História Summer Memories - Camren - Capítulo 54


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Personagens Originais
Tags Camren, Comedia, Drama, Romance
Exibições 737
Palavras 1.679
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Lá vai mais um cap para vocês,feliz dia das crianças.

Capítulo 54 - Perseguição


P.O.V  Lauren

- Eu vou ficar com esse quadriciclo com a Camz – Apontei para o quadriciclo vermelho com preto – O outro,vocês escolhem.

Eu e as meninas estamos na praia com dois quadriciclos,um vermelho com preto que eu escolhi e o outro é amarelo com branco.Viemos aqui para nos diverti e esquecer de todos os problemas,sentei na “moto” e a Camz foi na garupa.Tava uma briga entre Dinah,Vero e Taylor sobre quem vai pegar o quadriciclo,neguei com a cabeça e olhei para frente vendo a pessoa que eu nunca mais queria ver.

- Mas o que? – Camila ficou de boca aberta vendo.

- Gente é a Cara – Dinah e Vero se aproximou.

Cara a nossa ex amiga nos avistou e passou a mão no rosto,espera ela está chorando? Taylor correu indo em direção a Cara e se jogando no colo da mesma,minha irmã conhece a nossa ex amiga já que a Cara vivia em minha casa para conversar ou jogar vídeo game.Corri atrás da Tay e as meninas começaram a me seguir.

- Vamos Tay – Peguei no braço da minha irmã.

- Laur,é a Cara. – Falou ainda abraçada com a traidora.

- Lauren,por favor me escute – Pela primeira vez a Cara se pronunciou – Eu quero que vocês me escutem.

- Não temos nada para escutar você – Dinah disse fria.

- Pra mim,você morreu – Vero disse bem séria,é bem raro ver ela assim.

- Não quero escutar nada vindo de sua boca – Fui grossa.

- Lauren – Camila me repreendeu e eu a olhei sem entender – Cara,pode falar nós iremos ouvir.Eu quero que vocês fiquem quietas e escutem ela.

Bufei e a latina beliscou meu braço fazendo eu soltar um gemido de dor,cruzei meus braços e vi a Cara abaixando a cabeça com lagrimas nos olhos.Senti meu coração se apertando de ver ela assim,Delevingne sempre foi a minha amiga junto com a Vero e então do nada ela faz a burrada de preferir a Taylor do que a nós,não posso ceder tão fácil.

- Eu errei muito feio com todas vocês,falei coisas que não deveria.Eu fui traída pela pessoa que eu jurei amar,como eu pude ser tão burra a esse ponto?

- O que aconteceu Cara? – Ally perguntou preocupada.

- Eu cheguei em casa e vi que a Taylor estava no meu quarto conversando com um cara.Tenho certeza que era o Shawn,ela falava que eu era trouxa e que me enganava certinho com o seu charme.Mas uma coisa me magoou mais,ela disse que vai acabar com a Lauren e com a Camila,mas quem vai sujar a mão vai ser o Shawn que vai fazer esse trabalho. – Cara disse tudo de uma vez e limpou suas lagrimas – A recompensa será em dinheiro e também na cama.

- Mas que vadia – Lucy disse entre os dentes.

- Mais uma informação para nós – Ariana disse abraçando a Ally. – Lorde morreu.

- To sabendo disso – Delevingne revirou os olhos – Inda bem,mas por favor me perdoem pela idiotice? Eu só fui perceber isso agora,eu fui tão estúpida.

- Deveria ter nos ouvido – Falei a encarando.

- Lauren você não entende – Cara negou com a cabeça – Já pensou se a Camila fosse que nem a Taylor? Você toda amarradona nela e do nada descobre o que ela aprontava,é tão difícil.

- Cara,recomendo que você desapareça da vida de Taylor e não volte mais para aquela casa – Normani disse – Pode ser perigoso,não sabemos todo o plano de Taylor.

- Eu tenho um apartamento e eu posso ir para lá.

- Todas erram nessa vida e devem ter uma segunda chance – Camila disse e eu e a olhei,ela está ficando louca? – Eu te perdôo.

- Obrigada Mila.

- Eu também te perdôo – Ally,Mani,Lucy e Ari disseram e a Cara agradeceu.

- Mas nem a pau eu vou te perdoar – Falei revirando os olhos – Vamos logo dar uma volta.

Vero e Dinah foram as primeiras saírem de lá,puxei a Camila comigo para voltarmos no nosso quadriciclo.Vi a minha irmã dando um beijo na bochecha de Cara e eu revirei os olhos,logo ela estava abraçada com a Sofi.Minha filha ficou com os avós,sentei na “moto” e a Camz sentou atrás de mim.Quem ocupou a outra moto foi Dinah e Vero,meu Deus.

- Se segura Camz – Falei já ligando o quadriciclo.

- Pode deixar.

Acelerei e comecei a dirigir pela areia,olhei para trás vendo a Dinah dirigindo enquanto a Vero gritava que nem louca.Acelerei mais ainda fazendo as areias voar e a minha esposa segurar forte em minha cintura,fiz uma curva quase ficando de duas rodas e dei um cavalinho de pau causando um barulho.Aproveitei que só é seguir reto e virei meu rosto para o lado.

- Cadê o meu beijo? – Apontei com uma mão para a minha boca.

- Lo.. – Continuei apontando e a mesma balançou a cabeça.

