História Summer Camp - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Crystal Reed, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Shawn Mendes
Personagens Cameron Dallas, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Acampamento, Adolescente, Cameron Dallas, Comedia, Crystal Reed, Holland Roden, Katherine Mcnamara, Matthew Espinosa, Nash Grier, Romance, Shawn Mendes
Exibições 433
Palavras 1.567
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


VOLTEI RÁPIDO DEMAIS, NÉ? SISKDKDKDSKSKS vi que vocês ficaram meio surtadas com o cap anterior (aliás, MUITO OBRIGADA PELOS COMENTÁRIOS, SOS <3) e resolvi dar mais um pouquinho de summer camp p vcs antes que eu entre no castigo sjssksksslspsls bjos
Boa leitura!

Capítulo 25 - Finge que eu não existo.


Victoria point of view 

 

Acordo no meio da noite, e percebo que peguei no sono enquanto chorava na cama. A música ainda está alta fora da casa, denunciando que todos ainda estavam na festa.

Respiro fundo, sentindo as lágrimas desceram novamente pelo meu rosto. Eu não posso acreditar que deixei um garoto quebrar meu coração. Que o Nash fez isso.

Me sento na cama, olhando em volta do quarto. Me abraço ali, apoiando minha cabeça nos meus joelhos. Eu gostava tanto de Nash, tanto. E ele mentiu para mim, se divertiu comigo até conseguir ficar com uma garota mil vezes mais bonita e divertida. 

Giovana. 

Ela sabia que eu gostava dele. Ela sabia o quanto eu gosto dele.

Suspiro, sentindo o cheiro da camisa que Nash me deu, e a vejo  ao lado do meu travesseiro. Agarro a mesma com força, a rasgando. Grito frustrada, me levantando.

Vou até o quarto dos garotos e agradeço por nenhum ter saído da festa. Rasgo a camisa mais uma vez e a jogo na cama de Nash. A cama em que eu já dei amassos com ele.

Idiota. Ele deve ser se divertido muito vendo que eu acreditava nele. Assim que dou meia volta para sair dali, a porta se abre, revelando um Shawn me olhando confuso.

- Tori? O que está fazendo aqui sozinha? E por que tá chorando? - ele se aproxima.

Nego com a cabeça, corando.

- Foi o Nash? - Shawn pergunta novamente, tirando uma mecha de cabelo do meu rosto.

O garoto me olhava apreensivo.

Fungo, assentindo, e então Shawn me abraça.

- Ele ficou com a Giovana, na frente de todo mundo. - falo, e me assusto com minha voz rouca. 

Eu devo ter chorado muito, mesmo.

- Eu não acredito. Que merda. - ele diz, me soltando - Você tem certeza?

- Eu vi, Shawn! - grito - Preciso voltar pro quarto, o pessoal já está voltando. - sorrio triste, saindo dali.

Volto para o meu quarto, deitando na cama e me cobrindo por completo.

Ouço vários passos de uma vez subindo as escadas, junto com vozes. Imagino por um momento a reação de Nash ao ver a camisa rasgada na cama, mas balanço a cabeça, tentando não pensar nesse idiota.

Em poucos segundos as garotas adentraram o quarto, e eu fechei os olhos, fingindo estar dormindo.

Elas estavam bêbadas e só riam, até dormirem. 

(...)

A sirene toca alto, acordando á todos. Eu já estava acordada á algumas horas. Na verdade, eu mal dormi.

- Eu sou a primeira! - Nina grita, pulando da cama e correndo para o banheiro.

Me sento na cama, ouvindo todas as garotas resmungarem.

- Porra, tô de ressaca, não berra Nina! - Giovana gemeu, se sentando na cama.

Dei uma risada amarga, a encarando. 

Ela me olhou confusa, franzindo o cenho. Cortei o olhar, me levantando da cama já sentindo vontade de chorar.

Eu queria correr pros braços da minha mãe e chorar até cansar. Mas ela estava longe demais daqui.

Procuro uma roupa no armário, e escolho  um vestido preto junto com um enorme cinto cor de mel.

Depois de alguns minutos Nina sai do banheiro e eu adentro o mesmo, sem olhar para nenhuma das garotas.

Assim que tranco a porta, sinto lágrimas quentes nos meus olhos.

Eu precisava mesmo viver hoje?

Era dia de atividades, e lembrar que minha dupla era Nash só me fez querer sumir mais ainda.

Depois de um longo banho e de fazer todas minhas higienes matinais, saio dali já estiva e com cabelo escovado.

As meninas já estão prontas, e Luiza me puxa pela mão.

- Vem, vamos tomar café. - ela beija minha bochecha.

- E então, como foi a festa de vocês? - Liv pergunta, quando sentamos na mesa de sempre.

Olho para Giovana, que dá de ombros.

- Não lembro de nada. - ela ri fraco, passando a mão pelo cabelo volumoso.

- Passei a festa trocando olhares com o Shawn, e nada de ele vir falar comigo. - Nina revira os olhos, arracando risos.

- Eu dancei e bebi, de resto não lembro. - Luiza diz pensativa.

Todas rimos, até eu fingi uma risada para mudar o assunto, antes de passar meu olhar por ali, encontrando Nash entrando no refeitório junto á Shawn e Matthew.

Shawn parecia brigar com Nash, e penso se é por causa do que aconteceu. Será que Nash lembra? Será que se arrepende?

Nego com a cabeça, rindo triste. Não posso me iludir de novo.

