História Summer Love - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Amizade, Drama, Romance, Superação
Visualizações 115
Palavras 2.477
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Romance e Novela
Avisos: Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Os mal entendidos estão se transformando em grandes confusões.
Samantha está ganhando terreno...e Harry fazendo besteira por ciúmes.
É o que temos nesse capitulo.

Capítulo 40 - Guilty


Fanfic / Fanfiction Summer Love - Capítulo 40 - Guilty

Harry procurou por Pietra e não encontrou.

Achou aquilo estranho, afinal porque ela teria ido embora sem avisar ninguém?

Talvez tenha ficado chateada por causa da briga com Nathan, mas nem foi ele quem brigou.

Ligou várias vezes para ela, mas só dava caixa postal e estava decidido a ir a casa dela quando recebeu uma mensagem de texto.

“Desculpa sair sem avisar...não pude evitar. Nos falamos amanhã na escola. Pietra”

_ Algum problema Harry? – Louis se aproximou.

_ Não tenho certeza – ele ainda olhava para o celular – Pietra foi embora sem avisar e agora mandou uma mensagem dizendo que conversamos amanhã.

_ Talvez tenha ficado chateada por causa do Nathan!

_ Pode ser...acha que eu devia ir até lá e descobrir o que aconteceu?

_ Talvez seja melhor esperar até amanhã...ela está bem, cara! – ele sorriu – vamos nos divertir!

Harry se rendeu e se juntaram aos amigos. Niall estava novamente no palco e todos dançavam e se divertiam ao redor. Tinham que aproveitar que os amigos estavam ali, esses momentos eram cada vez mais raros.

Ninguém percebeu que, em um canto discreto, Samantha e suas amigas, comemoravam o fato de que Pietra tinha ido embora, sem falar com Harry, depois de receber a mensagem. E Harry não havia ido atrás dela. Ponto para Samantha! Aquele namoro perfeito começava a ser abalado afinal! Harry Styles em breve estaria chorando em seus braços!

 

Horas mais tarde...

Louis chegou em casa meio alterado por ter exagerado um pouco na bebida.

Talvez tivesse mesmo bebido demais pois, parecia estar vendo Pietra parada em sua varanda!

_ Pietra? O que faz aqui uma hora dessas? – ele disse saindo do carro.

_ Esperando você!- ela se jogou nos braços dele.

_ Ei, o que aconteceu? – ele a envolveu com seus braços – vamos entrar, já é muito tarde.

Louis a levou para seu quarto para não correr o risco de acordar sua mãe e para terem mais privacidade.

A garota ainda estava em seus braços e soluçava baixinho.

_ O que houve Pietra? – ele segurou o rosto dela – Harry disse que foi embora sem se despedir de ninguém. Foi por causa da briga com Nathan? Ele não teve culpa!

_ Harry está me traindo! – ela disse  e sentou-se na cama de Louis.

_ O que? – Louis estava mesmo surpreso – Harry vive e respira você. Por que acha que ele está te traindo?

Pietra mostrou a mensagem e a foto que havia recebido.

_ Quem é a garota?

_ Samantha! Estuda na nossa escola, e ela e Harry parecem muito... amiguinhos ultimamente.

_ Isso não prova nada Pietra! – Louis riu.

_ Eles estão se beijando Louis! - disse indignada.

_ Isso pode ser uma montagem...Harry pode ter uma explicação para isso. – Louis disse sério – mas tem  que conversar com ele, não fugir!

Pietra baixou os olhos e reconhecia que Louis podia ter razão, mas naquele momento ela não conseguiria encarar Harry.

_ É evidente que essa garota está tentando envenenar você contra Harry. Talvez ela o queira mas, eu sei que o meu amigo, não vê outra garota além de você! – Louis secou as lágrimas dela – mostre a essa garota que você é superior e que ninguém vai tirar o Harry de você!

_ Você é um bom amigo, Lou! – ela acariciou o rosto dele.

