História SuperNatural - Capítulo 43


Escrita por: ~, ~s-v e ~catspace

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 61
Palavras 1.622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIIII gente hoje o capitulo ta um babado, a macumba vai rola solta nesse capitulo UM BEIJOO PRA QUEM QUISER fuiii!!

Capítulo 43 - Perdas


Fanfic / Fanfiction SuperNatural - Capítulo 43 - Perdas

P.O.V. Myung

 

 

 

Soube pela Minah que a minha prima havia feito uma visitinha à gente pela noite. A Minah disse também que deu um belo de um murro no rosto da Shin e que agora ela está dormindo feito a malévola, pega pelo próprio feitiço.

 

 

 

 

-Tentei colocar ela no sótão, mas a vaca é pesada demais – A Minah reclamou massageando a mão ferida.

 

 

 

 

-Isso é grave Minah e se você for presa.? – Perguntou o Hoseok realmente preocupado.

 

 

 

-Hope, ela invadiu a nossa casa, ela quem seria presa, não a gente – Respondi abrindo a porta da sala de limpeza aonde ela estava.

 

 

 

-A maluca acordou – Falou o Yoongi que estava lá dentro vigiando ela junto à Hee.

 

 

 

-O que vocês estão fazendo.? Me soltem.! – Gritou desesperada – Me solte.!!!

 

 

 

-O que está acontecendo aqui.? Que gritaria é essa.? – Perguntou o Minjae entrando no quarto -O que vocês estão fazendo com ela... Soltem-a agora.

 

 

 

-MinJae calma, ela é perigosa, não podemos solta-la – Avisou o Jimin segurando seu braço.

 

 

 

-Não ouça eles Jae, me ajude, eles estão loucos, me tire daqui.!! – Gritou rouca, tentou se soltar das cordas mas falhou.

 

 

 

Myu vamos conversar – Disse o MinJae saindo do quarto nos olhando assustado.

 

 

 

 

Fomos para o final do corredor para conversarmos, consegui ver a agonia nos olhos dele, ele queria acreditar em mim, mas era difícil, eu antes não havia explicado que era aquela prima que tinha tentando me matar, ele deve estar confuso.

 

 

Ficamos ali por mais alguns minutos, por sorte consegui convencer ele, mesmo assim ele se negou a participar daquilo. Concordei e deixei que ele saisse da mansão para esfriar a cabeça, quando ele passou pelo quarto olhou decepcionado para a Shin e depois continou andando. No mesmo instante o meu celular tocou.

 

 

 

 

-Alô, quem é.?

-Oi Myung, é a sua tia

-Tia.! O-o que houve.?

-Você viu a sua prima.? Ela não estava no quarto dela essa manhã.

-A tia, eu iria lhe contar, eu chamei ela para vim passar um tempo aqui.

-Ah que alivio Myung, da próxima vez você deve me avisar, eu já iria chamar a polícia, que bom que ela está com você.

-Sim, ah tia, antes de desligar, você poderia contar mais sobre minha prima.? Por que bem... Eu não converso muito com ela, queria saber um pouco mais sobre a mesma.

-Fico feliz em saber que você quer saber mais sobre ela, como você já deve saber, a Shin foi uma criança bem rebelde, ela era bem sombria por causa da perda de seus pais de sangue.

-Espera.! O que.? Você tá' querendo me dizer que ela é adotada.?

-Sim achei que soubesse disso Myung.

-Oh meu Deus.! Então ela não é minha prima de verdade.?

-De sangue não, mas o importante é a criação, não é.?

-Sim, você tem razão... Tia eu preciso ir, mais tarde eu pergunto mais sobre ela, tchau.

 

 

 

 

Desliguei o celular muito feliz, subi correndo para contar o que eu havia acabado de descobrir.

 

 

 

 

-Gente descobri uma coisa – Disse ficando de frente para a Shin -Ela não é minha prima.

 

 

 

-A só faltava essa – Reclamou a Hyuna já sem paciência.

