História Super Girls - Capítulo 24


Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Tags Miraculous
Visualizações 45
Palavras 1.374
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei menos do que achei q demoraria kkkkkk pensei q fosse passar da Samy...
O título ficou ruim mas foi o q eu consegui colocar kkk
O cap ficou bostinha mas foi o q eu consegui pq tenho q escrever pra mais três fics (uma q ta na minha vez, outra q eu vou tipo "substituir" e mais uma q é só minha e eu to atrasada ora caramba kkk)
Enfim... Espero q gostem😄
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.Q Q VC TA FAZENDO AQUI AINDA, CRIATURA? VAI LER O CAP!!

Capítulo 24 - Poderes e caçadores


POV VITÓRIA


Ok... Eu já passei por muitas coisas estranhas na minha vida como começar a voar do nada, ou fazer as coisas se moverem, ou ficar invisível e até me teletransportar... Mas nunca pensei que fosse ser capturada para treinar meus poderes, ver a minha melhor amiga queimar uma cadeira, dormir em galhos e fugir de caçadores. Minha vida esta indo de meio estranha pra super bizarra. (N/A: entenderam a piada? Super girls? Super bizarra? Não? Parei kkk)

- Mais depressa - eu escutava a Samy gritando enquanto corria na frente do grupo. Eu e Bella éramos as últimas. De vez enquando podíamos escutar galhos se quebrando atrás de nós e isso só nos fazia correr mais rápido ainda.

- Por que eles caçam humanos? Já não bastam os animais? - Bella me perguntou enquanto corríamos.

- Eu não sei... Também quero muito saber e... Espera um minuto. Estamos fugindo dos caçadores por que?

- Talvez seja porque não queremos ser mortos! 

- É claro que nenhum de nós quer morrer - me abaixo para não bater a cabeça em um galho - Mas qual é o sentido de fugirmos dos caçadores se temos mais força que eles? - Bella me olha com uma cara confusa - Quero dizer que somos 17 adolescentes com superpoderes e estamos fugindo de pessoas normais! Poderíamos muito bem reagir deles! - Bella.ficou pensativa. Me virei para a frente e arregalei os olhos quando vi uma árvore que veio do além aparecer bem na minha frente. Como não sou idiota eu fiz o que qualquer pessoa normal faria: me concentrei e me teletransportei para o outro lado da árvore. Logo Bella apareceu ao meu lado e fizemos a grande burrisse de parar de correr por alguns instantes para conversar.

- Teletransporte? É sério? 

- Ta mesmo surpresa? Você queimou uma cadeira do nada e se surpreendeu por eu ter me teletransportado? 

- Sei lá... É que é tudo muito estranho. Eu nunca pensei em mais ninguém como eu e do nada eu sou sequestrada e encontro mais dezesseis pessoas com poderes incríveis! 

- Eu também... Quer apostar quanto que a única pessoa que não ficou surpresa com isso tudo foi a Samyra?

- Nada - ela riu - Foi ela quem nos sequestrou.

- Ei vocês duas aí atrás! Da pra parar de conversar e continuar correndo? A menos que queiram ser mortas! - uma menina que segurava uma pequena raposinha disse nos olhando... Era a Lerina.

- Lerina, se abaixa! - Marcella disse para a sua amiga que se virou para a frente, arregalou os olhos quando viu um grande galho e se abaixou com agilidade.

- Continuem correndo! Estamos quase na fronteira da floresta! - Samy gritou lá da frente.

Eu e Bella corremos o mais rápido que podíamos. Estávamos quase alcançando o restante do grupo quando senti uma mão agarrando meu braço e me puxando para Trás. Usei toda a minha força e dei uma cotovelada na barriga do caçador que me soltou. Me teletransportei mais uma vez para ficar na frente de todos e falei desesperada.

- Os caçadores! Estão logo atrás de nós! - todos pararam de correr na hora. Foi burrice ter parado? Talvez... Mas já sabiam onde estávamos então não adiantaria de nada continuar correndo se eles tem arpões e armas.

- Não adianta mais correr. Podemos ser acertados a qualquer instante! Se defendam como puderem! - Samy gritou e ficamos atentos a tudo.

Voltei para o lado da Bella que já estava em posição de defesa. Eu sabia que ela estava preocupada. E se não conseguíssemos nos proteger? Não podíamos pensar nisso! Tínhamos que conseguir sair de lá. E rápido.

Escutamos um barulho alto e vi um arpão vindo com rapidez. Sorte que fui mais rápida. Utilizei meu poder de telecinese e derrubei o arpão antes que ele encostasse em alguém. Foi burrisse usar meus poderes na frende deles? Foi. Mas não tinha outra escolha.

