História SuperGirl (Minha Versão) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Justiça Jovem, Liga da Justiça, Novos Titãs (Teen Titans), Supergirl, Superman, The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Bruce Wayne (Batman), Clark Kent (Superman), Damian Wayne, Eliza Danvers, Jeremiah Danvers, J'onn J'onzz "John Jones" (Caçador de Marte), Kara Zor-El (Supergirl), Kon-El (Superboy), Ravena, Wally West (Kid Flash)
Tags Supergirl
Exibições 102
Palavras 2.757
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Super Power, Violência
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ooi voltei. Obrigada pelos comentarios. Bom tá ai mais um capitulo para vocês.

Capítulo 2 - Surpresa!


Fanfic / Fanfiction SuperGirl (Minha Versão) - Capítulo 2 - Surpresa!

-Vamos. – Saimos  atrás deles, enquanto procurávamos eles, íamos conversado assuntos banais. Até vermos Kara conversando com Damian ele estava encostado em um dos armários e ela estava olhando para ele enquanto conversavam, ela nos viu e aceno para gente.

P.O.V  Kara

Eu e o Conner trocamos um bilhete. Depois ele dormiu, deixei ele dormir e peguei meu celular para chamar falar com Damian e Wally, juntei os contatos deles e mandei uma mensagem em grupo.O Conner é muito lindo acordado e ainda mais dormindo.

Mensagem ON

- Meninos o Conner quer ir conhecer o Shopping. Vocês vão com a gente né?- Mandei a -mensagem. Não demorou muito para eles responderem.

-Claro que sim Kara. – Wally respondeu primeiro. Logo depois dele responder o Damian respondeu.

-Claro, podemos ir de carro, eu levo. Pode ser Kara? – Damian sempre generoso.  Não deu tempo de responde o Dan.

-Por mim tudo bem. E você K?

-Por mim também. Nós vemos no intervalo, na mesma mesa de sempre. Ok? – Eles responderam no mesmo instante.

-Claro K. :D –Wally respondeu primeiro como sempre.

-Claro  ;) –Demian logo depois dele.

-Tchau meninos ;)

-Tchau K –W

-Tchau –Dan

 Mensagem OFF

 As aulas passaram tão rápido ainda bem, tava com fome. Quando o sinal pro intervalo tocou fiquei surpresa por Conner não ter acordado com o barulho. Então arrumei minha coisa. E tentei acorda ele, mais nada dele acorda.

-Conner acorda. Está na hora do intervalo. Conner. –Eu falei meio irritada mais com calma ao mesmo tempo. Eu estava morrendo de fome, e o Conner não acordava, eu fiquei tentada a jogar água nele, quando ia fazer isso ele da um pulo da carteira com susto.

-Acordei. –Finalmente.

 - Finalmente né. Vamos? – Tava calma ainda, mas melhor eu comer logo se não eu mato alguém. Pensei.

-Vamos aonde exatamente? – Ele estava sonolento, mais arrumou a mochila dele.

-Pro refeitório. Os meninos me enviaram uma mensagem eles estão esperando a gente. Podemos ir ou você quer dormir mais? – Não era mentira, eles me enviaram uma mensagem. Eu só não desbloqueei o celular. 

-Podemos ir. Eu perdi todas as primeiras aulas? – Ele pareceu meio surpreso com isso, eu também estranhei isso.

-Sim. – Eu dei um sorriso.

-Por que eles não me acordaram?

-Não sei, vai ver que não vale-se a pena acorda você. Chegamos. O que você vai querer comer?- Eu ia querer um pastel e uma coca.

-Um salgado e uma coca, é você? – Incrível não ele querer o mesmo que eu. Temos coisas em comum. Pensei e rir por dentro.

-O mesmo. Vamos lá compra então.

Eu comprei um pastel e uma coca, o Conner comprou uma coxinha e uma coca também. Eu guie, ele até uma mesa, onde estava o Damian e o Wally.

-Oi meninos, Conner já chamei os meninos para ir com a gente pro shopping. –Dito isso mordi meu pastel e saboreando cada momento minha fome foi indo embora. Os meninos concordaram com a cabeça.  Assim que eu parei para respirar continuei. - O Damian vai levar a gente no carro dele, tudo bem por você Con?

-Não, claro que não. – Ele começou a comer. Quando todos estavam terminado o Damian chega perto de mim, sussurrando.

-Vamos comigo no meu armário quero mostrar uma coisa importante pra você. – Eu apenas balancei a cabeça concordando.

-Kara, você poderia vir comigo no meu armário? – Damian falou para que todos na mesa ouvir-se.

-Claro. Wally você faria companhia para Conner? Conner tudo bem pra você? – Vai que ele quer vim comigo. E vai se bom pro Conner e o Wally se conhecerem um pouco.

