História Survive - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Laurenjauregui
Exibições 11
Palavras 1.028
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeiramente, SORRY amores, sei que passei 1 mês sem postar mas eu fiquei sem celular e também começou minhas provas na escola e então não tive como postar. Estava morrendo de saudades de escrever a fic e dar continuidade. Pode me xingar eu deixo haha. Sobre o capítulo 😎, espero que gostem amores . Se gostarem já sabem, comentem,favorite , compartilhe com as zamigas... AMO VCS babies.

Capítulo 5 - Intense Moment


Fanfic / Fanfiction Survive - Capítulo 5 - Intense Moment

*Brooklyn Carter. 


Neste exato momento estou praticamente paralisada analisando esse homem. Como assim só conversar? Ele precisava me tocar, eu precisava sentir ele, Como deve ser seu toque? Senhor, estou pirando. Deveria estar agradecendo de joelhos por não ter que fazer nada,mas não, estou aqui me matando em pensamentos e morrendo de vontade desse homem.

-Está tudo bem senhorita Carter?- Cada vez que ele falava esse "senhorita Carter" tinha mais pensamentos impuros- Srt.Carter?

-Sim,está tudo bem, mas o senh -sou interrompida por uma tosse falsa vinda dele.- desculpe, VOCÊ realmente só quer conversar?- Sim, eu não estou conformada, onde já se viu "só conversar " com uma prostituta . 

-Eu entendo sua surpresa mas eu realmente estou interessado a querer saber mais sobre uma mulher tão linda como você.- Ele diz todas  essas palavras tão encantadoras mas sua feição é de observação ,  parecia  que queria gravar o momento em sua cabeça. 

-É eu realmente fiquei surpresa, isso nunca aconteceu comigo.

-Venha, sente-se - Aponta novamente para a poltrona branca em que estava sentada momentos antes. - Aceita mais champanhe? - Suas expressões estavam sérias mas mesmo assim eu podia enxergar um leve sorriso brincando em seus lábios, e que lábios meu Deus.

- Não,obrigada, ainda tenho que voltar para a boate e chegar bêbada não está nas regras. 

-Uma taça não faz mal a ninguém baby, não é toda vez que podemos tomar um champanhe tão bom quanto esse. - Ofereceu-me a taça e contra minha vontade a peguei. - Bom, ainda sei pouquíssimo sobre você, apenas sei que seu nome é Brooklyn e que tem 19 anos, conte-me mais.

Eu observei ele, sentado em uma poltrona em frente a minha, sentado de uma forma tão chique e máscula , ele tinha bastantes tatuagens o que dava um ar sexy a ele , seus cabelos  em um tom meio castanho claro meio loiro, e seus olhos ÔH DEUS, um castanho tão claro que podia enxergar meu reflexo. Ele me olhava e parecia que estava analisando minha alma. Que Deus me livre desses pensamentos ,  ele é só  um cliente, vai me levar pra cama e nada além de prazer e luxúria irá acontecer. 

-Bom, eu sou órfã e tenho uma irmã de 15 anos, tenho poucos  amigos mas confesso que não sinto falta, minha irmã é tudo o que preciso.Comecei a trabalhar na boate alguns meses depois em que meus pais morreram,eu não tinha condições de criar minha irmã, conheci a Sarah e comecei a trabalhar. 

-Seus pais, Como eles morreram? -Ele realmente estava interessado na minha história . 

-Acidente de carro, uma semana antes do meu aniversário de 19 anos.

-Sinto muito. Você é uma garota bem forte.

-Não querendo me gabar mas eu sou mesmo - Dou uma leve risada do meu convencimento.

-Talvez um pouco convencida mas só  um pouco.- Ele também sorri e que sorriso.

-E você? Você pode me contar mais sobre você?- Estou ficando doida mesmo, onde jáse viu ficar perguntando sobre a vida pessoal de um cliente. Percebo que ele ficou meio incomodado, tomou um gole de seu champanhe e me encarou . 

