História Surpresas do Amor - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Charlie Puth, One Direction, Zayn Malik
Personagens Charlie Puth, Dan Richards, Harry Styles, Josh Devine, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Boyxboy, Chayn, Coisaslokas, Gay, Larry, Longbigfic, Nosh, Obsessão, Sequestro, Shipsnadaaver, Zarry, Ziall, Ziam
Exibições 78
Palavras 1.916
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olha gente, regra nova pra as portagens dos caps. A partir de hoje, as postagens seram incompletas. "Mas como assim?" É assim. Eu vou postar parte do capítulo em dias diferentes da semana, assim eu posso postar toda semana, já que meu tempo tá curto e pq eu tô pelo cell e eu sou meio lerdo pra escrever por cell enton...

Vou deixar um aviso dizendo quando vai continuar e terminar o cap. Ok?

Capítulo 25 - Twenty five - A Old Friend in Love for Me


Fanfic / Fanfiction Surpresas do Amor - Capítulo 25 - Twenty five - A Old Friend in Love for Me

Niall não estava acreditando no que via. Parecia ser mentira. Parecia ser fingimento. Mas em que lugar do universo o rosto de alguém, totalmente esfolado (nem tanto) e sangrando, seria algum tipo de fingimento. Niall tentou aproximar-se mais da cama de Josh, mas seus pés não colaboravam. Por mais que tentasse não conseguia. Por um breve momento seu corpo decidiu cooperar e fazer com que Niall se aproximasse cada vez mais do rapaz à sua frente. Mas algo lhe tirou a atenção. A porta ao lado (não atrás) fora aberta rapidamente surgindo por ali uma equipe de enfermeiros e o médico cirurgião local. Ao ver aquelas pessoas, Niall deduziu que Josh entraria na sala de cirurgia. Niall tentou aproximar-se de Josh rapidamente, mas um dos enfermeiros o segurou.

-O que vocês vão fazer com ele? - Perguntou entre s lágrimas que cessava, mas Niall continuava a chorar muito.

-Vamos levá-lo para a cirurgia para retirar vestígios do carro que possam ter afetados as feridas expostas. - Respondeu o cirurgião.

-Niall, acorde! – Harry chamava por Niall enquanto o cutucava. – Niall! Niall! – Gritou de novo.

-Hã? Quê? – Dizia Niall enquanto despertava. Niall ainda estava sonolento. – O que houve?

-Você dormiu, vem vamos para casa. O médico já lhe deu alta. – Explica o outro pai enquanto pegava uma mochila com as coisas de Niall.

-Ca (bocejo) alma, espera, eu vou me tirar essa roupa de hospital. Já volto. – Niall levantou-se e seguiu para o banheiro do lugar. Niall passou em frente ao quarto de Josh e decidiu entrar. Ao que entrou viu Josh com a cara toda enfaixada. Niall apenas aproximou-se mais de Josh e depositou um selinho em seus lábios e saiu, indo para o banheiro, trocando a roupa e voltando pro quarto.

-Pronto. – Exclamou.

-Pensei que não vinha mais. – Harry exclamou. – Vamos que já são mais de duas horas e eu estou exausto. – Completou Harry, que em seguida bocejou.

-Vamos logo! – Exclamou Louis.

-Então tá. – Disse o loiro, retirando-se daquele lugar e indo em direção ao carro dos pais.

-X-

8 horas da manhã

Neste exato momento, os quatro integrantes da família estavam tomando café. Até então um enorme silêncio predominou o lugar, apenas o barulhos das colheres batendo de leve nas tigelas de cereais. Zayn corta o silêncio com suas palavras.

-Pai... Vou Sair mais tarde – Chamou a atenção dos dois pais.

-Aonde vai? – Perguntou Louis.

-A algum lugar. Não sei exatamente aonde vou. – Respondeu.

-Contanto que volte antes das vinte. – Louis disse e recebeu uma cotovelada do namorado que estava ao seu lado.

- Que nada querido. Pode vir à hora que quiser. Seu pai estava apenas brincando. Não é Louis?

-Claro que não.

-Pai, deixa disso. Eu já não sou mais criança. Pare de ficar dizendo a que horas eu devo estar em casa. Caso você não lembre, hoje é meu aniversário. Quer saber, perdi a fome. - Zayn levantou da mesa batendo pé com força no chão. Louis iria atrás do filho, mas Harry o segurou pelo braço, dizendo para deixá-lo e sentar-se de volta na mesa. Louis fez o namorado pediu, mas ainda iria terminar essa conversa mais tarde.

