganancioso, todo estavam com aquele sorriso menos eu e Bárbara.

-Que casamento?

-O de vocês dois, fizemos um acordo,  por sermos as famílias mais ricas e influêntes nada melhor do que uma união através do matrimônio fofo.  -falou meu pai.

EU ENTENDI DIREITO OU EU VOU ME CASAR COM A BARBARA.!?


Notas Finais


Oi
Is oque voces acham ele vai aceitar? Ele vai dar uma surra no primo e nos amigos dele? Ele está realmente gostando dela?


Okay agora é sério, desculpem o sumiço mais só estou podendo pegar o celular uma hora por dia e para quem que ler as atualizações e escrever é muito pouco tempo por isso parei de postar, na minhas fics "marfia " e "anjo ou demônio? " eu postarei o mais breve possível, eu já tenho os capítulos de marfia e vocês iram gostar muito...

Obrigada por tudo e não deixem de ler a ficar pfv.... Xoxo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...