História Summer - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Taeyeon, Tiffany
Tags Taeny
Exibições 247
Palavras 1.409
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Orange, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


VOLTEI!!!!! ♥

Quadragésimo Segundo Capítulo <3

Desculpem qualquer erro!

Capítulo 42 - Betrayed ?


Fanfic / Fanfiction Summer - Capítulo 42 - Betrayed ?

- Tiffany -

Me sentei rapidamente na cama. Eu olho para Verônica sem entender nada, o que raios ela está fazendo no meu quarto ? Ela acha que só por que é noiva do meu pai, pode entrar no meu quarto sem bater, assim, sem mais nem menos ? Porque se achar, eu acho melhor alguém dar umas aulinhas de bom senso a ela, porque deve estar faltando.

- Vocês namoram mesmo ? - Perguntou entrando no meu quarto. - Eu não tenho nada contra, só quero saber. Se me permitir é claro! - Mostrou-me um leve sorriso

Notei que Verônica começou a olhar muito para baixo. O ambiente ficou um tanto esquisito de repente, ela olhava para baixo e em seguida para mim, como se estivesse tentando me dizer algo. - Que foi ? - Perguntei, já começando a me incomodar com suas ações. Verônica apontou para baixo rapidamente e depois coçou seu queixo, em uma tentativa falha de disfarçar seu ato anterior.

Olhei para baixo, na mesma direção que Verônica havia apontado. A primeira coisa que vi fora minha calcinha de oncinha rosa, e em seguida percebi que meu short está aberto. Eu havia esquecido de fechá-lo quando TaeYeon saiu. Levei rapidamente minhas mãos até a braguilha do short e a fechei na mesma velocidade. Acho que esquentar é pouco, meu rosto já estava fervendo uma hora dessas!

Aqueci a garganta e me ajeitei na cama. - O que te faz pensar que eu te contaria algo deste tipo ? Quer dizer, quem garante que você não contará para o meu pai assim que sair daqui ? - Disse, voltando ao motivo principal de Verônica ter vindo aqui.

- Não contarei! - Respondeu quase na mesma hora. - Só quero saber mais sobre você. Daqui um tempo seu pai e eu iremos nos casar e, bem, eu estava pensando em construir uma boa relação com você!

Fiquei um tempo pensando se deveria ou não contá-la sobre isto. - Não tenho certeza sobre isto! - Digo olhando para os olhos de Verônica.

Desviei meu olhar dela por alguns segundos e isso foi tempo o suficiente para eu conseguir ouvir a porta do quarto sendo fechava e um peso a mais sobre a cama. - Quer conversar sobre isso ? De mulher para mulher, seu pai não vai saber de nada! - Disse olhando para o meu rosto

Fechei os olhos brevemente e respirei fundo. Está certo, logo mais ela será minha madrasta e eu terei que conviver com ela todos os dias, então porque não dar uma chance a ela ? Acho que será mais fácil conviver com ela se formos amigas. Olhei para Verônica e ficar encarando o semblante da mesma por alguns segundos. - Eu não sei ao certo. TaeYeon assumiu namorar comigo, porém minutos atrás ela admitiu só gostar de mim. Depois de tudo o que nós fizemos, como ela pode só gostar de mim ? Custava ter dito que me ama ? – Só de lembrar dessas palavras saindo da boca de TaeYeon eu já fico com uma raiva imensa

Verônica riu baixinho, e isso só me deixou mais irritada. Eu tenho cara de palhaça agora para ela ficar rindo de mim ? - Escuta, se não for ajudar, por favor, vá embora! - Digo, controlando ao máximo minha irritação neste momento.

- Ei, ei. Calma! - Ela não está mais rindo, mas continua com um sorriso no rosto. - Talvez você tenha interpretado errado. Sabe, Stephanie. Posso te chamar de Stephanie ? - Perguntou receosa e eu assenti na mesma hora. - Então, como eu ia dizendo. É bem provável que você tenha entendido errado. Algumas pessoas não é tão fácil assim dizer “eu te amo”, seu pai é uma delas, mas, mesmo assim, eu não fiquei brava porque eu entendo perfeitamente o lado dele e eu também não gosto de apressar as coisas! Sua namorada parece ser bastante tímida, para ela não deve ser tão fácil dizer uma coisa dessas. Dê um tempo a ela, tenho certeza que quando chegar a hora ela dirá que ama você! - Seu eye-smile voltou a aparecer

Talvez Verônica tenha razão, eu não tinha parado para pensar nesta possibilidade, e se TaeYeon realmente tiver dificuldade em expressar seus sentimentos ? Eu vou ser uma idiota por ter me precipitado e ficado brava sem saber o real motivo dela ter falado aquilo. - Você pode estar certa! - Disse olhando para ela. Não sou muito de confiar nos outros, muito menos em quem eu não conheço direito, mas desta vez eu vou dar uma chance a Verônica e acreditar no que ela me disse.