-x-

Zayn havia saído de casa puto. No impulso, pegou um ônibus que ia para o centro de Londres e assim que se deu conta estava em uma parada em frente um grande shopping. O ônibus já ia saindo quando Zayn gritou para o motorista parar. Desceu do ônibus e entrou no local. Viu que o lugar era grande e decidiu fazer alguma coisa para não ficar brisando. Decidiu que veria um filme. Avistou de longe o cinema do local. Depois de ter comprado seu ingresso, Zayn estava indo para a fila da pipoca quando avistou um pessoa bem familiar.

- Charlie? - perguntou Zayn. O rapaz na mesma hora virou para Zayn.

- Zayn? É você mesmo? - Disse aproximando-se mais de Zayn.

- Quanto tempo, não? - Disse Zayn abraçando o jovem de feições bonitas.

- O que faz aqui? - Perguntou Puth.

- O mesmo que você, idiota.

- Não, não é isso. O que faz aqui em Londres?

- Meu pai decidiu se mudar para cá. - Respondeu.

- E está gostando? Tem alguma novidade? - Perguntou Charlie, podendo ser visto o seu pequeno entusiasmo. Não me pergunte o porquê.

- Er... Até que é legal. Também descobri muita coisas por aqui. - Zayn respondeu.

- Tipo? - Perguntou Charlie.

- Tipo eu descobri que tenho outro pai, um irmão e acabei de descobrir que estou grávido. Essas coisas. - Zayn respondeu e Charlie cuspiu o refrigerante que estava bebendo.

- Grávido? E você fala isso da forma mais natural do mundo. - Charlie estava pasmo com a maneira que Zayn havia lhe dito.

- É uma coisa normal, não? - Zayn devolveu com uma pergunta.

- E quem é o pai? - Charlie perguntou do amigo.

- Um ex-namorado. A gente ficou uns dias e quando contei para ele que tava grávido ele me largou.

- Ô Zayn, eu tô começando a me assustar com essa sua frieza. Meu Deus! Você pelo menos já contou pro teu pai? - Charlie já havia se encostado numa pilastra ali no lugar porque já estava pas-sa-do com o que Zayn estava lhe dizendo.

- Não! - Disse curto e grosso. - E nem pretendo.

- Ha! Zayn, você saber que não vai consegui disfarçar sua barriga por muito tempo, não sabe?

- Sei.

- E então?

- "E então?" O quê?

- Aff Zayn. Vai te fuder.

- Melhor irmos assistir o filme. Já vai começar. - Disse Zayn pegando uma pipoca e adentrando a sala de cinema. Charlie fez o mesmo.

*Duas horas depois*

 O filme já havia terminado e todos já estavam saindo da sala de cinema.

- Vamos Zayn. - Charlie chamou e escutou fungados vindo de trás de si. - Zayn, você está chorando?

Zayn limpou o rosto. - Teu cú! Por acaso eu estou chorando?

- Você limpou os olhos, Zayn. Eu vi.

- Aff.

- Vamos logo, Zayn.

- Hey, calme lá. Vou no banheiro lavar o rosto.

- Ok, mas não demora.

- Ok, "papai".

Zayn seguia para o banheiro do local, mas sem se dar conta havia alguém lhe seguindo até o banheiro. Aliás havia alguém seguindo os dois desde a casa de Zayn.

Zayn foi até a pia do local, lavou o rosto e as mãos e quando ia se virar para ir embora, esbarrou em um corpo. E que corpo! Ur... Que calor! Er... Voltando aqui.

De olhos fechados. - Ô viado, olha por onde anda! - Disse Zayn furioso.

- Ownt. Isso lá é maneira de falar com seu namorado, Zayn? - Quando Zayn ouviu aquelas palavras apenas ergueu a cabeça e viu que era... Era Liam.

- O que você faz aqui? - Perguntou Zayn, com uma cara de quem estava visivelmente preocupado.

- Nossa que grosseria, não vai né dar nem um beijo? - Perguntou Liam de uma maneira sarcástica e avançando rumo aos lábios de Zayn. Zayn desviou e empurrou Liam. - Isso não foi legal. - Liam fechou a cara.

Zayn fechou os olhos, levantando as mãos, esperando algum ato de violência, mas teve uma surpresa. Zayn sentiu seus punhos sendo agarrados e pressionado contra a parede do local e sentiu uma coisa molhada em seu pescoço. Zayn se arrepiou, até chegou a gemer.

