História Supermodel - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Kylie Jenner
Personagens Justin Bieber, Kylie Jenner, Personagens Originais
Exibições 157
Palavras 1.836
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - I'm a virgin


Fanfic / Fanfiction Supermodel - Capítulo 4 - I'm a virgin

Algumas horas depois 

Justin Bieber Povs 

Acordei com o barulho de meu celular tocando alto. Passei a mão pela cama a procura do aparelho, peguei o mesmo, atendi e levei ele até a orelha 

—O jumento é chamada de vídeo —D-wayne disse e bufou 

—Ata—falei e coloquei o celular na frente do rosto 

—Brow, na moral, qual teu problema com horário? 

—Mais eu não tô atrasado —olhei pro relógio que marcava 10:20

—Cara, são 10:20

—Eu sei, só vamos às 11:00

—Justin,10:20

—Eu já  entendi

—10:20 Justin, você demora quase uma hora pra se arrumar 

—Claro que não, só vamos na praia, não vou me arrumar tanto assim 

—To-pe-te

—Aí porra —levantei correndo e fui pro banheiro 

Fiz minha higiene matinal, tomei um banho "rápido", aproveitando pra lavar o cabelo,depois de uns 10 minutos, terminei, sai com a toalha enrolada no quadril e fui pra frente do espelho. 

20 minutos depois 

—BIEBER —Ryan gritou atrás de mim me fazendo levar um susto 

—Filho duma egua —falei respirando forte e abaixei a cabeça 

—Eu falei que ele não ia ter pronto —D-wayne disss

—Nossa gente, não é nem 10:30—faleo e voltei a arrumar meu topete. 

—Justin são 10:50—Jimin disse 

—caralho —segurei na barra da toalha e corri pro closet 

Peguei uma Calvin branca, e uma bermuda laranja, vesti tudo correndo, coloquei só uma corrente de ouro (foto) cálcei os chinelos da puma, e corri pro quarto 

—Pra que tanta pressa? —Ryan perguntou 

—Não vamos direto pra praia - Falei coloquei meu celular no bolso de trás junto com a carteira e fui pra fora

—Bieber não inventa —Ryan disse vindo junto 

—Vou buscar uma garota —falei descendo as escadas dando de cara com todo o time —E ela tem uma amiga 

—BORA—Jimin gritou e correu na minha frente

... 

11:00 horas em ponto chegamos na frente da boate. Desci de minha Ferrari 458 vermelha, e fui pra dentro sendo seguido pelos caraz

—sério que viemos buscar uma prostituta? —D-wayne perguntou desanimado atras de mim

—Ela não é prostituta —falei e subi as escadas 

Chegamos no andar onde fica a casa, fui até a porta e bati na mesma. Depois de alguns segundos a porta foi aberta por uma senhora (1) baixa que usava um avental

—Eu vim buscar a Kylie —falei o mais simpático o possível mais não colou muito 

Ela nos olhou da cabeça aos pés e foi pro lado dando passagem. 

—Licença —falei e passei sendo seguido pelos caras

—Eu vou ir chamar ela, mais essas horas ela provavelmente tá dormindo —a senhora disse e foi em direção às escadas 

—Não, não precisa, eu chamo ela —falei e dei um passo 

—Ok.. —A senhora disse —Primeira porta a direita 

—Eu sei, obrigado, venham —falei Sorri sem mostrar os dentes pra velha e subi as escadas 

Bati bem fraco na porta branca, coloquei a mão na maçaneta e entrei. Fiquei boquiaberto ao ver a garota dormindo de bruços com um perna em cima do travesseiro, virada de costas pra porta me dando total visão de seu traseiro empinado. Jesus, Maria, José. 

—Você não disse que ela ia tar de pijama de ursinho? —D-wayne perguntou próximo de meu ouvido 

—Eu achei que sim—falei, me aproximei da cama e me abaixei do lado da garota —Kylie acorda —balancei seu ombro de leve 

Ela resmungou baixinho, fazendo uma carinha fofa, e foi abrindo os olhos devagar. Quando abriu os mesmos totalmente deu um grito 

—Tá fazendo o que aqui? —A morena falou e se apoio nos cotovelos 

—Bom dia pra você também pequena —falei e Sorri 

—AWWWWN PEQUENAA —OS caras gritaram todos juntos fazendo Kylie dar outro grito 

—Porra Kylie, para de gritar demonia —A pirralha de ontem falou mau humorada 

—Cala boca. Tô muito atrasada? —Kylie perguntou manhosa e se deitou novamente. 