-Claro Kara. – Wally respondeu primeiro e o Conner apenas concordou com a cabeça.

Fomos andando, quando já estávamos fora do refeitório Damian fala.

-Kara, tenho uma coisa para dar a você. – Ele fala e olha para mim com um sorriso no rosto. – E para a festa. Agora foi a minha vez de dar um sorriso pra ele.

-O que é? – Pergunto um pouco curiosa e animada com á noticia de um presente.

Ele rir da minha reação, acho que ele já esperava por ela.

-Uma ...surpresa. – Eu faço uma cara igual a do “gato de botas do filme”. Ele só dar um sorriso, acho que ele vai falar. – Eu não vou falar. Espera já estamos chegando no meu armário. Eu guardei lá. Nada de usar seus poderes viu?

Eu dei um sorriso pra ele.

-Prometo não usar os meus poderes para saber o que é.

- Ótimo. Chegamos. Fechar os olhos.

Eu fecho os olhos. Eu escuto ele abrindo o armário.

-Pode abrir.

-Cadê?

-Aqui sua fantasia. Eu e o Wally fizemos pra você usar na festa. Já sabíamos que você ia quere na versão feminina do Super. Gosto? – Eu fiquei em choque com a fantasia na minha frente. Ela era linda. (Autora: Só vou dar detalhes na noite da festa. Hahaha “risada maléfica”.) Sai do estado de choque. E dei um abraço um pouco forte demais no Damian. – Acho que isso é um sim né?

-Eu AMEI Damian. Obrigada. – Eu soltei, ele que na hora deu um gemido de dor. – Desculpa, fiquei um pouco animada.

- Não, ta tudo bem, não se preocupa. Fico feliz de você ter gostado e o Wally também vai ficar.

- Wally também fez? – Meus melhores amigos fizeram uma fantasia pra mim.

-Sim, ele costura rápido. – Ele deu um sorriso.

-Eu amo você. –Eu dei outro abraço nele com um pouco de força demais de novo. –Desculpa. – Dei um sorriso de nervosa.

-Olha os meninos estão vindo pra cá. – Avistei os meninos á alguns passos de distancia da gente. Acenei para eles. Quando chegaram eu dei um abraço no Wally que ele ficou um pouco vermelho.

- Você mostrou pra ela né Dan? – Ele perguntou pro Damian assim que eu soltei ele. Damian só disse.

-Sim, não podia mostrar pra ela?

-Não, eu queria ver a reação dela também. – Eles iam começar a brigar, mas eu resolvi falar.

-Eu amei Wally, vocês são incríveis, Eu amo muito vocês. –Dito isso abracei os dois juntos meio que fazendo um abraço de grupo. Mais então o Conner arruína o momento.

-O que aconteceu?

-Nada. – Eu, Damian e Wally, respondemos juntos.

-Ok então. – O sinal tocar. Todos nos dissemos juntos.

-Droga.

- Ei Kara. Qual sua aula? – Conner perguntar.

-Informática é vocês? – Eu perguntei na esperança de ter aula com todos.

-Também. – Disse Conner.

-Eu tenho História. –Disse Dan.

-Eu tenho Geografia. –Disse Wally.

-Então nos vemos na Educação física. – Eu falei pois sabia que todos nos tínhamos E.F. –Vamos Conner. Tchau meninos. Acenei indo embora sem da tempo de ninguém responde.  Mais já fazia 2 minuto que o sinal tinha tocado, não tínhamos muito tempo para chegar na sala de informática.

-Espera Kara, vai devagar. –Conner falou atrás de mim.

- Não, a professora já deve ta na sala. –Respondi indo mais rápido. Ele então acelerou o passo e falou.

-Prometo que não vou dormi nas próximas aulas.

-Que bom, quando chegarmos na sala vou devolver seus papeis de assinaturas, ta bom?

-Como assim? – Ele perguntou um pouco confuso, isso é normal, eu não disse nada para ele. Mais quando ele estava dormindo eu peguei o papel que os professores tem que assinar pra ele entregar na secretaria. – Sabe o papel que você tem que levar para a secretaria depois das aulas. Eu peguei e dei pros professores das aulas que você dormiu assinarem. Desculpa.

-Que, nada disso. Muito obrigado por fazer esse favor.

- De nada. Bom, chegamos, é parece que a professora não chegou ainda. Que bom.

- Podem entrar na frente. – Era a professora Márcia, ela dava aula de informática.

-Obrigada, Professora Márcia. – Fiz sinal para que Conner entrasse primeiro, é ele foi, eu fui logo em seguida e depois de mim a professora entrou pedindo silencio.

