História Surted - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Jikook Bts, Jimin And And Jungkook
Exibições 122
Palavras 2.002
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 25 - Amaranto's


Fanfic / Fanfiction Surted - Capítulo 25 - Amaranto's

Flashback

 Jimin havia saido irritado pela porta

A esse ponto , eu também já estava irritado , eu sei que o magoei e que não tenho direito de dizer uma só palavras mas eu .. Me sinto estranho em relação a ele e em relação aos nossos beijos

Nunca me atrai por homens e isso é novo 

Mais novo ainda porque até um tempo atrás eu nunca havia sentido amor , aliás , meu transtorno fazia questão de anular os sentimentos amorosos e eu apenas era uma alma sem expressão Mas isso mudou com o sorriso caloroso que Jimin me dava a cada vez que me via , suas palavras , seu afeto 

E eu Estraguei tudo

 Sempre pensei sentir apenas o característico frio na barriga por estar nervoso demais , mas não , eu estava com medo

Medo de eu sofrer com um amor unilateral , medo de me entregar e não ganhar um "te amo" sincero de volta .

 Me sinto tão idiota , agora ele deve me odiar não é ? Bom , até eu me odiaria

Preso em meus pensamentos saio do transe ao escutar o toque do celular ecoar pelo quarto 

Me estico preguiçosamenrostoé o aparelho e franzo o cenho a ver que era o numero de meu avô .


 Oi vovô ! Como vai o senhor ? - exclamo animado


Senhor Jeon Jungkook ? - uma voz não reconhecida por mim me responde pelo outro lado da linha .


Sim sou eu , quem é ? - o sujeito do outro lado da linha suspira e eu franzo o cenho .


Seu avô teve um desmaio e esta com uma grande suspeita de câncer 


Meu ar naquele momento parece ter sumido


 Eu cai para trás e meu celular acabou voando longe já sumindo de minhas vista , ouvi o impacto do aparelho ao cair no chão mas não consegui avista-lo

Grunhi ao sentir minhas costas colidirem com a quina da cama 

Minha visão se embasou e só pude ver uma silhueta masculina invadir o quarto

O timbre de voz da silhueta ecoou pelo quarto em tom de desespero 

Por um momento pensei que fosse Jimin mas ao escutar a melodia da voz , conclui que não

Senti suas mãos segurarem minha cabeça apoiando-me e logo após , senti minha vista escurecer

Flashback OFF °

Hoseok parecia desesperado do outro lado da linha. Automaticamente desesperou-me

Olhei para Yudai que me encarava confuso e senti minhas pernas cambalearem 


Estou indo Hoseok , não se mexa 


Foi a última coisa que eu disse antes de sair correndo daquele banco em direção aos quartos , deixando um jovem de Tokyo confuso 


Vou me arrepender ? Talvez 

Fiz certo ? Sim 

Me sinto idiota ? Sempre

Subi as escadas me atrapalhando em meus pés e acelerei meus passos ao escutar os gritos escandaloso de Hoseok

Adentrei o lugar sentindo minha respiração se acelerar e meu suor descer pela minha testa

Encarei Jungkook deitado inconsciente no chão e meu coração pareceu pular pela boca

- JUNGKOOK ! - corri até a cama e tomei o moreno em meus braços , dei leves tapas em seu rosto e respirei aliviado ao perceber que ele havia só desmaiado

Levantei ele e o coloquei na cama com delicadeza

- ele está bem ? - Hoseok se sentou ao meu lado e encarou o semblante de Jungkook .


- sim - suspirei - ele só desmaiou , acontece quase sempre - disse e acariciei a bochecha rósea de Jungkook .

- mas você sabe o motivo ? 


- Não , pretendo pergunta-lo quando ele acordar - respondi simplista .

- Entendo - sorriu - soube que saiu com um boy - Me encarou com um sorriso malicioso e eu sorri envergonhado .

- as notícias correm rápido - arqueei a sobrancelha e Hoseok me acompanhou. 


- Tudo culpa do correio Tae Tae - riu e encarou Jungkook novamente - acho que já vou indo , Tenho que ver Tae - sorriu e se levantou da cama .