—2 minutos —falei e ri pelo nariz 

—Não to com pijama de ursinho —riu pelo nariz e bocejou

—Assim tá melhor. Tamo esperando lá em baixo, te dou no máximo 10 minutos—Falei Levantei e sai junto com os caras. 

15 minutos depois 

—Meu Deus que demora—falei já impaciente 

—Pronto apressadinho —A voz doce e meiga de Kylie soou pelo cômodo fazendo nos todos olharmos para escada  onde a mesma se encontrava usando um vestidinho preto solto em seu corpo e a outra garota estava do seu lado usando um shorts jeans e uma blusa rosa 

—Seu cabelo não era cumprido? —perguntei levantando do sofá 

—Eu uso alongamento —Ela disse dando de ombros terminou de descer as escadas, veio até mim e deu um beijo em minha bochecha 

—Gente to no paraíso, um monte de cara gato sem camisa na sala da Kylie é ainda por cima ricos e famosos—A garota cujo nome me lembro ser Laura eu acho, disse vindo até noz

—Ou  ou ou dona Larissa —Chegai  perto—Eles são quase uma década mais velhos que você, só tô te levando pra você não ficar sozinha —Kylie disse puxando a garota pra longe de nós. 

—Tu é muito chata —Larissa disse

—So não quero que eles sejam presos por pedofilia. Deixando bem claro que ela tem 15 anos. —Kylie disse 

—Relaxa gatinha. Vamo gente? —Ryan disse e recebeu um olhar fulminante meu—Sorry. 

—Vamos. Tchau Kris —Kylie disse mandou beijo pra senhora que me olhava feio e abriu a porta 

Saímos todos juntos, descemos as escadas, Kylie comprimento as prostitutas, achei desnecessário mais resolvi deixar de lado, saímos da boate, atravessamos a rua e já estávamos na praia. Pegamos um lugar, a praia estava até que vazia, pra um sábado de manhã acho que estava era um pouco lotado. Olhei pra trás tendo totalmente a visão do paraíso, e do inferno também né. Kylie estava tirando o vestido dando total visão de seu corpo esculpido por deuses. Mordi meus lábios olhando seus fartos seios cobertos pelo sutiã do bikini (2) e já comecei a me imaginar mamando nela. Aí do lado tinha a visão do inferno né, a garota tirando a roupa ficando com um bikini bem escroto (3). Bem corpinho adolescentes de 15 anos. Na verdade lá fora, o corpo dela seria de uma mulher de 20 22. Voltei meu olhar a quem realmente importava, e passei o mesmo por todo o corpo da morena que ajeitava a calcinha. Ela percebeu meu olhar, me olhou, riu pelo nariz e sorriu 

—Que foi? Tô gorda né!? —Kylie perguntou

—Quer mesmo que eu responda? —perguntei e ri pelo nariz 

—Não —Kylie disse ficou seria 

Ri pelo nariz, me aproximei, e me inclinei ficando com a boca próxima de seu ouvido

—Divina —sussurrei e mordi sua orelha  

Ela riu pelo nariz, me olhou e sorriu. Ia dar um beijo nela, mais.. 

—Kylie, Bora nada —Larissa disse 

To vendo que essa vai ser uma pedra no meu sapato 

—Uhun. Vem? —Kylie perguntou e me olhou 

—Não, depois eu vou. Vai lá —Falei, e me sentei na areia 

—Não olha pra minha bunda —Kylie disse rindo 

—Não posso prometer nada —Falei e ri pelo nariz

Ela mostrou a língua e foi correndo pro mar junto com a amiga. Deitei ficando apoiado nos cotovelos e fiquei babando em sua bunda, que por sinal enorme, até que  senti respirações perto de meu pescoço

—Que porra é essa? —tombei a cabeça pra trás dando de cara com todo o time me olhando com aquela cara de retardado  —Que ceis querem? 

—Tá paixonado —D-wayne disse 

—O que? Não! Eu já falei, não nasci pra amar —falei e voltei a olhar pra garota que brincava na água 

—TÁ Paixonado, BIEBER TÁ PAIXONADO, BIEBER TÁ PAIXONADO —Eles saíram gritando e pulando pela praia

—Meu pai —falei e abaixei a cabeça

   Kylie Jenner Povs

—Ce tá gostando dele né danada —Lala disse. 

