História Sun On Sunday - MITW - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Maria Luiza Ramos (MoonKase), Rafael "CellBit" Lange, TazerCraft
Personagens Mike, MoonKase, Pac, Rafael "CellBit" Lange
Tags Amor, Cellps, Gay, Mitw, Paixão, Youtube, Youtubers
Exibições 75
Palavras 514
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Steampunk, Super Sentai
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi Mitw shippers! Mais um capítulo desta linda fanfic que estou escrevendo!
Fiquem com o capítulo!

Capítulo 2 - Capítulo 2


Rafael Lange?! Meu amigo de infância vai ser meu colega de quarto durante o meu curso todo?!

Enquanto terminava de olhar e anotar os horários das aulas um rapaz chega ao meu lado, ele me cumprimenta com a cabeça e assim como eu começar a olhar os avisos, ele é loiro, olhos azuis, alto e um gato! Ele olhava e anotava tudo o que estava escrito nos papéis, eu continuei a fazer as minhas anotações.

- Tarik Pacgman?!- O rapaz exclama.

- Sim?- Pergunto como se ele estivesse falando comigo.

- Pac?

- Perdão, você me conhece?

- Sim, caramba cara! Você não lembra de mim?! Sou eu, o Cellbit, mano.

- Cellbit? Caramba cara, quanto tempo! E você ainda lembra do meu apelido!

- Claro! Nós vamos ficar no mesmo quarto!

- Verdade! E aí, tem tanta coisa que quero te contar! 

- Eu também, cara! mas vamos começar pelo básico, e as garotas?

- Ah, garotas... Bem, digamos que eu tenho um gosto diferente...

- Você é gay?!

- É...

- Não cara, de boas. Agora, você não pode dizer pra qualquer um isso, eles são meio que homofóbicos nessa escola.

- Sério? E você?

- Eu tô com um boy. Ele estuda aqui. Aliás, deixa eu ver com quem ele tá e ligar pra ele.

Ele volta a olhar o quadro e eu coloco meu caderno na minha mochila, logo ele se vira e pega o celular.

- Ele vai ficar com um tal de Mikael Linnyker.- Ele diz revirando os olhos.- Vou ver se dá pra trocar, foi mal, mas é que a gente namora sabe...

- Ah, por favor, fica comigo... Esse tal de Mikael Linnyker é meu ex e... Bem, ele nunca percebeu que eu sofria...

 - Caramba, sério? Nossa, então tá bom. Eu fico no seu quarto, mas aqui é a oportunidade perfeita pra você conhecer um garoto legal. Aqui tem muitos, eu conheço um que se chama Marco Túlio, o apelido é Authentic, vale a pena você conhecer ele. Eu tenho um grupo aqui nessa escola, mais tarde eu te levo pra conhecer a galera. Eles são legais e não se importam com o fato de você ser gay.

- Ah, beleza. Mais tarde você me leva então. Eu quero conhecer a escola, vou deixar minhas coisas no quarto e vou dar uma volta.

Cellbit confirma com a cabeça e diz que vai esperar o namorado na cafeteria, eu sigo os corredores e as placas que indicam a direção dos quartos. O número do meu quarto é o 21, espero que a galera que o Cellbit falou fique por perto, no final do corredor posso ver alguém chegando com as malas, dou um aceno e destranco a porta do meu quarto para deixar as malas.

O lugar era pequeno, um beliche, duas escrivaninhas, dois computadores, um armário?! E uma estante com livros. É aconchegante, mas muito pequeno...

Saio do quarto com meu celular e meu boné, assim que saio pela porta dou de contra com alguém.

- Aí, foi mal.- o sotaque nordestino fala.

- Jv?!

 


Notas Finais


Eu quero explicar uma coisa:
Ah, autora, por que o nome da fanfic é Sun on Sunday?
Sun on Sunday ( Sol no Domingo) É o nome de uma música que, digamos, descreve a história. ela foi feita pelo cantor James Blunt e é bem triste, o que resume a história da Fanfic. Lembram que o pac foi iludido pelo Mike e tal? Pois é, o refrão da música é assim:
How was I so blind to miss you crumbling inside- Como eu era tão cego para não perceber seu desmoronamento por dentro.
Is ir to late now to fix you let me make it right.- É tarde demais para de consertar? Deixa-me fazer isso direito!
Cause there'll no sun on sunday.- porque não haverá sol no domingo
No reason for words to rhyme.- não há razão par apalavras que rimem
- Cause if you're bledding so Am I- porque se você está sangrando então sou eu...

Recomendo que escutem a música e vejam a tradução para entender o enredo da história.
Beijos e até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...