História Supernatural - The Hunters - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jared Padalecki, Jensen Ackles, Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Crowley, Dean Winchester, John Winchester, Lúcifer, Mary Winchester, Rowena MacLeod, Sam Winchester
Tags Dean Winchester, Jared Padalecki, Jensen Ackles, Sam Winchester, Sobrenatural, Supernatural, Winchesters
Visualizações 119
Palavras 1.141
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 31 - Acidentes Acontecem


Fanfic / Fanfiction Supernatural - The Hunters - Capítulo 31 - Acidentes Acontecem

Quando chegamos na entrada de Carolina do Sul, paramos em um posto ali na entrada para abastecer, eu entrei na conveniência que havia ali para comprar umas bebidas.


- Essas mulheres são loucas - O atendente do caixa disse enquanto passava minhas compras se referindo a reportagem que vimos mais cedo com Rowena e Amara.

- Espera, você viu elas? - eu perguntei quando me toquei do que ele falava

- Sim, elas estavam aqui a umas 2h atrás.

- O que elas compraram?

- Quem é você? Não posso te passar informações assim..

- Agente Bellini - eu disse mostrando meu distintivo falso do FBI

- Meu Deus - o atendente disse assustado ao ver minha identificação - ela são pessoas ruins? Por que o FBI está atrás delas?

- Só responda minha pergunta senhor, por favor - eu disse perdendo a paciência

- Elas compraram umas velas e incensos.. acho que só. Estão procurando por elas?

- Sim, precisamos interrogá-las.. - eu disse

- Bom, acho que tem o endereço delas nos sistema por conta da nota.. - ele disse procurando pelo computador

- Se você puder nos passar iria ajudar muito - eu disse quando ele pareceu achar algo

- Se você me der o número do seu celular também ajuda muito - ele disse com um sorrisinho safado e antes que eu pudesse responder Dean apareceu atrás de mim segurando seu distintivo em mãos.

- Talvez o número do calibre da minha arma ajude mais - ele disse colocando a outra mão na cintura insinuando estar portando uma arma e eu olhei para ele com os olhares "pra que isso Dean", mas dando risada por dentro.

- A-ah se-senhor, me desculpe - o atendente disse gaguejando um pouco - eu achei o endereço aqui - ele me mostrou virando monitor. 

"Rua Antonella Brings, 530"

Dean virou as costa e foi para o carro e eu fui atrás depois de agradecer o atendente.

----


Ao descer do carro paramos em frente a porta com as armas nas mãos e Dean arrombou ela dando um chute, entramos apontando a arma e revistando tudo mas a casa parecia vazia

- Acho que elas acabaram de fazer algo - Sam disse olhando objetos de feitiçaria em cima da mesa.

Abaixamos as armas e respiramos fundo nos dando por vencidos derrepente olhamos para o lado e já não víamos mais Dean.

- Cadê ele agora? - Sam perguntou e fomos até um quarto nos fundos da casa encontrando Dean e Amara conversando.

Eu e Sam erguemos a arma na direção dela que as lançou longe quando nos viu, ela fez movimentos com as mãos e Sentimos uma pressão no pescoço e fomos erguidos para o alto, sendo jogados na parede, a partir daquele momento minha visão ficou totalmente preta.


Sam

Olhei para Kat e ela estava desmaiada depois de bater a cabeça contra a parede. Dean se encheu de raiva e preensou Amara na parede

- Você pode até me controlar, mas a Kat eu não vou ver você machucar sem fazer nada..

- Eu não te controlo Dean - ela começou a dizer sem se revidar dele - Nós somos ligados um ao outro pela marca, simples.

Dean fez um sinal com a cabeça negando, tirou a espada prata que carregava e tentou atingir amara na barriga, mas a espada se despedaçou toda e ele ficou olhando para a cara dela sem entender.

- Você não vai conseguir Dean a marca nos impede.. - ela disse ainda calma, sua ligação com Dean era tão forte que ele não a irritava. 

Percebi que Kat começou a acordar se recuperando e comecei a ganhar uns minutos para ela enquanto ela pensava em fazer algo. Afinal Amara achava que ela estava desacordada portanto não estava agindo sobre ela.


Kat

- Então se só quem está ligado pela marca está impedido de te matar, eu posso - Escutei Sam disse enquanto eu me recuperava

- Ah você não vai conseguir Sam - ela disse sorrindo para ele

- Vamos ver? - ele perguntou se levantando do chão com a lâmina dele em mãos e correu até Amara. Enquanto ela estava destraida com ele, eu fui por trás com minha lâmina e quando eu estava me aproximando dela, Sam ficou frente a frente com ela e tentou a perfurar com a lâmina, ela tomou a lâmina dele rapidamente e o jogou contra a parede novamente, porém foi tempo suficiente para que eu agarrasse ela no pescoço e enfiasse a faca no coração dela pelas costas.

- Eu consigo.. - eu disse a segurando pelo pescoço e ela começou a ficar fraca, eu a soltei pensando que ela cairia no chão, porém eu cai em uma armadilha, ela se virou contra mim e enfiou a espada de Sam através de minhas costelas perfurando meu pulmão

- A diferença é que eu me recupero - ela disse para mim enquanto eu caia no chão tossindo sangue e tentando respirar.

- Não!! - Dean gritou e se levantou correndo até ela para cortar sua cabeça com a faca dele, mas no exato momento ela virou uma fumaça preta e sumiu. Então Dean se ajoelhou e me segurou em seus braços com os olhos cheios de lágrimas enquanto eu me sufocava no meu próprio Sangue.

- Kat, meu amor, Aguenta firme - e ele me pegou no colo me levando correndo até o Impala.

Ele dirigiu a 140km até o hospital mais próximo enquanto eu estava no banco de trás apoiada com a cabeça no colo de Sam, que me mantinha levemente inclinada para não afogar.

Eu havia desmaiado diversas vezes no carro e sequer conseguia falar por conta da dor.


Dean

Chegamos no hospital e parei direto na emergência, desci e tirei Kat do carro que estava desmaiada, a coloquei sobre uma maca e a levaram direto para uma cirurgia depois que eu disse o que ocorreu.


2 horas depois

Eu e Sam estavamos esperando na sala de espera quando um médico chegou, eu fui o primeiro a me levantar.

- Dean? - o médico perguntou e eu assenti - Você é o marido de Kat? Ela me disse antes de desmaiar na cirurgia - ele me cumprimentou com as mãos e eu senti um sorriso bobo saindo de meus lábios e assenti novamente.

- E você deve ser o irmão.. - ele disse cumprimentando Sam

- Eu sinto informar mas a Jessy está em um estado grave - ela deve ter dado um nome falso para ele - Tivemos que induzir ela ao coma por conta do pulmão, para que ele se recupere sem fazer esforço ou os pontos que temos pode se soltar e a dor dela será imensa, vamos estar monitorando ela nesses dias.

- Impossível, deve ter outro jeito - Eu disse entrando em um estado de ansiedade

- Sinto muito - o médico disse - Não posso dar esperanças, vamos ter que aguardar.

Eu sai dali revoltado para tomar um ar, estava cheio de raiva de Amara, ela havia machucado gravemente a Kat, eu queria matar ela mais do que nunca agora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...