História Supernatural Love - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Crowley, Dean Winchester, John Winchester, Lúcifer, Sam Winchester
Exibições 16
Palavras 785
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pessoal mais um capitulo, espero que gostem!!! bjinhos

Capítulo 3 - A Desconfiança...


Fanfic / Fanfiction Supernatural Love - Capítulo 3 - A Desconfiança...

- DEIXE ELA EM PAZ LÚCIFER! - Sam grita

Ouço Dean preparar a arma e rapidamente acerto sua mão fazendo ele derruba-la:

- PERDEU O JUÍZO? - Dean diz

- Ele continua sendo meu... - engasgo e não consigo prosseguir

- Continuo sendo o pai Dela! - Lúcifer exclama sorridente e se aproxima agarrando Sam - Se tentar atirar em mim novamente Dean, diga Adeus ao Sammy!

Dean irritado me empurra para o lado e avança em Lúcifer que desvia com total facilidade levando Sam com ele. Dean tromba com uma coluna de concreto e sente o ombro, se ajoelhando e grita:

- SOLTE O SAM!

- Claro! - Lúcifer sorri e atira Sam ao chão - Seria mais simples se você tivesse aceitado meu abraço e claro, minha ajuda querida filha... - ele avança em cima de Sam pronto para mata-lo...

- SAM! - Dean grita já com lágrimas nos olhos. Corro até Sam e me jogo em sua frente sendo atacada.

- Desculpe pai! – retiro do bolso um amuleto e o arremesso na parede o quebrando.

- SUA INGRATA! - Lúcifer berra antes de sumir no ar. Me viro ajudando Sam a se levantar, e caminho até Dean que recua ao perceber minha aproximação.

- Saia! - ele diz - Saia daqui, não creio que esteja aqui por bem!

- Deixe-me ajudar! - digo me aproximando e pondo uma de minhas mãos em seu ombro machucado - Por favor, Dean...

- Dean, deixe... - Sam diz confiando em mim o que me causa estranhamento

- O que vai fazer!? - Dean exclama segurando meu pulso com força

- Me solte, quero curar isso! - digo calmamente, apesar da raiva estar me consumindo - Sou um anjo, apesar de tudo! Posso curar qualquer ferimento!

Ele me solta e com um pequeno esforço uso meus poderes para curar seu ombro, ele arregala os olhos e se levanta sem agradecer.

Sam caminha até Dean e o abraça, sorrio ao ver os dois bem depois de tudo o que houve... Entretanto Dean puxa a arma da calça de Sam e aponta em minha direção:

- DEAN! NÃO! - Sam diz

- CALE A BOCA SAMMY! ELA É FILHA DE LÚCIFER, DEVE MORRER! - não me surpreendo, afinal já esperava tal reação de Dean

- Ela nos ajudou Dean! - ele caminha até o irmão e retira a arma de sua mão lentamente

- NÃO CONFIO NELA! VOCÊ NÃO DEVIA DEFENDE-LA! - Dean deixa a arma com Sam mas continua irritado

Sinto um peso nas costas, e uma dor instantânea. Ajoelho bruscamente e tento mexer as asas, sem sucesso!

- Adryh!? - Sam diz me encarando - Merda! Ela está ferida Dean!

- Como!? - Dean se aproxima - Suas asas estão vermelhas!

- Sangue! - Sam diz e antes de reagir caio em cima dele e tudo a minha volta escurece só ouço a voz de Dean

- Não fiz nada! - e o silêncio surge junto da escuridão...

[...]

Meus olhos pesam, abro-os lentamente e avisto uma luz amarelada e o teto de madeira, onde estou!? Olho para os lados meio zonza e percebo onde estou:

- M-meu quarto? – como vim parar aqui!? – Caralho...

Me levanto e noto minhas armas junto de meu casaco sobre o baú ao pé da cama, caminho lentamente até o espelho e encaro meu reflexo... Viro de lado, minhas asas estão curadas, porém sujas... As escondo lentamente e me observo por alguns minutos:

- Humana? Anjo? – digo – O que eu sou realmente?

Simples a resposta, sou uma aberração! Temida por todos, não sou um anjo por completo, mas também não sou humana... Suspiro profundamente e caminho até um dos cantos onde vejo meu antigo guarda roupas, o abro e vejo algumas peças velhas.

- Ainda servem, se não for alucinação posso tomar um banho para limpar a sujeira... – digo baixo

Pego uma calça preta e uma regata, sigo até o banheiro e começo a me despir. Entro em baixo da água fria, minha pele se arrepia e suspiro mais uma vez deixando os pensamentos fluírem.

Saio do banheiro ainda com os cabelos molhados, porém soltos, e me dirijo até a sala.

- A princesinha acordou! – Castiel diz ao me ver – Está melhor?

- Sim Cass... Como vim parar aqui?

- Nós a trouxemos... – Sam aparece seguido de Dean

- Obrigada... – digo e vejo Castiel se afastar dando espaço para que eu veja mais alguém na sala

- Olá garota! Quanto tempo... Se sente bem? – arregalo os olhos e sorrio

De início fico sem palavras, afinal era nosso acordo não contar nada sobre mim para os Winchesters e agora estou aqui na frente de Sam e Dean na casa que eu cresci!


Notas Finais


Não sei se terei tempo, mas pretendo postar hoje ainda o quarto capitulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...