História Survival Love. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Baekhyun, Baekyeol, Chanbaek, Chanyeol, Drama, Kami, Policial
Exibições 24
Palavras 901
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


eu nao sei oq fala dps edito rs

Capítulo 1 - Prólogo.


Fanfic / Fanfiction Survival Love. - Capítulo 1 - Prólogo.

P R Ó L O G O 

[ . . . ] 

 É meu terceiro dia na delegacia, e estou responsável em resolver dois casos; prender Park ChanYeol, mais conhecido como PCY, o maior mafioso de Seul, e ajudar nos casos de assassinatos constantes dos jovens da Coréia. E isso, em apenas três dias de trabalho frequentes.

Obrigado, de verdade, Do KyungSoo. 

━ Vamos lá, Baek! Nem é tão difícil, eu posso te ajudar e- 

━ ''Não é tão difícil''? Isso porque você tem mais experiência que eu, trabalha aqui há 2 anos e consegue resolver um caso desses sozinho, sem ajuda! Mas eu sou novato, Yixing, me respeite! - disse, eufórico, interrompendo a fala do meu amigo (que conheci na lanchonete de Minseok há 10 dias) ━ Eu preciso de alguma coisa.... eu não posso ser demitido, é o melhor emprego que ando recebendo em tempos! 

Ouvi a risada de Yixing ecoar pela sala, me fazendo olhar mortalmente pra ele e mostrar meu dedo do meio, voltando a arrumar as pastas de detentos. 

━ KyungSoo é louco! 

━ Poupe suas palavras, senhor Byun, caso queira manter-se intacto no emprego. - ouvi a voz rouca e grossa do mesmo adentrar a sala, me fazendo dar um pulo de susto e me curvando pedindo infinitamente desculpas ━ Certo, vamos ao trabalho. 

━ O que tem pra hoje, chefe? - Kai indagou, ele era o mais próximo do chefe, até hoje acho que eles tem um caso. 

━ Dois corpos foram encontrados esfaqueados na avenida da praça principal, o muro estava pichado com ''PCY'', tem o resto do crime ali, precisamos coletar tudo para provar á justiça que PCY é perigoso e é o principal assassino das vítimas de Busan. BaekHyun, SeHun e Yixing irão coletar as provas e deixa-las no laboratório da cidade para revisão, o resto irá levar os corpos pra UTI identifica-los e comunicar a família, e investigar o caso. Quero tudo pronto hoje de tarde, vão.

━ Sim, senhor! - todos os policias falaram juntos, enquanto saíam um a um. 

━ E você, BaekHyun, se lembre do que eu falei. 

[ . . . ]

Eu estava literalmente ferrado, por quê? Oras, simplesmente; perdi as provas em que poderiam provar a justiça que PCY era perigoso, mas eu as perdi. Não sei como, nem quando, deixei-as em cima da maca e fui pegar uma anotação, quando voltei, sumiram. Talvez um cúmplice dele, ou o próprio, passou despercebido entre nós, não importa o que aconteceu, apenas importa que eu estou lascado. 

━ Pronto Baek? Vamos? O chefe nos espera. - Kai disse, com seu sorriso gentil, por um momento esqueci que minha vida estava em jogo, digo, meu emprego. 

━ Ahn... eu vou ali confirmar tudo e já volto, podem ir indo, prometo que será rápido. - respondi devolvendo meu sorriso, enquanto saia correndo atrás de algum lugar em que provavelmente estariam as provas. 

━ Se eu fosse um bandido pegando as provas, onde eu iria as esconder? - perguntei a mim mesmo, me encostando no muro do canto da rua que tinha ali. Escutei passos próximos a mim, e a única coisa que pude ver foi um soco indo em rente á meu rosto. 

━ V-Você é louco? Eu sou um policial, posso muito bem te prender, seu marginal! - disse, me levantando tonto, já que força não era uma qualidade minha. 

━ Cala a boca gracinha, que é melhor. - senti meu braço ser puxado brutalmente enquanto era arrastado para um carro, e uma mão tampar minha boca e me jogar no carro, o fechando e indo pra frente. 

━ Quem é você, babaca? - me encolhi em um canto, minha arma tinha caído com o impacto, eu estou mais lascado ainda. 

━ Me chame de C, princesa. - sorriu, enquanto revirava os olhos e dirigia ━ Você fala demais, se eu arrancar sua língua e fazer você comer ela, será que você fica calado?

━ ... Não faça nada comigo. Por favor, o que você quer? - engoli em seco, em vão, ele continuo sorrindo psicótico e dirigiu até um lugar desconhecido, abrindo a porta do carro e me arrastando novamente ━ Pare de me arrastar! Eu não sou um saco de batatas pra você-

Um tapa. Dois tapas. Três tapas. Foram o total de tapas que eu levei assim que comecei a falar.

━ Eu já disse pra calar a porra da boca, caralho! Vou ter que enfiar meu pau aí dentro pra tu ficar calado? - disse, vermelho; irritação ━ Se você abrir a boca de novo, eu te mato, e é pra valer, graça

[ . . . ]

Eu estou aqui há 5 dias, preso numa cela, apenas com resto de comida e um pouco d' água. Eu poderia estar morto, mas o ''C'' cuida bem de mim, diz-se ele que me quer vivo para o ''show final''. 

Ouvi a porta ranger, e uma sombra alta entrar, era ele. Maldito. 

━ Vai me manter em cela até quando? Até eu estiver morto pro seu showzinho final? - reuni coragem para falar isso á ele, ele tem que aceitar seu posto na sociedade, ele era um marginal, eu era um policial, eu o prendia, não ao contrário. 

━ Fale direito comigo, bebê. Eu estou me divertindo com você aqui. - disse, pegando meu rosto e apertando fortemente ━ Você é o meu show final. 


Notas Finais


~xoxo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...