- gosta dele ?


- que ? - parou em meio ao caminho e me encarou com o cenho franzido .


- gosta de Tae ? - Hoseok pareceu pensar por alguns segundos e logo soltou-me um sorriso divertido .

- Gosto - foi apenas oque disse antes de sair pela porta - que antes havia arrombado - olhei para Jungkook novamente e suspirei 


- oque eu faço com você ? -

[...]


- Foi isso - Jungkook suspirou pesado .


- Ei não fique assim , ele vai se recuperar - me sentei de volta na cama lhe entregando uma bolsa de gelo .


- espero que sim - disse e sorriu amarelo para mim.


Embora estivesse a sorrir

Eu sabia 

Eu sabia que Jungkook estava machucado por dentro , o mesmo afirmou que seus avos eram a esperança e o motivo dele estar presente aqui agora .

Supirei e levei minhas mãos as medeixas pretas que caiam bem com as orbes profundas que Jungkook obtinha

- vamos visitar seu avô , oque acha ? - perguntei animado e vi Jungkook me encarar esperançoso .


- verdade ? - perguntou , assenti a cabeça e ele sorriu meigo .

- claro , deixa só eu colocar um curativo aqui - me levantei e coloquei o curativo na nuca de Jungkook - pronto ! Podemos ir - sorri e Jungkook sorriu de volta 

O silêncio reinou fazendo ficarmos por longos segundos nos encarando , seus olhos transbordavam mistério e mostravam que na verdade , Jungkook era uma criança que não brincou , um garoto tão novo e com um coração tão quebrado

Era alguém que não sentiu o amor de uma mãe e nem a motivação de um pai

E a pessoa que lhe deu amor talvez estivesse perto de partir

[...]

Jungkook's


Insisti que Jimin não precisava levar nada para o meu avô mas ele não me deu ouvidos , me fez um quiz sobre oque meu avô gostava e eu respondi que ele apreciava flores

Pra que ?!

Ele me arrastou pra uma floricultura e agora estamos olhando uma flor entre as bilhares que se continham naquela salinha de vidro 


- leve essa -

Apontei para um amaranto e ele fez uma careta engraçada e riu .


- porque ? - pegou o amaranto em mãos .


- significa saúde , imortalidade e vida eterna - dei ombros .


- certo ! - ele sorriu - será que poderia fazer um buquê bonito com esses amarantos ? - perguntou pra moça e ela assentiu montando um lindo buquê e pondo nos braços de Jimin .

Saímos da loja após pagar e saímos em direção ao hospital que meu avô havia sido levado , por sorte era perto de onde estávamos

[...]

Depois de gastar as minhas pernas andando o corredor gélido e longo do hospital , eu e Jimin finalmente estávamos em frente a porta do quarto do meu avô , respirei fundo e Girei a maçaneta

- vovô !! - corri até o senhor grisalho e o abracei depositando selares em sua bochecha - como o senhor está ? - segurei sua mão , vovô ainda me encarava sorridente 

Seus olhos passearam pelo quarto e pararam em Jimin com um grande buquê

- L-Licença , eu sou Jimin , Jungkook me disse que gostava de flores - Jimin chegou mais perto da cama e entregou o grande buquê para o meu avô que sorriu doce ao encarar os amarantos

- obrigado filho - vovô acariciou minhas bochechas - obrigado Jimin - sorriu novamente admirando os amarantos

Senti meu celular - que Jimin havia achado - vibrar em meu bolso e puxei o aparelho , olhei o nome da tela com desgosto e engoli seco



Chamada de Jennie 


- com licença eu vou atender - sorri amarelo e sai pela porta deixando meu avô e Jimin confusos .


Jimin's

Estranhei a forma de Jungkook sair da sala as pressas e até pensei em segui-lo mas resolvi ignorar , aliás eu estava com o avô dele e sei que isso era uma tamanha falta de educação

- Jungkook sempre ansioso - disse o avô de Jungkook chamando minha atenção .