- Hm... Eu sabia que você não tinha me esquecido, Zayn. - Sussurrou rente ao ouvido de Zayn. Liam tinha uma das mãos livres e a levou até a bunda de Zayn. Zayn ao perceber o toque começou relutar e acertou uma joelhada no estômago de Liam que se encolheu e soltou as mãos de Zayn que tentou sair correndo, mas levou uma rasteira e caiu de costas. Liam pulou encima de Zayn, levantou o rapaz e tornou a encostá-lo na parede.

- Zayn, Zayn... Você... - Liam pisou nos pés de Zayn. - ... Não vai fugir de novo. - Novamente, Liam voltou a beijar/chupar o pescoço do rapaz.

- Me solta! - Zayn continuava a se debater entre os braços de Liam. Liam nem dava bola.

- Saudade de você, Zayn. Saudades de comer seu cuzinho.

- Me solta! - Zayn se debateu mais uma vez, fazendo Liam parar o que estava fazendo. - Sabe Liam, eu não te reconheço mais. Quando eu te conheci você era doce, agora você parece um monstro. - Zayn fez cara de nojo.

Liam estava com uma cara de raiva. - Cala a boca! - Liam deferiu uma tapa na cara de Zayn e volto a por a mão na bunda de Zayn, apertando-a. - Sabe Zayn, você até que foi uma putinha gostosa. Tem um cuzinho muito bom. - Liam falou e Zayn deixou escapar uma lágrima, fazendo Liam se arrepender do que havia dito.

- Solta ele! - Uma terceira pessoa estava ali. Charlie havia estranhado a demora de Zayn. Foi no banheiro encontrou o amigo sendo prensado contra a parede por um estranho, a seu ponto de vista. Aliás, Charlie acertou um soco em Liam. - Tire suas mãos deles.

- Não creio, Zayn. Arrumou um segurança. Que legal. Eu queria te dar uma lição por ser tão gostoso, mas vou ter que dar uma lição no seu amiguinho antes.

Liam avançou sobre Charlie que não teve tempo de se defender. Liam derrubou Charlie no chão e deferiu vários socos em Charlie e por fim fez um mata-leão. Charlie já estava roxo. - Tá vendo, viado, isso é por você ter se metido onde não foi chamado.

- Liam, para, Liam. - Zayn estava implorando para Liam soltar Charlie. - Liam, por favor, solta ele, eu te imploro. - Dizia Zayn tentando afrouxar o golpe de Liam. Liam percebeu que  Zayn estava chorando e resolveu soltar Charlie, deixando ele cair no chão e se afastando. - Desculpa Zay...

- Vai embora Liam.

- Mas...

- Vai embora Liam! - Liam não exitou e saiu do lugar.

- Tudo bem, Charlie?

Charlie respirou fundo. - Fora o sangramento no nariz e a falt.. a de a-ar. Sim, eu estou bem.

- Vem, vou te levar na enfermaria. - Zayn ajudou o amigo a se levantar e o levou a enfermeira.

Já na enfermaria, Charlie já havia cuidado do nariz e já estava respirando normalmente. Charlie levantou-se da maca e foi até Zayn.

- Como você tá? Aquele cara não te machucou, não é?

- Engraçado você se preocupar comigo. Você que se machucou, não eu.

- Ainda bem. Afinal, quem era o cara? Você o conhece Zayn?

- Er... Não conheço não. Deve ser um maluco.

- E como você sabe o nome dele?

- Ah Charlie, não faz pergunta difícil.

- É que eu me preocupo com você.

- Obrigado, amigo.

- Zayn... - Charlie chamou a atenção do amigo. - ... Eu não fiz isso só porque somos amigos. - Charlie aproximou-se mais de Zayn.

- Ah não! Foi por que então? - Zayn estava confuso.

- A dor que eu tô sentindo agora nem se compara com a dor que eu senti quando eu fui embora de Bradford e fiquei sem te ver por esses 8 anos.

- O que vocês quer dizer com isso?

- Eu quero dizer que eu te amo Zayn Malik. - Charlie aproximou cada vez mais seus lábios dos lábios de Zayn e o beijou.

Liam avistava aquele beijo de longe e acertou um soco na parede por conta da raiva que sentia naquele momento. Apesar de toda a merda que estava fazendo, ele ainda sentia algo por Zayn. Ele estava se tornando obsessivo por causa do seu amor. Ele não suportava quando alguém tocava seu homem. Ninguém poderia tocar nele a não ser Liam. Liam foi embora daquele para não ver aquela cena ele perderia a sanidade e acabaria fazendo merda. Mais uma, pra falar a verdade. - Gr...

- Aproveite Zayn, essa pode ser sua última foda. - Havia mais alguém naquele lugar.



Notas Finais


Ai Mds terminei.


Prometo atualizar o mais rápido possível.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...