História Surpresa do destino - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Romance
Exibições 5
Palavras 353
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


" Seus olhos são enigmáticos, quero saber o mistério que esconde. Mas não sei se estou preparada para a verdade."

Capítulo 4 - Capítulo 4-


Fanfic / Fanfiction Surpresa do destino - Capítulo 4 - Capítulo 4-

Me sentei ao seu lado.
(Daniel)- Não acha que está tarde de mais para se andar sozinha por ai não?
(Annye)- Acho que já sou bem grandinha, não?
Ele sorri com minha resposta, seu sorriso me faz corar.
(Annye)- E você, oque faz aqui sozinho?
Ele não me responde apenas fita o vazio.
(Daniel)- Oque vai fazer amanhã?
(Annye)- Acho que nada, porque?
(Daniel)- Queria te levar a um lugar, se quiser ir...
Fique um pouco surpresa com sua proposta, mas feliz também.
(Annye)- Claro, porque não.
Digo sorrindo para ele. Mas como não sorrir.
(Daniel)- Ótimo, te encontro aqui as 13:00 pode ser?
Diz já se levantando.
(Annye)- Pode sim.
Ele me ajuda a levantar.
(Daniel)- Então até amanhã.
Ele me dá outro sorriso e eu saio andando. Porque eu não consigo pensar direito perto dele? Seu efeito sobre mim parece ser anestésico. Chego em casa e vejo meu avô dormindo no sofá, vou até a cozinha e vejo minha avó lavando a louça do jantar.
(Annye)- Vó, vou sair amanhã tá bom?
Minha avó me olha com cara de surpresa.
(Maria)- Alguém finalmente olhou para você?
Diz ela sorrindo.
(Annye)- Tomara que sim, a e o vô ta dormindo no sofá de novo.
Digo saindo da cozinha e indo para meu quarto. Pego minhas coisa e vou para o banheiro, o simples pensamento que Daniel me chamou para sair me alegra. Saio do banheiro e entro debaixo do edredon, logo caio no sono.

Sonho
(Vinicius) Isso vai acabar logo, prometo.
Diz enquanto caminhava em minha direção, tento achar algo qualquer coisa que me ajude a fugir dali, mas nada encontro, mas aparece uma janela em meu ponto de vista e sem pensar me atiro dela, fecho os olhos e me preparo para a morte eminente. Mas não sinto o chão, e me sinto leve como se estivesse voando, mas sinto que estou parando e me arrisco abrir os olhos. Estava no braços de Daniel, ele me olhava triste.
(Daniel) Disculpa, isso tudo foi culpa minha.
Diz enquanto me puxava para mais perto.

Acordo com o rosto suando, já era de manhã.


Notas Finais


Será que os sonhos de Annye tem um significado?

Obrigada por lerem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...