História Supernatural Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Crowley, Dean Winchester, John Winchester, Lúcifer, Sam Winchester
Exibições 27
Palavras 1.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pessoal é a primeira vez que posto uma de minhas fics... Espero que gostem!

Capítulo 1 - Possuído!?


Fanfic / Fanfiction Supernatural Love - Capítulo 1 - Possuído!?

Assim como todos os dias estou vigiando os Winchesters em sua caçada diária... Devo proteger Sam com todas minhas forças, esse é meu dever como Anjo! Apesar de serem bons caçadores, esses dois são bem distraídos em algumas situações.

Observo cada passo de Sam e evito ao máximo ser vista por qualquer um dos dois. Se me virem será meio difícil explicar o que estou fazendo e o porquê de tudo isso... Enquanto observo os irmãos entrando em uma lanchonete noto alguém me observar de muito, muito perto mesmo!

- Castiel! Para de respirar no meu pescoço! – disse o empurrando e me levantando – O que você tá querendo!?

- Primeiro os modos!

- Olá Castiel! Agora desembucha!

- Preciso que vigie Dean também! – o encarei irritada – Não me olhe assim, preciso resolver umas coisas!

- Não sou babá! Meu dever é proteger Sam e não Dean! – começo a me irritar – Dean faz parte do seu dever!

- Eu sei, mas não posso deixa-lo sozinho...

- Sozinho!? – rio ironicamente – Dean não é o cara que se vira muito bem sem seu anjo da guarda!?

- Não me caçoe! Sou um anjo do Senhor, e meu dever aqui na terra é proteger Dean, não sou um anjo da guarda!

- E eu muito menos! Protejo Sam pois fui designada para isso! – Castiel me observa e dá as costas em seguida caminhando – Hey! Onde vai?

- Como disse tenho assuntos para tratar... – ele aponta para cima – Lá! Por favor Adryh, fique de olho nele só por enquanto... – ele me olha por cima dos ombros de maneira calma e serena – Eles temem você! Até mais do que temem seu pai!

- PARE! ELE NÃO É MEU PAI! – grito irritada mas Castiel permanece sereno e calmo

- Não negue! Apenas aceite, os demônios a temem muito! – assento com a cabeça e me acalmo – Agora ouça, eles estão atrás de Dean, e ele precisa de você! Sem mim ele se torna um alvo muito fácil, e com você ele tem chances de continuar humano... Os demônios o querem como um deles! Preciso ir... Só pense bem, sem mim e sem você não haverá mais Dean!

Ele some em meio dos carros no estacionamento e eu sento para refletir, Castiel possui toda razão! Se os demônios querem mesmo Dean, sem qualquer proteção ele vira um alvo bem fácil... O demônios não me suportam, nunca me suportaram devido eu ser filha de quem sou! Odeio esse fator pai!

Caminho até perto do carro de Dean e observo seu interior pelo vidro, sem sinal de armas, apenas o notebook de Sam e a jaqueta de couro de Dean. Olho mais uma vez no interior da lanchonete e vejo os dois abrirem a porta de saída, sumo sem ser vista.

Sigo os rapazes até o hotel onde estão hospedados, e fico à espera de qualquer coisa suspeita ou que eles saiam novamente. Trabalhar de butuca não é fácil, mas é preciso! Não devo me aproximar deles, sempre trabalhei na espreita a pedido de meus mandantes! Sou dividida entre o céu, a terra e o inferno... E isso é um belo motivo para permanecer onde estou!

Avisto os dois irmãos saírem e os sigo até um barracão abandonado, o que estão fazendo ali!? Pensei que já tivessem finalizado a caça da vez... Eles entram e de longe avisto Crowley entrar um tempo após eles, MERDA!

Entro sem ser nota, e permaneço escondida entre as vigas do telhado, vejo Crowley pegar algo no bolso de seu casaco e começo a conjurar um feitiço de proteção para os garotos.

O objeto em suas mãos é arremessado e cai antes de atingi-los, porém eles notam e se viram bruscamente:

- Crowley! – os dois dizem e Crowley surpreso olha diretamente onde estou e sorri ironicamente

- Ora essas, o anjo Castiel foi retirado de seu cargo!? – perco a concentração e o feitiço vai pelo ralo e ele nota jogando Sam contra a parede e o prendendo ali

- SAM! – Dean grita

- CALADO! – Crowley o agarra e retira uma lamina do bolso direito de sua calça

Não posso me mexer sem que qualquer um deles veja, mas posso usar meus poderes! Arremesso Crowley libertando Dean, porém contra Crowley sou uma mera migalha de pão entre mil pombos! Ele joga algo em Dean, uma faca! FILHO DA PUTA!

 - Vamos se mostre! Não tenho medo, já enfrentei você antes! Você é apenas uma cópia barata de seu pai! – ele caminha em direção do Dean que esta ajoelhado com uma das mãos cobrindo a coxa da perna onde a faca havia acertado

Ele inclina a cabeça de Dean com uma das mão e abre um vidro despejando o liquido quase negro na boca de Dean:

- Agora... – ele joga Dean na direção do chão e pega uma adaga a levantando

Não posso ficar parada! Me jogo para baixo plainando sobre ele e arrancando a adaga de suas mãos. Pouso na frente de Sam que me encara boquiaberto.

- Oi Sammy... – ele nunca me viu mas creio que ele sentiu o que sou

- Finalmente!

- Crowley! – digo me virando e o encarando – Como vai o inferno?

- Bem melhor sem suas aparições repentinas por lá! – sorri e em menos de segundos chego ao seu lado – Rápida como sempre!

- Mais do que da ultima vez que te encontrei!

- Belas asas, nunca tive oportunidade de vê-las!

- Observe bem! – corto sua jugular em instantes – Pois é a última!

- Sua IDIOTA! – ele grita antes de virar fumaça negra e desaparecer

Viro e vejo Sam que agora está livre e volto minha atenção à Dean que está se levantando. Lhe estico a mão para ajuda-lo a levantar.

- Olá Dean... – digo serenamente

- Obrigado, mas quem é você? – sorrio e vejo Sam já se colocar ao lado irmão

- Sou Adryh, e vim substituir o Cass por hoje... – dou as costas e preparo as asas para voar, porém sinto uma mão em meus braços

- Não! Espere! – Sam diz chegando bem próximo tocando uma de minhas asas  - Eu te conheço!

- Oi!? – Dean diz

- Ela é o anjo que eu vi no meu sonho ao lado do meu berço, e ao meu lado no hospital quando sonhei com a morte do papai!

- Ela!? – Dean permanece estático

- Sou seu anjo Sam! Assim como Castiel é o anjo de Dean! – porque bulhufas estou contando isso!? CALE A BOCA! – Sempre estive do seu lado, sem ser notada, mas estive!

- Adryh... – ele sussurra meu nome – Obrigado por proteger a mim! E por salvar meu irmão...

Antes de dizer algo a mais Dean põe as duas mãos na cabeça e grita se ajoelhando novamente, Sam abaixa rapidamente pondo a mão nas costas de Dean. Caminho e encontro o frasco que Crowley deixou cair, pego ele e sinto o cheiro...

- MERDA! – Sam me encara e digo – Sangue de demônio!

Olhamos Dean se levantar de olhos fechados e sorrir dizendo:

- Estou bem... – ele abre os olhos e eu puxo Sam para longe do irmão – Bem melhor agora...


Notas Finais


Gostaram? Espero que sim! Pretendo postar a cada duas semanas...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...