História Surprise - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Justin Bieber
Personagens Ariana Grande, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Amor, Ariana Grande, Desconhecido, Encontro, Jariana, Justin Bieber, Mensagens, Traição
Exibições 130
Palavras 1.180
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hi babes ❤
☆ Obrigado a todos os favoritos e os comentários, isso me faz muito feliz 😀
Boa Leitura ❤

Capítulo 6 - Seis.


Fanfic / Fanfiction Surprise - Capítulo 6 - Seis.

          Pov Ariana 


- J-Justin? 


Minhas pernas vacilaram e eu tive que colocar Brayan no chão. 

Ele me olhou assustado. Também né. Ele não esperava que eu entrasse nessa cozinha justo agora.

Ele não esperava que eu fosse o ver beijando a minha amiga.

Minhas vistas ficaram turvas quando tive a certeza que estava chorando.

Aquela cena...

Justin estava encostado na pia, encurralado, enquanto Alexa distribuía beijos pelo seu pescoço, logo após de já ter beijado a sua boca.

Ela ainda não tinha me visto... Ainda.


Justin : A-Ana não... - ele empurrou Alexa e veio até a mim.


Ela me olhou como se eu fosse uma miragem.

Vagabunda!

Justin dava dois passos para frente e eu dava cinco para trás. 


Ari : Sai de perto de mim. - gritei.


Não deu dois segundos e Lauren apareceu na cozinha.

Ela estava atônita, sem saber o que havia acontecido, após pegar Brayan no colo fez menção a se aproximar, mas a repreendi com o olhar.


Ari : E-Eu te odeio. - gaguejei apontando para Alexa que também tentava se aproximar.


Voltei a olhar para Justin. Seu lábio inferior estava um pouco sangrado.

Ela ainda tinha machucado-o.


Alexa : Ari... 

Ari : Vagabunda. - berrei empurrando Justin para o lado, e caminhei até ela, depositando um tapa estalado em seu rosto. - EU CONFIEI EM VOCÊ,  MERDA. 

Alexa : EU GOSTO DELE, VOCÊ NÃO ENTENDE. 

Ari : QUAL O SEU PROBLEMA ALEXA? VOCÊ SEMPRE  QUER O QUE É MEU.


Lauren sumiu da cozinha por poucos segundos e logo voltou sem Brayan.


Alexa : EU IA TE CONTAR.

Ari : IA? AH SIM, IA CONTAR BEIJANDO O MEU NAMORADO, NA MINHA CASA.

Alexa : O JUSTIN TAMBÉM NÃO É  SANTO, VOCÊ NÃO SABE O QUE ELE FAZ. - olhei meros segundos para Justin e voltei a olha-lá.

Ari : O MEU PROBLEMA AGORA É COM VOCÊ E NÃO COM ELE. 


Olhei ao redor e avistei um jarro no centro de mesa, peguei o mesmo e joguei nela. Ela foi mais rápida e se esquivou, fazendo o meu jarro se despedaçar no chão. 

Fui até a cozinha - já que eu tinha ido parar na sala - e peguei a primeira coisa que veio na minha frente.

Felizmente ou infelizmente era um facão.


Lauren  : Larga isso, Ana, para. - larguei a faca, mas não sem antes arrumar na direção de Alexa.


Mas eu sou ruim de mira e por pouco não acerta Justin.

Eu estava com raiva.

Eu não me lembro de nada que eu tive que Alexa não quis.

Tudo o que eu sempre queria, ela também queria, tudo o que eu sempre tive, ela quis ter.

Eu nunca  me importei.

Até agora.

Ela tinha mexido com Justin, e no fundo eu sabia que ela gostava dele.


 Ari : SAI DAQUI ALEXA. - expulsei ela pegando tudo o que via pela frente e jogando nela. - Eu nunca mais quero te ver, entedeu? - tentei fechar a porta na sua cara mas ela colocou o pé. 

Alexa : Eu gosto dele de verdade, eu não vou desistir. - me deu as costas e eu bati a porta com força. 


Olhei para Lauren  e ela não sabia o que dizer. 


Ari : Lauren, você pode ir pra casa. - pedi enxugando o meu rosto com as palmas das mãos.

Lauren : Ana, você tem certeza.. - assenti.