_ Eu amo você Pietra e odeio ver você triste – ele disse olhando nos olhos dela – eu amo Harry e sei que você é a razão da felicidade dele. Esse garoto já passou por tanta coisa na vida...

_ Harry mudou Lou...está mais confiante e se misturando mais com as pessoas. As vezes ele se mostra agressivo e defende os outros, como você fazia. – ela riu de leve – ele se tornou um líder, todos o admiram e respeitam, mas ele ainda é inocente e ingênuo em alguns aspectos. Isso me preocupa! As vezes eu sinto que não o conheço mais...

_ Mudanças são normais Pietra, fazem parte do nosso amadurecimento. Nós também não somos mais os mesmos de quando no conhecemos. – Louis disse pensativo – Harry tem sua própria batalha interna e isso o está mudando. Isso pode ser bom, ele está ficando mais forte e talvez pare de nos dar sustos.

_ Eu sinto sua falta, sabia? – ela o encarou sorrindo.

_ Não me olhe assim Pietra... – ele pediu. – uma coisa não mudou, eu ainda sou apaixonado por você!

_ Louis... – ela se levantou e virou-lhe as costas.

Louis a abraçou  por trás e ela recostou a cabeça no peito dele. O rapaz aspirou seu doce perfume e beijou seu pescoço, arrepiando-a.

_ Por que você tem que ser tão linda? Por que tem esse estranho poder sobre mim? – ele murmurava junto ao ouvido dela – por que tem que ser a amada do meu melhor amigo?

Pietra se virou para ele e acariciou seu rosto torturado. Por que ela não conseguia sair dos braços dele? Por que não conseguia desviar os olhos daquela sua linda boca?

Louis a beijou sem que pudesse mais resistir e Pietra correspondeu ao beijo. Abriu os lábios e recebeu aquela língua avida em sua boca. O rapaz gemeu e a estreitou em seus braços, enquanto ela passava os braços pelo seu pescoço, aprofundando o beijo.

Pietra sabia que Louis estava meio alterado pela bebida, sabia que ele era apaixonado por ela, sabia que aquele garoto era o melhor amigo do seu namorado...motivos suficientes para que ela se afastasse dele naquele momento! Mesmo assim ela se deixou levar e não protestou quando ele a guiou até a cama, sem parar de beijá-la. Ajudou Louis a se livrar da camiseta e pode admirar aquele belo corpo, aquelas tatoos, aquele peito forte e o abdômen firme, sua linha V que levava ao caminho da perdição...

Gemeu quando Louis começou a beijar-lhe o pescoço enquanto, com dedos ágeis abria os botões de sua blusa, revelando sua lingerie e a pele alva de sua barriga. Louis resfolegou e se afastou dela.

_ O que está fazendo comigo Pietra? – ele virou-lhe as costas – não podemos fazer isso! Eu não posso fazer isso por mais que eu queira. Eu estou bêbado demais para pensar direito agora e amanhã...vamos nos arrepender disso!

_ Lou... – ela tocou as costas dele e ele gemeu.

_ Por favor Pietra...é melhor você ir embora agora!

Pietra achou melhor não insistir, se recompôs e saiu do quarto em silencio. Louis socou a porta com a cabeça diversas vezes. Como chegaram a esse ponto? Não devia deixa-la ir embora sozinha, já era muito tarde, mas ele estava bêbado demais para dirigir e além disso, não confiava nele mesmo, estando sozinho com ela.

Então fez a ultima coisa que queria fazer naquela noite...

 

Harry ainda estava no Nando’s com os amigos quando Louis ligou, parecia alterado e disse que Pietra esteve na casa dele e que agora estava indo embora sozinha.  Já era muito tarde, então Harry nem hesitou, despediu-se dos amigos e  saiu para a casa de Louis em alta velocidade.

Avistou sua namorada caminhando de cabeça baixa, umas duas quadras a frente da casa de Louis.

_ Ei anjo...está perdida?

Pietra apertou o passo e continuou andando. Não o reconheceu? Harry desceu do carro e chamou por ela.

_ Pietra?

