História Suicide Season - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~_GarotaDark_

Postado
Categorias Asking Alexandria, Black Veil Brides (BVB), Falling In Reverse
Tags Andy, Ronnie, Suicide Season
Visualizações 16
Palavras 611
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - O esquisito


Fanfic / Fanfiction Suicide Season - Capítulo 2 - O esquisito

Colégio novo. Ai, que merda. Alguém me mata, por favor? Sério, pra que me trocar de colégio? O outro era uma bosta, mas eu já havia me acostumado!

"Você precisa de amigos, Andy!" 

Preciso nada! Foda-se! Estou bem sozinho, caralho!

Enquanto andava pelos corredores, rezava para ninguém reparar em mim, mas dava para perceber que minhas orações não funcionavam, todos já haviam me percebido.

Alguns riam, outros estranhavam, contudo, prazer, esse sou eu, Andy Biersack. 


- Ficou sabendo do aluno novo, Ronnie? - perguntou-me Oliver.

- Não. - respondo, cansado.

Não preciso saber de cada formiguinha que entra no formigueiro.

- Então você nem entrou dentro do prédio escolar hoje, né? Impossível não perceber.

- Tá falando daquele cara? - pergunto, apontando pra um ser emo, vestido todo de preto.

- Ele mesmo... Andrew Biersack.

- Hum... - Dou de ombros, ignorando.

Todo dia tem um esquisito novo no pedaço, então... foda-se!


Quando essas pessoas vão parar de me fitar? 

Já estava na sala de aula e, mesmo assim, ninguém parava de olhar para mim.

- Bom, alunos, temos um colega novo em sala. Por favor, venha aqui se apresentar. - disse, olhando para mim.

Apenas me levantei no fundo da sala.

- Sou Andy Biersack, 17 anos. - Rapidamente me sentei.

- Do que você gosta de fazer, Andy?

- Ouvir música.

- Gênero de música favorito?

- Rock.

- Uhm, interessante. Alguma pergunta que queiram fazer para ele, turma?

Um garoto-bola levantou a mão.

- Como você é tão esquisito? - perguntou, rindo.

O professor o repreendeu. 

Babaca. Aquela escola iria ser igual a outra: a porra de uma inferno.

Não demorou muito - talvez, por eu ter tirado um cochilo ou outro - e, logo, era o intervalo.

Assim que saí da sala, dei de cara com o garoto-bola e seus amigos.

- Hey, esquisito! - me chamou, rindo.

- Precisa de algo, garoto-bola?

Sério, se ele jogasse futebol, ele seria a bola, uma bola gigante e tal, mas né.

Seu rosto ficou vermelho.

- O que disse?

- Perguntei se precisava de algo, garoto-bola.

O mesmo fez um sinal com as mãos e seus amigos me seguraram por trás.

- Respeito é bom e eu gosto, esquisitão.

Eles me arrastaram até o banheiro. Lá o garoto-bola me espancou, mas não demorou a fugir com seus amiguinhos.

Sinceramente, ele não era tão forte, mas estava doendo um pouco.

- Novo no colégio?

Quase dei um pulo ao que aquela voz se pronunciou no ar. 

Me levantei e me virei para trás. Tinha um garoto estirado no chão, sangrando.

- Caralho, você está bem?

Fui até o mesmo.

- Claro que estou, só acabei de levar minha surra matinal.

Ele estendeu o braço, pedindo para que eu ajudasse-o a ficar em pé, e eu segurei sua mão, o levantando.

- O garoto-bola te bateu?

- Ah, não. Foi o... Worsnop, mas você não deve o conhecer.

- O garoto-bola é...?

- Jaime, e os amigos dele são o Tony e o Michael. O Michael é meu irmão.

- Ele sabe que te batem?

- Sabe, mas... não é como se ele se importasse. - Foi em direção às pias, lavar seu rosto. - A propósito... - Virou para mim. - Victor. - Estendeu sua mão em cumprimento.

- Andy. - Apertei sua mão de volta.

Logo, alguém invadiu o banheiro, abraçando-se em Vic.

- VIIIIIIIIIC! VOCÊ TÁ BEM? TÁ MACHUCADO? AQUELE GORDO TE BATEU DE NOVO? VÔ QUEBRA OS OSSOS DELE! Mas, agora, vamos pra enfermaria!

Ele tentou arrastar Vic, mas o mesmo não deixou.

- Pera aí. Andy, esse é o Kellin. Kellin, esse é o Andy.

- E aí? - o moreno acenou para mim e eu fiz o mesmo. - Kellin Quinn.

- Andy Biersack.

- O Daniel também te bateu?

- O Jaime bateu nele. - Vic respondeu por mim.

- Vamos todos pra enfermaria então.

Kellin segurou no meu pulso e no de Vic, arrastando a gente para fora do banheiro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...