- O que você tem, Tori? Parece mal. - Gio disse de boca cheia, me olhando preocupada.

Respiro fundo, a analisando. Ela beija o garoto que eu amo e ainda me pergunta? 

- Você é tão sonsa, Giovana. - nego com a cabeça novamente, saindo dali enquanto sentia os olhares confusos de minhas amigas me queimando.

Me sento no sofá da sala, escondendo meu rosto com as ãos. Eu quero ir para casa. Não deveria ter vindo para cá.

- Tori? - ouço a voz de Matthew, e o vejo se sentando ao meu lado- Os garotos me falaram o que aconteceu. - ele sorri triste.

- O que vocês estão falando de mim? - pergunto, colocando meu cabelo de trás da orelha.

Matthew ri fraco, revirando os olhos.

- De você nada, mas Nash já foi xingado de tudo que você possa imaginar hoje. - ele fala, e só de ouvir o nome de Nash sinto vontade de chorar.

Aquele... aquele mentiroso.

- Eu não acredito que acreditei que ele gostasse de mim. - digo, com voz mais falha do que gostaria.

- Mas ele gosta! - Matthew disse, segurando meu ombro.

- Não Matthew, nem Nash e nenhum garoto nunca vai gostar de mim. - mordo o lábio inferior.

Eu não ligava se outro garoto fosse gostar de mim ou não. Eu só queria que Nash gostasse. Mas Nash só gostou de mentir.

Matthew enxuga uma lágrima que passava pela minha bochecha.

Todos começaram a sair da cozinha para fazer as atividades, e suspirei pesado. Droga, droga, mil vezes droga.

- Isso é uma mentira, e se você precisar, eu estou aqui para te ouvir. - Matt sorriu, antes de se levantar e ir em direção á Liv, que era sua dupla.

Vejo Nash vir até mim com um olhar triste, e sinto meu coração ser esmagado novamente.

Ele vestia um moletom preto, junto com uma calça jeans clara frouxa e tênis. Seu cabelo estava em um enorme topete bagunçado, como na maioria das vezes.

Me levanto antes que ele se aproximasse, começando a caminhar em direção ao celeiro.

Asssim que chego na porta da casa sinto uma brisa fria, que me faz querer ter um casaco. Dou meia volta, ignorando Nash e caminhando em direção ao meu quarto para pegar alguma jaqueta.

Nash mais uma vez me acompanha, e eu bufo.

- Tori... - ele começa.

- Não me chama assim, - o corto, parando de andar e me virando para ele, que também parou de andar, me olhando assustado- Não fala comigo, não fica muito perto de mim. Eu tô com nojo de você, entendeu? - digo, olhando diretamente em seus olhos - Eu tô com nojo de já ter beijado você, de já ter abraçado você e mais ainda de ter acreditado em tudo que você disse.

Nash abaixa a cabeça, suspirando triste. 

- Eu só vou colocar um casaco e depois vou fazer as drogas de atividades. Sai daqui, e me faz um favor: Finge que eu não existo. Vai ser fácil para você. - digo, voltando a caminhar em direção ao meu quarto, com lágrimas nos olhos.

Não poderia olhar para ver como ele estava. Nash não podia me ver chorando agora.

Desobedeço totalmente minha mente, dando uma rápida olhada por cima dos ombros, e quase caio da escada ao ver que Nash me olhava, com expressão dolorosa.

Com certeza doeu mais em mim ver aquilo.

(...)

 

Nina point of view 

 

Eu fazia minhas atividades junto á Pietra, mas meu pensamento estava na minha irmã e Giovana. O que houve para elas estarem assim?

- Pietra, - a chamo, e a morena me olha- você sabe de algo que tenha rolado pra Tori ficar brava com Giovana? - pergunto, e ela ri.

- Sério que você não viu ontem, Nina? - ela pergunta.

Nego com a cabeça.

- A sua amiga Giovana e o Nash ficaram. Na frente de todos, para quem quisesse ver. - Pietra disse.

Arregalo os olhos.

- Você está brincando.

- Não estou. Por que está surpresa? Essa Giovana é uma vadia assumida, não é? 

Ignoro o que Pietra disse, totalmente abismada. Como Giovana fez isso? E Nash? Nash parecia gostar de verdade de Tori...

Sinto um aperto no coração só de imaginar com a minha Vi estava. Seu primeiro amor, seu primeiro coração partido. Ela devia estar arrasada, e nenhuma de nós percebeu.

- Alguém além de mim e das garotas não sabe? - pergunto.

- Duvido. Até Shawn disse que foi falar com ela, e vi Matt consolando Tori hoje. Pretendo falar com ela mais tarde, aliás.

Pulo de susto quando a porta abre bruscamente, revelando uma Luiza e uma Victoria assustadas. Elas não deviam estar fazendo as atividades? 

- Os pais da Luiza estão aqui. - Tori fala.

- Eles querem me dar parabéns também. - Luiza completa, com respiração ofegante.


Notas Finais


BAHHJJJJ
COMENTEM
MAIS UMA VEZ, MTMTMTMTMT OBRIGADA PELOS COMENTÁRIOS DO CAP ANTERIOR, FOI TIPO, O MAIS COMENTADO DA FIC KDDKDLDKDDODLD GRITO
MT OBG
COMENTEM
AMO LER OS COMENTÁRIOS DE VCS, ME ANIMA DE UM JEITO KDKDDKDODKD AMO VCS
BJS
O TRAILER DA FIC P QUEM AINDA NAO VIU https://youtu.be/tGtpgmi3V-0


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...