_ Harry! – ela correu para os braços dele – o que faz aqui?

_ O que você faz sozinha pelas ruas, uma hora dessas! – ele a apertou em seus braços – Lou me ligou dizendo que esteve na casa dele. O que está acontecendo?

_ Me leva daqui? – ela escondeu o rosto no peito dele.

_ Quer que eu a leve pra casa?

_ Não. – ela o olhou nos olhos – quero ficar com você essa noite.

Harry a beijou de leve e a levou para casa. Estavam no quarto dele e ela estava sentada na cama, em silêncio.

_ Quer tomar um banho e colocar uma roupa mais confortável?- ele disse, saindo do banheiro.

_ Sim.

Harry ficou olhando o modo estranho que ela estava agindo, mas esperou que ela tomasse o banho para conversar sobre aquilo. Deitou-se na cama e bocejou, nem tinha percebido o quanto estava cansado e havia bebido mais do que devia naquela noite. Pietra se demorou no banho e ele acabou adormecendo.

Pietra saiu do banho e olhou seu lindo anjo dormindo. Sentiu-se imensamente culpada por ter beijado Louis, por ter deixado as coisas irem tão longe. Não devia ter gostado daquilo, mas ela sentia que não era totalmente imune aos encantos de Louis Tomlinson afinal.

Então, lembrou daquela foto de Harry beijando Samantha e do que Louis dissera sobre isso. Talvez Harry pudesse explicar afinal e estava claro que aquela garota estava tentando separar os dois. Não seria tão fácil assim. Pietra não estava pronta para perder Harry e não desistiria sem lutar.

Deitou-se ao lado do namorado e beijou seus doces lábios, sentindo-o gemer baixinho quando ela se deitou em seu peito ele a aconchegou mais no abraço. Seus corpos se encaixavam perfeitamente e ela sabia que ali era seu lugar de direito e ninguém iria lhe tirar isso.

 

No dia seguinte...

Louis acordou com uma insuportável dor de cabeça e sentia-se ainda mais miserável por se lembrar do que havia acontecido na noite anterior...

Primeiro a alegria de rever os amigos no Nando’s, sentia uma falta imensa daquela turma. E poder rever Pietra, a maneira como ela olha pra ele, como o abraça.

E então aquela discussão com Nathan, quando aconselhou Harry a não se meter com o cara, e acabou ele mesmo agredindo o idiota, depois das piadinhas sobre Harry ser seu namoradinho! Louis não tinha nenhuma duvida sobre sua sexualidade ou a de Harry, e não tinha vergonha de dizer que amava Harry e todos sabiam que tinham uma ligação muito forte. Nathan não era a primeira pessoa que insinuava algo do tipo e Louis nunca havia se importado de verdade com isso, mas a maneira como ele falou que transformaria a vida de Harry em um inferno, aquilo o deixou cego.

Sabia que Harry podia se defender fisicamente e como já era muito popular na escola, outros o defenderiam. Mas Louis odiava não estar mais lá, porque sabia que Nathan poderia atingir Harry de outras formas e isso não acabaria bem. Harry estava mudado, como Pietra disse, mas seus velhos fantasmas internos ainda estavam lá e poderiam ser colocados para fora, se o garoto fosse colocado sob muita pressão.

E para completar sua noite, encontrou Pìetra em sua casa, aos prantos por causa de uma possível traição de Harry. Louis não acreditava nisso, provavelmente aquela foto era armação, aquela garota talvez quisesse separar os dois para ficar com Harry, era o mais provável.

Mas em algum momento, no meio de sua bebedeira e perdido nos olhos de Pietra, ele havia se esquecido de Nathan, Harry e todo o resto ao redor. Apenas conseguia se concentrar naquela garota diante de si, naquela boca que era sua perdição...então a beijou e ela correspondeu...ele a tinha em seus braços, em sua cama e havia sonhado com aquilo milhares de vezes, desde a primeira vez que a viu.

