História Surrender 2 - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~ArabellaStark

Postado
Categorias Originais
Tags Pânico, Revelaçoes, Scream, Sobrevivencia
Exibições 3
Palavras 998
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Josei, Mistério, Policial, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Descobertas?


1999

Sarah estava esperando a ligação. Não ia procurar alguém por conta própria, mas tinha quem fizesse isso por ela. A irmã já tinha completado um ano. Não podia esperar mais.

O telefone tocou.

– Sim?

– Encontrei alguém qualificado – o homem respondeu. – Ele se chama James Colton. Filho de policial, então não teremos problemas. E não mora aqui. É de uma cidadezinha. Disse que pode se encontrar no terreno da madeireira. Quer que eu leve?

Sarah respirou fundo.

– Eu cuido disso. Obrigada, primo. Se quiser ter sua... recompensa, marcaremos um lugar. Beijinhos – e desligou o telefone.

A porta do quarto se abria. A bebê se mexeu ao acordar com o barulho.

– Shhh, garotinha – Sarah se apoiou no berço. – Está na hora de passear.

 

2016

– Descobriu alguma coisa? – Emily entra no quarto enquanto a gravação da câmera reaparece.

– Ainda não. Vamos ver agora.

O começo é idêntico ao da filmagem que meu pai mostrou. Jamie se movia, aflita. Ela acena pra algo e vai até ele.

A partir daí, o vídeo segue diferente. Jamie volta pra imagem da câmera, acompanhada de Nicholas. Os dois claramente discutem.

– “Ela era uma de nós”. Jamie também fazia parte daquilo, seja o que for – Emily conclui.

– Isso significa que é um grupo. Mas por que?

Quando a discussão acaba, Jamie veste a máscara e segue Nicholas pro lado esquerdo das filmagens. A terceira figura surge do lado direito e faz o que já tínhamos visto. Antes do fim do vídeo, Nicholas e a outra figura arrastam Jamie pelo chão com uma corda no pescoço.

– Isso não é o suficiente.

– Eu consegui mais – o braço de Emily estende um celular pra mim. – Peguei desse Nicholas antes de voltarmos. Pode ter alguma coisa.

Arrumo um cabo e conecto o celular no computador. Procuro pelos arquivos recentes. Outro vídeo.

Emily grita com a mão na boca e eu sinto meu rosto enrubescer. O vídeo não era nada menos que a professora morena da cerimônia da Highrise University deitada em cima das carteiras de alguma sala e Nicholas se movendo em cima dela. Fecho o vídeo.

– Ok, isso foi surpreendente – Emily ainda ri.

– E acho que ela é namorada de um dos professores do meu curso. Vamos fingir que isso nunca existiu.

Um bater na porta interrompeu nossa conversa. Estamos em um motel. O que poderia ser? É Ally quem sai do quarto, armada, pra verificar o olho mágico.

– É o Kyle – ela diz, puxando o trinco.

Assim que a porta abre, Kyle dá um passo e cai no chão. Liam se junta a nós e treme. Nossa atenção vai para os serrotes formando uma poça de sangue nas costas de Kyle.

***

– Pai, precisamos de ajuda.

– O que houve? – meu pai pergunta. Me esforço pra ouvir a voz dele no telefone com os sons de sirene lá fora.

– Um dos mascarados foi morto. Ele era da Highrise também. Um amigo nosso foi assassinado e mandaram o corpo pra cá. A policia está aqui agora.

– Jeremy, eu vou achar outro lugar pra vocês ficarem. Agora, entregue o telefone pra algum policial  eu resolvo isso.

Encontro um policial perto da viatura que parece ser o chefe, passo o celular pra ele e volto pra onde estava parado. Vejo que o policial reconhece meu pai. Emily vem andando até mim.

–Ela parece pior que todos nós – ela aponta com a cabeça pra Ally, que ficou de costas viradas pra nós em algum lugar distante, junto com Liam.

– É claro. Essa brincadeira toda é pra afetar ela.

– Eu tentei te ajudar, mas você não ouviu. E agora aqui estou eu, tendo que ajudar você. Jeremy, você precisa dar um fim nisso. E isso nunca vai acontecer enquanto ela estiver por perto.

– Não seja tão idiota, Emily – o aumento no tom da minha voz a assusta. – Agora eu consigo ver, isso não começou de novo, na verdade o jogo nunca acabou com James. Ally e eu não podemos nos livrar disso, mas você pode, então, se quiser pegar um avião e voltar...

– Eu não posso – agora eu via lágrimas se formando nos olhos dela. – Olha pra isso, os policiais sabem quem nós somos. Todos sabem. E se isso continuar acontecendo, nunca vamos ter paz em vida. É isso que você quer? Não é o que eu quero. Tudo o que eu sempre quis foi ser feliz com você, Brad, Tyler, e Robert. E olha onde estamos agora.

Após aquilo, Emily saiu, e me deixou sozinho com o peso de várias almas de adolescentes mortos nas minhas costas.

Por mais que eu estivesse evitando, só beber parecia poder me salvar daquilo.

***

Os bares das cidades grandes eram muito diferentes do que os bares de cidades como Pettenscurt. Tudo era muito... barulhento.

Sinto alguém sentar do meu lado.

– Ora, ora, não sabia que celebridades frequentavam esse bar – era um cara que julguei ser da minha idade. Bêbado.

Bom, eu também estava.

– E cadê a tal celebridade? Eu teria que me arrumar antes pra não passas vergonha. Tenho consciência do meu estado deplorável.

– Eu discordo – ele insistiu – Alguma chance do herói da cidadezinha gostar de rapazes?

– Hoje não – respondo, virando mais um gole direto do gargalo. Sinto o meu olho umedecer. Ele vai embora.

Eu tento correr a tempo, mas é impossível com tanta gente, então deixo as lágrimas caírem na porta do bar, com plateia e tudo. Por mais que eu me esforçasse pra manter os pensamentos afastados, era difícil suportar tudo aquilo. Sentir o medo no ar era terrível, e ver pessoas morrerem por algo que você está no meio sem fazer nada é uma dor que eu não sei por quanto tempo posso suportar.

O toque do celular me faz notar que estou caído no meio da rua.

– O que foi? – atendo Ally tentando disfarçar o peso na voz.

– Jeremy, é sobre a Emily... Ela fez as malas e saiu, e eu achei que ela tinha decidido ir embora, mas está tudo tão estranho... eu acho que alguma coisa ruim aconteceu.


Notas Finais


!!!!!
Oq será q aconteceu com ela? Emily já sobreviveu uma, mas e a segunda vez?
Agora vai ficar tenso


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...