- gostaria de lhe fazer um pedido - segurei as mãos do senhor e ele sorriu e sussurou um "peça" - me fale como Jungkook era quando criança - disse por fim , o senhor levou as maos ao queixo mostrando estar pensativo .

- o menino Jungkook é uma pessoa maravilhosa - sorriu - apesar de ter sido uma criança séria , ele sempre foi apegado a mim e a sua vó , Jungkook sempre pintava lindos vasos e dava para Han , e ela adorava claro , ele desenha muito bem , lembro ate hoje quando ele chegava as pressas em casa dizendo que tinha aprendido um novo significado de uma flor , era como se estivesse descoberto uma coisa importante , ele sempre vinha correndo para os meus braços quando conseguia colher flores e me dizia o significado delas embora eu sempre soubesse

É um garoto dócil , tivemos sorte de conseguirmos sua guarda , quando Han morreu - engoliu seco - ele se trancou em seu quarto e desejou morrer várias vezes , até que um dia disse que não morreria apenas para cuidar de mim , então se eu morrer ..


- o senhor não vai morrer - apertei sua mão com um olhar preocupado e ele sorriu .


- cuide do meu neto ,vejo em seus olhos que o ama , não faça como ela - me senti confuso , quem era ela ? E como ele sabe que eu o amo ? Bom , eu gostaria de perguntar se o senhor em minha frente não estivesse sonolento .

Larguei sua mão e ajeitei os Amarantos em um vaso

Sai em passos leves pela porta , cuidando para não fazer barulho

Encontrei Jungkook na porta do hospital suspirando para a tela do celular , eu ate iria rir se não estivesse preocupada pela expressão estampada em seu rosto

- Kookie ? - toquei seu ombro e ele deu um pulo .


- droga Jimin - levou as mãos ao coração com uma expressão afoita - quer me matar ? - mudou de expressão para uma de raiva , me fazendo o encarar sério .


- com quem estava falando ? - perguntei e ele engoliu seco .

- Jennie - minha expressão mudou para um expressão de raiva .


- tá , já estou indo - virei meus calcanhares afim de sair pela porta dos fundos e senti a mão de Jungkook rodear meus pulsos .


- Jimin isso não é verdade , acredite em mim por favor , apenas vá comigo e verá 


- Oque não é verdade ? - arqueei as sobrancelhas e ele suspirou .


- vem comigo Jimin, por favor - puxou meu pulso fazendo eu bater em seu peitoral , assenti com a cabeça - é mentira , eu sei que é - ele me apertou mais em seus braços .

[...]


Estávamos sentados no sofázinho em uma lanchonete próxima do hospital , Jungkook a minha frente.

Não estou conseguindo disfarçar o quanto o ciumes bate em mim só de pensar em aquela mulher por aqui

E falando na cobra ..


- Oii Kookinho - A voz nojenta de Jennie ecoou pela lanchonete me fazendo sentir um breve enjôo .

- Oi - disse indiferente .


A naja se sentou ao lado de Jungkook e acariciou os braços do mesmo que a encarava sem expressão , seus olhos pararam em mim e ela me fitou por alguns segundos .


- que foi minha filha ? Nunca viu gente não ? - revirei os olhos e ela me encarou .


- quem é você ? - perguntou franzendo o cenho .


- esse é Meu namorado , Jimin - Disse Jungkook me fazendo sorrir vitorioso e Jennie encarou Jungkook com uma expressão chocada .


- Mas Kookie , você me prefere não é ? - disse com a voz manhosa , me fazendo revirar os olhos novamente .


- claro que não , naja - Jennie me encarou com uma cara de choque .


- Naja ?! 


- Eu prefiro Jimin - disse Jungkook fazendo a expressão de Jennie mudar para uma de raiva , soltei um riso baixo ao perceber sua irritação .


- Mas Kook você vai ser o pai do meu bebê



Notas Finais


Sim eu sei que demorei
Desculpa 4ever

Gostaraaaam ??? Comenteeem “ψ(`∇´)ψ

Entre no grupo da fanfic 😊

https://chat.whatsapp.com/Im5al3POCTr3ES1yAAjt8H


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...