História Summertime. - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Califórnia, Diversão, Jungkook, Namjoom, Park Jimin, Romance, Suga
Exibições 28
Palavras 854
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Obrigada por lerem, fiz curtinho para dar suspense! Espero que gostem :3

Capítulo 25 - "Murder."


Fanfic / Fanfiction Summertime. - Capítulo 25 - "Murder."

- Julie On. -

Coloquei um vestido bastante casual para o momento e um batom vermelho elegante. Não que seja um encontro, mas quero estar bonita. [1]. Amarrei o cabelo de um jeito fofo e coloquei um perfume que nunca usei antes. Eu não podia dizer as meninas que ia encontrar um cara, então quando desci as escadas, disse outra coisa.

Danyella: ​Uau, olha ela. Está tão arrumada para jantar. - disse sorrindo. -

Eu: ​Vou jantar com o ex dono da casa, vamos ter uma conversa sobre podermos alugar a casa mais vezes, ou até mesmo morar nela!

Beatrice: ​Não brinca? Serio? Podíamos morar aqui depois de formadas!

As meninas ficaram bastante empolgadas com o que eu disse. Na verdade, eu até podia contar isso para Taehyung. Foi fácil achar o restaurante, ainda mais com ele me esperando na porta. Ele pareceu surpreso em me ver.

Taehyung: ​Pensei que não viria, Julie. Você está magnífica. - disse de boca aberta. -

​Sorri meigamente e ele beijou minha mão. Sentamos em uma mesa para dois e ele pediu vinho, nossa, ele é elegante. Ele me observava, mas o que eu estranhava era que ele não olhava pra minhas pernas ou meus decotes e sim para meus olhos. Ele me encarava tão forte que eu quase pude entender o que ele estava pensando. Em alguns momentos, eu também o encarava mas era difícil manter o olhar.

Eu: ​Então, eu estava conversando com as meninas hoje, e comentamos algo de comprar a casa...

Taehyung: Uma ótima ideia, Julie. - disse sorrindo. -

​Estranhei. Foi tão fácil, apenas falei sobre o assunto.

Taehyung: ​Tudo para deixar você feliz, garota.

O celular dele apitou e lembrei do meu na bolsa, olhei e não achei. Esqueci. Jimin vai ficar bastante preocupado. Mas enfim, jantamos e ri bastante com a presença de Tae, ele sabia como me fazer rir.

Taehyung: ​E o que vai fazer quando voltar das férias? ​- bebendo um gole do vinho. -

​Eu: ​Pretendia começar uma faculdade de direito. Sei lá, apenas pretendo...

Taehyung: ​Direito? Meu Deus, essa garota aqui é fogo! - disse apontando para mim. -

Eu: Eu apenas gosto. - disse sorrindo. - ​È nessa profissão que você pode olhar bem nos olhos de um assassino e entender o que ele pensa. Eu me sinto bem entendo o lado de cada um.

Ele riu e levou uma garfada do macarrão com brócolis até a boca. Foi uma noite divertida e nunca fiquei tão bem acompanhada a minha vida toda. Ele insistiu em me levar em casa! Perto da casa, estava frio e já deviam ser umas meia noite e poucas.

Taehyung: ​Amei nossa noite, foi perfeita.

Eu: ​Eu que devo agradecer! Obrigada pelo convite e sua presença foi incrível, precisamos sair mais.

Nesse momento, um carro desconhecido passou rápido por nos dois e estacionou exatamente na minha porta da minha casa. Estranhei.

Taehyung: ​Estão esperando visitas?

Jimin desceu do carro e não parecia estar feliz. Ele veio bufando em minha direção e Taehyung observava.

Eu: ​Jimin? O que está acontecendo?

Ele não me respondeu, apenas segurou meu braço com força e me afastou de Taehyung. Não estava entendendo nada.

Jimin: ​Você é maluca?! Eu disse para não falar mais com ele! E onde você estava? Liguei mais de dez vezes! ​- falando alto. -

​Ele apertava meu braço, que doía cada palavra que ele falava. Taehyung apenas olhava essa cena.

Jimin: Você nunca mais vai ver ela. - disse apontando para Taehyung. - ​Deixe ela fora disso, senão eu acabo com você!

Taehyung: Calma, apenas levei ela para passear, Jimin. - falando calmamente. -

Jimin: ​Não importa para onde leve ela. Se encostar um dedo nela... Eu mato você.

Comecei a ficar nervosa. Eles iam se matar ali? O que está acontecendo?! Jimin  pegou novamente no meu braço e apertou me puxando para dentro de casa, vi Taehyung parado me olhando. Jimin puxou com tanta força, que pude ver o rasgão que fez na manga de meu vestido. Ele fechou a porta com apenas uma porrada nela e fiquei parada observando ele andar de um lado para o outro.

Eu: ​Mas que merda foi aquela lá fora?! - falando alto. -

​Ele andava de um lado para o outro e não me dizia absolutamente nada. Até eu realmente gritar de verdade.

Eu: Jimin, dá para me dizer o que foi aquilo?! Por que fez aquilo? Por que?! - gritando. -

​Escutei o barulho de uma porta abrindo e era Luna parada perto da escada.

Luna: ​Ah, desculpa, eu ouvi gritos e pensei que fosse algo sério...

Ela voltou para o quarto. Jimin colocou a mão em meu rosto e alisou.

Jimin: ​Está ferida? Ele te machucou?

Eu: Por que ele me machucaria? - disse tirando as mãos dele do meu rosto. -

​Ele permaneceu em silencio e mostrei minha roupa rasgada, ele alisou e me abraçou. Isso não explica aqueles gritos.

Eu: Por que ele me machucaria?! - falando mais alto. -

​Ele engoliu a seco duas vezes e respirou fundo.

Jimin: ​Porque Taehyung não é quem parece ser. Ele é um...

​"Assassino." 


Notas Finais


[1]: http://mlb-s1-p.mlstatic.com/vestido-curto-casual-importado-muito-lindo-845001-MLB20262952117_032015-F.jpg
Obrigada por lerem, espero que tenham gostado, comentem o que acharam! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...