Sentia aqueles lábios contra os seus, sentia as mãos dela retirando sua camiseta e suas peles se tocando. Nada poderia ser mais perfeito, mas nesse momento ele se lembrou quem ela era, a namorada do seu melhor amigo! Uma pessoa que ele não suportaria magoar! E afastou-se...

Como encarar os dois agora? Imaginava que Pietra estava com Harry agora, pois havia ligado para ele ir busca-la, não suportava a ideia de que ela estivesse andando sozinha pela ruas, de madrugada. Esperava que ela tivesse se entendido com Harry e dado um boa desculpa por estar em sua casa uma hora daquelas.

 

Harry acordou sentindo Pietra em seus braços, dormindo tranquilamente. Sorriu e a beijou de leve. Levantou-se com cuidado para não acordá-la e estava deixando o quarto quando o celular dela começou a vibrar, havia uma mensagem... ele hesitou antes de ler, mas a curiosidade foi maior, talvez fosse a mãe dela preocupada por ter dormido fora.

“ Como foi sua noite com Louis? Harry sabe do seu segredo?”

Havia uma foto de Pietra e Louis abraçados na porta da casa dele.

Harry olhou a namorada novamente, sem poder acreditar que estava sendo enganado pelas duas pessoas em quem ele mais confiava. As pessoas que ele mais amava! Por isso ela foi embora sem avisar? Por isso Louis foi o primeiro a se despedir  e ir embora? Tinham um encontro?

Sentiu que seu coração se partia em mil pedaços, mas engoliu o choro. Vestiu-se, arrumou suas coisas e foi para a escola deixando Pietra ali dormindo!

Foi um dos primeiros a chegar na escola e como ainda era muito cedo, resolveu dar um mergulho. Precisava treinar e manter a cabeça ocupada, ou ficaria maluco. Percebeu quando mais alguém entrou na água, mas ignorou, até notar Samantha parada bem ao seu lado.

_ Bom dia Harry... – ela o olhava maliciosa – caiu da cama?

_ Mais ou menos isso – ele sorriu – pensei que não soubesse nadar.

_ Estou treinando... – ela se aproximou mais dele – pode me dar umas aulinhas particulares?

_ O que eu ganho com isso? – ele riu malicioso.

_ O que você quiser! – ela passou os braços pelo pescoço dele provocando-o – posso até pagar adiantado...

Harry sorriu e Samantha o beijou. Ele sabia que não devia, ainda pensava em Pietra mas estava magoado por ter sido traído, então puxou a garota para seus braços e a beijou com paixão. Sentia as mãos dela deslizando por seu corpo  e ele fez o mesmo, deslizando os dedos por entre suas pernas fazendo-a arfar e gemer contra sua boca. Mordeu-lhe o pescoço, deixando uma marca ali, mas não se importou e continuou descendo a boca em direção aos seios dela. Arrancou o biquíni que ela usava e beijou seus seios, lambeu e sugou seus mamilos com vontade, fazendo-a arquear o corpo para trás como se pedisse mais.

Samantha estava descontrolada, sentindo os dedos de Harry no meio de suas pernas e aquela boca por todo o seu corpo. Ele era realmente muito gostoso e ela estava surpresa por ele ter se rendido tão fácil aos seus caprichos. Enfiou sua mão na bermuda que ele usava e sentiu seu membro duro, ela o acariciou devagar e sentiu o garoto gemer em seu pescoço.

Rapidamente Harry arrancou a parte de baixo de seu biquíni e a possuiu com urgência dentro da piscina mesmo. Ela colocou as pernas ao redor do quadril dele e facilitou suas estocadas vigorosas que levou os dois a loucura e atingiram o clímax juntos.

Harry se afastou ofegante depois disso, se recompôs e saiu da piscina apressado. Samantha sorriu vitoriosa. Podia ver a culpa nos olhos dele, mas foi a melhor transa que ela já tivera nos últimos tempos e ela queria mais.

Harry Styles agora estava em suas mãos embora ainda não soubesse disso!

 


Notas Finais


Agora sim, a coisa toda fodeu!!!
Aguardando os comentários...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...