Conner foi se apresentar para a professora, ela assinou o papel, que eu devolvi pra ele. Ele se sentou do meu lado. E a professora começou a dar o conteúdo dela. Um pouco antes da aula acabar, ela passou um trabalho em dupla que ela ira formar, adivinha só ela me colocou com o Conner. Que legal né. O Sinal tocou e mudamos de sala de novo. Fomos para a sala de artes onde iríamos ter aula com a professora Sonia. Chegando lá a professora estava escrevendo uma atividade no quadro. Quando entramos, demos boa tarde para á professora, que logo nos respondeu com um sorriso no rosto.

- Boa tarde Kara. Você deve ser o Conner Kent.

-Sim senhora. Poderia assinar? – Conner perguntou á professora Sonia. Que pegou o papel assinou e devolveu para Conner. Que se sentou do meu lado outra vez.

Estava escrito no quadro: Desenhe seu Super Herói preferido. Eu achei meio bobo essa tarefa, mais peguei meu caderno e comecei a desenha o Superman. Eu percebi que o Conner também estava desenhando ele.

-Conner. Seu Super Herói preferido é o Superman também?

 -Sim, o seu também é? – Ele me perguntou, concordei com a cabeça. – Coincidência. – Ele me deu um sorriso.

-É verdade. – Dei outro sorriso para ele. E terminei de fazer o meu desenho, me levantei e foi entregar a professora. – Professora. Terminei. Posso ir ao banheiro?

-Claro, mais não demore.

- Sim senhora. – Dei um sorriso para ela. E fui em direção a porta. Eu não queria ir ao banheiro, só queria sair da sala. Peguei meu celular para verificar asa mensagens. Só tinha uma da minha mãe.

Mensagem ON

- Kara, minha filha linda. Você ficara encarregada do filho de um amigo da nossa família. Seu nome é Conner, ele chegara hoje, acho que ele já chegou. Cuide muito bem dele. Mostre a cidade para ele. Se cuide minha filha. Seu pai mandou um abraço. – Nossa que legal mãe você está atrasada nas noticias.

-Mãe. Já conheci o Conner ele é muito legal, não se preocupe vou cuidar bem dele e de mim. Estou com saudades de vocês. Abraços pros dois. Se cuidem.

Mensagem OFF

Voltei para sala o sinal já ia tocar então teríamos o último tempo. Depois Shopping com os meninos. Vou aproveitar e fazer compras.

Quando entrei na sala o sinal tocar, que sorte.

- Conner. Vamos pro ginásio? – Dei um sorriso.

-Claro. Os meninos vão está nessa aula também né?

-Sim. Acho que o Treinador Paulo vai montar times para jogar basquete. Você sabe jogar basquete?

-Sim, é você sabe?

- Sou a melhor jogadora da escola. – Dei um sorriso, por se melhor que o Damian.

-Uau. Serio Kara? Será que eu ganho que você? – Pensei nisso. Eu tenho certeza que não.

- Acho que não, né o Damian consegui ganhar de minha.

- Vamos ver se eu consigo. Qualquer dia desses a gente jogar um contra o outro. Ok?

-Claro. Quando você quiser. Você trouxe roupa de ginástica?

- Sim, eu pensei na possibilidade de ter aula de E.F, então trouxe uma.

-Que bom você quer ficar no meu time? Oi meninos preparados para jogar? – Eu tinha visto eles na entrada do ginásio.

-Com certeza, vamos ficar no seu time como sempre, é você Conner vai ficar no da Kara ou na da Helen? – Wally pergunta uma coisa muito interessante. Todos, olhamos para Conner esperando a resposta. Ele logo responde.

- No da Kara claro. –Ele responde super rápido. Todos rimos com a cara que Conner fez.

- Vamos nos trocar. Meninos você não demorem.

-Ok. –Todos, responde em únisso. E nos separamos cruzei com a Helen na entrada do vestiário. Eu dei uma jogada de cabelo e um sorriso que dizia “Nossa que dia incrível”, eu consegui sentir a raiva e ódio dela. Eu só fiquei mais feliz. Não sou uma pessoa má mais ela é.

Eu troquei de roupa super rápido. Saí e os meninos já estavam me esperado.

Como eu imaginei o treinador Paulo escolheu, eu e a Helen para sermos as capitãs dos times. Vamos jogar queimada. Eu, Wally, Damian, Conner, Helen, Jacob, Jack e David. Éramos os únicos que queriam jogar. Então Wally, Damian e Conner ficaram no meu time, e no outro time ficou Helen, Jacob, Jack e o David. Cada time ficou de um lado o jogo só acabaria quando algum time ficasse sem nem um jogador.

Helen começou o jogo tentado me acertar, mais ela errou a bola nem chegou perto de mim. A bola caiu perto do Damian que com sua mira ótima acertou David no estomago.