Ari : Está tudo bem. - confirmei e ela foi buscar seu filho.


Olhei para qualquer lugar menos para Justin que mantinha a sua atenção em mim.

Por que ele não tinha impedido?

Logo Lauren voltou.


Lauren  : Eu já vou, então. - se aproximou de Justin e ele abraçou ela de lado e deu um beijo em Brayan, que de costume limpou o local. - Tchau amiga. - pegou sua bolsa e as coisas de Brayan. Veio até a mim e me deu um forte abraço, retribui e acariciei a bochecha de Bry. - Não faça nada que eu não faria, eu não vi, mas tenho certeza que ele não teve culpa.


Lauren gostava muito de Justin para dizer se ele tinha culpa de algo ou não. 

Assenti.


Lauren : Me ligue... Fiquem bem. - disse antes de fechar a porta.


Umedeci meus lábios e foquei a minha atenção no meus pés. 

Eu estava triste.

Mas não por ele ter beijado ela ou vice-versa, sei lá. 

Mas sim por que eu perdi uma amiga.

Quer dizer, eu pelo menos a considerava como uma amiga.

Senti braços me apertarem e inspirei aquele perfume forte.

Ele cheirava a Alexa um pouco também.

Será que ela já deu em cima dele outra vezes? 


Justin : Eu te amo. - sussurrou. 


Aquelas palavras saíram tão puras e sinceras.

Eu preferi acreditar. 

Justin nunca havia mostrado sinais de infelicidade ou que estava cansado de mim. E espero que não comece demonstrar agora.

O meu dia não ia acabar por causa dela.

Me afastei dele e olhei em seus olhos.


Justin : Eu não fiz nada, foi ela Ana, eu... - respirou fundo. - Nunca faria isso com você, ainda mas  com a sua amiga.

Ari : Ela não é minha amiga. - limpei as lágrimas que ameaçavam cair. - Não mais.


Ele sorriu como se sentisse pena, me puxou, me levando até o banheiro. Abriu a torneira e lavou o meu rosto com cuidado.


Justin : Você acredita em mim? - assenti. - Eu nunca faria isso com você, nós já passamos por tanta coisa,  por que eu te trairia? - me abraçou. - Eu te amo. - beijou os meus cabelos.


Apertei ele com força.

Às vezes eu penso que Justin é a única pessoa em que eu posso confiar de verdade... Aí eu me lembro de Lauren.


Justin : Vamos dormir? - concordei. 


Passamos pela sala e eu ri fraco ao ver várias coisas quebradas no chão. Amanhã eu teria um trabalho e tanto. 

Com delicadeza fui carregada por Justin e levada até o quarto. 

As vezes ele me tratava como se eu fosse uma boneca de porcelana, que com qualquer coisa poderia quebrar.

Entramos no quarto e ele me pôs no chão. Fui calmamente até a cama, peguei um travesseiro e um lençol e voltei para Justin, lhe entregando. 


Justin : Pra quê isso? - perguntou confuso.

Ari : Pra você. - disse como se fosse óbvio. 

Justin  : Mas...

Ari : Você vai dormir na sala. - dei uma piscadela.

Justin : Mas eu... 

Ari : E limpe a sala. - empurrei ele até a porta, bati a porta na sua cara  e tranquei a mesma por segurança. 

Justin : Ana. - sua voz saiu abafada do outro lado da porta.

Ari : Ah, e dois meses sem sexo. 

Justin : O QUE? - gritou, sorri.

Ari : Boa noite, Justin. - escutei ele bufar e logo os seus passos.


Me joguei na cama, rezando para que esse dia acabasse. 

Logo escutei um estrondo e senti o cheiro de Justin.

Merda!

Ele havia arrombado a porta e agora estava aqui do meu lado. 


Justin : Eu posso até arrumar a sala, comprar uma porta nova,  ficar dois meses sem sexo, mas eu não vou dormir sem você, então nem comece a reclamar. - revirei os olhos e me virei para o lado contrário, logo ele me aconchegou em seus braços. 


Acabei não dormindo porque ele ficou a noite toda reclamando por eu deixar ele dois meses sem sexo.

Eu mereço.  





Notas Finais


Foi isso amores, espero que tenham gostado.
Comentem
Beijos ❤😍
Amanhã eu posso outro capítulo 😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...