História Sun On Sunday - MITW - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Maria Luiza Ramos (MoonKase), Rafael "CellBit" Lange, TazerCraft
Personagens Mike, MoonKase, Pac, Rafael "CellBit" Lange
Tags Amor, Cellps, Gay, Mitw, Paixão, Youtube, Youtubers
Exibições 41
Palavras 785
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Steampunk, Super Sentai
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello Mitw shippers! Mais um capítulo da nossa fanfic! E aí? Será que vai ter beijo? Duvido ,eu sou má! >:D

Fiquem com o capítulo!

Capítulo 4 - Capítulo 4


Me sinto atraído por aqueles lábios que beijei tantas vezes, mas não posso ceder, não agora. Coloco o dedo indicador em seus lábios e me levanto da cadeira, saio da biblioteca e consigo ouvir os passos apressados dele vindo atrás de mim. Sinto sua mão em meu ombro e me viro bruscamente dando um tapa nela.

- Por favor,- Ele diz- pac. Me dá uma segunda chance!

- Eu ainda não posso confiar em você!

- Eu não sei como eu pude ser tão cego para não perceber seu desmoronamento por dentro, mas é tarde demais para te consertar? Me deixe fazer isso direito! Se você está sofrendo imagina eu!

- Desculpa, Mike... Mas eu não posso ceder agora.

Saio do prédio e uma chuva caia me deixando molhado.

"Você está esperando que eu vá falar que você não está bem..." Essas palavras nunca fizeram tanto sentido na minha vida, eu fiquei guardando isso para mim, esperando alguém me dizer que eu não posso, que eu não estou bem... Eu ainda o amo, mas não posso, eu quero, mas não posso... 

Ainda andando na chuva vejo Cellbit e Felps se beijando na lateral do prédio principal, vejo como eles são felizes e penso que pudia ser eu e Mike ali, só nós dois, e penso que isso ainda é possível, mas tenho medo que ele me machuque novamente e tenha que fazer tratamento psicológico de novo...

1 ano atrás

- Ele terá que tomar remédios controlados e ficar sem contato com a sociedade por um longo período. Ouço a voz do médico dizer.

Eles acham que não escuto nada por conta do sedativo, mas eu sou mais forte que a porcaria desse remédio, estão cogitando me colocar em um hospício ou uma casa de recuperação. Eles não podem, eles não vão conseguir! Eu estou bem, só não preciso nunca mais ver o rosto daquele desgraçado! 

- Quanto tempo ele terá que ficar isolado, doutor?- A enfermeira diz.

- Pelo menos uns 7 ou 8 meses, para termos certeza que ele não ficará com sequelas.

Eles acham que eu posso me tornar um psicopata? Um louco? Ok, eu estava me cortando, e isso não é normal. Mas dizer que eu posso virar um doido ,que mata, estupra, mutila, esquarteja... Isso já é demais! É hora de acabar com isso!

- Qual o problema de vocês?!- Digo me levantando bruscamente e voltando a deitar porque fiquei tonto.

- Ele está acordado?!- O médico diz espantado.

- Vocês não vão me isolar! Isso só vai piorar!

Me levanto e ainda tonto saio correndo do quarto em que estava, passei por vários corredores, onde, vários médicos começavam a me perseguir. Os seguranças do hospital que me pegaram e me levaram par ao quarto onde fui sedado novamente, mas dessa vez eu apaguei de vez...

Dias atuais...

Não! Eu não quero passar por isso novamente! Eu não quero sofrer de novo! Eu não quero... Mas eu estou sofrendo mais agora que estou perto dele e não o tenho para mim... E se ele desistir de tentar?! E eu o perder por não ter aproveitado minha chance?! Eu preciso voltar para ele!

Corro até o prédio dos dormitórios, entro correndo e vejo o número do quarto de cada aluno. Ele está no quarto 19, tenho que ser rápido! Corro até a frente do quarto e bato na porta desesperadamente, Felps abre a porta e se espanta com minha respiração ofegante.

- O que houve, Pac?!- Felps pergunta me deixando entrar.

Mike estava de costas no computador com os fones, talvez não tenha escutado nada.

- O... Mike...- Falo ofegante.

Felps olha para ele e dá um sorriso de canto, ele vai até a cadeira onde Mike está sentado e o cutuca de leve, ele se vira e assim que me vê nesse estado corre em minha direção e se ajoelha a minha frente.

- Pac!- Ele diz.- O que aconteceu?! Alguém te ameaçou?! Quer te bater?! O que foi?!

- Eu...- Digo me recuperando.- Eu quero você, fiquei com medo de te perder...

- Me perder?

- Que você desistisse de tentar me ter de volta.

- Pac, eu nunca vou desistir de você! Eu te amo! E eu quero fazer isso direito agora!

- Então, podemos voltar a namorar?

Ele sela nossos lábios em resposta em um beijo apaixonado, mas ao mesmo tempo necessitado. Que saudade de sentir essa boca na minha, sentir o amor que ele passa em um simples toque dos nossos lábios. Parecia que se não dessemos esse beijo iríamos morrer! Separamos nossos lábios por falta de ar e ficamos fitando um ao outro. Ele me abraça quase me sufocando.

- Eu te amo, Tarik.- Ele diz...    

 

 


Notas Finais


Ah que cute! Fui legal, agora é hora de ser malvada *risada maligna*
Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...