Outro barulho e mais um arpão. Cada vez apareciam mais e mais. Não atacamos muito os caçadores para não machuca-los, porém utilizávamos nossos poderes como podíamos: Chelsea e Bella utilizavam fogo para queimar os arpões. Daniella utilizava sua velocidade para pegar as flechas antes que atingissem alguem. Serena também corria mas quando estava muito longe utilizava sua telecinese para mudar o rumo dos arpões. Geovana fazia galhos crescerem e raízes se moverem para bloquear a passagem das armas. Lerina utilizava sua visão noturna para localizar as flechas com mais facilidade e controlava o ar para impedi-las, sem nunca soltava a raposinha. Marcella e Emanuelle também corriam, o que era útil levando em conta que eram muitos arpões e precisávamos nos defender rapidamente. Como Samy, que controlava os elementos, ajudava Bella e Chelsea queimando as flechas, fazendo rajadas de ar para empurrar os caçadores para longe sempre que eles chegavam muito perto e ajudava Geovana com as árvores. A água ficava com o Arthur, que usava a água presente na terra e nas árvores e plantas para atacar e defender. Nunca pensei que água fosse uma arma. Acho que me enganei... Enfim... Cristina utilizava a luz que vinha do fogo e da lua para "cegar" os caçadores temporariamente, o que nos dava alguns segundos para recuar mais até a fronteira. Caio, assim como a Lerina, usava a visão noturna, porém como ele não tinha como desviar ele nos avisava sobre as flechas. Katruen se teletransportava para detrás dos caçadores enquanto eu ía para cima das árvores. Ficávamos invisíveis e os nocauteavamos, só que isso era perigoso então quando eles notavam que estavam desmaiando sem motivo nós voltavamos para o grupo e ajudavamos lá. A melhor parte de nocautea-los era ver a cara de confusos deles tipo "O que ta acontecendo aqui?". Na maioria das vezes nos levavamos Emma, Elis e Eliot. Ela via as memórias dos caçadores e nos contava alguns pontos fracos, enquanto ele via suas emoções e medos. Já Emma ficava invisível, ía até os caçadores, fingia que era um deles e nocauteava-os. (N/A: se eu esqueci de alguem ou errei os poderes me avisem q eu ajeito)

Depois de um tempo só havia restado um caçador. O que fizemos? Digamos que ele fugiu. Quando viu que seus "amigos" estavam desmaiados ele largou tudo e saiu correndo mas nem nos preocupamos. Por que? Bem... Quem é que iria acreditar em um Caçador do Norte viu 17 adolescentes com poderes nocautearem vinte caçadores e se defenderam usando fogo, terra e a força da mente? Acho que ninguém... E como ele mata humanos provavelmente ele vai preso se contar como nos encontrou ou o reconhecerem. Então não tem perigo.

Estávamos bem perto da fronteira, mas não queríamos ir. Não agora, pelo menos. Sentimos na pele o que era poder sentir a adrenalina. Vimos o quanto era bom usar nossos poderes. Percebemos que esses poderes não nos tornavam aberrações. Se algum de nós tinha dúvidas quanto a ficar e treinar, essas duvidas sumiram na hora em que o último caçador foi embora correndo. 

Lerina colocou a raposinha no chão e disse:

- E agora? Vamos voltar?

- Eu não sei... Pode ser perigoso - Samy falou.

- Qual é? Você viu o que a gente fez aqui! Nós podemos nos proteger de caçadores. Vamos voltar!!! Por favor! Se já conseguimos fazer isso sem treino nenhum, imagina quando você nos treinar? - Marcella insistiu.

- Por favor! - pedi ao mesmo tempo em que escutei a voz do restante do grupo.

- Ok Ok... Mas tem uma condição! Vocês tem que prometer que não vão utilizar seus poderes se não for necessário e nem pra machucar ninguém - Samy falou e todos concordamos - Só uma coisinha... Meninas - ela olhou para Marcella, Emanuelle, Daniella e Serena - Podem chegar a floresta? Para sabermos se não tem mas caçadores do Norte aqui?

- Claro! - elas disseram em uníssono e saíram em quatro nuvens de fumaça: para o Norte, o Sul o Leste e o Oeste. Voltaram ao mesmo tempo e disseram - Tudo limpo! 

- Ótimo! Conseguem nos levar? - olhou para mim e para Katruen. Nos entreolhamos e logo fizemos que sim.

- Segurem firme! - falei depois que nos dividimos: metade do povo pra mim e a outra metade pra Katruen. Nos concentramos e, em um piscar de olhos, não estávamos mais ali.


Notas Finais


Já leu? Foi rápido kkkkkk
Não, eu não fiz revisão... Pq to com pre-gui-ça. Sou sincera kkkkkk

Até a próxima eeeeeeeeeeeee... Tchau! *some*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...