História Supernatural Love - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Cara Delevingne, Crystal Reed, Lindsay Ellingson, Nate Maloley, Sophia Bush
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Cara Delevingne, Crystal Reed, Lindsay Ellingson, Luke Hemmings, Michael Clifford, Nate Maloley, Personagens Originais, Sophia Bush
Tags Romance, Serena, Teen Wolf
Exibições 12
Palavras 1.402
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OI OI GENTEEEEE
Voltei na data combinada
Ai que orgulho de mim
Huahuahua
Espero que gostem do cap

Capítulo 4 - You will always be my little sister


Fanfic / Fanfiction Supernatural Love - Capítulo 4 - You will always be my little sister

Luke P.O.V

A encaro irritado.

-Eu vou encostar os meus dedos em lugares que você nem imagina...

Sophia: olha, esta começando a mostrar suas garras! -sorri irônica- Serena não vai demorar a perceber quem é você, esse monstro! E adivinha, meu amor. Eu não vou precisar fazer nada, ela mesmo vai te mandar embora.

-Se você não fosse a irmã dela, eu juro que arrancaria sua cabeça sem pensar duas vezes! Você chegou agora, está na minha área, não vem se achando a dona. Tem mais da onde eu vim. E a gente não pensaria duas vezes antes de te mandar direto para bem longe daqui.

Sophia: e você acha que eu estou sozinha? -sorri satisfeita e se vira, indo embora

Kath P.O.V

Serena: o que aconteceu? -pergunta chegando do meu lado e eu reviro os olhos

-Por que está sozinha? Cadê suas sei lá oque?

Serena: o que eu te fiz?

-Nada, Serena! Você não fez nada! -me estresso e ela me olha assustada- desculpa. É sério, não é com você! Relaxa! -saio andando a deixando sozinha

Serena P.O.V

Entro na sala que teria a aula de matemática e me sento no mesmo lugar do dia anterior, ao lado de Luke, então percebo que Sophia encarava o mesmo de uma forma não muito boa.

-Você não vai sentar? -pergunto pra ela que se senta na cadeira que estava na minha frente e então me viro para Luke- não me encara hoje, não quero levar bronca! -percebo que sua expressão relaxa e logo consigo ver seu sorriso que mostrava uma linda covinha

Luke: tudo bem, vou olhar para a aquela menina que eu não sei o nome! -diz olhando pra todos os lados, menos pra mim

-Para com isso, idiota! -bato em seu braço e ele se vira pra mim gargalhando

Luke: pensei que você não quisesse falar comigo...

-Meu Deus, como você é dramático! -reviro os olhos- eu sempre quero falar com você!

Luke: olha, ponto pra mim! -comemora- então que tal, sexta a noite? -mordo o lábio inferior tentando me controlar

-Você costuma chamar estranhas para sair? 

Luke: não, mas sempre tem uma exceção, e você é a minha. Para várias coisas. -pisca pra mim e eu devia estar com um sorriso enorme na cara

-As 6?

Luke: estarei lá! -e então o professor entra na sala, nos obrigando a prestar atenção nele

Luke P.O.V

Após a aula de matemática, não vi mais Serena. Procuro ela pelo refeitório e não a encontro, mas sinto alguém me cutucar e me viro para a pessoa, vendo Clara.

Clara: Oi, então, eu sei que você não tem o número dela, então toma! -diz me entregando um papel e quando sua mão encosta na minha, ela começa a me encarar assustada

-Ta tudo bem? -pergunto me abaixando e olhando pra ela

Clara: não é nada, deixa pra lá! -solta o papel na minha mão e vai embora correndo

Vejo Serena sentada com os meus amigos na mesa de sempre e vou até lá e me sento do seu lado, fazendo todos os olhares se virarem para mim.

-Oi -digo seco- tenho a impressão que sua família não gosta muito de mim -lanço um olhar rápido para Sophia que estava do outro lado da mesa

Serena: acho que Nate não tem nada contra você! -diz gargalhando

-Pelo menos alguém, sem ser você, vai com a minha cara! Já é uma evolução, não é mesmo? -pisco pra ela, que apenas gargalha

Sophia P.O.V

Chegamos em casa e corri para cozinha.

-Vocês querem que eu faça alguma coisa para comermos?... Temos... -vou para abrir a geladeira e vejo um papel pendurado

Nate: eu quero um... O que é isso? -pergunta tomando o papel da minha mão- ah, novidade! -revira os olhos

Clara: o que vamos comer? -pergunta entrando na cozinha sendo seguida por Serena

Nate: papai deixou um aviso, vamos ficar sozinhos por 1 semana! Vou sair! Depois a gente se fala! -dá um beijo na testa de Serena a sai

Serena: gente! Tenho novidade! Vou sair com o Luke na sexta! -diz toda animada e pulando recebendo olhares desanimados- credo gente, o que foi?

