História Survive - interativa BTS e Monsta X - Capítulo 4


Escrita por: ~, ~Isabella_Wang e ~_Sobi_

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, J-hope, Jimin, Jin, Joo Heon, Jungkook, Ki Hyun, Min Hyuk, Personagens Originais, Rap Monster, Show Nu, Suga, V, Won Ho, Xiumin
Visualizações 38
Palavras 9.741
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Kim Jennie - Ficha 0.3


Fanfic / Fanfiction Survive - interativa BTS e Monsta X - Capítulo 4 - Kim Jennie - Ficha 0.3

“Quantos mortos vivos há entre nós? Não zumbis mas pessoas mortas por dentro. Não sei ao certo quem são nossos maiores inimigos, afinal, com o início do caos, todos mostram seus maiores demônios. Eu vi o apocalipse, vi como todos mudaram. Agora são apenas corpos andando por aí. Enquanto a nós? Somos apenas pessoas que insistem em sobreviver, lutando a todo custo contra o mal iminente.”

•Survive•

°Dados básicos°

♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Nome:

Kim Jennie

♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Apelidos:

Jen = Sua melhor amiga Suji lhe deu este apelido quando elas ainda estudavam no fundamental. Ela adorava ser chamada dessa forma, porém, após tudo o que passou, esse apelido trás para ela lembranças terríveis, logo, não quer ouvir ninguém referindo-se a ela como Jen, caso o façam, acabam despertando um lado extremamente mal-humorado da garota.

K.J = Recebeu esse apelido logo que entrou para os Salvadores. Inicialmente, apenas Yoongi a chamava assim, afinal, foi ele quem o criou, mas logo todos tomaram a liberdade de chamá-la de K.J por considerarem mais prático. Jennie adora esse apelido e sempre que se apresenta a alguém, indica que a pessoa lhe chame assim.

♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Idade:

Ela nasceu no dia 20/12/2001 às 10:00 horas da manhã, na cidade de Seul na Coreia do Sul. Por ser do mês de dezembro, Jennie têm como signo oriental o cavalo e como signo ocidental sagitário, porém, ela nunca acreditou em astrologia, logo, não dá a menor importância para seu signo.

Idade oriental = 17, quase 18 anos.

Idade ocidental = 16, quase 17 anos.

♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Personalidade:

Jennie sempre foi do tipo sociável, tinha muita facilidade para conhecer pessoas novas, mas eram poucos aqueles que a jovem realmente considerava seus amigos, afinal, nunca ligou para a quantidade e sim para a qualidade daqueles que estavam ao seu redor. Era a típica adolescente que chama a melhor amiga pra ficar em casa num sábado a noite, para assistir séries e comer até a barriga não aguentar mais, porém após o apocalipse zumbi, as coisas para ela mudaram drasticamente, isso porque a menina brincalhona deu lugar a uma jovem séria e decidida. Para aqueles que não a conhecem, K.J pode ser até um pouco assustadora, isso porque está quase sempre com uma expressão séria, postura firme e olhar penetrante, pois é extremamente incomum vê-la sorrindo, ela é aquele tipo de pessoa que todos dizem “Eu te odiava antes de te conhecer”.  Jen não é assim por que quer, o fato é que aprendeu da pior forma que os fracos não sobrevivem, ou seja, precisava engolir suas dores, ser forte e jamais transparecer seus medos. Odeia parecer fraca, tanto emocionalmente quanto fisicamente, por isso, mesmo que o mundo esteja desabando, ela colocará sua melhor expressão de indiferença e irá fingir que não há nada incomodando. Porém, quando está com seus amigos, ela pode mudar completamente, é como se a antiga Jennie, a garota divertida que adorava contar piadas de duplo sentido,  zoar seus amigos, comer brigadeiro até não aguentar mais, sorrir de coisas idiotas, que gostava de abraçar e apertar a bochecha de pessoas fofas e que amava jogar videogame e basquete na escola, voltasse com toda a força, ela não costuma se abrir com qualquer um, na verdade, leva um certo tempo para que a mesma confie em alguém a ponto de revelar seu verdadeiro eu.  Apesar de tudo, K.J é uma pessoa muito cuidadosa e está sempre pensando no bem estar dos seus amigos, antes do seu, pois para ela, uma das principais coisas que devem ser preservadas em tempos como esses, são as amizades. É bondosa e justa, portanto, mesmo que saia prejudicada, prefere fazer o que é certo ao ter que lidar com o peso na consciência, é capaz de tudo por aqueles que ama e os defende com unhas e dentes.

K.J é extremamente observadora e está sempre atenta às coisas ao seu redor, muitas vezes, fica um longo período de tempo em silêncio, apenas observando uma pessoa com o intuito de desvendá-la, prefere ouvir do que falar, dessa forma consegue saber um pouco mais a respeito daqueles que estão ao seu redor para poder saber se são pessoas confiáveis. O fato de Jennie ser uma pessoa calada, não faz dela alguém mal educada, muito pelo contrário, tenta ser o mais respeitosa possível e trata as pessoas como gostaria de ser tratada. Costuma respondê-las normalmente, porém, só puxa conversa com aqueles que realmente conhece ou tem alguma afinidade, caso contrário, falará apenas o necessário. Ela raramente inicia um diálogo com alguém que não conhece, mas caso venham falar com ela, Jennie responderá com muita educação e tentará ser simpática na medida do possível, tendo em vista que não é nenhuma miss simpatia.

Ela adoraria ser do tipo de garota fofa, meiga e feminina, porém não tem a menor aptidão para tais coisas, pois consegue ser tão delicada quanto um gorila. Sempre gostou de roupas mais largas, nunca soube andar de salto alto, come como um pedreiro, senta de pernas abertas, ou seja, a feminilidade passa longe quando se trata de K.J, mas, ainda existem aqueles que afirmam que ela consegue sim ser sexy, porém, faz isso inconscientemente, com pequenas atitudes como quando morde ou umedece os lábios, prende o cabelo, ou até mesmo quando sorri de forma fofa e ingênua.

♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Aparência:

Jennie Kim (BlackPink)

Descrição facial = Jennie possui um rosto em formato de coração, ou seja, a região da testa e das maçãs do rosto são largas, sendo a sua largura semelhante, e as linhas da mandíbula são longas e retas, afinando até chegar ao queixo. Sua pele é bastante macia e um pouco mais escura que a da maioria das coreanas, possuindo um tom um pouco bronzeado. Seus olhos são tipicamente orientais, ou seja, pequenos, puxados e suas pálpebras são gordinhas, as íris possuem uma coloração preta, dando a ela um olhar mais sombrio e misterioso. Suas sobrancelhas são relativamente grossas, retas e com uma coloração marrom clara. O nariz de Jennie é pequeno, combinando perfeitamente com sua boca pequena e rosada. Seu sorriso é bonito e dá a ela uma expressão fofa e infantil, mas é bem incomum vê-la sorrindo.