- Fora. – Gritou Damian pro outro time. Helen pegou a bola e tentou me acerta de novo, quase que ela conseguiu, mais eu vi a bola e pulei pro lado bem rápido e gritei.

-E minha.  – Pequei a bola e mirei no Jack, vou deixar a Helen por ultimo. Como a minha mira é perfeita acertei na perna dele. – Fora. – Eu gritei. Jacob pegou a bola dessa vez. E mirou no Wally, o que eu tenho que dizer foi um erro, Wally só deu um passo pro lado e a bola passou e o Conner pegou quando caiu no chão e jogou no Jacob, eu fiquei surpresa com a mira perfeita dele, pegou Jacob em enchei no estomago. Conner gritou.

-Fora. – Só sobrou a Helen e mais uma vez ela mirou em mim e ela errou de novo. Eu deixei Wally pegar a bola e jogar na Helen mais ele errou. Ela pegou a bola e mirou no Damian e errou. O time dela ficava gritando pra ela ganhar mais eu peguei a bola e mirei na perna esquerda dela e gritei.

-Fora. Meu time ganhou. – Todos que estavam assistindo, baterão palmas para gente. – Parabéns meninos. Nós ganhamos. Vamos comemorar no Shopping. – O treinado assistiu ao jogo. E quando acabou nos parabenizou e mandou todos se trocarem, pois estávamos liberados para ir embora. Mais antes dos meninos irem pro vestiário, chamei eles. – Damian, eu e Conner podemos dormir na sua casa hoje?  Claro se o Conner não ser importa.

-Por mim tudo bem. –Conner respondeu primeiro.

-Claro. Você pode ficar no seu quarto e Conner pode ficar em um quarto de hospedes. Vocês podiam almoçar lá em casa. Depois iríamos pro Shopping. O que vocês acham?

-Perfeito. –Respondi animada, pois era isso mesmo que eu queria. – Tudo bem por você Conner?

-Claro. Mais tenho que pega, umas coisas na sua casa primeiro Kara.

-O Damian levar a gente lá, né Damian?

-Claro. Vamos nos trocar e depois podemos ir?

- Eu tenho que ir na secretaria primeiro, entregar uns papeis para a senhora Dodds.

- Claro. – Todos dissemos em unisso. E fomos pros vestiários. Eu nem suei com esse jogo, foi super fácil ganhar. Me troquei e fui de encontro com os meninos, tive que espera um pouco ainda, mas não demorou.

-Finalmente. Por que as mocinhas demoraram tanto? Quebraram uma unha? – Perguntei fazendo graça com eles.

- Hahahaha. Você é muito engraçadinha princesa.– Damian falou. Rir da cara deles. E eles riram de mim.

– Vamos. – Eu falei parando de rir.

- Vamos. –Eles disseram juntos. Também parando de rir.

P.O.V Conner

Depois do jogo de queimada. Fomos nos trocar. Eu e Kara iríamos dormir na casa do Damian.

-Conner você não vai se trocar não? A Kara não gosta de esperar, vai logo. – Damian me despertou dos meus pensamentos.

- Desculpa. –Eu disse e começando a me trocar. – Pronto, podemos ir.

- Aposto que a Kara vai fazer uma daquelas piadinhas dela. – Comentou Wally.

-Ela não vai. – Falou Damian.

-Quer apostar? – Wally falou com um sorriso no rosto.

-Quero.  Se eu ganhar você vai ter que cumpri uma ordem minha hoje. – Falou Damian.

- Se eu ganha você vai ter que cumpri uma ordem minha. Apostado. – Eles apertaram as mãos. Wally deu um sorriso de eu vou ganhar essa merda. Eu dei um sorriso pros dois. Kara estava nos esperando. Ela logo falou quando nos viu.

-Finalmente. Por que as mocinhas demoraram tanto? Quebraram uma unha? – Eu sorri com isso. Wally ganhou.

- Hahahaha. Você é muito engraçadinha princesa. – Damian disse, é ela começou a rir, e a gente começou a rir dela.

-Vamos. – Ela disse parando de rir.

-Vamos. – Eu e os meninos falamos juntos, parando de rir.

-Damian e Wally esperem no carro. Eu vou com Conner na secretaria. – Eles concordaram com a cabeça. E foram andando. Quando eles já não podiam nos ouvi a Kara me faz uma pergunta. – Eles fizeram uma aposta né?

-Sim. Melhor irmos.

-Claro. –Ela disse com uma voz doce.

Chegamos na secretaria, entramos. E eu deixei os papeis com a senhora Dodds.

-Agora vamos encontrar os meninos. – Kara falou.


Notas Finais


Me desculpe se tiver algum erro ou se tiver ficado pequeno. Obrigada por lerem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...