 

 

 

-Calma, ela só foi adotada – Disse me ajoelhando para ficar na mesma altura que ela -Mas o que me chama atenção é que quando eu te conhece você tinha 10 anos, eu lhe vi no passado, você lançou a maldição nos garotos, como você está jovem e como chegou aqui no futuro.? – Perguntou com um tom ameaçador.

 

 

 

-Acha que vou lhe contar meu plano.? – Falou rindo, me segurei para não bater naquele rosto irritante que já estava roxo por causa do murro da Minah -Vão todos para o inferno.!!! Inclusive você Taehyung.!!

 

 

 

 

Todos nós olhamos para o Tae e ele parecia surpreso como todos aqui.

 

 

 

-Não coloque o Tae nisso, eles não fizeram nada Shin – Disse apontando para os meninos.

 

 

 

-Hahahaha, você é tão ingênua priminha –Falou maligna -O Tae deveria se lembrar de mim, mas pelo visto ele só se lembra daquela imunda.

 

 

 

-Do que você está falando.? – Perguntou o Tae chegando perto dela.

 

 

 

 

-Você não sabe de quem estou falando.? Apois vou te lembrar... É aquela sua namoradinha inútil.

 

 

 

 

-Está falando da Ji-hyo.? – Perguntou mais surpreso do que já estava.

 

 

 

 

-Agora você se lembra dela.? Aquela vaca que tirou tudo de mim, inclusive você.!!

 

 

 

 

-Pare – Falou o Tae abaixando a cabeça.

 

 

 

-Eu lhe amava Taehyung, eu dei tudo de mim, para ficar com você. –Continuou furiosa.

 

 

 

-Pare – Ele tampou os ouvidos.

 

 

 

 

-Mas você não me amou, preferiu ficar com ela, e sabe o que eu tive que fazer.? Eu tive que amaldiçoar você... Claro que não deu muito certo, seus amigos tentaram me interromper mas eu consegui, consegui fazer você ficar com o coração partido igual ao meu, eu consegui.!!! AGORA VOCÊS VÃO VER O EFEITO DA MINHA MAGIA.!! VOU ACABAR COM A VIDA DE TODOS VOCÊS.!! – Gritou para ele ouvir, fiquei um pouco tonta e o Jimin me segurou mas ele mesmo estava tonto de surpresa, então por isso eles estavam amaldiçoados, por que ela fez isso por causa do seu amor pelo Taehyung.

 

 

 

 

-Tae você está bem ? – Perguntei colocando minha mão em seu ombro, ele levantou a cabeça, seus olhos estavam cheios de lágrimas, ele me olhou e eu entendi que ele precisava de mim.

 

 

 

 

-Vem vamos para o seu quarto – Falei ajudando ele a se levantar -Jimin você pode cuidar de tudo por aqui.? – Perguntei ficando de frente para ele.

-Posso sim minha pequena – Ele tocou meu rosto, podia ver o choque em seu rosto, ele parecia distante como se tivesse lembrado de tudo, beijei seus lábios para acalma-lo, senti seus músculos relaxarem, ele apertou minha cintura e afundou seu rosto em meu ombro, ele sempre fazia isso quando ia chorar. -Eu te amo.

-Também te amo Jiminnie.

Naquele momento eu e as meninas estavamos da mesma forma que eles, por causa da Shin eles perderam momentos com seus familiares, viram eles morrendo, isso é uma coisa que ninguém iria querer, eles sempre suportaram isso, nunca choraram pareciam firmes, mas hoje... Hoje eles mostraram que não estavam firmes com a perda de sua família, eu precisava me manter forte, não por mim, mas sim por eles... Pelo Jimin.

 

 

 

 

Eu e o Tae fomos para seu quarto, ele se jogou na cama destruído, suspirei tentando achar forças para ajudar ele.

 

 

 

 

-Tae, sei que você está preocupado, sei que você se acha culpado.

 

 

 

 

 

-Mas é culpa minha – Disse se sentando -Se eu tivesse me arranjado com a Shin nada disso teria acontecido... Eu iria querer conhecer vocês claro, mas... Eu não iria ficar com essa dor no meu peito todas as noites.