—Eu não, conheci ele a um dia— falei e  olhei discretamente pro loiro. 

—Não é o tempo nem a oportunidade que determinam o amor. 1 ano seria insuficiente para algumas pessoas se conhecerem, e 1 dia é mais que suficiente para outras —Lala disse seria 

—Pegou essa frase da onde? —perguntei e ri pelo nariz. 

—Tava escrito na porta do banheiro da escola —Ela disse e sorriu 

... 

—Quer que o Justin passe protetor em você? —Lala sussurrou 

—Que? Não! Nem comece Larissa —Falei e virei a cabeça pra ela

Ela se apoiou nos cotovelos (estávamos deitadas de bruço)

—O BIEBER A KYLIE QUER QUE VOCÊ PASSE PROTETOR NELA—Lala gritou e se deitou novamente usando os braços  como travesseiro, igual eu

—Tá —Justin disse se levantou e veio até nos segurando o sorriso 

—Eu te odeio—Sussurrei pra garota

—Me agradeça depois quando vocês estiverem se casando em dubai.—Lala sussurrou de volta e se levantou — Vou ir ali comprar uma água de coco, alguém vem comigo? 

—EU —os meninos gritaram e todos saíram, deixando apenas eu e Justin 

Ele se sentou do meu lado e pegou o protetor 

—Onde? —perguntou 

—Costas —falei e joguei o cabelo pro lado 

—Ok —falou, passou o líquido nas mãos e começou a passar em minhas costas —Posso? —segurou o nó do bikini 

—Uhun —falei meio insegura 

Ele desamarrou o nó e voltou a fazer os leves movimentos com a mão 

Fechei os olhos apenas curtindo seu toque, e gelei quando senti seu dedo passar por minha tatuagem "I'sa-ne-tei" 

—Uma tatuagem Ky? —perguntou em tom de deboche e riu pelo nariz 

Ri pelo nariz com um sorriso e voltei a relaxar. Ele começou a descer mais a mão, passando o produto em minhas pernas, e subiu agora passando em minha bunda. Sentei em um pulo quando senti seu dedo passar de leve por minha intimidade coberta pelo pano,  e amarrei de volta o bikini

—Valeu —Falei ofegante e constrangida e coloquei uma mecha do cabelo atrás da orelha 

—Passa em mim? —perguntou com  sorriso 

—Uhun —falei já sentindo meu coração se acalmar porém ainda constrangida 

Ele Sorriu, e deitou ficando apoiado nos cotovelos. Me aproximei, sentei em minhas pernas, peguei embalagem que já estava pela metade, despejei o líquido em minhas mãos, respirei fundo e comecei a passar por seu peito descendo para seu abdômen definido. Acabei batendo o olhar no médio volume entre suas pernas e mordi os lábios. Será que ele tá excitado? Desviei esse pensamento e voltei a prestar atenção em minhas mãos. 

   Uma semana depois 

Entramos no apartamento de Justin se beijando, comigo em seu colo com as pernas envolvendo sua cintura e ele com as mãos em minha bunda. Ele subiu as escadas sem quebrar o beijo, entrou em seu quarto, me deitou na cama, se deitou entre minhas pernas,encerrou o beijo e atacou meu pescoço  me fazendo arfar. O puxei para outro beijo e envolvi seu pescoço com os braços. Quando ele ia tirar minha saia (4) encerrei o beijo e me sentei 

—Que foi? —Ele perguntou e se aproximou. 

—Justin eu.. Eu preciso te contar uma coisa —falei e abracei meus joelhos 

—tem que ser agora? —Se aproximou mais e beijou meu pescoço. 

—Tem  —falei respirando fundo 

—Tô ouvindo —me puxou pra mais perto segurando firme em minha cintura e distribuiu beijos de meu pescoço até minha clavícula 

—Justin é sério —falei e tentei o afastar em vão 

—To ouvindo baby —Falou e apertou minha mama esquerda 

Justin eu sou virgem 







Notas Finais


(1)http://pin.it/auG9uIG

(2)http://pin.it/wL_j9Of

(3)http://pin.it/aBXeIAO

(4)http://pin.it/TgsDezN

Nao esqueçam de comentar please, isso me motiva a postar mais rápido


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...