Descrição Corporal = Ela é uma pessoa baixinha e magra, isso porque tem 1,63 de altura e pesa exatos 45 kg. O corpo de Jennie é no formato de uma ampulheta, logo, ombros e quadris estão na mesma linha. Os seios são médios e suas curvas são suaves e proporcionais, mas o ponto forte do corpo de K.J é a sua cintura fina. Suas pernas são longas e torneadas, diferente dos seus braços que são bem finos, seguidos por mãos pequenas e delicadas, porém, grande parte disso fica escondido em baixo de suas roupas largas. A alguns meses atrás, os cabelos da garota possuíam luzes loiras e estavam um pouco abaixo dos ombros, porém, após o início do surto, a garota deixou de se preocupar com seus cabelos, afinal, tinha coisas mais importantes com o que se preocupar. Atualmente, ele está castanho escuro na raiz e apenas seu comprimento possui algumas luzes loiras, suas madeixas já estão longas, chegando até o final de suas costas e com leves ondulações nas pontas.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

°Dados pessoais°

História:

Infância

Jennie nasceu em um pequeno hospital de Seul, mas sua mãe biológica era extremamente nova, logo decidiu deixar a bebê em um orfanato, não precisou aguardar muito tempo para que enfim fosse adotada. Depois que toda a burocracia já havia sido resolvida e todos os papéis necessários já tinham sido assinados, a pequena foi levada para sua nova casa com um ano de idade. Ela foi muito aguardada por toda a família e quando finalmente se mudou para a residência dos Kim, que mesmo já tendo um filho de seis anos, decidiram adotar mais uma criança para alegrar a casa, tendo em vista que Kim Sook estava tendo dificuldades para engravidar de um segundo filho. Sua mãe era professora de História em uma das melhores universidades de Seul, enquanto seu pai Kim Taeyong era médico pediatra, graças a falta de tempo dos mais velhos, a pequena Jennie passava a maior parte do seu tempo na presença do seu irmão mais velho Kim Jae-Bum, a diferença de idade entre eles não atrapalhava em nada, viviam juntos e o mais velho sempre a protegeu contra todos que quisessem lhe fazer mal, assim como a mais nova o enchia de carinho e admiração. Ela sempre amou sua família, quando completou oito anos de idade sua mãe lhe contou que a pequena era adotada, mas o amor que sentia era tão grande, que a questão sanguínea não importava, já que sempre foi muito bem tratada por todos os seus familiares. Ela não ficou revoltada nem nada desse tipo, muito pelo contrário, K.J ficou extremamente grata por tudo que a família Kim fazia por ela.

Adolescência

Tudo ia perfeitamente bem na vida de Jen, afinal, seus pais continuavam ganhado muito bem em seus empregos, seu irmão mais velho havia começado a cursar medicina na mesma faculdade em que sua mãe lecionava, enquanto Jennie não podia estar mais feliz, afinal, havia acabado de ser aceita para o time de atletismo da escola. Não é como se ela não tivesse problemas, porque sim, ela tinha vários, mas para ela eram coisas bobas e irrelevantes como, algumas patricinhas que importunavam ela e sua melhor amiga, sua dificuldade em tirar uma boa nota em matemática, ou sua luta para tentar convencer sua mãe a deixá-la sair para uma festa no sábado a noite, ou seja, coisas simples que poderiam ser resolvidas depois de alguns esforços.

Juventude

Faltavam apenas mais dois dias para o aniversário de dezesseis anos de Jennie, era uma segunda de manhã e sua melhor amiga Suji havia dormido em sua residência na noite anterior.

– Mais que inferno de barulho é esse? – Suji murmurava enquanto ouvia o irritante som do despertador de Jen, que fazia questão de tocar às 06:00 da manhã. Nesse momento o arrependimento de ter ficado acordada até tarde, apenas para poder assistir mais um episódio de Pretty Little Liars enquanto conversavam sobre garotos, não parecia mais uma ideia tão boa assim.

– Temos mesmo que ir para a escola hoje? Bem que poderíamos fingir que estamos doentes, né? – Jennie pergunta com uma cara maquiavélica, já imaginando qual seria a doença mais grave que a permitiria ficar na cama durante o dia inteiro.

– Isso mesmo Einstein, com certeza a Sra. Kim vai acreditar que nós duas ficamos doentes ao mesmo tempo, de ontem pra hoje, sendo que na noite passada estávamos gargalhando e brincando normalmente feito duas capivaras. – Suh fala enquanto joga um travesseiro na cara de Jen, na tentativa de incentivá-la a levantar, coisa que deu certo, já que logo Jennie desligou o despertador e foi em direção ao banheiro para fazer sua higiene pessoal.

Quando as duas já estavam devidamente arrumadas e fardadas, decidiram sair do quarto para tomar o café da manhã que Sook havia feito para elas.

– Bom dia mamãe, o que tem pra comer? Deixo claro que com a fome que estou sentindo, seria capaz de comer uma sacola inteira de pães.

– Nossa Jennie, você com fome? Que milagre. – Sook responde a filha com ironia, já que a pequena sempre estava com fome.

Logo as três começaram a comer com um pouco de pressa, já que se não fossem rápidas, acabariam se atrasando para a aula e esse era um luxo que não poderiam ter, afinal, estavam no terceiro ano do ensino médio, portanto os professores estavam muito mais exigentes. Enquanto comiam, a TV estava ligada, elas não prestavam atenção, mas era possível ouvir algo a respeito de pessoas descontroladas e agressivas que estavam atacando todos que encontravam. Elas não deram importância, afinal, era comum ver gangues e jovens usuários de drogas, brigando entre si em busca de território para a venda de drogas, aquilo nada mais era que a mídia e seu sensacionalismo, sempre aumentando e dramatizando uma história para torná-la mais interessante.Logo as três são surpreendidas pelo som da porta abrindo.

– Pai, o que faz aqui a essa hora? Não deveria estar no trabalho ? – Jennie o encarou curiosa enquanto o homem senta no sofá com as mãos pressionando sua orelha direita.

Ao olhá-lo com mais atenção, elas puderam perceber que a orelha pressionada estava repleta de sangue, e logo se aproximaram para verificar o que realmente havia acontecido.

– Aconteceu algo muito estranho, eu estava esperando o sinal abrir, quando um homem bateu com a cabeça na janela do meu carro, ele usou tanta força que conseguiu quebrá-la. Acreditam que o infeliz mordeu minha orelha? Então decidi voltar pra casa, já que não estou me sentindo muito bem – Taeyong falou incrédulo. Era possível notar que o mesmo estava realmente muito pálido e sua pele estava ficando cada vez mais fria. Estado de choque, talvez? Afinal, não é sempre que um louco morde sua orelha no meio da rua.

As meninas estavam chocadas com o ocorrido, enquanto Sook correu para a cozinha e pegou o kit de primeiros socorros, porém, para surpresa de todas, algo inusitado aconteceu. Taeyong  cai no chão, seu corpo se debatia enquanto sua boca espumava um líquido branco viscoso. As mulheres ficaram desesperadas, Jen correu para o telefone na tentativa de ligar para uma ambulância, mas para o seu azar, a linha estava muda, elas não sabiam o que fazer e em um curtíssimo período de tempo, o corpo do Sr. Kim ficou imóvel.

– Meu amor, acorda por favor! – Sook gritava aos prantos, não fazia idéia do que acabara de acontecer com seu marido, ela aproximou-se do mesmo, na tentativa de fazer uma massagem cardíaca.

Jen estava em choque, não conseguia assimilar o que estava acontecendo a sua frente, Suji por sua vez, abraçava forte a amiga, na tentativa de confortá-la. Quando todas menos esperavam, Taeyong abre os olhos, porém suas íris estão numa coloração quase branca, o mais velho envolve suas mãos ao redor de Sook e rapidamente dá uma forte mordida no rosto de sua esposa. O sangue escorria de Sook enquanto a mesma gritava desesperadamente, Tae desferiu diversas mordidas pelo rosto de sua esposa, enquanto Suji e Jennie tentavam de todas as formas tirá-lo de cima da Sra. Kim, mas o mesmo estava sedento e usava toda a sua força para atacar Sook. Em questões de segundos, Jen correu até a cozinha e pegou uma faca, logo correu em direção ao seu pai, desferindo diversos golpes em suas costas, mas para sua surpresa, o homem não parou o que estava fazendo e continuava a desfigurar o rosto daquela que um dia jurou amar. Desesperada, Jen enfiou a faca na cabeça do seu pai e foi aí que tudo acabou, o corpo de Taeyong caiu no chão, ao lado do corpo da mãe de Jen, o rosto da mulher estava irreconhecível, havia apenas sangue, ossos e alguns pedaços de carne expostos. A garota estava em choque, não conseguia derramar uma lágrima sequer, apenas observava o que acabara de fazer.

