História Survive On Your Side - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Abraham Ford, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Glenn Rhee, Maggie Greene, Michonne, Morgan Jones, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Tara Chambler
Tags Carol Peletier, Caryl, Daryl Dixon, Romance, Sexo, The Walkinh Dead
Exibições 31
Palavras 519
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi moresss, ficou meio curto, não to muito inspirada hoje. Desculpa por qualquer erro de português e uma boa leitura ❤

Capítulo 6 - Confessions


Carol acordou e viu que Daryl ainda estava dormindo, ele estava muito cansado e exausto, ela viu que sua perna não doía mais como antes, e tentou mechê-la, e conseguiu, tentou levantar para ver se conseguia andar, colocou seus pés no chão bem devagar e se levantou, mas sua perna amoleceu, fazendo-a cair no chão. Daryl escutou e levou um susto, se levantando rapidamente para ajudá-la, a levantou e a ajudou a sentar na cama.

"O que deu em você Carol?"

"Eu só não quero ficar o dia inteiro deitada nessa cama." -Carol falou, abaixando a cabeça.

"Você poderia ter se machucado, ou arrebentado os pontos mulher."

"Eu não queria ter te acordado, me desculpa."

"Você está bem?" -Daryl perguntou, acariciando a bochecha de Carol com o polegar.

"Sim, por que você não dorme mais um pouco? Está cansado."

"Não estou com sono." -Daryl falou, olhando bem nos olhos de Carol, querendo perguntar algo, mas não conseguia, e depois de alguns segundos... "Carol, o que aconteceu ontem, é... Nós...Quer saber, deixa pra lá."

"Sobre quase termos nos beijado?" -Carol falou, dando um sorrisinho.

"É, Carol é que eu sinto alguma coisa por você, eu não sou daquele tipo que ama alguém, eu não sei o que eu sinto definitivamente, mas é algo diferente, algo que eu não sei explicar, algo que eu nunca senti antes." -Carol ofegou pelo inesperado, Daryl estava totalmente tímido mas não parava de olhar em seus olhos, ela não sabia o que dizer, apenas o olhava, um pouco assustada, e temendo dizer algo idiota, sabendo que também sentia algo por Daryl, mas com medo de confessar, Carol sofreu por muitos anos com o seu marido, apanhava sempre, era tratada com violência, seu marido nunca dissera que a amava, e isso era algo novo para Carol, um homem atraente, o seu melhor amigo, a olhando nos olhos, dizendo que sentia algo "diferente" por ela, o homem com quem ela fizera tantas brincadeiras babacas, Carol simplesmente não acreditava em que acabara de ouvir, ela não sabia o que dizer, nem a como reagir.

"Daryl, eu-eu também..." -Quando Carol iria dizer o que sentia, Denise apareceu, bem no momento. "Nossa, vocês já estão acordados?" -Eles se assustaram e Daryl rapidamente se afastou de Carol, eles estavam praticamente grudados, ele se afastou muito rápido, evitando que Denise percebesse. "Carol, já está melhor?"

"Sim, eu já consigo mover a minha perna, mas não andar." -Carol disse com a voz baixa, um pouco chateada por Denise ter cortado o clima, quando finalmente tivera coragem de se confessar, algo os atrapalhou.

"Você tentou andar?" -Denise disse espantada. "Carol, não podia ter feito isso, era para ter esperado até amanhã."

"Ela está bem." -Daryl disse, olhando para Carol e em seguida para Denise.

"Vou preparar um café, devem estar com fome." -Denise falou e se retirou, indo para a cozinha.

Daryl apenas olhava para Carol, morrendo de vontade de perguntar o que ela ia dizer na hora que Denise os atrapalhou, mas não conseguiu, ele apenas olhava para ela, um pouco tímido, pelo o que dissera para Carol, ele se sentiu um tremendo babaca, pensando que ela só enxergasse ele como um amigo.


Notas Finais


Esse foi o cap genteee, espero que tenham gostado, um beijo e até o próximo cap ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...