 

 

 

 

 

-Sei como se sente varias pessoas já partiram o meu coração, quando minha avó morreu foi a mesma coisa fiquei isolada e não quis falar com ninguém.

 

 

 

 

-Sinto muito... Myu, e se eu deixar a Shin me levar.?

 

 

 

-O que.? Esta louco.!? Usou alguma droga.? Eu não vou deixar, ela não iria deixar a gente em paz mesmo assim, pare de pensar nisso entendeu.?

 

 

 

-Ente-

 

 

 

-Tae.? – O chamei indo até ele, o mesmo tinha desmaiado do nada, sacudi o seu corpo mas ele não se movia -Tae..!!

 

 

 

-Myu.! – Chamou a Hyuna quando apareceu na porta -Os meninos, eles desmaiaram.

 

 

 

Corri até a sala de limpeza onde estava os meninos desmaiados no chão, me ajoelhei perto do Jimin e coloquei sua cabeça no meu colo.

 

 

 

-Ele esta frio -Falei segurando o medo.

 

 

 

-Eles ja devem esta mortos-Disse a Shin se soltando da cadeira, a mesma pegou meu cabelo e me fez olha para ela- Você sera a próxima.

 

 

 

-Largue ela -Gritou o Minjae na porta.

 

 

 

-Não sera desta vez primo -Disse fazendo um gesto com a mão o Minjae caio no chão desmaiado.

 

 

 

-O que você fez com ele?!

 

 

 

-Ele não esta morto só desmaiou, agora venha vamos busca as suas amiguinhas irritantes- Disse me puxando para o corredor.

 

 

 

Quando estávamos na escada tentei me solta de seus braços mas a sua força era irreconhecível, a Minah reparou que a Shin tinha se soltado ela correu para a sala e pegou seu celular , provavelmente estava ligando para a policia. Shin percebeu e lançou um vento em sua direção que fez ela voar para o outro lado da sala.

 

 

 

-Pare Shin não faça isso!!-Disse tentando solta meu cabelo de suas mãos.

 

 

 

 

-Pare de drama elas não prestam-Disse me jogando no chão -Incluindo você.

 

 

 

Uma faca apareceu na sua mão eu sabia no que ela estava pensando mas não poderia fazer nada meu corpo estava paralisado pelo medo fechei os outros para não ver aquela faca entra em minha barriga, mas a unica coisa que vi foi os policiais entrando na sala e prendendo ela.

 

 

 

-NÃO!!!ME LARGUEM!! EU PRECISO ACABA COM ELAS!! VOCÊS VÃO SE ARREPENDER POR ISSO VOU AMALDIÇOA TODAS VOCÊS!!-Gritou e os policias levaram ela para a viatura.

 

 

 

-Finalmente vocês chegaram-Disse a Minah para o policial.

 

 

 

-Achei que voce estava brincando Minah, mas depois dos barulho pude ver que não-Disse o policial antes de ir para a viatura- Nos vemos na delegacia.

 

 

 

-Você conhece ele?-Perguntei me levantando do chão.

 

 

 

-Não importa se eu não tivesse na sala ela iria lhe matar, aquela imbecil é forte-Disse massageando a barriga-Vamos precisamos ver o que teve com os meninos a Hee e a Hyuna estão na biblioteca.

 

 

 

-Não temos que ir para a delegacia?-Perguntei subindo as escadas.

 

 

 

-Não meu amigo cuida dela-Disse entrando na biblioteca.

 

 

-Você tem vários amigos.

 

 

-E você viu como ajuda ter vários amigos.-Falou ficando do lado da Hyuna e eu do lado da Hee.

 

 

-Meninas precisamos acha esse feitiço...a Shin tentou tira eles de nós mas vamos mostrar que ela esta errada sobre a gente ela pensa que somos fracas vamos provar que não somos.


Notas Finais


Falaaaaaa meus amoreeees tava com saudade de vocês <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...