– O que está acontecendo? O que vamos fazer? – Suji chorava ao lado de sua amiga, era difícil saber quem estava mais desesperada. Mesmo Jen permanecendo calada, era possível ver em seus olhos, toda dor que ela estava sentindo.

– Jen, nós não podemos ficar aqui! O que vamos fazer agora? Por favor, fala alguma coisa! – O nervosismo de Suh apenas crescia.

– Liga a Tv no noticiário, precisamos saber o que realmente está acontecendo. – A Kim diz com um olhar distante. Aquilo era o máximo que sua boca conseguiria pronunciar naquele momento.

“... Indicamos que todos fiquem em suas residências e evitem locais movimentos. As autoridades não sabem explicar com o que estamos lidando, mas já estão tomando as providências devidas para a resolução desse problema. Fiquem atentos para maiores informações.” A jornalista dizia com uma expressão incrivelmente seria.

– Eu preciso voltar para minha casa, ver como os meus pais estão. Estou tentando ligar para eles porém meu celular está sem sinal.

– Suh, não faz isso. É melhor ficarmos aqui, estaremos seguras enquanto estivermos juntas. – O olhar da garota suplicava para que sua amiga atendesse seu conselho.

– Vem comigo, ficamos com meus pais, tenho certeza que eles não vão se importar de ter você lá em casa até às coisas se acertarem. – Suji já estava decidida a voltar para sua casa, mas precisava convencer sua amiga a ir consigo. Mesmo que no fundo já soubesse que a mesma não iria e o motivo era muito claro.

– Não posso sair daqui sem o meu irmão. Ele deve estar na faculdade agora, tenho certeza que vai voltar pra casa e eu preciso estar aqui quando ele chegar. Não posso abandoná-lo. – Jen disse enquanto tentava engolir o choro, não queria deixar sua amiga ir, mas também não podia deixar seu irmão para trás. Suh a olhava com um sorriso tristonho no rosto, no fundo a maior entendia os motivos de Jen, só não queria acreditar que aquilo era uma despedida.

– Não posso te deixar aqui sozinha, quem me garante que conseguirá se virar sem mim. Você mal sabe fritar um ovo sem tocar fogo na cozinha. – Suji fala na tentativa de diminuir o clima pesado que estava alastrado no lugar.

Rapidamente Jen sai da sala e vai em direção ao quarto dos seus pais, a menor retorna com a pequena pistola calibre quarenta que seu pai “escondia” dentro de uma gaveta, para casos de extrema necessidade. Logo Jen coloca as balas na arma e a entrega para Suh.

– Quero que fique com isso. Não posso deixar que saia por aí sem nada para se defender.

– Não posso aceitar, enquanto a você, como irá se defender caso alguém entre na sua casa?

Jennie coloca a arma nas mãos da garota e rapidamente a puxa para um abraço apertado. Era como se o tempo tivesse parado, ela nunca mais queria sair daquele abraço, mas sabia que precisava deixar sua melhor amiga ir, afinal, era assim que Suh queria.

– Eu te amo, minha irmã mais vagabunda. – Jennie fala com lágrimas nos olhos.

– Eu também te amo, minha irmã mais feia.– Suji sussurra enquanto enxuga as lágrimas presentes em seu rosto, logo as amigas direcionam-se para a porta.

– Nos vemos depois? – Jennie pergunta enquanto vê Suh andando pelo seu quintal indo em direção a porta.

– Claro que sim. – Essa foi a última coisa que Suh disse antes de sair da residência e do campo de visão de Jen. A garota entra e fecha a porta, mas logo vai ao chão, seu rosto estava cheio de lágrimas, afinal, não sabia quando e se encontraria Suh novamente.

[...]

Uma semana havia se passado desde o ocorrido em sua residência, não teve nenhum sinal de Suji e nenhuma notícia do seu irmão Jae-Bum. Depois que Suh foi embora naquela manhã, em poucos minutos, sua mãe retornou a vida, mas não da forma que a jovem queria, portanto, precisou fazer com ela o mesmo que fez com seu pai. Procurou o máximo de “armas” possíveis para se defender, pegou uma faca de tamanho médio que sua mãe utilizava para cortar grandes pedaços de carne e o bastão de baseball que seu irmão tinha em seu quarto. Ela estava começando a ficar nervosa, afinal, sua comida estava acabando e logo precisaria sair para buscar alimentos, sua Tv já não possuía mais sinal, portanto, não tinha a menor noção do que de fato estava acontecendo lá fora. Foi quando decidiu ir para casa de seu amigo Namjoon, afinal, a residência era enorme e como o pai do garoto era um oficial militar, haviam chances do rapaz ter algumas armas em casa. Logo, pegou algumas coisas que julgou necessárias e colocou em sua mochila, estava pronta para sair de sua residência. Pois, caso nada desse certo e a humanidade fosse exterminada, não veria o menor problema em repovoar a terra se Nam fosse seu Adão.

Ela saiu de casa, pegou sua bicicleta e foi em direção a casa de seu amigo, no caminho encontrou alguns “zumbis” mas como é muito rápida, conseguiu fugir deles correndo um pouco mais rápido em sua bicicleta, logo conseguiu chegar a casa de Namjoon, o rapaz demorou um pouco para abrir, mas após verificar as câmeras de sua residência e perceber de quem se tratava, abriu a porta e recebeu a garota em seu lar. Seus pais não estavam em casa, pois segundo ele, os mesmos estavam trabalhando, já que ambos serviam ao exército. O rapaz lhe contou que ouvira na rádio, alguém falando sobre um pequeno grupo de pessoas dispostas a ajudar aqueles que precisam, ele se prontificou a trazê-los para a sua residência, já que a mesma era enorme e disponibilizaria do arsenal de armas que seu pai e sua mãe possuíam.

Em questão de poucos dias, alguns jovens começaram a morar em sua casa, eles treinaram e aperfeiçoaram suas habilidades, para assim poder ajudar aqueles que não conseguem se defender sozinhos, na tentativa de ajudar o maior número de pessoas possível, Namjoon fez questão de ensiná-la a atirar, já que ela mal sabia segurar uma arma direito. O grupo está ainda maior e cada vez mais unido, afinal são uma família agora.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Melhor amigo:

Min Yoongi = Todos imaginariam que seu melhor amigo é Namjoon, afinal, eles estão sempre juntos, mas o sentimento que a garota nutre por ele é bem mais forte e intenso que uma amizade. Diferente do que sente por Yoongi, assim que o conheceu ficou espantada com o quanto o rapaz é parecido com seu irmão mais velho, não apenas a personalidade, como também a fisionomia dos dois, principalmente o sorriso. Logo que se conheceram, ficaram extremamente próximos, ele é uma das poucas pessoas em quem Jennie confia cegamente, pois o mesmo a entende, afinal, eles são muito parecidos. Ambos possuem personalidades difíceis de lidar, não se consideram chatos, apenas mal compreendidos, pois muitas vezes suas caras fechadas e jeito mal-humorado, são capazes de assustar qualquer um. Ela tem liberdade para conversar todo o tipo de assunto com o branquelo, e sempre que quer conselhos é para ele que a moça pede ajuda, principalmente no que diz respeito a Kim Namjoon. Eles riem bastante e é comum vê-lo dando conselhos para K.J de como escapar da Friendzone que Namjoon a colocou, enquanto ela lhe dá dicas de como conquistar a garota que ele gosta.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Melhor amiga:

Choi Su-ji /18 anos = Elas se conheceram no ensino fundamental, no dia em que Jennie viu um garoto batendo em Suji, então fez questão de defender a menina, pois viu o quão injusto era um menino enorme daqueles, bater em uma garotinha magra e pequena como Suji, no final das contas, as duas apanharam bastante naquele dia, o garoto era mais forte do que Jen poderia imaginar. Desse dia em diante, elas se tornaram melhores amigas, estudavam na mesma escola e sempre cuidaram muito bem uma da outra. Após a manhã em que Suji saiu da casa de K.J para encontrar seus pais, elas não se viram mais, até o dia em que Nam e Jennie saíram em busca de comida, foram até um supermercado abandonado, mas a quantidade de zumbis presentes no local, era maior do que eles poderiam imaginar, pegaram o máximo de coisas que conseguiram e saíram do estabelecimento rapidamente, do outro lado da rua, Jennie avistou uma pessoa conhecida andando calmamente, um enorme sorriso se formou no rosto da garota, era ela, finalmente pôde reencontrar sua melhor amiga. Ao se aproximar de Suji, pôde perceber que os olhos da mesma estavam completamente brancos, ela estava sem um dos braços e Jennie se surpreende por não ter percebido isso antes. Ela não conseguiu mover um músculo, não poderia fazer nada contra ela, mesmo que tivesse se tornado um dEles, não seria capaz de fazer nada contra Suji, mas para sua surpresa, Nam enfiou um facão na cabeça de Suh, logo puxa K.J pela mão e a leva para casa. Ela nunca fala sobre o ocorrido.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Como interage com:

Com o par = Como já foi mencionado anteriormente, eles são grandes amigos e se conhecem desde a infância pois suas famílias sempre foram muito próximas. Jennie é completamente apaixonada por Nam, não sabe explicar quando isso começou, mas sabe que nutre esse sentimento por muitos anos. Ela está sempre ao seu lado, ele é uma das poucas pessoas que conhece o lado mais puro e ingênuo de Jennie, sem máscaras ou fingimentos, ela é carinhosa, gentil, amigável e um pouco pervertida, aproveita toda e qualquer oportunidade para abraçá-lo ou ao menos ter um contato maior com o rapaz. Qualquer um percebe que a K.J é perdidamente apaixonada por Namjoon, afinal, ela até já se declarou para ele, mas ouviu um sonoro “Sinto muito, mas você é como uma irmã mais nova para mim”, ela ficou muito triste mas para parecer madura, fingiu não ligar, no fundo, ela sabe que o principal motivo para ter sido rejeitada, é que Nam ainda não esqueceu sua noiva Yang Mi, eles estavam prestes a se casar porém, após o  surto, Yang Mi foi morta por um zumbi. O rapaz implorou para que K.J não se afastasse dele, pois o mesmo a ama e não aguentaria perder sua amizade. Mesmo não sendo brasileira, Jen nunca desiste, portanto vez ou outra joga seus “encantos’ para cima de Namjoon, segundo Yoongi, ela precisa mostrar o “Mulherão” que ele está perdendo.

Com as meninas = Normalmente Jennie é uma pessoa bastante reservada, mas pode tornar-se muito comunicativa quando está na presença daqueles que gosta e com as meninas não poderia ser diferente. Mesmo sendo nova, K.J age como uma verdadeira irmã mais velha, pois cuida de todas, as protege e repreende quando necessário. Depois que conheceu melhor cada uma delas, pôde mostrar seu verdadeiro “eu” e deixou de lado a Jennie séria e fechada de sempre, dando lugar a uma garota mais simpática, mas às vezes prefere ficar um pouco sozinha com os seus próprios pensamentos.

Com os meninos = Ao longo da sua vida, sempre teve mais facilidade para lidar com garotos, tanto que até pouco tempo atrás, só tinha uma amiga que era Suji, de resto, todos eram rapazes. Talvez o fato de pensarem de forma parecida colabore para isso,  a garota adora basquete, videogame, futebol, sinuca, e sem contar que a mesma têm total liberdade para falar com eles a respeito de diversos assuntos, graças a sua bissexualidade, é capaz de conversar abertamente com as garotas sobre garotos, da mesma forma que conversa com os caras sobre mulheres. Ela os trata como irmãos, pois brinca, conversa, cuida e os repreende sempre que necessário. Porém, ela é assim com os garotos mais antigos do grupo, aqueles nos quais realmente confia.

Com um (a) novo (a) integrante = Infelizmente, a garota séria, silenciosa e misteriosa, acaba tomando conta de Jennie. Ela não faz por mal, apenas não consegue se expor para pessoas que não conhece, ela não será mal educada, mas trocará pouquíssimas palavras com aqueles que são muito recentes no grupo, fará questão de ficar observando para ver se a pessoa não representa nenhum perigo para ela ou seus amigos. É muito comum que aqueles que a conhecem recentemente, tenham a impressão de que ela seja uma pessoa chata e carrancuda, mas basta falar com qualquer um dos amigos da jovem, para que eles lhe expliquem um pouco a respeito dela, afinal, seus verdadeiros amigos sabem o quão gentil e carinhosa ela pode ser, mas apenas com aqueles em quem confia. Ou seja, é preciso tempo para Jennie se adaptar com os novos integrantes.

Com um (a) desconhecido (a) = É completamente séria quando está na presença de alguém desconhecido para ela e seus amigos, faz de tudo para mostrar-se como uma pessoa forte, madura e sábia. Jamais mostrará suas fraquezas para um desconhecido, logo, mesmo que estejam fazendo algum mal para ela, Jennie irá fingir que nada está incomodando. Mantém seus olhos muito atentos a qualquer movimento estranho, e não tem o menor dó de machucar alguém para garantir o bem estar dos seus amigos. Ela é muito difícil de ser enganada, por ser um tanto quanto observadora, acaba notando coisas que ninguém percebe.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Como age quando:

Está com medo = Ela nunca irá admitir que está com medo, porém, para aqueles que são mais atentos, é fácil perceber quando ela está amedronta. Seu rosto fica suado, seus olhos ficam mais abertos e atentos a qualquer movimento estranho, e na tentativa de se acalmar, acaba mordendo seu lábio inferior com muita força, repetidas vezes, mas não tão forte ao ponto de machucá-lo.

Se sente segura = Sua postura firme, dá lugar a uma postura mais informal, ela consegue sentar e descansar seu corpo tranquilamente. É como se desligasse seu alerta e pudesse relaxar seu corpo e sua mente. Normalmente se sente assim quando está em uma casa segura.

Está sozinha = Ela gosta de ficar sozinha, não é como se fosse uma forever alone, mas Jen adora poder pensar e descansar sua mente, sem ter que ouvir ninguém tagarelando. Porém, dependendo da ocasião ou do lugar em que esteja, K.J sente um pouco de medo de ficar completamente sozinha e gosta de ter pelo menos uma pessoa ao seu lado.

Está de vigia = Ela é naturalmente atenta, por esse motivo, não tem dificuldades para ficar de vigia. Jennie fica ainda mais atenta do que já é normalmente, afinal, sabe que ficar de vigia é um tarefa muito importante e que se não for feita direito, pode prejudicar todo o grupo. Caso ela esteja extremamente cansada, pede para trocar com alguém, tudo para não dormir enquanto vigia.