-Só acho que ele não é boa influência...

Serena: você acha? -ela parece irritada

Clara: vou ter que concordar com a Sophia! -olhei pra Clara confusa

Serena: o que? Você ficou maluca, Clara? Você é bipolar?

Clara: não! É só que eu pensei direito e vi que ele não é uma boa pessoa!

Serena nos dá as costas e sai batendo o pé até o seu quarto e fechando a porta com força.

***

Acordo no dia seguinte e me arrumo, logo descendo para cozinha e encontrando Serena.

-Bom dia! -digo animada

Serena: Só se for pra você! -diz nada simpática sem olhar diretamente pra mim

-Você ainda ta brava por causa do Luke?

Serena: Não! -pega a mochila em cima do sofá e vai em direção a porta

-Aonde você vai?

Serena: pra escola! Pra onde mais eu iria? -sai batendo a porta

***

Chego na escola com Nate e Clara, vendo Serena junto com Luke e seus amigos. Me aproximo da mesma irritada.

-Você é maluca? Você veio a pé?

Serena: Não, vim com o Luke! -balança os ombros

Luke: relaxa, não mordo! -sorri irônico pra mim

-para de me encher o saco e vai uivar pra lua! Uuu! -ironizo um uivo. Se ele quer brincar, vamos brincar. Seu rosto assume uma expressão séria e ele ia retrucar, mas o sinal bate e Serena sai o puxando.

Serena P.O.V

Sophia ja estava me irritando com aquela conversa de maluco, então saio puxando Luke e me despeço dele com um beijo na bochecha quando chego na minha sala, já que teríamos aulas separadas.

***

Precisava decidir minha roupa que eu iria usar no encontro, e teria que fazer isso sozinha, pois sei que Clara e Sophia não vão querer me ajudar, e, bom, acho que eu também não quero.

Estou parada na porta do meu armário encarando tudo que eu tenho e nada parece me agradar.

Começo a tirar todas as roupas de lá e jogar em cima da minha cama, bufo em sinal de decepção e Nate entra no quarto.

Nate: tudo bem? -pergunta parado no batente da porta

-Não -faço drama

Nate: o que aconteceu? -pergunta com um sorrisinho de lado

-Não tenho roupa! Pelo menos não tenho nenhuma que eu goste! -me jogo em cima de tudo na cama e passo a mão pelo rosto

Nate: vai sair?

-Tenho um encontro na sexta!

Nate: nossa, como você é rápida! -reviro os olhos- agora que você tem a Sophia e a Clara nem fala mais nada pra mim!

-Meu Deus! Quanto drama! Vem aqui! -abro meus braços sem me levantar e ele se deita em cima de mim- não quero falar com elas sobre esse encontro, elas não gostam dele!

Nate: Luke? -pergunta com a cabeça no meu ombro

-É, como sabe?

Nate: vejo vocês dois juntos! -balança os ombros como se fosse obvio- não tenho nada contra ele! O povo do último ano só fala que ele é reservado e mais nada. Mas se ele te fizer alguma coisa, ele será um reservado com um soco no olho! -ele diz sério e eu começo a rir

-Obrigada, Teddy! -o chamo pelo apelido

Nate: que isso, gata! Vai ser um prazer bater nele! -se apoia nos braços que estavam em volta do meu corpo e pisca pra mim, se levantando e ficando na minha frente logo depois e eu me sento na cama.

-Não! Não por isso! Por estar aqui, por ser meu irmão, por cuidar de mim quando ninguém mais faz isso! -sempre foi eu e Nate, meu pai viaja muito e quase nunca está com a gente

Nate: hey princesa! -se ajoelha na minha frente- não importa quanto tempo passe, ou que lugar do mundo estamos ou com quem estamos, você sempre será minha irmãzinha e eu vou cuidar de você. Eu te prometi que seria pra sempre, posso ser um idiota na maioria do tempo mas não sou de quebrar promessas!

-Te amo! -o abraço quase chorando

Nate: também te amo, gata! -me aperta mais forte se soltando logo depois- você vai estar linda de qualquer jeito, e se ele não te quiser, é por que ele que é um idiota! Me chame se precisar de alguma coisa! -pisca antes de sair e eu apenas assinto


Notas Finais


Beijos amores!
Até o próximo capitulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...