História Super Girls - Capítulo 13


Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Tags Miraculous
Visualizações 111
Palavras 567
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ola lindezas do meu kore! Aqui é a marichat07

Eu demorei muito pra postar, eu sei mas é que... digamos que minha irmã teve que pegar meu celular por um tempo bem longo ja que ela perdeu o direito de ter um... e como o notebook deu uma pifada tive esperar meu cell. Mas falando apenas o necessário eu demorei mas postei!

● Uma pequena observação antes da leitura: no segundo capítulo a personagem foi ao colegio, mas o roteiro teve uma leve mudanca e eu ja concertei la conforme o escripite

Espero que gostem, shippem e riam. Aproveitem!

Capítulo 13 - Katruen Agreste


Fanfic / Fanfiction Super Girls - Capítulo 13 - Katruen Agreste

 

 

 

Bip-bip bip-bip bip-bip

 

Me assusto com o barulho e me levanto rápidamente, mas vejo que era apenas o despertador do meu celular. Mesmo com votade de voltar a dormir vou ao banheiro me arrumar; tomo um bom banho quente aproveitando para lavar meu cabelo e depois visto uma roupa qualquer de uma coleção  do meu pai.

 

Desço para a cozinha tomar meu café da manhã, que fazia parte da minha maldita dieta muito bem balanceada para eu continuar magra e bonita para as fotos. Entao vejo o tempo passar, enquanto como a "deliciosa" comida, e escuto os meus dois irmãos, Adrien e Marcella, em algum lugar na casa conversando.

 

– Filha, está comendo devagar como te falei? – O tão estimado estilista Grabriel Agreste cismou que mastigando bastante cada garfada eu aproveitaria mais a refeição e comeria menos. Por mais que isso seja verdade, nao posso fazer coisas como andar pisando o calganhar antes do peito do pé para naãomachucar meu joelho, ou comer duas bananas por dia, elas contêm muito carboidrato.

– Claro pai, devagar e sempre!

 

– Ótimo! Quando terminar aí vá para o carro que você têm que ir à escola e depois têm que fazer muitas fotos hoje.

 

– Tudo o que quiser sera tudo o que farei!

 

Ele dá um sorriso quase que imperceptível e sai da cozinha indo para o escritório. Finalmente termino de comer e saio da casa já entrando no carro junto com Adrien, Marcella e Gorila; nosso motorista e segurança.

Na escola Adrien vai até Nino e eu e Mah vamos para a sala, a aula começa e aos poucos os alunos vão chegando, Marinette chaga atrasada como sempre, trazendo consigo uma suposta prima que vai estudar com a gente; Samyra.

 

 

 

 

~Quebra de tempo~

 

 

No caminho de volta para casa decido ir ao super mercado comprar um docinho para fugir um pouco da dieta. Quando saio do estabelecimento cinto algo cobrir minha respiração, tento bater em quem me cigurava, mas em vão. Comeco a ficar fraca e meus olhos se fecham lentamente.

 

Acordo em um lugar meio empueirado e escuro. Ainda com a visão meio turva tento identivicar onde estou. Percebendo que estou amarrada me teletransporto para o lado da cadeira que me prendia e vejo que tem várias pessoas no lugar.

 

– Finalmente voce acordou! Porque não se junta a nós em um delicioso chá? – Pergunta a garota nova; Samyra, é isso?

 

Me sento na mesa e pego no meu bolso o pequeno pacote de jujubas, super calóricas e cheias de carboidrato. Meu pai me mataria se me visse comendo aquilo, mas eu necessitava de um doce. Comeco a comer e até fecho os olhos com o sabor delicioso presente em minha boca.

 

Depois de um tempo converso com os ali presentes, que me dizem que uma tal de Samyra queria falar conosco por termos algo em comum, ou eu sei lá. Na minha mente só estava escrito que eu não imaginava que ser sequestrada era alquele luxo com comida e conversas à vontade.

 

Olho para o lado e vejo um ruivo muito lindo que tinha os olhos direcionados para mim, em seus lábios descansava um maravilhoso sorriso. Olho para trás para ver se era para mim mesmo, me esquecendo completamente que o garoto devia apenas ter me achado bonita, aliás eu era modelo. Ouço uma risada dele diante da minha atitude, e vejo que rindo daquele jeito sua beleza se realçava  mais.

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


E aí? É o comeco de um novo amor? Ou sera que não?

Me desculpem o horário, também a demora, mais uma vez, e os erros de digitação. Espero que tenham gostado e ate a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...