- Bom, nada tão surpreendente como sua vida. Sou um empresário e só.

-Tem quantos anos?- Se a Sarah soubesse que me entrometi na vida de um cliente ela me mandaria pra longe.

-Hm, problemas com idade? -Abriu um sorriso sacana.Quase cuspo o champanhe no rosto dele.

-Claro que não é que eu fiquei curiosa, apenas isso,me desculpe se fui indiscreta. 

-Não, tudo bem, não precisa pedir desculpas. Mas se não for problema eu prefiro não tocar nesse assunto por enquanto.

-Por enquanto?

-Iremos nos encontrar novamente doce Brooklyn.- Aproximou-se de mim e alistou meu rosto. Tão próximo.- Você é incrivelmente linda. - Ele fazia um carinho tão bom em meu rosto.

-Obrigada- dou um leve sorriso. Ele ia chegando cada  cada vez mais perto. Sei nariz contornando meu rosto. Seu cheiro estava me deixando mais bêbada do que o champanhe. As coisas estavam tomando o rumo que eu queria mas como nada dá certo seu celular começou a tocar.

-Eu não acredito nisso, maldição. -Ele ficou muito bravo.

#LigaçãoOn*

- Alô...

-Eu não posso falar agora...

-O QUE ? ...

-Chego em quinze minutos...

#LigaçãoOff*

Ele parecia descontrolado.Fiquei observando ele ficando cada vez mais vermelho. 

-Você está bem? - que pergunta idiota, quis cortar minha língua depois da mesma.

-Eu pareço estar bem?- É ele realmente não estava nada bem.

Faço a minha  irritante mania que é abaixar a cabeça quando fico sem graça.

-Me desculpe  é que aconteceram problemas e eu terei que ir embora.-Ele coloca seu paletó  e arruma seu cabelo.

-Sem problema.

-Toma, seu dinheiro.-Me entregou um pacote branco- Não se esqueça do que eu falei,teremos outros encontros. É também não esqueça de que você  é linda.-Ela dá um sorriso de tirar o fôlego.- Fique aqui, meu motorista irá chamar um táxi pra você. Eu tenho que ir mas foi um imenso prazer te conhecer Brooklyn. - E novamente ele foi se aproximando e quando eu jurava que ia me beijar ele apenas me dá  um beijo no canto da boca.Que raiva.

E ele se foi e eu fiquei lá, em uma cobertura que custa mais que minha vida.Esperando o táxi chegar.

----------------------------------------------------


-Ora , ora  quem chegou.- Sarah diz quando entro na sala dela.-Quanto ele pagou? Olha garota, eu espero que você tenha dado a melhor noite pra aquele homem.Entendeu?

-Ah Sarah, não enche meu saco. Ele me deu quatro mil dólares, toma sua parte.- Praticamente joguei a parte dela que é a metade do que eu recebo por cliente.

-Até que pra primeira noite essa quantia é boa mas agora me conta, como ele é de cama.-Ela sorri igual uma puta.

-Vá se foder Sarah- Disse abrindo a porta  para me retirar de seu escritório.

-Quem vai se foder é você minha lindinha.- Odeio essa mulher.- Tem um cliente especial pra você na suíte 19. Boa sorte docinho.

Revirei os olhos e sai daquele escritório.Antes de ir para a suíte guardei meu dinheiro e coloquei  uma lingerie azul turquesa. Entrei na suíte e congelei em ver que estava ali com um maldito sorriso no rosto.

-Que saudades amor- Seu sorriso me dava nojo.-Está magnífica hoje, como sempre.

Não acredito que isso está acontecendo comigo.Agora entendo porque Sarah me desejou boa sorte,eu realmente irei precisar, a noite vai ser longa.


















Notas Finais


E é isso meu povo, espero que gostem e mais uma vez me desculpem pela demora. Irei me organizar e provavelmente no próximo capítulo já vou estabelecer os dias certos pra eu postar pra poder não ficar em falta com vocês. Se gostou favorite e comente, isso incentiva bastante. AMO VCS babies.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...