História Summertime - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Diversão, Jeju, J-hope, Jungkook, Kim Seokjin, Namjoom, Park Jimin, Romance, Suga
Visualizações 21
Palavras 645
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ecchi, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


❧ Olá pessoas! Estou reescrevendo essa fanfic por motivos meio óbvios né, eu achei meio lixo o final da antiga, então vamos escrever outra, o que acham? Os capítulos terão data de publicação, apenas postarei nos fins de semana.

❧ Espero que gostem e boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo 01 - Julie White


Fanfic / Fanfiction Summertime - Capítulo 1 - Capítulo 01 - Julie White

- Julie POV's -

São sete horas da manhã e eu estou super atrasada para o trabalho. Acho incrível o fato que os meus pais nunca me acordam na hora certa quando vou trabalhar! Incrível. Ah, sim, eu tenho 19 anos e ainda moro com meus pais e trabalho em um mercado pela manhã. Eu poderia pular o fato de "trabalhar" e ir direto para o dinheiro, meus pais são ricos, mas preciso do dinheiro pra outra coisa. Não posso simplesmente pedir à eles algo que com muito orgulho posso dizer: "Consegui sozinha!"

- Obrigada mãe! Me acordou bem na hora certa. - falei em um tom irônico, enquanto descia as escadas. -

- Não precisa acordar cedo para trabalhar, só precisa terminar o terceiro ano e ir direto para a faculdade. - disse ela sorrindo. -

Para meus pais, eu não preciso trabalhar pra ganhar, eu só preciso pedir a eles. Mas isso seria totalmente injusto, pois preciso do dinheiro para uma viagem que eu e minhas amigas preparamos isso desde o primeiro ano do Ensino Médio e agora que somos todas de maiores, podemos viajar. Enquanto penteio meu cabelo já liso e loiro, vejo uma foto colada no espelho das meninas comigo e penso na viagem, pensando: Cara, falta pouco! Foram tantos anos de amizade, não posso esperar pelo dia dessa viagem.

- Mãe, tô indo ao mercado. - falei indo até a porta de casa. -

- Sabe que seu pai pode te levar, não sabe? - ela disse preparando o café da manhã na cozinha. -

- Sei, mas não precisa... Não é tão longe assim, posso ir. - falei pegando as chaves de casa. -

Ela não confia onde vou. Sempre querem ter a certeza do lugar que estou indo, apenas queria ser um pouco livre. As vezes penso que o maior medo deles é perder a única filha perfeita para o mundo afora.

- John, pode levar sua filha até o trabalho? - ela disse me ignorando completamente. Bufei, pois essa ela fez de propósito. -

- Por mim tudo bem, e por você Julie? - disse ele sorrindo e fechando seu jornal matinal. -

- É o único jeito mesmo. - bufei e sai andando. -

Sou filha única, e não, não sou mimada. Apenas não queria ter tudo isso. Quem precisa de quatro carros na garagem, sendo que sua família é constituída por três pessoas e uma delas não sabe nem pra onde vai dirigir? Desnecessário. Meus pais agem como se eu ainda fosse criança e isso não vai mudar tão cedo. Quem sabe a viagem não ajuda?

- Pai, o que acharia de uma viagem pra fechar o terceiro ano? - falei sentada no banco da frente no carro de pai, ele estava vidrado no volante escutando aquelas música de rock bem velhas, tinha um ótimo estilo musical. -

Eu ainda consigo falar sobre isso com meu pai, minha mãe diria: "Você é louca? Vai começar sua faculdade!" e nunca deixaria eu fazer isso com minhas amigas ou qualquer outra pessoa que me acompanhasse nessa tal viagem.

- Legal. E pra onde iríamos? - disse enquanto dirigia com um sorriso nos lábios. -

- Eu pensava em viajar com as meninas... - falei em um tom baixo. -

Ele olhou pra mim e respirou fundo. Ops, acho que falei algo errado.

- Sabe que quando voltasse teria que começar a faculdade, não é? - ele disse. -

Concordei com a cabeça e ele logo sorriu.

- Mas, seria uma ideia legal. - disse ele sorrindo. -

Fico das sete às onze no mercado como caixa e recebo uma quantia boa e pela tarde, vou para o Colégio para as últimas aulas. No intervalo, pego o celular e vejo a mensagem de Danyella, a mais leal de todo nosso grupinho.

"Vamos juntar os dinheiros hoje! Último dia."


Notas Finais


❧ Um feliz dia dos pais para todos e para mim, um feliz aniversário (ahsuahsuahsu psé) Espero que tenham gostado deste Prologue curtinho e até a próxima semana! Kissus aos leitores.

❧ Comentem o que acharam da Julie e de sua personalidade, isso ajuda bastante no rendimento da fic. Obrigada por lerem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...