História Summertime. - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Califórnia, Diversão, Jungkook, Namjoom, Park Jimin, Romance, Suga
Exibições 32
Palavras 1.027
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Postando meio tardinha, mas tá aí :3
Espero que estejam gostando!

Capítulo 20 - Ao meu lado.


Fanfic / Fanfiction Summertime. - Capítulo 20 - Ao meu lado.

​- Danyella On. -

​Fomos até a lanchonete do hospital comprar algo para beber. Eu tremia tanto de nervosismo e ele percebia isso. Nos sentamos em uma mesa ali perto, eu estava uma pilha e não parava de morder os lábios de tão nervosa.

Jungkook: ​Ei... - pegando na minha mão. - ​Ela vai ficar bem, relaxe um pouco. Há quanto tempo vocês se conhecem?

Respirei fundo e olhei para o copo de café que estava em minha frente, estava muito frio no hospital e eu estava basicamente de pijama ali.

Eu: ​No nono ano do fundamental. Mia tinha acabado de chegar no país e não conhecia ninguém que pudesse entende-la. Entrei na biblioteca e ela estava lendo sobre a língua do país, pensei que pudesse ajudar ela a entender. E hoje está ai, firme e fluente no inglês.

Ele sorriu e bebeu um gole de seu café. Realmente eu estava morrendo de frio.

Eu: ​Não sei o que eu seria sem a Mia. Amo ela igual todas as outras meninas. Todas nós combinamos apesar das totais diferenças de personalidade, e não é coisa passageira. Somos amiga há anos, não pode acabar tão fácil assim...

Jungkook: Não sei o que faria se acontecesse algo com meu irmão. Realmente não saberia! Ele cuida de mim mais do que minha mãe cuida. ​- disse sorrindo. -

​Tremi. O frio era imenso naquele hospital e Jungkook percebeu.

Jungkook: ​Meu Deus, você está com muito frio mesmo, não é? - disse tirando seu casaco. - ​Tome, vista. Vai ajudar..

Peguei seu casaco e coloquei, estava meio frio também mas ajudou a esquentar um pouco.

Jungkook: ​Vão precisar de roupas e de lençóis para dormir um pouco aqui até de manhã. Posso ir pegar agora.

Eu: ​Verdade, poderíamos ir em casa agora. Daria tempo de eu tomar um banho rápido, vamos.

Fui para casa com ele e Luna, que precisava dormir um pouco. Ele é uma ótima pessoa.

​- Julie On. -

Foi Taehyung que encontrou Mia. Como ele estava la? E como ele sabia o telefone? Ele me viu sentada com Beatrice e se aproximou.

​Taehyung: Posso sentar aqui?

Beatrice: Claro. Vou ver como Hoseok está, Julie. ​- disse se levantando. -

Eu: Não agradeci a você por ter ajudado a Mia. Muito obrigada... Mas o que fazia no momento? ​- estranhando. -

Taehyung: ​Eu estava no mesmo restaurante que ele e vi a cena dela com outro rapaz. Ela deixou o celular na mesa, e aquele rapaz também. Segui ela para devolver até encontrar ela desmaiada. Entendo sua preocupação...

Eu: ​Não, não estou reclamando! Eu sou muito grata à você por ter encontrado ela a tempo, mas é estranho, entende?

Passamos alguns minutos conversando e ele assumiu que ligou porque mexeu na lista de contatos de Mia. Fiquei mais tranquila depois que ele explicou tudo.

Eu: Ótimo, agora confio mais em você. - disse sorrindo. -

Taehyung: ​Confia mesmo? Prove. Saia comigo na segunda para jantarmos juntos.

Eu: ​O que? Não posso, vou ter que ficar de olho em Mia, Tae não posso.

Taehyung: ​Tem mais três garotas na casa, como elas sozinhas não podem cuidar da Mia? Não adianta fugir!

Sorri e ele se levantou. Ele tinha um sorriso muito bonito e ao mesmo tempo, sexy.

​Taehyung: ​Manteremos contato, agora preciso ir. Não sei o que direi aos meus irmãos mais novos. - disse sorrindo. -

​Ele beijo minha mão de forma delicada e pude sentir meu rosto ficando vermelho. O que foi isso? Olhei meu celular e tinha mensagens de Jimin. Mandei uma mensagem chamando ele para o hospital, precisava do apoio dele. Sai do hospital e estava um nevoeiro frio do lado de fora, vi ele se aproximando aos poucos com seu casaco fofo. Não tive tempo de falar e ele chegou em beijando e me abraçando com força.

Jimin: Você está bem? - disse me abraçando. -

Eu: ​Sim, precisava de você aqui comigo. Ao meu lado.

Jimin: ​Assim que vi a mensagem, sai escondido. Não podia deixar você aqui sozinha...

Eu: ​Não estou sozinha, estava com Beatrice, o primo de Mia e o rapaz que encontrou a encontrou, um tal Taehyung.

Ele arregalou os olhos e me soltou imediatamente, estranhei.

​Jimin: Kim Taehyung? - disse falando baixo. -

Eu: ​Sim. Por que? Algum problema? Você conhece ele?

Jimin: Estudamos juntos quando criança. Não quero você perto dele, entendeu? ​- ele me pegou com força e senti seu corpo quente contra o meu. -

​Ficamos face a face e nos beijamos. Não era a hora certa, mas aquele beijo me confortava. Me sentia bem.

​Jimin: Você está azul de frio, vamos entrar. - disse pegando na minha mão. -

​Nos sentamos perto da porta da sala de Mia e me deitei no ombro dele. Acabei cochilando com aquele seu cheiro bom. Ouvi Danyella chegando com os cobertores e colocando um sobre mim.

Danyella: ​Obrigada por vim, Jimin. Ela precisa muito de você nessa hora.

Senti que ele mexeu a cabeça e abri uma pequena brecha de meu olho e vi Dany sentando em uma cadeira do lado da porta da sala 6 com Jungkook em seu lado, ela também cochilou em seu ombro.

- Danyella On. -

​Cochilei no ombro dele. E eu ficava pensando: Eu deveria ter contado para Jin que ela estava aqui? Ele iria querer ver Mia? Parei de pensar nisso quando o médico saiu da sala em que Mia estava. Me levantei imediatamente.

​Eu: Doutor? Como ela está? Ela vai ficar bem? - me levantando rápido. -

Médico: ​Ela vai ficar bem. Demos tranquilizante para ela e agora ela está dormindo, ela terá alta se não acontecer nenhuma mudança em seu organismo, provavelmente amanhã pelo horário da tarde. Ela está estável e seu corte na cabeça já foi fechado.

Meus olhos se encheram de lágrimas e Jungkook me abraçou forte.

Jungkook: ​Posso passar a noite aqui com você, por mim tudo bem.

Finalmente, eu podia dormir tranquila. Dormi meio que abraçada com ele e ele aceitou normalmente. Agora vou tentar dormir as poucas horas que restam antes do amanhecer.

- Mia On. -

Onde estou? Como vim para aqui? Cadê o Seokjin? 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Obrigada por lerem e comentem o que estão achando! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...