História Sun On Sunday - MITW - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Maria Luiza Ramos (MoonKase), Rafael "CellBit" Lange, TazerCraft
Personagens Mike, MoonKase, Pac, Rafael "CellBit" Lange
Tags Amor, Cellps, Gay, Mitw, Paixão, Youtube, Youtubers
Exibições 82
Palavras 815
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Steampunk, Super Sentai
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi Mitw shippers! Mais um capítulo pra vocês! Talvez não fique grande, mas vamos lá!
Antes de começar o capítulo eu queria dar meus pêsames aos familiares das vítimas do voo da Chapecoense. #ForçaChape

Fiquem com o capítulo!

Capítulo 3 - Capítulo 3


- Desculpa, cara, mas eu te conheço?- Ele pergunta.

- Claro! Fizemos dupla durante todo o fundamental 1, jotinha.

- Espera, Tarik?

- É, enfim se lembrou de mim!

Ele me abraça e eu retribuo, como é bom sentir o abraço caloroso de um amigo que não vejo a tanto tempo... Dá uma sensação de existem pessoas que não lhe iludem  e realmente gostam de você.

- Quanto tempo, cara!- Ele diz.

- Né?

- Mas e aí? Ainda tá com aquele lance de ser gay?

- Sim, é o que eu escolhi. E eu agradeço por você respeitar.

- Que isso, amigos são pra isso mesmo, pra apoiar nas suas decisões difíceis.

- Valeu, jotinha.

- Agora eu tenho que ir, vou encontrar com uma garota e depois me juntar com  uma galerinha.

- Ummm, garota?

- Sim, o nome dela é Moonkase, ou Mara Luíza. Qualquer dia te apresento ela.

Ele sai correndo e eu vou na direção contrária seguindo o caminho que daria no corredor dos armários, vou aproveitar que o Cellbit ainda não veio me chamar para organizar meu material dentro do meu armário e depois ver se começo a estudar, as provas de seleção vão logo começar e eu tenho que passar. Espero que ele reprove, assim não vou nunca mais olhar pra cara dele!

Passo somente alguns minutos arrumando meu armário, desisto de estudar porque Cellbit me acha e me leva por vários corredores até o campus, em um local bem afastado existia uma roda de garotos, entre eles apenas uma garota: Cabelos pretos com algumas mechas azuis e um nariz consideravelmente grande. Cellbit se senta em uma espaço da roda e pede para eu sentar-me ao seu lado.

- Galera,- Cellbit diz- Esse é o Pac, meu amigo de infância.

- Oi, Pac!- Vejo jotinha ao lado da garota dizer.

- Oi Pac! Sou Moonkase!- A garota diz.- Ou Mara Luíza, como preferir. Todos aqui me chamam  de Moon.

- Pac, aquele é o Marco que eu te falei.- Disse Cellbit apontando para um garoto.

Ele tinha um cabelo meio ondulado e curto, era moreno e eu o achei bem bonito. Ele deu um aceno e depois cutucou o garoto ao seu lado.

- Aquele é o Alan, nós chamamos ele de lixo.- Diz jotinha.

- Oh, vamos parar com o bullying!- O tal Alan diz.

- E ainda falta o Felps e um garoto novo que ele disse que ia trazer.- Diz Cellbit abrindo uma garrafa de refrigerante.

- Garoto novo?- Pergunto assustado.

Seria ele? Não, não pode ser ele! Tem muita gente nova aqui, não é possível que seja ele! Cellbit deve ter comentado com Felps sobre o Mike. Se for ele eu juro que saio daqui!

- Lá vem eles!- moon fala.

Vejo Felps vindo com um garoto ao seu lado, já estava escuro e não conseguia ver direito o garoto. O que via era uma camisa verde com um creeper na frente, conheço essa blusa, não pode ser... A lua ilumina o rosto dos dois, era ele! Mikael Linnyker! De novo não!

Me levanto e saio andando com passos pesados, entro no prédio principal e vou para a biblioteca, porquê? Porque é o único lugar que está completamente vazio e eu posso esconder minhas lágrimas que  começam a jorrar. Eu ainda o amo, sei disso, mas ele me machucou muito e eu não consigo esquecer isso. Ficou preso em minha mente.

Vejo alguém se sentar em minha frente, ele novamente. Ele não desiste... Quero a presença dele, mas não posso me entregar tão facilmente, ele tem que pagar por ter me tratado da maneira como fez. Me fazendo sofrer todas as noites, e ainda reclamando que eu não fazia direito. E depois da noite que eu o vi com aquela garota... Aquilo partiu meu coração...

- Tarik,- Ele começa a dizer.- Temos que resolver isso, você não pode fugir de mim para sempre! Você não pode ficar guardando mágoas de mim. Eu não quero que você volte pra mim, se você quiser eu estou de portas abertas, mas pelo menos me perdoa... Aquilo foi um mal entendido, eu já te disse... Ela me obrigou, ela me disse que ia te matar se eu não fizesse isso!

- Como eu posso confiar em você?! Me prove que eu posso confiar em você e aí eu te perdoo!

Me levanto, ma ele segura meu braço e pede com o olhar para eu sentar. Nunca resisti a esse olhar fofo, e não é agora que vou resistir. Volto  ame sentar e ponho as mãos no rosto, ele me olha com ternura e a única coisa que quero é me jogar em seus braços, mas preciso ser forte, preciso resistir e ficar aqui, nesta cadeira.

Ele se levanta e fica ao meu lado, se abaixa ficando da mesma altura que eu. Ele vai aproximando sues lábios dos meus...


Notas Finais


Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...