Camila colou seus lábios nos meus e eu desacelerei um pouco a “moto”,mordi seu lábio carnudo e a minha língua entrou em sua boca.Suspirei de olhos fechados e aproveitei aquele gosto maravilhoso que só ela tem,minha esposa chupou a minha língua e eu sorri contra a sua boca.Ouvi uma buzina e me separei da minha latina vendo que foi a Dinah que fez aquilo.Mostrei o dedo do meio para elas,voltei acelerar seguindo as minhas amigas e ouvi um barulho esquisito no quadriciclo.

- Ouviu isso Lo? – Camila perguntou em meu ouvido.

- Ouvi,que estranho.

Um novo barulho soou novamente e eu vi uma pequena fumaça atrás,do nada o quadriciclo para no meio daquela areia fazendo meu corpo com o de Camila jogar para frente caindo no chão rolando pelo mesmo.Gemi alto e a poeira foi subindo para piorar,senti meu braço ralado junto com as minhas costas.Assim que parei de rolar,olhei para a minha esposa preocupada.Vi que a Camila está jogada mais para frente.

- CAMZ – Gritei por ela.

- Estou bem,eu acho – Camila disse com sua voz fraca – Meu corpo dói.

- Vocês estão bem? – Dinah e Vero parou do meu lado.

- Acho que sim – Respondi e a Vero pegou a Camila trazendo para perto de mim.

- Sabe o que aconteceu? – Camila perguntou tentando se levantar mas gemeu de dor.

- Fios cortados e colocaram algo no escapamento – Dinah disse depois de olhar o quadriciclo – Como isso foi acontecer?

- LAUREN OLHA – Ouvi o grito da Ariana que apontou para uns arbustos.

Olhei para os arbustos e vi o babaca do ano,Shawn Mendes.Só pode ter sido ele para ter cortado os fios da moto e ter aprontado algo a mais,a raiva tomou meu corpo e eu levantei num pulo ignorando a dor do meu corpo.O Mendes correu rapidamente até o seu quadriciclo branco,montei no quadriciclo de Dinah e liguei o mesmo acelerando.

- LAUREN – Ouvi as vozes das meninas.

Não liguei e continuei seguindo o babaca,troquei a macha para aumentar a velocidade e passei com meu quadriciclo pelo arbusto e a minha “moto” caiu para a pista do outro lado,a adrenalina percorreu meu corpo e continuei acelerando quase colando nele.Cortei alguns carros que buzinavam ou me xingavam,Shawn ficou na frente de uma Kombi e eu tive que passar para a contra mão.Me concentrei para não bater no carro ou acabar morrendo.

Ouvi um barulho de moto que passava rasgando pelos carros,olhei do meu lado vendo a Camila dirigindo uma moto Cross e a Cara na garupa,da onde essa doida tirou essa moto? Deixei para pergunta isso depois e vi a minha esposa rasgando mais alguns carros chegando perto do Shawn.Voltei para a pista certa e colei na moto em que a Camila está.

- Camila,cuidado – Gritei vendo que o Shawn queria bater na moto. – Pensa Lauren – Falei comigo mesmo.

Tinha uma curva bem sinistra e para a minha velocidade eu poderia morrer já que não conseguiria virar,ouvi uma grande buzina e vi o meu jipe.Vero está dirigindo quase colando atrás de mim com as meninas dentro do carro,todo mundo decidiu ficar louco hoje? Voltei meu foco para a curva que cada vez se aproximava.

Só há um jeito de fazer aquela curva,quando se aproximou fui desacelerando aos poucos e apertei o freio com tudo.Virei o guidão para a curva e os pneus foram cantando deixando marca preta no chão,quase fecho meus olhos na curva.Respirei aliviada assim que percebi que eu conheci,vi que caímos do outro lado de Caribe onde tem muitas arvores em voltas e matos,Shawn acabou errando e seu quadriciclo foi parar no meio daqueles matos cada vez caindo.

- CHUPA BABACA – Ouvi a voz de Vero.

Parei meu quadriciclo no acostamento e desci do mesmo vendo o Shawn capotando e sendo esmagado pela sua “Moto”,o quadriciclo dele começou a vazar gasolina aos poucos e foi soltando um fumaça.Mendes começou a se rastejar tentando se afastar da moto e senti os braços de Camila rodeando a minha cintura,deitei sua cabeça em meu pescoço tampando a sua visão e logo ouvi um barulho de explosão.

- E-ele,morreu – Ally foi a primeira a falar ficando de boca aberta.

- Não esquenta com isso,a culpa foi dele – Normani disse tentando acalmar a baixinha.

- Nossa – Camila disse erguendo a cabeça – Já são duas pessoas que morrem.

- Não é a nossa culpa amor – Dei um selinho nela – Agora me diz,na onde arranjou aquela moto?

- Cara me emprestou – Falou sorrindo de lado.

- Estou orgulhosa de você – Beijei sua testa – Achei sexy você dirigindo.

- Para Lo – Camila voltou a esconder seu rosto em meu pescoço – Lolo,você podia dar uma chance a Cara.Por mim? Por favor.

- Não sei Camz.

- Lolo,ela nos ajudou e ainda emprestou a moto. – Minha esposa fez um bico.

Mordi aquele bico lindo e me afastei dela vendo a mesma sorrir,olhei para cada uma das meninas vendo as mesmas olhando para o acidente.Só falta eliminar a Taylor agora,estamos fazendo o certo,sorri para cada uma das meninas que sempre estão comigo.Elas são a minha família,parei em frente a Cara que me olhou.

- Obrigada por nos ajudar – Falei um pouco baixo,mas as meninas ouviram.

- De nada,só quero me redimir. – Cara abaixou a cabeça e eu dei um soco amigável em seu braço e a mesma me olhou sorrindo.


Notas Finais


3/5


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...