História Super Girls - Capítulo 23


Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Tags Miraculous
Visualizações 16
Palavras 360
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, eu sou a Tabitha!
Tenham uma boa leitura ^^

Capítulo 23 - Pequeno e indefeso gatinho


Fanfic / Fanfiction Super Girls - Capítulo 23 - Pequeno e indefeso gatinho

P.O.V Cris

Aff... odeio jogar qualquer jogo com aqueles dois, ou eles estão trapaceando ou eles caem fora. Já que não tenho muito à fazer, porque aqueles dois me largaram sozinha, vou ajudar o pessoal. Arthur estava com bastante dificuldade de liberar seus jatos de água. 

- Relaxa - digo posicionando sua mão - Você precisa ficar calmo. Sinta-se leve. Não precisa ficar nervoso. Agora é só liberar tudo.

- Okay - ele libera pequenos jatos de água, que aos poucos virou um grande jato. 

Fui ajudando o resto do pessoal, até que vejo os gêmeos voltando com alguma coisa nos braços. Fui correndo para ver. Era um, pequeno e indefeso, gato selvagem. Eu simplesmente amo animais. 

- Onde vocês acharam esse pequeno? - pergunto chegando mais perto para observa-lo.

- Sabe, quando te deixamos sozinha - diz o Lio - Foi porque vimos vagalumes e os seguimos, até encontrar o gatinho.

- Ele estava bastante machucado - diz Elis.

Peguei e o levei até uma pequena cabana. Iluminei um pouco a cabana com meus poderes, fiz um montinho com alguns panos que havia no local e coloquei o gatinho em cima. Deitei-me ao seu lado e fiquei fazendo carinho até o mesmo adormecer. Estava quase acontecendo o mesmo comigo, porém, quando eu estava prestes a fechar meus olhos, alguém entra na cabana: era Eliot.

- Oi, Cris.

- Ah, oi, Lio.

- Você estava dormindo? - ele pergunta, quase se retirando da cabana.

- Não, não.

- É que eu vi você cuidando do pequeno e pensei que precisasse de ajuda. A Elis está ajudando o pessoal - ele aponta para fora.

- Não precisa, obrigada.

- Então... Vou ajudar o pessoal.

- Uma pergunta... vocês já decidiram o nome do animal?

Ele para um pouco para pensar.

- Na verdade, não. Mas você pode escolher.

Penso um pouco e respondo:

- Que tal... Sun. É um dos nomes que a Elis sugeriu para que quando tivéssemos um gato, e agora temos.

- Okay... Agora deixarei você descansar. Vi que estava ajudando o pessoal, deve ser cansativo - ele se retira.

Acabo dormido abraçando o Sun, nosso pequeno Sun.


Notas Finais


Sei que ficou curtinho, mas admita que ficou fofinho...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...