História Surpresa do destino - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Romance
Exibições 9
Palavras 439
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


" O medo torna tudo mais difícil."

Capítulo 3 - Capítulo 3 - As cores da neblina.


Fanfic / Fanfiction Surpresa do destino - Capítulo 3 - Capítulo 3 - As cores da neblina.

Acho que não estou bem. Sinto uma gota de suor percorrer minha face. Não pode ser, devo não ter acordado ainda.
(Professor)- Senhorita Annye, está tudo bem?
Isso é real, tenho que tomar um ar não me sinto bem.
(Annye)- Acho que minha pressão caiu, posso me retirar?
(Professor)- Pode sim, se piorar vá a enfermaria.
(Annye)- Tá bom, obrigada.
Saio sem olhar para trás, me sento em um banco mais próximo que acho, uma brisa leve toca meu rosto. Tenho que colocar meus pensamentos em ordem, como é possível, não acho que seja talvez seja minha cabeça. A sensação sufocante ainda permanece mais vai se esvaindo aos poucos. Annye é só um sonho, não tem como ser a mesma pessoa, não é possível sonhar com alguém que nunca tenha se visto se acalma. Solto um longo suspiro e tento colocar o máximo que posso esse pensamento em cada cantinho da minha mente. Tento não me lembrar de nada relacionado ao sonho. Mas depois de um tempo me vem a imagem de Vinicius em mente, pele clara e cabelos negros, olhos castanhos claros, alto e não tem um físico muito musculoso do tipo que prefere passar o dia em um laboratório de pesquisas do que em uma academia. Seu olhar e totalmente possessivo, determinado.
Daniel me vem em mente, seu olhar e calmo, hipnótico, um olhar que se poderia passar horas só admirando sem sequer cansar. E não devo mesmo estar bem, me pego sorrindo.
Depois de um tempo caminho em direção as salas, paro na porta e entro, caminho em direção a minha carteira e me sento, a sensação de alguém me olhando percorre meu corpo me viro para ver quem era, Vinicius mantém meu olhar por alguns segundos e depois quebra a ligação. Seu olhar, era de algo doloroso, ele estava sofrendo por algo. Me pego totalmente confusa, quando entrou na sala, parecia que queria me devorar, mas agora parece que está sofrendo.
O resto do dia se passa normalmente sem muitas novidades. Finalmente o sinal toca, pego minha mochila e saio. Começo minha caminhada até minha casa. Nunca agradeci tanto igual hoje por essa caminhada, o vento frio me relaxou aos poucos. Depois de um tempo vejo alguém deitado no gramado de um parque que tem perto da minha casa, seus braços estavam cruzados sob a cabeça, olhava para cima parecendo admirar algo. Caminhei mais um pouco e percebo que era Daniel, sua pele reluzia sob a luz da lua, eu simplesmente não tinha palavras para aquilo.
(Daniel)- Oi, vai ficar só me olhando assim ou vai falar comigo?
As palavras dele me tirou do transe.


Notas Finais


Pena e medo podem andar juntos?



Obrigada por lerem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...