Está com raiva = Normalmente, sabe se controlar muito bem, é muito difícil conseguir irritá-la, mas quando Jen realmente fica com raiva, torna-se irritantemente irônica, acaba falando mais do que deve, sem ligar para os sentimentos alheios. Se ela estiver certa, vai agir normalmente mesmo que tenha ferido os sentimentos de alguém, mas caso esteja errada, depois que a raiva passar, com certeza ela irá se desculpar pelo que disse.

Está aprendendo/ensinando = Ela é muito melhor em aprender do que em ensinar, pois tem uma boa memorização, porém, quando precisa ensinar algo, nunca encontra as palavras certas para se expressar, coisa que faz dela uma péssima professora.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Habilidades:

Ela é muito rápida, por isso, costuma ser colocada junto ao grupo que sai em busca de alimentos, pois consegue andar de forma rápida e silenciosa, por ser pequena, acaba não chamando tanta atenção.

É muito habilidosa com facas e armas brancas em geral, porém, apenas aquelas que podem ser usadas a distâncias pequenas ou médias, afinal, sua mira é horrível, fazendo com que ela raramente use armas de fogo ou arco e flechas.

Consegue pensar rápido, mesmo em situações difíceis. Diferente de muitas pessoas, ela não se desespera quando algo ruim acontece, ela para e pensa antes de agir, coisa que faz de K.J uma excelente estrategista.

É ótima em pular muros e subir em árvores, pois fazia isso na infância quando brincava com seu irmão.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Gosta:

•Comer

•Basquete

•Jogar videogame

•Filmes de comédia

•Pessoas sensatas e maduras

•Roupas confortáveis

•Dias ensolarados

•Noites chuvosas

•Ler mangás, HQ’s e livros de história

•Assistir animes

•Jogar sinuca

•Suco de limão

•Chocolate

•Lamen

•Cheiro de livro novo

•Praticar exercícios

•Fragrâncias amadeiradas
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Desgosta:

•Ficar com fome

•Pessoas imaturas

•Roupas curtas ou apertadas

•Ser subestimada

•Dias chuvosos

•Noites quentes

•Pessoas egoístas

•Ver alguém machucando as pessoas que ama

•Lugares muito cheios

•Fazer alguém chorar

•Pessoas preconceituosas
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Medos:

•Perder seus amigos

•Não ser capaz de defender aqueles que ama

•Nunca mais poder ver seu irmão JB

•Palhaços
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Manias:

•Umedecer os lábios (faz isso porque os mesmos secam com facilidade)

•Coçar a nuca quando está nervosa

•Roer as unhas quando está entediada

•Moder forte o lábio inferior quando está com medo.

•Olhar para baixo quando está constrangida
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Defeitos:

•Ser calada demais

•Muito desconfiada

•Péssima conselheira

•Pouco feminina (Isso não é bem um defeito)

•Sincera demais
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Qualidades:

•Leal aos seus amigos

•Carinhosa com aqueles que têm intimidade

•Esforçada

•Inteligente

•Justa
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Que tipo de armas usa?

Arma de fogo = Beretta 92FS INOX 9mm

Namjoon presenteou Jennie com essa arma, porém, a garota nunca usa pois sua mira é realmente ruim, só acerta os tiros quando o alvo está relativamente perto, mas se estiver distante, as chances de K.J errar o alvo são imensas. Ela está sempre com sua Beretta, mas só usa em casos de extrema necessidade.

Arma branca = Faca

É a mesma faca que sua mãe usava para cortar carnes. É bastante afiada e é uma das armas favoritas da garota. Jennie sempre está com ela.

Bastão de Baseball

Esse é o bastão que seu irmão usava no tempo da escola, ela guardou como uma lembrança do mais velho. Antes ele era bem simples, porém, K.J fez algumas adaptações para torná-lo mais eficiente.

Sempre que vai sair em busca de alimentos, ela leva sua faca, sua arma e seu bastão de Baseball, ele fica guardado em um porta flechas que a garota possui
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Sua personagem é?

(×) Desconfiada

(×) Protetora

(×) Uma líder

(×) Independente

(×) Corajosa
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Sua personagem vai:

•Quase morrer

•Causar mortes

•Pegar qualquer tipo de vírus

•Levar tiros

•Ser o alvo de ataques

•Ser sequestrada

•Se machucar

•Perder os amigos

•Ser mordida
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Sua personagem pode:

 (×) Brigar

(×) Fugir
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

°Par°

Nome:

Kim Namjoon 
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Apelidos:

Nam = Não sabe exatamente quando começaram a lhe chamar de Nam, acredita que foi desde o ensino fundamental. Ele adora esse apelido, pois considera muito prático, porém, só gosta de ser chamado assim por seus amigos e amigas, portanto, se algum estranho chamá-lo dessa forma, na mesma hora ele dirá “Por favor, me chame apenas de Namjoon.”

Oppa = Não é bem um apelido, mas Namjoon realmente gosta da palavra Oppa, não sabe explicar o porquê, mas acha uma forma fofa e carinhosa de ser chamado. Qualquer garota pode chamá-lo assim.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Data de nascimento:

Nasceu em Ilsan na Coreia do Sul, no dia 12/09/1994 às 18:00 horas. Seu signo oriental é o Coelho, enquanto seu signo ocidental é Virgem.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Idade:

Possui 24 anos.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

História:

Namjoon nasceu na cidade de Ilsan, mas se mudou para Seul com seus pais quando ainda era um bebê. Viveu em um lar muito bem estruturado, tanto sua mãe quanto seu pai trabalhavam para a aeronáutica sul coreana, graças a isso, o rapaz precisava seguir muitas regras e padrões impostos por seus pais. Eles sempre acharam que uma boa disciplina, faria de Kim Namjoon um homem forte, educado e bem sucedido. O rapaz era obrigado a estudar dez horas por dia, tinha aulas particulares de inglês, matemática e química, sem contar as aulas extras que precisava ter na escola, tudo em prol de uma boa educação e excelente futuro para o rapaz. Seus pais queriam que o pequeno Kim, seguisse carreira militar, logo, o educaram para que o mesmo se adaptasse bem aos padrões estipulados pela aeronáutica, ou seja, ser forte, falar bem, ter bons modos, pulso firme, trabalhar bem sob pressão,  ser inteligente e ter um bom porte físico.

O que os pais do garoto não sabiam, é que no fundo, o maior sonho de Nam era ser músico, porém, ele nunca criou coragem para contar esse sonho para ninguém. Com a chegada da adolescência, seus hormônios estavam aflorando, assim como as dúvidas a respeito do seu corpo, porém, o rapaz não tinha a menor liberdade para conversar sobre esse assunto com seus responsáveis, logo, decidiu aconselhar-se com Kim Jae Bum, seu melhor amigo na época. Por ser bastante popular com as garotas, JB deu ótimos conselhos para seu amigo que seguiu a risca e em pouco tempo, Namjoon tornou-se conhecido na escola por sua boa lábia e pela quantidade exorbitante de garotas com as quais dormia, porém, tudo mudou no aniversário de dezoito anos do rapaz, afinal, foi lá que conheceu Yang Mi, uma amiga de JB que o rapaz lhe apresentou. Namjoon ficou abismado com tamanha beleza, afinal, a garota era praticamente perfeita, seus cabelos eram longos e ruivos com uma franja delicada na altura das sobrancelhas, seu rosto era pequeno e oval, seus olhos eram redondos e relativamente grandes em comparação com os das coreanas, sua pele era branca como a neve, sim, ela era perfeita para Kim Namjoon. Em questões de algumas semanas, Nam e Yang Mi já conversavam regularmente pelo kakao, e após três meses de muita enrolação, o rapaz finalmente a pediu em namoro.