- Por que vocês duas não conversam sobre isto ? Acho que é essencial um casal conversar sobre limites e este tipo de coisas! - Odeio admitir, mas Verônica é uma ótima conselheira. - Se quiser, eu posso te levar até a casa dela – Sugeriu, um tanto entusiasmada com a própria ideia.

Fiquei um tempo quieta, pensando se deveria ou não aceitar sua sugestão. Me levantei da cama e caminhei em passos apressados até a porta, abri a mesma rapidamente e quando já estava quase saindo do quarto percebi que Verônica ainda estava sentada na minha cama.

Suspirei pesadamente. "Tão lerda quanto a TaeYeon" pensei enquanto balanço a cabeça em reprovação. - Vai ficar aí parada, ou vai me levar até lá ? - Perguntei um pouco impaciente, de lerda na minha vida já basta Kim TaeYeon.

Dizer isto fora o suficiente para fazer Verônica levantar da cama quase num pulo e me seguir até o lado de fora da casa.

~~

Bati a porta do veículo com um pouco mais de força do que o desejado e me repreendi mentalmente por isso. Dei a volta no carro e apoiei meus braços na janela ao lado de Verônica. - Obrigada por me trazer! - Dei um rápido sorriso em agradecimento. - Não precisa me esperar, nem vir me buscar, talvez eu fique aqui até de noite! - Disse, antes de me afastar do carro

Verônica apenas assentiu e acenou para mim em despedida, antes de fechar a janela do carro e sumir com o mesmo do meu campo de visão. Arrumei minhas roupas que estavam um pouco amassadas e caminhei em direção a porta principal. Bati três vezes na mesma antes de ser atendia por um dos pais de TaeYeon.

- Mi-Young, faz tempo que nós não nos vemos. Fico feliz em vê-la novamente! - O pai de TaeYeon me atendeu com um sorriso no rosto. - Por favor, entre! - Disse ele abrindo caminho, para então, eu poder entrar

- Soo-hyun, certo ? - Perguntei e na mesma hora ele assentiu. - A TaeYeon está ? Preciso conversar com ela! - Disse, olhando para todos os cantos da casa

- Claro, ela está no quarto. Pode subir! - Respondeu enquanto fechava a porta e apontava para a escada

Como estava com pressa, eu apenas me curvei para ele e subi apressadamente as escadas. Pulei alguns degraus da escada para chegar ao segundo andar mais rápido, e só parei de bancar a louca quando já estava em frente a porta do quarto da TaeYeon.

Como a Kim é minha namorada, eu nem me preocupei em bater na porta antes de entrar e já fui abrindo a porta. Se arrependimento matasse... Assim que abri a porta me deparei com roupas jogadas no chão e uma mulher morena só com sua lingerie vermelha deitada sobre o cobertor bagunçado da cama de TaeYeon. Fiquei vermelha de raiva no momento em que vi está cena, então esses era o imprevisto que fez TaeYeon sair correndo da minha casa ?

Ouvi a porta de seu banheiro abrir e logo em seguida eu já pude ver TaeYeon com uma roupa confortável e uma toalha em mãos enxugando o próprio cabelo. - Então foi por isso que você foi embora ? Era este o seu imprevisto ?! - Apontei para a mulher desconhecida, que agora se remexe em cima da cama

TaeYeon tirou a toalha da frente de seu rosto e olhou para mim confusa, logo em seguida ela olhou para cama. Ela parece estar confusa, porém deve só fingimento, claro que ela vai se fazer de desentendida para ver se a “trouxa” aqui perdoa ela. Sinto lhe informar TaeYeon, mas isto não vai acontecer. Então é bom que tenha uma boa desculpa, porque eu vou matar você!

- Tiffany -


Notas Finais


Parece que alguém andou pulando a cerca, ou isso só foi um mal-entendido ?

PS: Deem view em Oh! ❣


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...