História Summertime Sadness - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren Fifth Harmony
Exibições 48
Palavras 991
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


eaikkskjaksjs

Capítulo 12 - So many emotions (part.1)


 

A luz do quarto permanecia apagada desde o momento em que elas começaram a se beijar. Camila havia traçado uma rua de beijos no pescoço de Lauren, deixando marcas roxas para quem quisesse assistir. Uma mão esquerda apalpava a bunda da latina, o que ajudava muito, já que seu objetivo ali era ficar extremamente excitada. Ouviu uma lufada de ar saindo da boca de Lauren no exato momento em que mordiscou seu lóbulo esquerdo. Camila a estava deixando louca, não sabia se aquilo era um sonho, mas se fosse, estava desejando nunca poder acordar.

-Me beija logo.

A mais nova adorava quando lhe pediam isso. Era um sinal de que estava fazendo bem. Lembrou-se de Gabito. O homem sempre lhe pedia um beijo quando estava quase a gozar, e ela amava aquilo, gostava da ideia de saber que sabia excitar qualquer um, era um dom, dom esse que Lauren apreciava de olhos fechados e se deliciava com os toques de Camila.

-Vou querer algo em troca, você não ira me beijar de graça.

Filha da puta, era essa a definição de Camila.

-O que você quer?

-Seja rápida, Lauren, eu digo o que quero, e você sacia o meu desejo.

Era esperta. Muito esperta. Sabia que podia domar Lauren de olhos fechados, aquilo a excitou de uma forma descontrolada, o que a fez jogar Lauren na cama e se posicionar em cima de sua boceta.

-Diga logo, Camila.

Os castanhos analisavam as feições do rosto da mais velha, tão excitada.

-Quero que fique pelada para mim.

Ela não esperava que Camila fosse dizer aquilo, na verdade, nem você mesmo esperava, mas era o que ela desejava que lhe pedisse. E assim o fez, primeiro retirou a blusa e depois a calça, deixando apenas a pequena calcinha de renda e o sutiã amostra.

-Se você pudesse se ver com os meus olhos, você se acharia a pessoa mais gostosa do mundo.

Não fora necessário mais nada do que isso para Lauren saber que Camila também estava louca por ela.

-Agora eu sei o porquê de Luan ser louco por você.

Cá entre nós, quem não seria louco por Lauren Jauregui? Até Camila, que ainda se julgava hétero era louca por Lauren. Isso era estranho, nunca havia pensado em ficar com mulheres, nem mesmo no pior momento de sua vida, quando rompeu seu relacionamento com Gabito.

Lauren odiava o fato de saberem que Luan era loucamente apaixonado por ela. Se sentia mal por não conseguir nutrir os mesmos sentimentos por ele. Mas isso não era sua culpa, não tinha culpa em gostar de mulheres, em especial de Camila.

Sentiu os pelos de seu corpo se eriçarem quando a latina lambeu seu pescoço amostra. Logo em seguida as clavículas haviam sido o alvo de seus beijos. As coxas grossas, apertavam abruptamente o sexo de Lauren. Era quase impossível controlar o gemido rouco que insistia em escapar de sua boca entre aberta.

-Você está tão molhada.

Isso seria óbvio, já que Camila a chupava sem pudor algum e roçava as pernas em sua boceta.

-Me fode logo.

Era sacana demais. Não acabaria com aquilo tão cedo. Antes que pudesse desenhar o sexo de Lauren com sua língua, distribuiu beijos ao redor de seu pescoço. Suas mãos acariciavam os seios expostos enquanto a língua de Camila ainda brincava em tracejar um caminho por todo o abdômen de Lauren.

Era de tirar o fôlego a forma como a de olhos verdes arqueavam seu corpo para cima todas as vezes que os toques de Camila eram certeiros. Talvez fosse a melhor sensação do mundo. Não havia boca melhor do que aquela que agora lhe chupava deliciosamente. Não havia língua mais ágil que aquela que desenhava seu clitóris.

-Camz...

O coração de Camila acelerou ao ser chamada pelo apelido que Lauren havia inventado quando eram mais novas. Era fofo a forma como ela gemia o nome da latina, mas mesmo assim, era muito mais excitante do que gemer Camilita, como Gabito a chamava.

 

 

 

***

Era quarta-feira em Molching. Seria engano meu dizer que tanto Lauren como Camila não se lembravam da foda que tiveram na semana passada. Elas se sentiam envergonhadas quando se olhavam. Era tudo culpa da bebida. “Se eu não tivesse bebido, nada disso teria acontecido”. Isso era o que elas achavam. Mal sabiam elas, que o destino, já estava programando algo para as duas.

-Não adianta ficar me olhando com essa cara de merda, Lauren.

Dinah sempre foi uma pessoa carinhosa. Mas só com Normani. Não que ela não soubesse demonstrar afeto por suas amigas. Mas seria desnecessário fazer isso num momento como aquele.

-Me desculpe.

-Como eu nunca havia reparado nisso antes, vagabunda.

Lauren havia acabado de contar para Dinah que estava loucamente, exageradamente, fodidamente, apaixonada por Camila.

-Sua filha de uma pu...

-DINAH!!

Normani havia gritado com a namorada antes que pudesse terminar de dizer.

-Olha Lauren, eu não te quero com a Camila, você entendeu? – a mais nova balançava a cabeça como quem dissesse que concordava, mas no fundo, seu coração estava partido – quer ser lésbica, seja, mas bem longe da Camila.

-Por que?

Dinah nunca fora uma pessoa homofóbica, até porque namorava uma mulher. Mas era ela quem sempre cuidava de Camila quando aparecia com o coração quebrado. Em sua cabeça, Lauren só seria mais uma dos que partiriam o coração da latina. 

-Porque eu sei suas reais intenções com ela, Lauren. Por que iria se apaixonar por Camila de uma hora para a outra? Você só está querendo foder.

-Entenda que não foi de uma hora para a outra, apenas resolvi te contar hoje, mas gosto dela faz muito tempo.

Dinah não sabia se o que a amiga dizia era verdade. Desde quando passaram a morar juntas, Lauren apenas levava meninas para o seu apartamento no intuito de transar. Nunca queria nada com nada. Mas mal sabia ela que Lauren era loucamente apaixonada por Camila. Erro seu achar que sabia demais.

 

 


Notas Finais


<3<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...