Ao completar dezenove anos de idade, após muita insistência dos seus pais, decidiu se alistar, passou dois anos em campo, e retornou para sua casa com vinte e um anos de idade, após todas as experiências que o rapaz teve na aeronáutica, decidiu ingressar na carreira militar, fez a prova para sargento e sem muito esforço conseguiu passar, para a alegria de seus pais. Diferente do que muitos pensavam, o namoro de Namjoon estava cada vez mais forte e intenso, mesmo após os dois anos que o rapaz passou longe da sua garota.

Com a chegada dos vinte e três anos do rapaz, sua vida não poderia estar melhor, afinal, estava trabalhando como sargento da aeronáutica, mesmo ainda morando com os pais, já havia comprado uma casa no centro de Seul  e faltavam apenas mais alguns meses para seu casamento com Yang Mi, afinal, já estavam juntos há cinco anos e o rapaz tinha certeza que aquela era a mulher da sua vida.

Faltava apenas mais uma semana para seu casamento, os preparativos estavam a todo o vapor, bufê, decoração, vestido, salão, tudo estava caminhando perfeitamente bem. O rapaz havia acabado de largar  após um cansativo dia de trabalho, logo decidiu passar na casa de sua noiva. Enquanto dirigia recebeu uma ligação do seu pai dizendo para que o mesmo fosse direto para casa e que fechasse tudo, Nam não deu ouvidos ao mais velho e decidiu continuar seu percurso até a casa de Yang Mi. Ao aproximar-se da casa de sua noiva, o rapaz percebe uma grande movimentação na rua, pessoas correndo e gritando de forma desesperada, logo pega sua arma, caso precise usar a força contra aquela multidão. Porém, para sua surpresa, Yang Mi estava entre eles, porém a garota estava diferente, seus olhos estavam brancos e sua perna direita parecia estar quebrada, o rapaz pôde ver que a mesma estava coberta de sangue, logo, desceu do carro para ajudar sua noiva e saber o que de fato estava acontecendo, mas para a sua surpresa, ao longe pode ver Yang Mi morder o braço de uma senhora que acabara de sair de sua residência aos prantos, em questão de minutos, toda a multidão foi para cima da senhorinha sem o menor pudor e logo haviam sobrado apenas rastros de sangue do corpo da idosa. O rapaz estava perplexo com o que acabara de presenciar, porém, para a sua surpresa, Yang vira a cabeça e o encara, ela não deu um sorriso meigo e carinhoso como sempre fazia, na verdade, saiu correndo na direção do jovem, fazendo com que toda a multidão a seguisse. Namjoon não sabia o que fazer, afinal, aquela ainda era sua futura esposa? Depois do que viu, ele preferiu entrar no seu carro e rapidamente deu partida, com o  auxílio do retrovisor, pôde avistar a multidão ficando para trás, na medida que o carro acelerava. No caminho para sua casa, percebeu que as ruas estavam repletas de pessoas semelhantes a Yang Mi, com seus olhos esbranquiçados e violência extrema, ele seguiu seu rumo até a sua casa, onde se trancou e chorou por ter pedido o grande amor de sua vida.

[...]

Uma semana havia se passado desde o ocorrido, seus pais haviam ligado para avisar que não voltariam para sua residência pois havia muito trabalho a ser feito, logo, Namjoon teria que se virar sozinho. O rapaz já havia estocado o máximo de alimentos possíveis, separou todas as armas presentes em sua casa, adaptou seu rádio para conseguir mandar e receber mensagens de ajuda de outros rádios próximos, graças aos seus conhecimentos militares, o rapaz estava muito bem preparado para lidar com a situação, mas sentia o desejo de ajudar aqueles que não podiam se defender sozinhos, logo, assim que recebeu uma mensagem pelo rádio, sobre um pequeno grupo de pessoas que estavam resgatando feridos e auxiliando aqueles que precisavam, fez questão de disponibilizar sua casa como abrigo, afinal, o muro alto, cerca elétrica, portões reforçados e grande quantidade de armamentos, fazia com que alí fosse o melhor lugar para se estar naquele momento.

O rapaz afia sua faca, quando ouve o som da campainha, ele rapidamente corre e verifica a câmera de segurança, um enorme sorriso se forma em seu rosto ao perceber de quem se tratava. O rapaz estava incrivelmente feliz em ver um rosto conhecido, afinal, era motivo de grande alegria ver sua melhor amiga Jennie ao seu lado, eles sempre se deram muito bem e a diferença de idade nunca foi um problema para eles, pois para Nam, a garota é como a irmã mais nova que nunca teve. Namjoon ficou bastante triste ao saber que JB estava desaparecido, mas acreditava que seu amigo estava bem, pois ele sempre soube se virar sozinho.

Em pouco tempo, a casa de Namjoon já estava cheia de jovens dispostos a ajudar o máximo de pessoas possíveis, Nam os ensinava tudo o que sabia, desde combate corpo a corpo, até dicas de como não errar um tiro. Em pouco tempo, via aqueles ao seu redor como uma família, a qual protegida custe o que custar.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Personalidade:

Graças aos ensinamentos que recebeu dos seus pais, Namjoon é um rapaz bastante disciplinado, mas isso não faz dele alguém chato, muito pelo contrário, o rapaz sabe se divertir mas tudo no momento certo. O jovem possui um espírito de liderança muito forte, coisa que faz com que o mesmo acabe sendo um pouco mandão e cabeça dura às vezes, ele não faz por mal, mas acaba agindo como se fosse o dono da razão, afinal, na maioria das vezes ele realmente está certo, pois é muito inteligente e sábio, mas às vezes só não sabe se expressar e acaba ferindo os sentimentos das pessoas. Porém, maior que seu espírito de liderança é o seu orgulho, pois ninguém nunca vê Kim Namjoon pedindo desculpas, pois o rapaz tem um jeito próprio de se reconciliar com alguém, para ele um simples aperto de mão ou um “ok, vamos fazer do seu jeito” ou “talvez eu não esteja certo dessa vez”  já são mais que suficientes. É Extremamente desastrado, graças a isso, é comum vê-lo escorregando ou quebrando as coisas que pega, algo que arranca muitas risadas dos seus amigos. Odeia que peguem nas suas coisas sem autorização, sejam roupas, armas e até amigos, sim, Namjoon é incrivelmente ciumento, não do tipo agressivo, mas do tipo que fica de cara emburrada até seu amigo(a) voltar a lhe dar atenção.

Porém, ele não é de todo ruim, já que na maioria das vezes faz as coisas pensando no bem estar do grupo, às vezes pode ser rude mas não na intenção de magoar e sim de corrigir, ele não percebe, mas acaba agindo como o pai de cada um, sempre aconselhando, ensinando e repreendendo quando necessário. Apesar de tudo, ele é um ótimo companheiro e faz de tudo pelo bem estar daqueles que precisam mesmo sendo um pouco rude de vez em quando.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Aparência:

Descrição facial = Namjoon tem a pele um pouco mais bronzeada que a maioria dos coreanos, seus cabelos tem uma colocação loira escura acinzentada e estão sempre perfeitamente bagunçados. O rapaz é dono de uma beleza enorme, seu rosto é másculo e possui traços muito bem delineados. Seus olhos, assim como a grande maioria dos orientais, são pequenos e puxados, possuindo uma coloração castanha bem escura. Tudo no rosto do rapaz combina perfeitamente, desde os seus lindos olhos, até a seus maravilhosos lábios grossos e carnudos. Porém, o sorriso é o que há de mais encantador em Kim Namjoon, as covinhas que se formam enquanto o garoto sorri, são capazes de arrasar qualquer coração.

