História Supernatural - Interativa - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~RodenBrien

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Feiticeiros, Interativa, Lobisomens, Os Quatro Elementos, Quimeras, Romance, Sobrenatural, Supernatural, Suspense, Vampiros
Visualizações 120
Palavras 909
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Sobrenatural, Super Power, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


OOii!
Mais uma interativa aqui, que não é tão nova assim...

Enfim, conversamos nas notas finais!

Boa leitura!

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Supernatural - Interativa - Capítulo 1 - Prólogo

Prologue

Em uma floresta escura, encontrava se uma garota escondida. A menina, que aparentava ter no máximo 18 anos, se espremia atrás de um tronco do que parecia já ter sido uma grande árvore. Assustou-se ao ouvir o que parecia ser um galho se quebrando, estava realmente assustada. Depois de momentos de silêncio, arriscou-se a dar uma espiada e ver se seu perseguidor ainda estava lá. Com a respiração pesada contou até 3 em pensamento, respirou fundo e levantou-se calmamente. Olhou por cima do tronco, e nada. voltou a posição de antes, fechou os olhos e pode respirar aliviada. Cedo demais.

Levou um enorme susto ao abri-los de volta. Encontrou, quase colado em seu rosto, um par de olhos que transbordavam insanidade e um sorriso psicopata. Ele não havia ido embora.

Naquele momento seu desespero aumentou mais ainda. E foi nesse momento que havia aceitado seu destino, que já sabia qual era. Mas não iria deixar barato para o homem à sua frente, não mesmo. Não depois de tanto tempo tentando impedir, lutando para evitar o que provavelmente viria acontecer se ela morresse, o que com toda certeza iria acontecer dentro de alguns minutos ou algumas horas no máximo. A última coisa que viu foi o homem a pegando e jogando  em seu ombro, sem grande esforço, a levando para um local desconhecido.

(...)

Não soube quando adormeceu, ou se o homem havia feito algo com ela, mas quando acordou se viu em um lugar completamente estranho e desconhecido. O local era gelado e úmido, havia alguns ganchos na parede que parecia ser somente tijolos. Havia também uma grande quantidade de névoa que, apesar de  avistar nenhum lugar por onde ela pudesse ter entrado, sabia exatamente de onde vinha. Foi interrompida de seus pensamentos quando se assustou com a voz do homem que lhe sequestrou.

- Oh, vejo que acordou. Que ótimo, o que achou do quarto? - Perguntou o homem em falsa simpatia.

- Vá se ferrar! - exclamou a menina, com a voz falhando, já sabendo das intenções dele. O homem somente deu uma risada e continuou falando com a garota de forma simples.

- Ora, vejo que gostou. Lamento que não poderá viver o suficiente para apreciá-lo. E no fim, o que adiantou não é mesmo? Meses me provocando, fugindo de mim, fazendo planos para acabar comigo e no final… acabar assim. Como se sente? Como se sente sendo a responsável pela morte de seus amigos, pela morte de sua família, pela morte de pessoas… as que já ocorreram e as que ocorrerão. Você matou aquelas pessoas!

- NÃO! - Interrompeu a menina, com a voz ainda falha um pouco, gritando em desespero e sentindo a culpa a corroendo por dentro. - VOCÊ MATOU AQUELAS PESSOAS, A CULPA É SUA! E NÃO IRÁ VENCER NESSA, EU ATÉ POSSO MORRER AQUI MAS VOCÊ NÃO VAI VENCER, VOCÊ IRÁ MORRER! E no final, se juntará a mim como um perdedor! - Tocia algumas vezes e em momento algum de sua fala olhou para o homem ao seu lado. Esse que tinha um sorriso debochado no rosto.

- Ah eu sei que irei morrer. Lembrar que estarei morto em breve é a ferramenta mais importante que já encontrei para me ajudar a tomar grandes decisões. Porque quase tudo - expectativas externas, orgulho, medo de falhar - caem diante da morte, deixando apenas o que é importante. Não há razão para não seguir o seu coração. Lembrar que você vai morrer é a melhor maneira que eu conheço para evitar a armadilha de pensar que você tem algo a perder. Mas não acho que vou perder. Por isso que irei fazer isso, estou apenas seguindo meu coração. - Levantou-se e começou a andar pelo quarto. - Sabe você devia fazer o mesmo. Vamos libere o que quer dizer, diga para mim. Diga. DIGA! -  E em um piscar de olhos o homem estava em frente a menina acorrentada no chão frio e gelado. O homem não fazia ideia, mas iria se arrepender amargamente de ter peço isso a menina.

- Você não irá ganhar. Eu não irei deixar. - A menina, pela primeira vez desde que começou a conversar com o homem, olhou em seu rosto. E percebeu que o homem estava com uma faca na mão, mas não uma qualquer, e sim, uma feita de um material raro. A única que podia matá-la. E o homem pode ver os olhos da menina ficando branco e iluminado por completo. 

“Pelos crimes e crueldades cometidos à mim, à minha família e à pessoas inocentes, eu lhe condeno, Salazar. Quando tudo estiver perdido, quando quase não houver esperança em nosso mundo... quatro crianças, geradas da natureza e da magia, surgirão, e se fizerem a escolha certa nos salvarão. E lhe condenarão.”

A menina profetizou com toda a força que restava em seu corpo.O homem percebendo o estava acontecendo tentou enfiar a estaca em seu peito de uma vez, mas a menina o impediu segurando sua mão mesmo estando muito fraca. O homem lhe olhava com ódio, finalmente deu o golpe fatal lhe enfiando a estaca no peito da menina, assim descontando toda sua raiva. Mas era tarde demais, já estava feito. Encarou com raiva o corpo já sem vida no chão, sabia que a partir de agora teria que tomar cuidado. Pois uma nova profecia havia sido criada, uma contra ele, e o pior… Por uma bruxa de Salém.

 

 

- Steve Jobs 


Notas Finais


A frase lá em negrito é do Steve Jobs. Achei que teve a ver o que ele falou e que combinou... Espero que não tenha fumado banana...!

Enfim, vamos ao que interessa!
Regrinhas e avisos -

Pode fazer quantos personagens quiser, mas tem que ter um menino e uma menina. Por exemplo: se seu primeiro personagem for meninO, o segundo tem que ser meninA e o terceiro você escolhe o que quiser. Não garanto que todos vão ser escolhidos.

Os capítulos podem atrasar um pouco e peço desculpas desde já, mas é nós também outras coisas para fazer e às vezes acaba atrapalhando aqui.

A Aparência tem que ser real e de algum famoso. E que, por favor, pelo amor de Deus, tem que ter a ver a pessoa com a idade. Não vamos colocar a Angelina Jolie com 17 anos, ela é linda, mas não parece ter essa idade assim como outras pessoas.

Reservas de aparência, dúvidas e ficha nos comentários. Estamos aceitando por Jornal, Tumblr e Comentários.

Favorite a estória e comente o que estão achando em pelo menos alguns capítulos. Isso será bom para todos, podem até dar ideias.

Vamos variar um pouco. Personagens irônicos e maldosos são bem legais, mas há também pessoas tímidas, pessoas sociais e divertidas e etc. É bom experimentar coisas novas.

Os seres sobrenaturais são Feiticeiros, Vampiros, Lobisomens e Quimeras (Quimeras vão ser do mal aqui, elas lutam com o Salazar). Se você vai bonzinho ou malvado você decide e coloca lá na ficha. Mas se o seu personagem tiver os poderes de um dos quatro elementos ele não pode ser do mal.

Qualquer mudança ou novidade avisamos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...