História Supernatural Love (JIKOOK) - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 219
Palavras 1.008
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii
Voltei com mais um cap!
Boa leitura!!!

Capítulo 18 - Ser lobisomem é uma arte... sofrer faz parte


Fanfic / Fanfiction Supernatural Love (JIKOOK) - Capítulo 18 - Ser lobisomem é uma arte... sofrer faz parte

Jimin: Bom, assim como os vampiros, existem lobisomens espalhados por todo o mundo, mas a nossa ''sede'' - ele fez aspas com as mãos - se localiza na Ásia. Nela se juntam um grupo de três a quatro alfas de cada espécie, formando assim nosso grupo de líderes, como uma espécie de corte.

Kook: Foi de lá que você veio?

Jimin: Não exatamente. Minha mãe era irmã de um dos alfas asiáticos mais respeitados entre os líderes. Meu tio, Siha, casou-se com uma lobisomem alfa também, e eles tiveram uma filha obviamente alfa também, tendo assim sua futura sucessora na liderança, como se era esperado de todo membro da liderança, mas com minha mãe não foi assim.

Kook: Ela...não se casou com um alfa, não é?

Jimin: É...ela acabou se apaixonando e casando com um ômega, meu pai, e acabou grávida de gêmeos, eu e minha irmã. Só tinha um problema, nenhum de nós era um alfa.

Kook: Solni é uma ômega?

Jimin: Não, ela foi mais sortuda que eu, ela nasceu uma beta - ele fez uma pausa e soltou uma risada baixa - além de se considerar mais velha por ter nascido 2 segundos antes de mim.

Acabo soltando uma risada baixa também.

Jimin: Mas continuando a história, por não ter gerado um sucessor ''digno'', minha mãe foi expulsa da liderança. Pensávamos que nossos problemas haviam acabado, mas não foi isso que aconteceu.

Kook: O que quer dizer?

Jimin: Lembra que eu falei que meu tio teve uma filha alfa?

Kook: Sim...

Jimin: Então...ele também teve outro filho mais novo, mas vamos focar na mais velha, ok?

Kook: Ok...

Jimin: Então, minha prima, Minzy, era cerca de 2 anos mais velha que eu e minha irmã, e por algum motivo, odiava minha família. Na escola, costumava fazer bullying comigo por ser um ômega.

Kook: Meu Deus...que triste! Sua própria prima fazia isso com você?

Jimin: Pois é, eu acabei não dando mais bola para o que ela dizia, mas Solni, graças a seu sentido protetor comigo, tinha ódio de tudo que Minzy fazia comigo. Um dia, as duas até se pegaram no tapa no intervalo da escola.

Kook: Sério?!

Jimin: Aham, chamaram meus pais na secretaria para conversar sobre o comportamento de minha irmã, e Solni acabou ficando de castigo por minha causa.

Kook: Poxa...

Jimin: Muitos pensavam que isso não passava de uma rixa de colégio, mas não foi bem assim...

Kook: Como assim?

Jimin: Minzy não podia fazer nada contra nós sendo apenas mais uma lobisomem alfa, então ela achou um jeito de se tornar uma líder...matando os próprios pais.

Kook: É OQ!?

Jimin: Ela os assassinou e contou a todos que tinham sofrido um acidente...só eu sabia a verdade.

Kook: Como?

Jimin: Meus tios sempre gostaram de mim, então pensei em fazê-los uma visita para conversar sobre o comportamento de Minzy, mas quando cheguei lá, não encontrei meus tios, mas ouvi Minzy falando no telefone com o irmão dela, Taeyong, contando tudo para o mesmo. Tentei contar pra alguém, mas ninguém acreditou em mim, exceto Solni.

Kook: Meu Deus... - eu não fazia ideia do que falar.

Jimin: Com meus tios mortos, Minzy e Taeyong assumiram o lugar dos pais na liderança, com 17 e 14 anos respectivamente. E não demorou muito pra ela usar esse poder para satisfazer as vontades próprias. Assim que conquistou espaço na liderança, declarou minha mãe como traidora por ter abandonado os líderes para se casar com um ômega, e mandou que assassinassem meus pais...e foi o que aconteceu.

Kook: Como assim! Essa garota...é...

Jimin: Um monstro! Ela é um monstro! Matou a família por poder! - ele começou a falhar na voz, mas pareceu engolir as lágrimas que insistiram em cair.

Kook: E... o que aconteceu com você e sua irmã?

Jimin: Fugimos. Saímos da cidade isolada dos lobisomens, onde vivíamos, e viemos para Seul. Solni acabou cuidando de mim, acabou ganhando responsabilidade muito rápido, tínhamos 15 anos! Solni me cuidou como uma verdadeira mãe.

Kook: E como vocês conheceram os outros?

Jimin: Bom, um dia, quando estávamos caçando  para nos alimentarmos, encontramos Jin e Namjoon. Eles tiveram pena de nós e nos acolheram. Hope, V e Suga já moravam aqui.

Antes que eu pudesse fazer mais uma pergunta, algo me chamou atenção: o sol estava nascendo. Pela cortina, um feixe de sol encostou na minha mão, e eu senti uma dor insuportável. Jimin me arrastou até a escada, onde não pegava sol, olho para a minha mão e me apavoro, tinha uma queimadura de terceiro grau no lugar onde o sol bateu.

Jimin: Quase me esqueci - ele põe a mão no bolso e tira novamente aquela caixinha preta de lá. Ele tira um anel fino e prateado dela - coloca esse anel.

Eu olho para a pequena circunferência de metal, olho para ele e ergo a minha sobrancelha direita.

Kook: Você mal me contou sua história e já está me pedindo em casamento?

Jimin: Não seu bobo! - ele solta uma risada nasalada - coloca logo esse treco! - eu pego o anel e o coloco - pronto, agora está protegido.

Kook: O que quer dizer?

Jimin: Coloca o pé no sol.

Kook: O quê?! Não! Eu não quero tostar o meu pé!

Jimin: Você não confia em mim?

''Não exatamente'', foi o que pensei, mas resolvi tentar. Muito relutantemente estico meu pé até o feixe de luz, mas não sinto nada.

Kook: Ué, mas...

Jimin: Esse anel serve pra você como um escudo contra o sol, pra você não morrer queimado - ele ri e eu também rio - agora é melhor você tomar um banho e se trocar, temos aula daqui a pouco.

Concordo com a cabeça e me levanto para pegar minhas coisas, mas antes que eu pudesse fazer isso, a porta dos fundos é aberta e dois lobos, um marrom e um branco e preto entram na casa e se transformam em Namjoon e Jin, que me olham com olhar de espanto.

Jimin: Ah, claro! Omma e appa são lobisomens também.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...