Descrição corporal = Nam é dono de um corpo invejável, o mesmo é forte, seus músculos são medianos porém combinam perfeitamente com o rapaz de 1,81 de altura. É possível enxergar as veias presentes em seus braços e as divisões de cada músculo, sua barriga é seca porém levemente dividida em belos gominhos. Suas pernas são longas, torneadas e levemente afastadas uma da outra. A altura do garoto, juntamente com sua fisionomia séria, dão a ele uma expressão mais máscula e imponente.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Melhor amiga:

Kim Jennie = Como já foi dito anteriormente, eles se conhecem desde a infância, afinal, suas famílias eram muito próximas fazendo com que a relação entre eles fosse constante. Quando adolescente, Namjoon costumava implicar bastante com a menor, estava sempre batendo ou dando apelidos engraçados para ela. Sempre foram muito próximos, conversavam sobre jogos, filmes, animes e até garotas, a amizade entre os dois apenas crescia, era comum Jennie visitar a casa do rapaz quando sentia dificuldades em alguma matéria, já que o mesmo sempre fora muito inteligente. Ele a tratava como uma irmã mais nova, porém, quando a pequena completou 13 anos de idade, o corpo dela começou a criar formas que até então não existiam, ele não a enxergava mais como uma garotinha e isso o corroía por dentro, afinal, ela era só uma menina, sua melhor amiga e acima de tudo, irmã do seu melhor amigo, mesmo já estando em um relacionamento sério com Yang Mi, Namjoon não conseguia diminuir o desejo que sentia por Jennie. Quanto mais velha a garota ficava, maior era o sentimento de Namjoon, até porque eles compartilhavam dos mesmo interesses,gostavam das mesmas coisas, conseguiam ficar horas e horas conversando por telefone, mas ele não podia fazer isso, logo fez questão de afastar-se dela, não deixaram de ser amigos, apenas diminuíram gradativamente o contato que tinham um com o outro. Jennie fez novos amigos assim como Nam, porém, após o surto,o laço entre eles ficou ainda mais forte, principalmente depois que começaram a morar na mesma casa. Para Namjoon, foi um grande choque saber que Jennie era apaixonada por ele, no dia que a garota se declarou, o rapaz até pensou em finalmente dar ouvidos aos seus reais sentimentos, mas devido a promessa que fez para JB, optou por continuar sendo apenas amigo de Jennie.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Melhor amigo:

Kim Jae-Bum / 23 anos de idade = JaeBum é um rapaz brincalhão e divertido, sempre esteve entre os populares e nunca teve dificuldades para fazer novos amigos, mas não se deixe enganar pela carinha de bom moço, afinal, o rapaz consegue ser incrivelmente duas caras quando quer, ele afirma não ser falso e sim,  alguém que manipula as coisas ao seu favor. O jovem é capaz de tudo para conseguir o que deseja, desde omitir coisas, até tomar atitudes extremamente egoístas. Porém, ele não mostra seu lado “mau” com tanta facilidade, apenas pessoas extremamente perceptivas conseguirão reparar na boa atuação do garoto, porém, quando gosta de alguém, ele realmente dá seu máximo para fazer aquela pessoa feliz, tanto que é extremamente protetor quando se trata dos seus amigos e familiares.  Os dois são amigos desde a infância, JB ajudava Namjoon sempre que o garoto precisava, independentemente de qual fosse o problema, um estava lá para ajudar o outro. Com o passar dos anos, o mais novo começou a perceber os olhares que Nam direcionava para sua irmã mais nova e logo fez questão de solucionar esse problema, decidiu ter uma conversa com seu melhor amigo e colocar as coisas em pratos limpos.

–Cara, preciso falar com você e quero que seja muito sincero comigo.– JB fala, enquanto folheia uma revista em quadrinhos no quarto de Namjoon.

–Por acaso você está de olho na minha irmãzinha? – Ele pergunta sem muitos rodeios. Devido a surpresa, Nam acaba cuspindo um pouco do refrigerante que bebia mas logo trata-se de se recompor.

–O que te faz pensar isso? – Foi a melhor resposta que sua mente conseguiu pensar.

–Vejo como olha para ela e pra ser sincero, isso não me agrada nem um pouco. Você sabe todo cuidado que tenho pela Jennie e não posso admitir que um cara quase sete anos mais velho do que ela tente algo, por mais que seja meu melhor amigo. –JB falou de uma forma séria, jamais vista por Namjoon.

–Pode ficar tranquilo, a Jennie é como uma irmã mais nova para mim, jamais olharia para ela de outra forma. Você deve ter se enganado. –Nam tentava parecer o mais convincente possível, mesmo sabendo que não é um bom mentiroso. Rapidamente, JB abre um de seus radiantes sorrisos e abraça o maior a sua frente.

–Não sabe o quanto fico feliz em ouvir isso, acho que eu realmente estava vendo coisas onde não tem. –Fala enquanto sai do abraço e olha no fundo dos olhos de Namjoon– Quero que me prometa que assim como eu, você vai cuidar da Jennie, afinal, é como você mesmo disse, ela é como sua irmã mais nova, não é?

–Sim, eu prometo. –No fundo ele não queria prometer nada, mas sabia o quanto JB conseguia ser irritante quando queria, por isso, decidiu acatar o pedido do seu amigo, afinal, talvez fosse melhor assim. Jennie e ele deveriam ser apenas amigos.

Algumas semanas após essa conversa, JB apresenta sua amiga Yang Mi para Namjoon e as coisas fluem melhor do que ele poderia imaginar, pois em alguns meses seu melhor amigo deu início a um namoro. Atualmente, JB está desaparecido, não se sabe ao certo se está vivo ou não, isso apenas o tempo irá dizer.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Bônus (ex-namorada)

Min Yang Mi /23 anos de idade = Yang Mi sempre fora uma garota extremamente dedicada e perfeccionista. Por onde quer que fosse, era reconhecida por sua beleza e doçura, pois a garota de fato parecia uma boneca, não apenas esteticamente quanto em sua personalidade, ela era meiga, delicada, charmosa, fofa, juvenil, sexy, carinhosa, tudo que qualquer homem normal adoraria encontrar em uma mulher. Ela estudava medicina na mesma faculdade de JB. Namjoon realmente a amava, afinal, ela era a garota perfeita, tudo que seus pais sempre imaginaram encontrar na mãe dos seus netos, Nam não tinha do que reclamar, pois além de uma excelente namorada, a garota ainda era boa de cama. No primeiro ano de namoro, ainda pensava em Jennie, no segundo ano começou a pensar um pouco menos, no terceiro já estava começando a amar Yang Mi, no quarto ano de namoro criou coragem para pedi-la em noivada, afinal, já estava perdidamente apaixonado e no quinto e último ano, já podia imaginar nomes para seus futuros filhos. Infelizmente, nem sempre as coisas saem como planejado.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Como interage com:

O par = A relação entre eles é confusa, pois o garoto está sempre lutando contra o que sente por Jennie, ele nunca dá o braço a torcer quanto aos seus sentimentos, por isso, não admite que gosta dele e insiste em dizer que a quer apenas como amiga. Ele é exatamente o tipo de pessoa que não toma uma atitude, mas mesmo assim não quer vê-la com outra pessoa. Apesar de tudo, Nam é bastante protetor e cuida muito bem da mais nova, eles conversam e riem bastante na presença um do outro. É bastante ciumento e faz questão de deixar isso claro, tanto que quando está insatisfeito com alguma situação, fica de cara feia até a garota ir até ele para lhe dar atenção, nesse sentido, o rapaz consegue ser bem imaturo.

As meninas = É muito cuidadoso e faz de tudo para não ser rude com elas, tenta passar uma boa impressão e está sempre disposto a aconselhá-las. Fica um pouco desconfortável quando está em um ambiente apenas de garotas, prefere conversar com uma ou duas de cada vez. Mesmo após o apocalipse zumbi, ele ainda presa o cavalheirismo, portanto, sempre irá ceder seu lugar para uma garota, ver se elas já comeram antes mesmo de começar a comer, levá-las nas costas quando necessário. Coisas desse tipo.

Os meninos = Para Namjoon, eles são seus irmãos. Nam os trata de forma amigável e carinhosa, não vê o menor problema em demonstrar afeto pelos garotos, muito pelo contrário, deixa claro todo o carinho que sente por eles, costuma aconselhá-los,conversar, brincar, se divertir, sorrir, como se voltasse a sua adolescência. Porém, quando necessário, sabe repreendê-los e corrigi-los como um verdadeiro pai faria.

Um(a) novo(a) integrante = É extremamente receptivo e faz de tudo para que a pessoa se sinta muito bem vinda. Primeiro ele analisa as atitudes do indivíduo e se ele for uma boa pessoa, logo Namjoon o estará tratando como um novo membro da família.

Um(a) desconhecido (a) = Mantém uma postura séria, afinal, precisa garantir a segurança do grupo. Ele é muito educado e cordial, mas fica sempre muito atento a qualquer atitude vinda do desconhecido, pois a segurança do grupo é uma prioridade, então Namjoon precisa ter cuidado ao lidar com pessoas desconhecidas.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Como age quando:

Sente medo = Graças ao período que trabalhou na aeronáutica, o rapaz sabe lidar com o medo, por isso, mesmo quando teme alguma coisa, age normalmente. É quase impossível perceber que o rapaz está com medo, a não ser que ele diga.

Se sente seguro = Fica mais tranquilo e se permite descansar um pouco.

Está sozinho = Não gosta de ficar sozinho, pelo menos não por muito tempo. Prefere estar na companhia de seus amigos(as), pois quando está sozinho, acaba pensando em tudo o que já passou, na sua família, na sua ex-namorada, nos amigos que perdeu, logo, prefere estar acompanhado e de preferência conversando com alguém.

Está de vigia = É a função que o rapaz mais odeia exercer, afinal, ele prefere a ação de um resgate a ter que ficar parado no silêncio enquanto todos descansam, ficar olhando para o nada, esperando algo acontecer. Ele faz de tudo para não ficar de vigia, mas quando fica, exerce muito bem o seu trabalho, pois fica extremamente atento para que nada de ruim aconteça

Está com raiva = Ele não grita ou xinga, apenas fica de cara emburrada até a raiva passar.

Está aprendendo/ensinando = Ele lida muito bem com as duas coisas, Nam é um ótimo ouvinte coisa que faz dele um excelente aluno e quando se trata de ensinar, Namjoon está entre os melhores pois é muito inteligente e paciente com seus “alunos".
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Habilidades:

•Sua inteligente é uma de suas maiores habilidades.

•Sua força e agilidade, afinal, devido a todo o treinamento que recebeu na aeronáutica, o rapaz tem um ótimo porte físico. Ele tem muita força física e não se cansa com facilidade, mesmo após correr bastante.

•Sua mira é excepcional, até porque era um dos melhores atiradores na época em que servia a aeronáutica sul coreana.

•Mesmo sendo um pouco grosseiro, é um ótimo líder.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Gostos:

•Dias frios

•Jogar vídeo game

•Ser respeitado

•Ser chamado de oppa

•Pessoas gentis

•Chocolate

•Dormir apenas de calça moletom

•Praticar esportes

•Beber Soju

•Jogar sinuca

•Roupas confortáveis

•Dormir cedo

•Estar próximo de seus amigos
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Desgostos:

•Que mexam no que é seu

•Sujeira

•Pessoas imaturas demais

•Não ser respeitado

•Que não prestem atenção quando ele está falando algo importante

•Usar roupas apertadas

•Pessoas arrogantes

•Dias quentes

•Verduras

•Crianças

•Acordar cedo
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Medos:

•Zumbis

•Perder todos aqueles que ama

•Ser traído por alguém em quem confie muito

•Decepcionar seus amigos e amigas
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Manias:

•Revirar os olhos quando está estressado

•Fazer cara feia quando está com ciúmes

•Roer as unhas das mãos

•Colocar as mãos nos bolsos
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Defeitos:

•Ser mandão demais

•Ser muito exigente consigo mesmo

•Não ter facilidade para demonstrar seus reais sentimentos

•Ser muito cabeça dura, ou seja, sempre quer estar certo
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Qualidades:

•É cuidadoso com as pessoas que ama

•Pensa muito no bem estar daqueles ao seu redor

•Inteligente

•Sabio

•Bom líder
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Cidade natal:

Ilsan, Coreia do Sul
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Altura:

Tem 1,81 de altura e pesa exatos 67kg
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Armas que usa:

Armas de fogo = Possui uma pistola Tauros calibre 380, costuma usá-la com o silenciador para não ser ouvido por outros zumbis.

Utiliza também uma HK 416, não está sempre com ela, pois usa essa arma com mira apenas em missões específicas já que a mesma é muito grande para ser levada em missões comuns.

Arma branca = Sempre que sai em missões, leva com ele sua inseparável pistola e seu machado, pois com eles consegue agir de forma silenciosa.
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Namjoon é:

(×) Agressivo, quando machucam aqueles que ama

(×) Protetor

(×) Um líder

(×) Dramático, apenas quando está com ciúmes

(×) Corajoso
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Namjoon irá:

•Quase morrer

•Causar mortes

•Pegar qualquer tipo de vírus

•Levar tiros

•Ser o alvo de ataques

•Ser sequestrado

•Se machucar

•Perder os amigos

•Ser mordido
♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪♪♫*•♪

Mais alguma coisa?

•Jennie costuma usar roupas mais folgadas e até mesmo masculinas. Quando saiu de sua casa para a residência de Namjoon, estava vestindo seu inseparável coturno marrom, uma calça jeans azul, blusa branca é um casaco verde militar, para não carregar muito peso, colocou em sua bolsa, alguns alimentos, sua faca, o bastão de baseball, uma calça jeans preta, um casaco preto, uma blusa jeans e uma camisa cinza. 

•É muito incomum vê-la de cabelos soltos, pois na maior parte do tempo, mantém suas madeixas presas em um rabo de cavalo baixo ou um coque alto. Faz isso porque não quer ser atrapalhada pelo seu longo cabelo, principalmente em “missões”.

•K.J nunca disse isso para ninguém, mas na manhã em que sua mãe se transformou em zumbi, elas entraram em combate corpo a corpo, como Jen foi pega de surpresa, acabou por levar uma mordida em sua mão esquerda, logo em seguida, enfiou a faca nos olhos daquela que um dia chamou de mãe. A garota ficou desesperada, lavou e enfaixou  o machucado, porém, mesmo após uma semana, não se transformou em zumbi, mesmo tendo sido mordida por um. Ela não conta isso para ninguém, por medo do que vão pensar ou fazer com ela caso saibam. Jen está sempre com luvas pretas, para esconder a cicatriz da mordida e quando lhe perguntam a respeito das luvas, ela afirma que nunca tira porque elas lhe dão sorte.


Notas Finais


Seja bem vinda K.J :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...